browser icon
You are using an insecure version of your web browser. Please update your browser!
Using an outdated browser makes your computer unsafe. For a safer, faster, more enjoyable user experience, please update your browser today or try a newer browser.

2017 – O ano do FIM dos EUA ?

Posted by on 08/09/2016

Quando o globalismo chegar ao fim… 2017, o ano da dissolução dos Estados Unidos da América.

“A liberdade de uma democracia não é segura se o povo tolera o crescimento de poder privado ao ponto de tornar-se mais forte que o próprio Estado democrático. Isto, em essência, é fascismo – o apossamento do governo por uma pessoa, por um grupo, ou qualquer poder privado de controle”  –  Franklin Delano Roosevelt

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Foi em 2017 – Os clãs governavam a América:

Por Paul Craig Roberts – Fonte: http://www.globalresearch.ca/

Os primeiros clãs organizaram-se em torno das forças da polícia local. A guerra ao crime dos conservadores durante o fim do século XX e a guerra ao terror de Bush/Obama durante a primeira década do século XXI deram como resultado a polícia tornar-se militarizada e inimputável.  

dolar-queda

Quando a sociedade se decompõe, as polícias tornam-se os senhores da guerra. A polícia do estado separou-se e os seus oficiais foram incluídos nas forças locais das suas comunidades. As tribos recém formadas expandiram-se para incorporar parentes e amigos da polícia. 

O dólar como divisa de reserva mundial entrou em colapso em 2014 quando o agravamento da depressão econômica deixou claro para os credores de Washington que o déficit do orçamento federal era demasiado grande para ser financiado, a não ser pela impressão de dinheiro

Com a morte do dólar, os preços das importações dispararam. Como os americanos eram incapazes de aceder a bens fabricados no estrangeiro, as corporações transnacionais que estavam a produzir lá fora para mercados nos EUA entraram em bancarrota, corroendo mais uma vez a base de receitas do governo. 

A desvalorização do dólar desde 1913.

O governo foi forçado a imprimir dinheiro a fim de pagar as suas contas, provocando a ascensão rápida dos preços internos. Confrontada com a hiper-inflação, Washington adotou o recurso de acabar com a Segurança Social (sistema de aposentadorias) e o Medicare (assistência médica) e a seguir confiscou os remanescentes das pensões privadas. Isto proporcionou um ano de alívio, mas sem mais recursos para confiscar, a criação de dinheiro e a hiper-inflação recomeçaram. 

A distribuição organizada de alimentos rompeu-se quando o governo combateu a hiper-inflação com preços fixados e a ordem de que todas as compras e vendas tinham de ser na divisa de papel dos EUA. Relutantes em comerciar bens valiosos por papel depreciado e sem valor nenhum, os bens desapareceram das lojas. 

Washington respondeu tal como Lenin o havia feito durante o período do “comunismo de guerra” da história soviética. O governo enviou tropas para confiscar mercadorias para distribuição em espécie à população. Isto foi um expediente temporário até que os estoques existentes fossem esgotados, pois a produção futura foi desencorajada. Grande parte dos estoques confiscados tornou-se propriedade das tropas que apreenderam os bens. 

nwo-controle-manipulação

As mercadorias reapareceram em mercados sob a proteção de senhores da guerra locais. As transações eram efetuadas em escambo (barter) e em ouro, prata e moedas de cobre. Outros clãs organizaram-se em torno de famílias e indivíduos que possuíam estoques de alimentos, barras de ouro, armas e munições. Formaram-se alianças incômodas para equilibrar as diferenças nas forças dos clãs. As traições rapidamente fizeram da lealdade um traço necessário para a sobrevivência.

A produção em grande escala de alimentos e outros bens veio abaixo e entraram em colapso quando milícias locais tributaram a distribuição dos bens transportados através dos seus territórios locais. Washington apropriou-se da produção interna de petróleo e das refinarias, mas grande parte da gasolina do governo era paga em espécie para poder passar em segurança através dos territórios dos clãs. 

A maior parte das tropas nas bases militares de Washington no estrangeiro foram abandonadas. Quando os seus estoques de recursos ficaram esgotados, os soldados abandonados foram forçados a alianças com aqueles com quem tinham estado a combater. 

obama-drove-uncle-sam-crazy

Washington descobria que era cada vez mais difícil manter-se a si própria. Como perdia o controle sobre o país, Washington era menos capaz de assegurar qualquer abastecimento vindo do estrangeiro como tributo daqueles a quem ameaçava com ataque nuclear.

Gradualmente outras potências nucleares perceberam que o único alvo a ser atacado na América era Washington. Os mais astutos anteviram acontecimentos fatais e afastaram-se para longe da antiga cidade capital dos EUA. 

Quando Roma começou o seu império, a sua divisa consistia em ouro e prata cunhadas. Roma era bem organizada com instituições eficientes e a capacidade para abastecer tropas nos campos de batalha de modo a que as campanhas militares para anexar territórios e suas riquezas pudessem continuar indefinidamente, um monopólio naquele mundo do tempo de Roma. 

O Império Romano perdurou por séculosO Americano entrou em colapso da noite para o dia

Quando o orgulho arrogante remeteu a América para a busca da formação de um império além-mares, a aventura coincidiu com a deslocamento da manufatura, da indústria e dos empregos de serviços profissionais da América para o exterior, principalmente a China, em busca de mão de obra barata e da correspondente erosão da base fiscal do governo, com o advento de déficits orçamentais e comerciais maciços, com a erosão do valor da divisa de papel fiduciário e com a dependência da América de credores estrangeiros e de governantes fantoches. 

A corrupção de ‘Roma’ tornou-se a força dos seus inimigos e o Império Ocidental foi invadido. O colapso da América verificou-se quando o governo cessou de representar o povo e tornou-se o instrumento de uma oligarquia privada (Illuminatis, Bilderbergs, Skull and Bones, New World Order, Sionistas Askhenazis, Nazistas, CFR-Council Foreign Relations, CIA, N.S.A, FEMA, Rothschild, Reptilianos, etc…)

As decisões eram tomadas em busca de lucros a curto prazo para poucos e com despesas de passivos não administráveis para muitos. Esmagado pelos passivos, o governo entrou em colapso. O globalismo havia chegado ao fim. A vida foi reformada numa base local e o caos se instalou… 


  • Os americanos estão no seu momento mais vulnerável; 
  • Eles são vulneráveis porque são preguiçosos mentalmente; 
  • Eles são preguiçosos mentalmente porque são ingênuos; 
  • Eles são ingênuos, porque eles são ignorantes;  
  • Eles são ignorantes porque são desinformados deliberadamente;  
  • Eles são desinformados deliberadamente porque acreditam em seu governo e mídia nacional !!!   
  • Assim como todos os demais povos do planeta Terra…

Paul Craig Roberts foi Editor do Wall Street Journal Secretário Assistente do Tesouro dos EUA do governo Ronald Reagan. O seu último livro pode ser encomendado através deste link:How the Economy Was LostPaulCraigRoberts@yahoo.com

O original encontra-se em: http://www.globalresearch.ca/index.php?context=va&aid=20443


poçocoletivo

“Quando você perceber que, para produzir, precisa obter a autorização de quem não produz nada; quando comprovar que o dinheiro flui para quem negocia não com bens, mas com favores; quando perceber que muitos ficam ricos pelo suborno e por influência, mais que pelo próprio trabalho, e que as leis não nos protegem deles, mas, pelo contrário, são eles que estão protegidos de você; quando perceber que a corrupção é recompensada, e a honestidade se converter em auto-sacrifício; então voce poderá afirmar, sem temor de errar, que sua sociedade está condenada. – Ayn Rand

Para saber mais ver em: 

  1. http://thoth3126.com.br/profecia-de-1912-sobre-fim-dos-eua-e-obama/
  2. http://thoth3126.com.br/denver-international-airport-uma-enorme-base-subterranea/
  3. http://thoth3126.com.br/illuminati-revelacoes-de-um-membro-no-topo-da-elite-explosivo/
  4. http://thoth3126.com.br/costa-oeste-dos-eua-e-futuro-grande-terremoto/
  5. http://thoth3126.com.br/supervulcao-de-yellowstone-e-25-vezes-maior-do-que-se-pensava/
  6. http://thoth3126.com.br/o-futuro-dos-eua-por-ned-dougherty/
  7. http://thoth3126.com.br/a-visao-das-provacoes-dos-estados-unidos-por-george-washington/
  8. http://thoth3126.com.br/novo-telescopio-no-polo-sul-spt-south-pole-telescope/
  9. http://thoth3126.com.br/barack-obama-adverte-norte-americanos-sobre-desastres/
  10. http://thoth3126.com.br/o-risco-donald-trump/
  11. http://thoth3126.com.br/o-projeto-comunista-nos-eua-nwo-nova-ordem-mundial/
  12. http://thoth3126.com.br/todos-os-sismografos-de-yellowstone-bloqueados/
  13. http://thoth3126.com.br/insider-da-dhs-fala-de-crise-de-magnitude-sem-precedentes-sendo-preparada-nos-eua/
  14. http://thoth3126.com.br/divida-dos-eua-superou-19-trilhoes-de-dolares/
  15. http://thoth3126.com.br/caos-vai-eclodir-nos-eua-em-menos-de-100-dias/

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original  e mencione as fontes.

Thoth-flordavidahttp://www.thoth3126.com.br/

8 Responses to 2017 – O ano do FIM dos EUA ?

  1. Silvio José Benevides e Maia

    Em mais esse excelente post de Thoth3126 temos entre outras preciosidades essa detecção da realidade pela sensibilidade do estadista Roosevelt, ora transcrita aí do post, que acerta na mosca na razão de ser principal de tudo de ruim que rola nessa crosta, em testemunho fático do “Ninguém endireita o que Deus fez torto”: simplesmente o móvel do atrevimento crescente e desenfreado do joio em dominação, de mais a menos conforme o subdesenvolvimento do povo, excitado e instigado pelas sombras via ganância, que tem influência total no materialismo que sempre reinou absoluto pela sonegação do aplicativo que é o conhecimento da reencarnação, e via nem aísmo dos conscientizados e inocência dos inconscientizados: capitalismo tecnicamente correto transformado em selvagem escravizando a exclusão como produtora de riquezas para os dominadores. Tal móvel solapa qualquer sistema de governo ou econômico, exatamente como certamente intuidamente sentiu Roosevelt:

    “A liberdade de uma democracia não é segura se o povo tolera o crescimento de poder privado ao ponto de tornar-se mais forte que o próprio Estado democrático. Isto, em essência, é fascismo – o apossamento do governo por uma pessoa, por um grupo, ou qualquer poder privado de controle” – Franklin Delano Roosevelt “.

    Curtam as demais informações os que desejarem manter-se informados e inteiramente a par do que rola no mundo, para poderem processar corretamente suas posturas, aqui recomendadamente em sintonia como sendo de fazer o possível para suavizar, sem se deixar iludir por poder endireitar.

  2. Zenaide

    e tome mais uma data

  3. Silvio José Benevides e Maia

    Dentre os efeitos das ações das sombras esse é o principal -no caso como forma apropriada pela expressão estadunidense do domínio do mundo.

    O desenfreamento resultante da irresistibilidade da ganância, e do muito pouco escrúpulo discernente alvo dela desde o início cíclico, fizeram a humanimalidade terráquea chegar ao fundo do poço onde está, mortalmente comprometida com a distorção dos sistemas, maior parte deles bolados pra fazer bem mas aplicados de jeito que fez muito mal.

    E 2017 é véspera do entorno 2018, que as circunstâncias definiram para as equipes de suporte como sendo o apito do fim do jogo, dentro do limite 2019 assinalado na prorrogação -as sombras vencerão logo nos pênaltis e não chegaremos a 2019.

    Ainda bem.

  4. luciano

    Eu sobrevivi o de 2012, que venha 2017.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *