browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

A Farsa da eleicao presidencial de 2012 nos EUA

Posted by on 27/08/2013

A Eleição presidencial de 2012 nos EUA: Desta vez com a marca do “fascismo”?

A cada quatro anos, as cadeiras no convés do Titanic político que é o império (ou o circo) americano se reorganizam em um repugnante espetáculo coreografado (e manipulado) de outra “eleição presidencial”. 

A charada de 2012 é particularmente mais repugnante ainda; as mentiras mais gritantes e estridentes, enquanto o resto do mundo continua a queimar…

Tradução, imagens e acréscimos:  Thoth3126@gmail.com

http://www.globalresearch.ca/the-2012-us-presidential-non-election-which-brand-of-fascism-this-time/5308307

Por Larry Chin – Global Research, 14 de outubro de 2012

Não importa quem “ganha a eleição”, a humanidade sempre perde.

É fundamental se concentrar na realidade fria e feia que o mundo enfrenta com qualquer ocupante da Casa Branca. De um lado, a administração de Obama, com a marca tradicional do imperialismo neoliberal e do consenso internacional e falso populismo doméstico. Por outro lado, com o outro candidato (republicano) Mitt Romney e Ryan Paul, o extremismo de direita militante, uma agenda de guerra apocalíptica e as políticas de sadismo em casa.

Mitt Romney é também apenas mais um marionete da elite da NWO-Nova Ordem Mundial-Illuminati

Os interesses da elite (Conselho de Relações Exteriores, Grupo Bilderberg, NWO-Nova Ordem Mundial, Illuminati, etc) esta devidamente muito bem servido tanto faz se com Obama ou Romney na Casa Branca. A questão para a elite é puramente sobre qual o estilo e a execução do próximo governo (n.t. do próximo fantoche a ocupar a “Casa Branca – ou NEGRA”, há tanto tempo dominada pelas forças das Trevas, em sucessivos governos da elite mundial)

Obama tem sido um facilitador servil e protetor do corrupto sistema político, um capitulador insidioso e “homem de consenso”. Para os bilionários de Wall Street, os belicistas do Pentágono, e para os mais já descaradamente corruptos de Washington, não tem havido maior presente do que Obama e a sua presidência. Mas com Romney e Ryan, a agenda simplesmente se acelera e destrói mais rápida, mais violentamente, com verdadeiro e maníaco fervor teocrático.

A escolha final não será feita pelos eleitores como sempre acontece (que serão destituídos de novo, através de fraude eleitoral eletrônica e outras manipulações das urnas), mas pelos mesmos elementos criminosos que assumirem o controle final do aparelho de (des)governo em relação ao mês final do “concurso”.

As “crianças” estão sendo autorizados para lutarem entre si. O lado com o comando supremo da propaganda de mídia corporativa, os negócios mais eficazes escondidos por trás das portas fechadas, e os truques mais sujos, eficazes e as travessuras na escuridão dessa eleição, prevalecerá o resultado pré-determinado prontamente criptografado para o software das máquinas controladas de votação Diebold. 

A  Charada dos “Debates”

É tentador, mas inútil para se dissecar o teatro ( o circo) dos debates , que para começar são inteiramente baseados em falsas premissas. Nenhum dos pontos discutidos  exaustivamente realmente tem alguma importância porque não  aborda realidades relevantes. 

As questões cuidadosamente pré-selecionados assumiram uma série de falsidades, desde a legitimidade das guerras no Iraque e no Afeganistão, e as desestabilizações do IRÃ e da SÍRIA (e também agora começando no LÍBANO), para a necessidade de austeridade fiscal.

Estes são retóricas de shows  de cães e de pôneis sem diferenças reais , além de tempo, estilo e método, pelo qual eles estarão executando as mesmas agendas. Ambos os lados concordam em grande parte sobre à política externa. Ambos os lados orgulhosamente alardeiam a melhor forma de infligir guerra econômica incapacitante a um IRÃ “nuclear” , e na derrubada de Afez Assad  na SÍRIA. O único argumento é se o estrangulamento seqüencial multinacional (a “diplomacia”), liderado pela administração Obama continua em ritmo acelerado, ou, se com Romney / Ryan e a extrema direita vão conseguir o que os da elite realmente querem: uma guerra total com o IRÃ (n.t. Que seria apenas o estopim para um conflito mais amplo, do tipo que daria origem à III Guerra Mundial, envolvendo a Rússia, China e a Europa, a meta final dos conspiradores).

Para saber mais veja em:  http://thoth3126.com.br/nova-ordem-mundial-a-missao-anglo-saxonica-parte-1/http://thoth3126.com.br/nova-ordem-mundial-a-missao-anglo-saxonica-parte-2/http://thoth3126.com.br/nova-ordem-mundial-a-missao-anglo-saxonica-parte-3/http://thoth3126.com.br/nova-ordem-mundial-a-missao-anglo-saxonica-parte-4-final/

Mais guerra e destruição …

Ambos os lados concordam com as mesmas falsidades sobre a dívida nacional interna (sem mencionar que as guerras dos EUA espalhadas pelo mundo que entusiasticamente eles defendem é o gasto principal do orçamento do governo) e a crise financeira dos EUA (ignorando o fato de que a “crise” financeira e seu “resgate” foi uma manipulação que centralizou AINDA MAIS o poder para os (gângsteres) componentes de Wall Street, os grandes bancos, que apoiam os dois lados igualmente, à custa dos contribuintes norte-americanos – e do resto do planeta). 

Em termos de programas sociais (que vão sofrer cortes em qualquer caso, com qualquer “vencedor”, a fim de pagar por mais guerra e sangue), os contingenciamentos de Romney / Ryan conduz para uma destruição imediata de toda a estrutura social dos EUA, um fim rápido e draconiano para os programas sociais, como o Medicare e da Segurança Social, enquanto a administração Obama tem uma abordagem mais gradual.

Essencialmente, os candidatos já admitiram que não servem aos interesses da maioria da humanidade, quiça dos norte americanos.

A “análise” da eleição pela “MÍDIA” (o circo controlado e pago) tem sido de revirar o estômago,  não é nada menos do que insanidade/loucura amontoados em cima de insanidade. A tagarelice infantil de meras cabeças falantes, o teatro do absurdo, do tipo como “quem tem aparência melhor de presidente”, quem tem mais “pegadinhas” e “estocadas”, (n.t. não se discute nada de realmente útil para o país). Um espetáculo emburrecido para uma população estúpida, emburrecida e ignorante, completamente controlada e manipulada.

Os interesses da elite (Conselho de Relações Exteriores, Bilderberger, NWO_Nova Ordem Mundial, Illuminati, etc) esta devidamente muito bem servido tanto faz se com Obama, Romney ou qualquer outro fantoche na Casa Branca.

O ataque à embaixada na Líbia foi um surpresa de outubro da direita? 

Um verdadeiro ponto de atrito entre os campos opostos de Obama e Romney / Ryan é o pretenso ataque terrorista líbio de 11 de setembro de 2012.

O ataque, incluindo o assassinato do embaixador Christopher Stevens foi realizado pelos “combatentes da liberdade” da al-Qaeda que ajudaram os EUA a derrubar o regime de Muammar Kadafi. Esses ativos estão intimamente ligados aos neoconservadores americanos, incluindo um grande contingente de figuras por trás do aparelho terrorista do governo de George Bush / Dick Cheney. 

Há pouca dúvida de que o “ataque” foi uma operação de falsa bandeira . A questão permanece, a de quais as altas figuras do ranking de Washington estavam envolvidos. Quem se beneficiaria?

Foi uma surpresa de outubro por parte da ala direita para humilhar o governo Obama, e roubar a sua eleição, ou um incidente que foi parte de uma agenda maior acima do consenso bipartidário?

Novos relatórios saídos de dentro do Salon dos coordenadores das atividades dos criminosos da extrema direita norte americana e do acampamento Romney / Ryan, se regozijaram e “riram muito” pelo alto escalão do partido dos republicanos de que os ataques se voltaram contra Obama o comparando a Surpresa de outubro do Partido Republicano contra “Jimmy Carter” que fizeram com que este perdesse a eleição. 

O momento do ataque à embaixada e as desconcertadas reações da administração Obama também sugerem que eles foram pegos de surpresa. Se é verdade que a “guerra contra o terrorismo” recebe um impulso com qualquer presidente eleito (haverá gritos de luta anti-terrorismo” na sequência do incidente), a campanha de Obama não se beneficiaria politicamente do que parece ser um aspecto vulnerável, desorganizado e “fraco” de seu governo, logo antes de uma eleição. Mas o lado republicano de Romney / Ryan, que fará de tudo para ganhar o poder, de forma muito clara retira todos os benefícios desse atentado.

A extrema-direita (exemplificada pelos criminosos como o malcheiroso e corrupto Mitch McConnell ) tem traidoramente sabotado o governo Obama a partir do primeiro minuto que Obama fez o juramento como presidente. Romney e Ryan certamente estão jogando com os acontecimentos na Líbia, ruidosamente inflamando o escândalo. Eles procuram aumentar o ímpeto de seus ataques, desenhando o caminho para a sua vitória, com a ajuda de elementos corruptos e viciosos da direita no Congresso. Quem está investigando os radicais de extrema direita, quem esta “gargalhando” sobre esse atentado na Líbia? 

Deve ser lembrado que tais surpresas de outubro já terem ocorrido antes e os direitistas republicanos consevadores sempre foram os culpados.  Resumindo: um ataque (falso, programado??) terrorista, o assassinato de um diplomata dos EUA, e um ponto de inflamação internacional na Líbia estão sendo explorados para fins políticos em Washington.

Obama também é manipulado, mas para seguir uma agenda dos interesses islâmicos e contra os sionistas que dominam os EUA??

Romney / Ryan: Bush / Cheney sobre Esteróides

Para se saber o que uma presidência de Romney / Ryan promete, basta considerar alguns dos criminosos ultra perigosos e falcões da guerra, as  pessoas desagradáveis que os estão aconselhando nos bilhetes durante os debatesSua equipe de assessores de política externa é uma elenco de criminosos de guerra do governo de Bush / Cheney de parede à parede: 

Dan Senor, ex-líder da autoridade provisória do Iraque

Cofer Black, ex-oficial da CIA, vice-presidente da Blackwater (maior empresa de segurança privada- leia-se mercenários – do mundo) dos EUA

John Boltonex embaixador dos EUA de Bush / Cheney 

Eliot Cohen, Projeto para New American Century (PNAC), assessor de Dick Cheney

Walid Phares “erudito” em “anti-terrorismo”; cristão libanês com ligações com a violenta milícia libanesa.

Michael Hayden, diretor da CIA e NSA de Bush / Cheney 

Max Boot – companheiro sênior do CFR, PNAC

Eric Edelman, ex-assessor de Dick Cheney

O aconselhamento de bilhetes dos assessores econômicos  são guiados pelo próprio Paul Ryan, “Lyin Ryan” o destruidor, junto com as seguintes “sobras” de Bush / Cheney: 

Glenn Hubbard,  conselho de assessores econômicos de Bush / Cheney

Gregory Mankiw, conselho de assessores econômicos de Bush / Cheney

Vin Weber, lobista e ex-membro republicano do Congresso

Jim Talent, lobista ligado a Jack Abramoff

Kevin Hassett, ex-assessor de Bush / Cheney

Esta lista fala por si mesma, assim como o faz o “fundo de Romney com um manipulador de Wall Street e  fanático “Lyin” Ryan . Espere golpes de sabre, uma retórica virulenta, ataques raivosos contra nações daquelas situadas no mundo árabe e até para a China e a Rússia, e comportamento irracional a florescer durante as próximas semanas. 

A marcha inexorável da tirania prossegue nos EUA.

Mídia Cheerleading

A julgar pela narrativa que está sendo criada a partir dos debates presidenciais e vice-presidenciais até agora, está claro de que lado o estabelecimento midiático favorece mais. Os elementos de direita dominam a sociedade americana e seus meios de comunicação (controlado por sionistas Illuminati). Não há “mídia liberal”. A ala direita também controla as máquinas de votação.

A direita está espumando pela boca para obter uma vitória republicana de Romney / Ryan. Isso explica por que Romney e Ryan nunca fazem nada errado em qualquer cobertura da mídia mainstream. Eles podem dizer ou fazer qualquer coisa, dizer qualquer mentira, enquanto a administração Obama “se perde mesmo quando ganha” nos noticiários tendenciosos, e não importa o que eles tentem fazer.

Romney e Ryan e seus asseclas, têm jorrado retórica de traição, e não foram interrompidos. Este é idêntico aos passes livres da crítica e surpreendentes que Ronald Reagan, George H.W. Bush(pai) e George W. Bush(filho) receberam (dos meios de comunicação dos EUA) em seu caminho para ganhar o poder da Casa Branca. Isto está acontecendo novamente.

Qual o será o caminho para o abismo?

Nunca houve eleições reais na América contemporânea, e não haverá “eleição” desta vez, novamente. Haverá, como sempre, nenhuma escolha real: haverá um belicista, imperialista assassino em massa “A” ou outro imperialista belicista e assassino em massa  “B”.

A América e o mundo devem prestar atenção a que tipo de fascismo acabará por ser escolhido nas eleições em 06 de NOVEMBRO, mesmo que apenas para preparar adequadamente para o que está por vir (n.t. e que poderá ser muitíssimo pior). As diferenças marginais no método e estilo tem ramificações, nacionais e mundiais.

A subjugação de um número cada vez maior da humanidade é o objetivo mais importante para a elite do que nunca. O próximo ocupante da Casa Branca vai liderar na ONU mudanças de regime provável da OTAN em relação a SÍRIA e o IRÃ, os quais têm sido sistematicamente desestabilizados pela CIA e suas afiliadas, e liderará a “reconstrução” da rede social americana.

Será que as mudanças serão mais do tipo de “punho dentro da luva de veludo”, ou será a do martelo diretamente esfacelando o crânio? Não importa quem “ganhar” para presidente dos EUA, a humanidade perderá, ‘SEMPRE’ !!

Para saber mais:

http://thoth3126.com.br/obama-nao-nasceu-nos-eua/
http://thoth3126.com.br/midia-dos-eua-as-6-corporacoes-que-controlam-a-informacao/
http://thoth3126.com.br/obama-o-fantoche/ 
http://thoth3126.com.br/obama-nasceu-em-mombasa-no-quenia/
http://thoth3126.com.br/a-humanidade-esta-em-transe-induzido-pela-midia-controlada/
http://thoth3126.com.br/e-u-a-o-exercito-dos-illuminatinova-ordem-mundial/
http://thoth3126.com.br/a-farsa-da-eleicao-presidencial-de-2012-nos-eua/
http://thoth3126.com.br/numero-de-leitores-de-jornais-esta-em-colapso-nos-eua/

Os norte americanos estão no seu momento mais vulnerávelEles são vulneráveis porque são preguiçosos mentalmenteEles são preguiçosos mentalmente porque são ingênuosEles são ingênuos, porque eles são ignorantesEles são ignorantes porque são desinformados deliberadamenteEles são desinformados deliberadamente porque acreditam em seu governo e MÍDIA nacional !!! 

Assim como todos os demais povos do planeta Terra …

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

3 Responses to A Farsa da eleicao presidencial de 2012 nos EUA

  1. Joaquim Caldas

    O mensalão existiu em todos os atos corruptos da nova ordem mundial.No Brasil,foi denunciado,mas não deu em nada! As Américas estão dominadas pelos falsos políticos fraudadores da democracia e assassinos de povos inocente com finalidade de tirar-lhas as riquezas. Já esta na hora de criarmos um organismo mundial para acabar com todas estas entidade viciadas à enganar os países de todas as linha economicamente independente.Fora os assassino mundiais e gananciosos da riqueza dos trabalhadores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *