browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Nave Mãe Bonangrel da Federação Galáctica, parte 02, final

Posted by on 18/11/2016

navemãe-interiorA Nave Mae Bonangrel da Federação, segunda parte, final.

“Tenho visto suas passagens silenciosas pelos Sóis duplos. Desde a minha tenra idade, na juventude, ansiei para viver dentro de sua concha protetora e passar meu tempo de lá estar, à medida que você viaja pelos caminhos das distantes e entre as eternas estrelas”.  Eu Sou Mocalar de Vitron”.

Os soldados dartargas podem ser masculinos e/ou femininos e convivem por um período de cerca de cinco dias terrestres, durante o qual os soldados em postos mais baixos treinam sem parar, tanto mental como fisicamente (usando ROMs mentais de experiência real).

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Continuação da primeira parte:

DARTARGAS: AS TROPAS MILITARES DA FEDERAÇÃO NA NAVE MÃE BONANGREL

O pavimento imediatamente acima do pavimento da “cria” é ocupado pelo pessoal militar da Federação e de Vonner. Essas tropas são chamadas dartargas e é comandado pelo mais elevado Senhor de Planejamento a bordo da nave-mãe naquela data, seja da Federação ou da Casa de Vonner. Esse Senhor de Planejamento é Roke-Seralain da Casa de Vonner, atualmente morando a bordo da Bonangrel. Há muitos postos e especialidades militares; o posto militar mais alto equivale ao que vocês chamariam de general. A insígnia do general de estado aberto é a mesma do general americano na Terra. A insígnia é uma estrela. Um general de estado aberto de uma estrela pode comandar todas as unidades militares baseadas em um sistema solar contendo uma estrela).  

ufo-pilardeluz

Duas estrelas, três estrelas ou qualquer número de insígnias de estrelas adicionais significam que o militar pode comandar tropas localizadas num número igual de sistemas solares. Há generais galácticos que chegam a ostentar doze galáxias como insígnias. Eles, claro, podem dirigir as atividades militares de doze galáxias, cada uma consistindo de milhões de estrelas. Mesmos esses nobres generais galácticos atuam como assessores de um Senhor de Planejamento da Federação ou de uma casa de comércio.  

Os dartargas podem ser masculinos ou femininos e convivem por um período de cerca de cinco dias terrestres, durante o qual os soldados em postos mais baixos treinam sem parar, tanto mental como fisicamente (usando ROMs mentais de experiência real). O treinamento militar inclui o estudo da medicina, bem como engenharia estrutural e mecânica e todos os tipos de projeto e operação de espaçonaves (especialmente navegação intergaláctica). Os dartargas são voluntários e seus períodos de alistamento variam de três quatro anos terrestres.

Aqueles que demonstrarem possuir referências mentais excepcionais com respeito a qualquer assunto particular são apresentados aos métodos e procedimentos de revista mental e telepatia. São necessários muitos anos para concluir esses últimos cursos, então os períodos de alistamento devem ser prolongados para que as pessoas recebam o treinamento sem gastos pessoais. Alguns saem do curso para aprimorar suas capacidades de ·vasculhamento mental ou telepático sob orientação de instrutores profissionais caríssimos. Esse tipo de enfoque abre as portas para posições muito bem remuneradas na Federação e nas casas de comércio, e a possível promoção máxima à posição de Senhor de Planejamento. Embora a capacidade do dartarga seja avaliada por superiores, que determinam se deve subir de posto, qualquer promoção real está sujeita a uma luz favorável de orientação divina.

O posto estabelecido desse modo (por decreto universal) acompanha a pessoa vida após vida. Os dartargas, ao deixar o serviço da Federação ou casa de comércio, recebem metade de seu salário militar para o resto da vida, mas estão sujeitos à reconvocação para pleno serviço de uma hora para outra. Há muitos excelentes médicos, engenheiros e comandantes de espaçonaves que receberam seu treino básico enquanto serviam como dartargas. Depois de cinco dias de serviço, os dartargas estacionados numa nave-mãe estão livres para fazerem o que quiserem por quatro dias. Durante esses dias de folga, são vistos sozinhos ou em grupos em todas as áreas da nave-mãe, experienciando tudo o que a nave-mãe tem a oferecer em termos de educação e entretenimento. Menos de 20% de toda a força de dartargas na Federação possui companheiros permanentes que vivem com eles. Na maioria dos casos, o companheiro é também um dartarga. 

Os hábitos sexuais e estilos de vida dos vários povos que visitam ou vivem numa nave- mãe são tão numerosos quanto as estrelas do universo. Em todos os meus anos de vida, nunca consegui descrever as atividades sexuais íntimas de uma cultura sem ofender alguém de outra cultura ou lhe causar repugnância. As exceções à regra são os que buscam saber tudo o que puderem sobre várias práticas sexuais para prosseguir com o “pensamento infinito” sobre o assunto. Os saturnianos de seu sistema cerram ouvidos e mentes ao assunto de práticas sexuais universais, ao passo que os marcianos estão sempre atentos a qualquer informação que lhes seja novidade.

Nos vários pavimentos intermediários da Bonangrel, com certeza vamos encontrar pessoas nuas ou vestidas de maneira muito provocante em meio a outras completamente vestidas. Os puritanos que se chocam ou ofendem dão sua energia psíquica aos impudentes. Muitos acabam por aprender uma lição de controle emocional e ignoram tais visões. Os que são como eu apreciam o que é considerado bizarro numa conduta emocional muito conservadora.

O sexo é tanto um ato de comunicação como um ato de subcriação.  Os profundos conhecedores do assunto sobre sexo e que empregam o ato como parte da forma de arte de comunicação podem também ser grandes emopthas e curandeiros. Embora essas práticas possam ser desprezadas por algumas culturas, é fato bem sabido que algumas, que buscam uma profissão que use o ato sexual como ferramenta, realmente agradam os elohins. 

O sexo como meio de procriação pode ser desempenhado por aqueles entre nós com as mentes mais rudimentares, os quais, através de seus desejos legítimos, produzem uma descendência que, infelizmente, encontra dificuldades de enfrentar os aspectos mais simples da vida. Esse direito de acasalar é um privilégio universal que ninguém pode ou deve negar a outro ser humano.

Companheiros de mundos diferentes conseguem, em raras ocasiões, gerar filhos que podem ser realmente chamados de Titãs. Com mais freqüência, o resultado de tal união é, em geral, um desastre biológico. Essas crianças são amadas pelos elohins. que as favorecem de maneiras que elas nunca conseguem entender.  Temos o velho ditado; “Quando em perigo, agarre-se a um tolo e os elohins salvarão os dois.” É a vida. | Dastremer kit. o ajudante de Mocalar, riu e disse que ficaria fora do alcance físico de Mocalar – W.B.| 

Há 48 pavimentos intermediários abertos e vários subpavimentos onde são conduzidas atividades secretas da casa de comércio de Vonner. Esses pavimentos também contêm registros de ROMs mentais sobre vários assuntos, inclusive o livro de bordo da Bonangrel descrevendo seis milhões de anos de existência e operação. Os registros mais secretos são a localização de portões estelares conhecidos apenas pela Casa de Vonner e pela Federação, bem como o tempo de dobra entre eles. 

O sistema de navegação da Bonangrel é preestabelecido no rumo de alguma destinação remota de dobra. Esse destino é do conhecimento apenas do Alto Senhor de Planejamento, o Alto Comandante (Zero) e do Monitor Zero da nave. Num instante o Zero pode transmutar as moléculas e átomos do veículo maciço, bem como toda a vida a bordo, de matéria para antimatéria. Depois de um período de tempo predeterminado que varia de segundos até horas, a nave e seus ocupantes revertem de antimatéria para matéria na forma como a conhecemos no universo. Durante o estágio de dobra, o universo positivo em que vivemos trata a nave como algo a ser totalmente expulso de seus limites. Não há nenhuma diferença perceptível entre um corpo de matéria positiva e um corpo de antimatéria. Depois do período apropriado de tempo, a nave retorna ao estado de matéria positiva e é uma vez mais aceita pelo universo em que existimos. 

Um período de dobra ele cinco minutos pode levar uma nave-mãe a um milhão de vezes mais distante de seu ponto de partida (usando um portão estelar) do que um período de dobra de horas. O tempo não tem relação alguma com distância, portanto, a localização de um portão estelar e os horários exatos de dobra para outros portões estelares localizados em outro local no universo são igualmente importantes e, assim, mantidos em segredo para impedir que a informação caia nas mãos dos do lado escuro. Uma nave sujeita a um período de dobra da mesmíssima duração retornará a seu ponto de partida original (portão estelar de primeira partida). 

Há uma condição física chamada mal da dobra que em geral, afligem veteranos como eu que dobraram demasiadas vezes sem o benefício do antídoto eletrônico hoje existente. O antídoto estabiliza a ressonância molecular do corpo. Osserus de Nodia, que dirige a Federação de seu posto mais elevado, também sofre um pouco dessa doença.

Diretamente abaixo dos dois pavimentos de controle superiores e de inúmeros pavimentos secretos fica o pavimento Vonner. Esse pavimento tem capacidade para abrigar quase 45 espaçonaves da classe águia ou quatro da classe “tark” (de até 3.2 km de comprimento e formato cilíndrico). Tark, nome de origem Sol-Tec, pode ser traduzido por fênix, a ave que simboliza a ressurreição. Naves espaciais da classe tark podem abrigar até quatro naves de classe águia. 

Algumas das novas conseguem dobrar, mas, em geral, usam seus sistemas de propulsão acionados pela luz para viagens interestelares (estrela a estrela). Algumas naves classe águia e mesmo as mais novas naves de excursão atmosférica (com diâmetros de 7,6 m ou mais) apresentam capacidade de dobrar. Pode-se reconhecer o equipamento de dobra nesses veículos pequenos como a seção superior central do veículo, semelhante a uma coroa com inúmeras extrusões. [Essas naves são às vezes chamadas de naves de raios, no jargão ufológico de hoje – W.B.]

Esquema de uma Nave Mãe atual da Federação Galáctica, Comando Ashtar Sheran,  e seus diferentes níveis de compartimentalização, como descritos. Autor: Luis Prada. “A frota de naves-mães da Federação ocupa-se atualmente de tais operações no sistema solar (O NOSSO) no qual você vive.”

Saiba (e veja) mais sobre a frota federação em: 

  1. http://thoth3126.com.br/frota-interestelar-da-federacao-galactica/
  2. http://thoth3126.com.br/federacao-intergalactica-frota-de-ashtar-sheran-i/
  3. http://thoth3126.com.br/federacao-intergalactica-frota-de-ashtar-sheran-ii/
  4. http://thoth3126.com.br/federacao-intergalactica-frota-de-ashtar-sheran-iii-final/
  5. http://thoth3126.com.br/federacao-galactica-e-a-hierarquia-espiritual/

 O interior do pavimento Vonner tem aparência magnífica. Cobre um pouco mais de 32 km e possui alturas de teto variáveis, tendo a mais alta cerca de 170 m. Esse pavimento contém apartamentos de luxo, teatros, salões de banquete e um lindo parque com árvores e um lago circundado por vilas espraiadas construídas com os materiais mais raros e assentadas em jardins exóticos — nos limites de um campo de força no qual residem belos animais selvagens de muitos mundos. Os interiores dessas vilas são decorados com obras de arte deslumbrantes na forma de murais, quadros e esculturas reunidas de muitos mundos. 

 Cada vila tem seu próprio pessoal. Caso solicitado, podem se reunir músicos versados na música de uma grande variedade de culturas. A área do lago é o lar de pássaros que esvoaçam pelo ar, excitando os olhos com suas cores brilhantes. Pássaros parecidos com papagaios não só imitam a fala humana, como realmente conversam entre si nos idiomas de muitas culturas humanas universais. De algum modo, sabem que língua você fala se acaso quiserem informá-lo de que querem algo para comer. Uma vez ouvi uma das fêmeas dessas aves reclamando que outra fêmea estava sentada em seus ovos; ela queria que o humano responsável fizesse alguma coisa. Depois de se expressar de uma maneira limitada, voltam a ser aves como as conhecemos. Elas não respondem à fala humana. Sua atitude é “não nos chame, chamaremos vocês.” 

Vasculhadores mentais da mais alta capacidade e dartargas de elite andam discretamente pelo pavimento, proporcionando segurança aos moradores. Atualmente, resido no pavimento Vonner em uma das vilas perto do lago. De um balcão baixo vejo, pelos olhos de meu assistente, três CORTS (clones que vocês conhecem por Grays, Cinzentos-Os da mesma raça/tipo que estavam na embarcação que caiu em ROSWELL em 1947.) sentados sob uma árvore entretidos num jogo semelhante ao que vocês conhecem por dominó.

Saiba mais sobre ROSWELL em:

  1. http://thoth3126.com.br/roswell-entrevista-com-o-coronel-philip-j-corso/
  2. http://thoth3126.com.br/roswell-o-dia-depois-da-qaeda-de-um-ufo/
  3. http://thoth3126.com.br/roswell-o-dia-depois-da-qaeda-de-um-ufo-de-final/

Também estão alimentando criaturinhas peludas que se acercam deles e, então, saem correndo, depois de receber a comida que os corts ocasionalmente lhes dão de um balde de cor verde. Dizem-me que esses corts também estão empregados aqui como cuidadores de animais. É estranho, pois a maioria dos animais dessa área são alimentados automaticamente em estações alimentadoras que requerem pouca ou nenhuma atenção humana. 

Quando eu tinha minha visão física, gostava e ficar perto de uma massa de água numa nave-mãe. Estive em tal localização durante os primeiros poucos minutos do processo de dobra, quando se pode enxergar a água se tornando laranja-dourado e ouvir o som das moléculas de água se comprimindo logo antes de sua transmutação de matéria para antimatéria. A ressonância simpática que ocorre entre as moléculas de água do lago e as moléculas de água no corpo da pessoa cria um sentimento momentâneo de extremo êxtase. 

No futuro próximo, vou encontrar-me encontrar com Roke-Seralain e outros de nosso sistema solar natal em algum jardim lindo do pavimento Vonner, onde festejaremos e cantaremos nostalgicamente todas as canções que nossas mentes antigas conseguirem lembrar. Oh, se ao menos Tinsel, o mestre cantor da Casa de Cre’ator, estivesse conosco, que prazer imenso seria! 

Sua voz pode dar a impressão, para a mente, de um coro de muitas vozes angélicas acompanhado pelas harpas dos elohins. Todos sabem que seu talento os agrada. [Nota: o poema “Passo Gigante” foi escrito, em inglês, por Tinsel da Casa de Creator- W.B.| A Bonangrel somente recebe em seus pavimentos intermediários espaçonaves que sejam da Federação ou originárias de um mundo que possua um acordo de comércio com a Casa de Vonner. Naves de qualquer outra afiliação podem, em condições de emergência, ter permissão para atracar em seu casco superficial. Raramente as tripulações de tais naves recebem permissão paia entrar no interior da nave-mãe sem um apadrinhamento aceitável (como o de outra casa de comércio). 

Essa é a política de todas as casas comerciais da Federação proprietárias de naves-mães. Mas não é a política operacional das naves-mães da Federação. Do número total de naves-mães da Federação, relativamente poucas são empregadas na conexão a portões estelares. Se uma nave-mãe da Federação deseja acesso a um por tão estelar bloqueado, a nave sentinela sai imediatamente do caminho. As naves-mães da Federação se deslocam constantemente de ponto a ponto no universo num circuito regular, porém imprevisível. Às vezes, sem o conhecimento prévio de ninguém de sua tripulação, elas são agrupadas em frotas e, então, dispersadas de maneira igualmente misteriosa, sem que os Senhores de Planejamento da Federação apresentem qualquer justificativa. 

Aproximadamente a cada 28 meses terrestres, as instalações da Federação são usadas sucessivamente pelas três principais casas de comercio nodianas de Creator. Vonner e Domphey e por trilhões e trilhões de outras casas de comércio da Federação. Essas outras casas são divididas em três grupos, cada grupo afiliado a uma das casas principais. Atualmente. a Casa de Cre’ator tem a prioridade da Federação, ou seja, caso três naves (uma de cada casa principal) desejem ser recebidas por uma nave-mãe da Federação e levadas através de um portão estelar e houver espaço para apenas uma nave, a nave Cre’ator ‘será recebida e as outras terão de esperar pelo próximo meio disponível de atravessar o portão. 

O tráfego mental de Cre’ator é retransmitido pelos telepatas da Federação; Cre’ator tem também acesso prioritário a todos os ROMs da Federação que não se relacionem a assuntos particulares de qualquer outra casa de comércio. Depois de 28 meses terrestres, a Casa de Cre’ator e suas associadas entregarão a prioridade da Federação para a Casa de Vonner e suas associadas. Após o mesmo período de tempo, Vonner passará a prioridade da Federação para a Casa de Domphey. Nos últimos dez anos terrestres, as casas de Vonner, Domphey e algumas de suas associadas adiaram seu uso da Federação, deixando-a temporariamente nas mãos da Casa de Cre’ator. Isso se deve aos perigos desta época e ao fato de que as frotas de Cre’ator são mais numerosas dos que as das outras casas de comércio numa proporção de cerca de três para um. 

Os pavimentos intermediários da Bonangrel são bem diferentes uns dos outros. Alguns estão perpetuamente no inverno, primavera, verão ou outono. Isso se deve ao Fato de que as pessoas de alguns mundos da Federação nunca experienciaram fisicamente mais do que um tipo de estação climática. Isto é, algumas experienciaram, em seu mundo natal particular, quatro estações, três estações, duas estações ou talvez, uma estação contínua de um tipo ou outro. Embora as temperaturas e a umidade das várias estações sejam mantidas, não se produz neve nem chuva nesses pavimentos. 

Alguns pavimentos são chamados de eremitas. Neles encontram-se naves ocupadas por pessoas que, ou não toleram a conversão de sua atmosfera natal, de inalação mais fácil, para a atmosfera rad genérica da nave-mãe, ou não permanecerão na nave-mãe por tempo suficiente que justifique a mudança para a rad e depois à volta à atmosfera de seu próprio veículo. Em todos os pavimentos junto aos pavimentos de controle e ao pavimento Vonner, desenvolve-se algum tipo de atividade humana frenética. Cargas são carregadas e descarregadas e naves visitantes que vieram fazer negócio ou concluíram transações na nave-mãe estacionária estão aterrissando e parando ou sendo enviadas a caminho de outra destinação no universo. 

Todas as propostas concebíveis de negócios estão sendo discutidas verbalmente, verbalmente com gestos de mão, ou telepaticamente. Muitas dessas transações são conduzidas em particular por representantes de Vonner ou por grupos particulares negociando em volumes de mercadorias que não são de tanto interesse para os da casa de comércio. Muitos desses encontros são arbitrados por telepatas pagos que se certificam de que todas as partes disseram o que pensaram e vice-versa e, portanto, realmente concordam umas com as outras. 

As pessoas que sabidamente cometerem atos contra o Plano Mestre do Criador de Todas as Coisas seriam chamadas de criminosas pelos habitantes da Terra. Algumas das que foram trazidas para a Bonangrel cometeram muitos tipos diferentes de crimes, desde o que vocês chamariam crimes de colarinho branco até os mais violentos crimes de estupro e assassinato. Podem-se encontrar essas pessoas vivendo e trabalhando em meio aos que jamais cogitaram cometer um ato criminoso, (os “krims”, como são chamados (o som é parecido com a palavra criminoso, não é?), trabalham em muitas funções, mas em nenhuma função relacionada à operação de nave-mãe. 

São mentalmente ligados ao que se pode chamar de biocomputador. Se o krim produz qualquer padrão de pensamento de natureza criminosa, o biocomputador responde com um sinal que faz com que o transgressor caia no chão em coma ou sente passivamente com um ar aparvalhado no rosto. Raramente são incumbidos de trabalhos perigosos. O encarceramento penalizaria a sociedade de muitas maneiras óbvias. Esse modo de lidar com criminosos e de limitá-los permite (em alguns casos) que talentos humanos valiosos sejam empregados para o bem da maioria. A execução de nada serve. Apenas liberta a essência psíquica do krim para reencarnar, novamente com seus impulsos criminosos ilimitados, numa época futura. Os krims são retirados do quadro de krims somente quando uma luz de orientação divina favorável aprova um pedido para tanto. Sei de alguns que, embora já tivessem se sujeitado aos efeitos da condição de krim agora andam como príncipes entre seus semelhantes. 

As instalações médicas da Bonangrel tratam muitos tipos de ferimentos físicos e doenças exóticas. Essas instalações mantêm contato telepático aberto com o mais próximo Med-Plat da Federação. O Med-Plat contém o registro do tratamento apropriado para todas as doenças já encontradas em qualquer mundo da Federação. As mulheres de alguns mundos acolhem de bom grado a assistência das instalações médicas durante o parto. Outras mulheres, devido a razões religiosas, preferem morrer a permitir que um estranho seja o primeiro a tocar seu recém-nascido. Algumas mulheres solicitam que pessoas de grande estatura física ou mental sejam as primeiras a lançar uma sombra sobre seu bebê.

Os rituais religiosos relacionados ao nascimento são tão numerosos quanto as gotas de chuva numa tempestade. As instalações médicas da Bonangrel tratam, principalmente, o mal da dobra nos que porventura possuam o problema. Muitas doenças são tratadas através de métodos que mentalmente utilizam níveis elevados do campo universal de vida. È triste que esses níveis elo campo de vida não estejam disponíveis para o povo médico da Terra [devido a restrições da Barreira de Freqüência da Terra – W.B.]

As instalações médicas da Bonangrel são operadas por civis e muitos dartargas voluntários em busca de experiências valiosas. O envelhecimento é tratado como uma doença. Como sou muito velho, devo, portanto, ser muito doente, embora me sinta realmente maravilhoso. (O que os médicos sabem realmente?) Na minha próxima vida, aceitarei tratamentos de estabilização molecular depois de cada experiência de dobra e, assim, conservarei minha visão por mais de 2800 anos terrestres, caso viva tanto tempo novamente.

Drogas e outras formas de estimulantes são sempre detectadas por vasculhadores mentais que realizam uma busca constante. Vocês talvez fiquem surpresos com o fato de que apenas uma droga chamada jotcoals (um afrodisíaco forte) seja totalmente proibida pela Federação. Muitas culturas usam alucinógenos em cerimônias religiosas. É um crime sujeito a punição dar a outra pessoa (desavisada) qualquer tipo de droga. O uso de drogas e seus efeitos são de responsabilidade individual da pessoa. 

A observação dos efeitos nocivos e as mortes dos que imprudentemente usaram drogas além de seus limites físicos de tolerância é um exemplo vivo muito poderoso. Recomendei aos ignorantes ROMs mentais que simulam os efeitos de certas drogas e outros ROMs que retratam a agonia física e mental dos que eram tão viciados que estava além de sua vontade resistir a algumas substâncias. Posso sinceramente dizer que, há pelo menos 950 anos terrestres de minha vida, não encontro um viciado em drogas em minhas viagens na Federação. Os que pertencem ao lado das trevas usam drogas para controlar os outros e forçá-los a cumprir suas ordens para obter aquilo que sacia sua fome. “Se estiver em perigo e não houver um tolo por perto, não se agarre a um alcoólatra ou viciado ou nele confie. Os Elohim deixarão que os dois sejam tragados pelos redemoinhos de trevas e danação.”

Na Bonangrel, a morte ocorre como ocorre nos outro lugares do universo. As pessoas morrem de acidentes (muito raramente) e de causas naturais (também muito raramente). Houve três mortes naturais a bordo da Bonangrel nos últimos 32,8 anos terrestres e nenhuma morte acidental há 106,2 anos terrestres. Desde que a Bonangrel deixou seu local de construção, há seis milhões de anos, 823 pessoas alcançaram o “pensamento infinito” do Criador de Tudo que Existe dentro de sua concha.

Bastaria uma única ocorrência dessas para classificar a nave automaticamente como uma relíquia sagrada pela Federação. Algumas pessoas planejam peregrinações à nave, possivelmente para adquirir dela algum tipo de poder espiritual. Em seu único encontro com as forças das trevas, quase 108 mil dos ocupantes da nave-mãe foram mortos. Essa batalha aconteceu há de 1.342 anos terrestres.

Os pavimentos intermediários da nave-mãe Bonangrel contêm espaçonaves em mau estado. Seria constrangedor descrever como os operadores conseguem sobreviver em seu interior ou propelidas pelo espaço. Há naves em muitos estágios de conserto ou desmanche. Algumas foram deixadas em suas posições atuais há centenas de anos e estão aguardando luzes de orientação divina que permitam seu destino final. Estou cansado, mas se alguém desejar saber qualquer coisa que eu possa saber de naves-mães esteja à vontade para me chamar. 

Na vida futura, que a luz de nossa estrela natal SOST novamente desenhe nossas duas sombras. Até lá, rezo aos Elohim que lhes dêem sabedoria enquanto andam em meio às serpentes. Ephphatha [antigo termo aramaico que se traduz “Que tu te abras”].  {Alguém como você (Wes Bateman,  o autor) rezar por mim me enche de alegria. Ephphatha,} 

Eu Sou Mocalar de Vitron da Casa de Comércio de Vonner.  Postado originalmente em agosto 2012

A primeira parte dessa postagem pode ser vista aqui:

http://thoth3126.com.br/navemaebonangrel/

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

3 Responses to Nave Mãe Bonangrel da Federação Galáctica, parte 02, final

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *