browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Alerta de Especialistas no Japão Sobre iminente ‘Grande Terremoto’

Posted by on 15/09/2016

terremoto-los-angelesAlerta de especialistas no Japão sobre iminente ‘grande terremoto’ causa apreensão

Para cientistas, recentes tremores registrados no sudoeste do país seriam sinal de movimentação de placas tectônicas causada por falha geológica; um ‘efeito dominó’  pode causar tremor de grande magnitude na região com proporções catastróficas.

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Especialistas alertam que o Japão esta sobre risco iminente de um ‘grande terremoto’ e causa apreensão

Fonte: http://g1.globo.com

Cinco anos após o terremoto de 9.0 graus na escala Richter que provocou um tsunami, enorme devastação e destruição, e deixou mais de 15 mil mortos no nordeste do Japão, uma série de fortes tremores registrada desde o último dia 14 no sudoeste do país reacendeu temores de que uma tragédia de GRANDES PROPORÇÕES como a de 2011 possa se repetir em breve.

Os dois abalos sísmicos mais fortes da semana passada, de 6,5º e 7,3º graus, deixaram até agora 42 mortos na província de Kumamoto. Além disso, perto de 250 mil pessoas foram obrigadas a deixar suas casas por causa do risco de desabamento em consequência da série de réplicas.

terremoto-japão-11-03

Uma tragédia de GRANDES PROPORÇÕES como a de 2011 pode se repetir em breve.

Mais de 600 tremores foram registrados até agora na região e a terra continua se mexendo. Esses números são impressionantes, pois representam quase metade dos terremotos registrados anualmente no país.

O Japão está localizado sobre três placas tectônicas: Eurasiana, das Filipinas e do Pacífico. Cada uma delas foi formada a partir de “colagens” de placas mais antigas e, por isso, sua formação é cheia de irregularidades, chamadas de falhas. O terremoto ocorre justamente quando essas falhas se “acomodam”.

O medo, segundo tem divulgado a mídia japonesa, é de que esses fortes tremores na região sudoeste desencadeiem o assentamento de outras falhas e vire um efeito dominó, subindo pelo arquipélago.

“Em ambas extremidades da falha é possível que haja deformação por causa da sua movimentação inicial concentrada, o que acaba incentivando outras falhas próximas a se movimentarem”, explicou à BBC Brasil o pesquisador e professor de sismologia Naoshi Hirata, do Instituto de Pesquisas de Terremotos da Universidade de Tóquio.

terremoto-japão-15102016

Os recentes terremotos em Kumamoto podem estar ligados a uma falha geológica que se prolonga através do arquipélago

Para alguns cientistas, os recentes terremotos em Kumamoto podem estar ligados a uma falha geológica que se prolonga através do arquipélago. Um relatório assinado por especialistas da Universidade de Kyoto e divulgado pela imprensa diz que que fortes terremotos poderiam ocorrer em torno de uma grande falha que se estende do sudoeste do país até próximo à Tóquio.

Os especialistas acreditam que os novos tremores sejam um sinal dessa movimentação. Os últimos tremores foram registrados em uma área que abrange três províncias ao norte de Kumamoto e partes da região mais central do país. 

Porém, para Hirata, esses abalos sísmicos intensos no sudoeste do Japão não devem desencadear os temidos e fortes terremotos esperados para as regiões mais próximas da capital japonesa. “São áreas muito distantes de Kumamoto”, lembra.

Mesmo assim, para os pesquisadores, estes fenômenos naturais de grande proporção não estão longe de acontecer. Segundo estimativas da Universidade de Tóquio, existe 98% de possibilidade de que nos próximos 30 anos aconteça o que eles chamam de Grande Terremoto de Kanto, em uma área onde se encontra a capital japonesa.

gracete-suzuki-japao-kit-terremoto

Gracete Suzuki montou seu primeiro kit terremoto depois de 23 anos morando no Japão (Foto: Arquivo pessoal/BBC)

O último terremoto forte nesta região foi registrado em 1923 e teve uma magnitude de 7,8 graus. Na época, mais de 140 mil pessoas morreram. Já os cálculos da Agência de Meteorologia do Japão é de que essa probabilidade seja de 70%.

Alerta
Por causa do grande destaque na mídia à possibilidade de um aumento nas fortes atividades sísmicas no país, o Consulado do Brasil em Tóquio divulgou um alerta para os brasileiros que vivem no país – hoje são cerca de 200 mil brasileiros.

“Tendo em vista que os dois fortes terremotos da semana passada podem representar o início de outros tremores, tomamos a iniciativa de avisar os brasileiros para que eles estejam preparados, tenham mais informação e possam localizar facilmente os abrigos”, explicou Marco Farani, cônsul-geral do Brasil em Tóquio.

Para o diplomata, a divulgação do alerta é uma obrigação do consulado. “Nosso objetivo é fazer com que os brasileiros estejam alertas e que tomem as providências para se proteger”, justificou.

Arnaldo Caiche D’Oliveira, cônsul-geral do Brasil em Nagoia, região que concentra a maior parte dos brasileiros no Japão, também tem se preocupado em informar os brasileiros e garantiu que existe um plano bem detalhado de ação e assistência em caso de desastres de grandes proporções.

Terremoto-tsunami-Japao-2011

Destruição provocada pelo tremor de 9º graus em 2011.

Para que tudo ocorra como o planejado, os funcionários dos três consulados brasileiros existentes no Japão passam por treinamentos regulares. “O objetivo de aperfeiçoar a capacidade de resposta do consulado a um desastre”, explicou o cônsul.

Kit terremoto
Rodrigo Sumikawa, 37, mora em Hamamatsu, uma das cidades japonesas com maior número de brasileiros e que está na lista das que serão mais afetadas em caso de um grande terremoto, e que inclusive pode ser atingida por um tsunami.

Por causa dos riscos, ele tem uma mochila com roupa, comida, água e artigos de primeira necessidade pronta para o caso de ter de sair correndo de casa. “Também participo dos treinamentos oferecidos na fábrica e fiz um curso de primeiros socorros”, contou. Medo ele confessa que tem. “Mas a gente não fica pensando muito nisso.”

Já Gracete Suzuki, 62, diz já estar acostumada com os terremotos no Japão. “Mas agora, com tanta notícia sobre esses fortes tremores que estão para acontecer, comecei a ficar com medo”, contou a brasileira. Por isso, depois de 23 anos morando no Japão, ela contou que finalmente montou um kit terremoto para cada membro da família. “Bateu uma insegurança e achei melhor me prevenir desta vez.”

rodrigo-sumikawa-terremoto-japao

Rodrigo Sumikawa tem uma mochila preparada para uma emergência (Foto: Arquivo pessoal/BBC)

País preparado
Apesar das previsões nada otimistas, o professor Hirata lembra que o Japão é um país bastante preparado para fortes terremotos. As normas de segurança para construções melhoraram depois de 1995, ano em que um forte tremor em Kobe matou mais de 6.400 pessoas, muitas das quais morreram por causa do desabamento de edifícios.

“O código de construção atual é resultado de muitas experiências de grandes desastres sísmicos do passado. Casas e edifícios construídos depois de 1981 entram no chamado novo código de construção, o que garante uma certa segurança”, explicou o pesquisador japonês.

No entanto, ele lembra que ainda há cerca de 20% de construções que não são nem um pouco resistentes a fortes tremores ou que possuem estruturas que podem causar facilmente incêndios.


{“Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas  na medida em que o TEMPO DA GRANDE COLHEITA se APROXIMA (em 2018) RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. Você vai ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes. Deverão acontecer fortes tsunamis e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e emissão de energia solar (CME-Ejeção de Massa Coronal do Sol)  que fará  importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“. FONTE: http://thoth3126.com.br/illuminati-revelacoes-de-um-membro-no-topo-da-elite-explosivo/ }

countdown-contagem-regressiva


Mais (AVISOS) informações em

  1. http://thoth3126.com.br/vulcao-cumbre-vieja-mega-tsunami-pode-atingir-o-brasil/
  2. http://thoth3126.com.br/profecias-de-joao-um-cavaleiro-templario/
  3. http://thoth3126.com.br/pao-e-circo/
  4. http://thoth3126.com.br/emmanuel-a-separacao-comecou/
  5. http://thoth3126.com.br/illuminati-revelacoes-de-um-membro-no-topo-da-elite-explosivo/
  6. http://thoth3126.com.br/costa-oeste-dos-eua-e-futuro-grande-terremoto/
  7. http://thoth3126.com.br/supervulcao-de-yellowstone-e-25-vezes-maior-do-que-se-pensava/
  8. http://thoth3126.com.br/o-futuro-dos-eua-por-ned-dougherty/
  9. http://thoth3126.com.br/a-visao-das-provacoes-dos-estados-unidos-por-george-washington/
  10. http://thoth3126.com.br/naves-gigantes-se-aproximam-da-terra/
  11. http://thoth3126.com.br/asteroide-com-piramide-negra-sobre-sua-superficie-ruma-a-terra/
  12. http://thoth3126.com.br/novo-telescopio-no-polo-sul-spt-south-pole-telescope/
  13. http://thoth3126.com.br/uma-visao-pessoal/
  14. http://thoth3126.com.br/terremoto-de-78o-sacode-costa-do-equador-destruicao-generalizada/
  15. http://thoth3126.com.br/novo-terremoto-de-magnitude-58o-atinge-costa-do-equador/

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes !

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

Comentários estão fechados.