browser icon
You are using an insecure version of your web browser. Please update your browser!
Using an outdated browser makes your computer unsafe. For a safer, faster, more enjoyable user experience, please update your browser today or try a newer browser.

Ápice do Ciclo Solar 24 em 2013 e a quebra das modernas tecnologias?

Posted by on July 16, 2013

Será que o pico do ciclo solar em 2013 produzirá super tempestades solares e a quebra das modernas tecnologias? 

Considerando o quão dependente nossa sociedade tornou-se da moderna tecnologia, estamos falando de um evento que pudesse trazer ao colapso o mundo como nós o conhecemos. Neste momento, a atividade solar está aumentando conforme nos aproximamos do pico/ápice do ciclo solar 24. Mas o pior ainda poderá estar por vir. 

“Porque o sol está se tornando mais ativo, ele terá um impacto em bilhões de pessoas. As manchas solares podem causar as tempestades (geomagnéticas) espaciais maiores e mais prejudiciais que ocorrem. Durante os próximos dois anos, esperamos que o número de manchas solares visíveis no sol possam atingir um máximo do Ciclo 24

Tradução e imagens:  Thoth3126@gmail.com 

http://endoftheamericandream.com/archives/will-the-peak-of-the-solar-cycle-in-2013-produce-technology-crippling-solar-super-storms

Por Michael, em 25 de novembro de 2012:

Nosso sol está se tornando cada vez mais instável, e a maioria das pessoas não tem idéia da devastação total e absoluta de que uma enorme tempestade solar poderia causar à nossa civilização tecnológica. Uma tempestade solar gigante poderia tirar satélites, sistemas de orientação/navegação por GPS, redes elétricas, redes de comunicação, transportes aéreos, marítimo e praticamente qualquer outra coisa que funcione com eletricidade ou que dependa de eletrônica.

E considerando o quão dependente nossa sociedade tornou-se da moderna tecnologia, estamos falando de um evento que pudesse trazer ao colapso o mundo como nós o conhecemos. Neste momento, a atividade solar está aumentando conforme nos aproximamos do pico do ciclo solar 24. Mas o pior ainda está para vir. Os cientistas estão esperando um aumento significativo nas ejeções de massa coronal-CME-Coronal Mass Ejection e liberação de plasma solar carregado energeticamente, e perturbações geomagnéticas no campo eletromagnético da Terra na medida que nos aproximamos do pico deste ciclo solar em 2013.

Este filamento é um escoadouro transiente de plasma e energia solar, que esta ligado à superfície do SOL por meio de um filamento de vórtice que ficou visível durante quase 80 horas, de 9 a 12 de Março de 2012, quando então ele desapareceu abruptamente e deixou para trás uma série de erupções solares que não se acalmou até quase seis horas mais tarde e, além disso, está muitas vezes associada com ejecção de massa coronal (CME), estas nuvens de plasma quente e energizado que o SOL ejeta durante os períodos de pico de sua atividade e, quando chegam à Terra, podem causar sérios problemas com satélites e sistemas elétricos e de comunicações. Imagem do satélite SDO-Solar Dynamics Observatory, da NASA

Um número de cientistas está alertando que há uma chance de que é possível ver um evento semelhante ao da tempestade solar de 1859 que literalmente fritou as máquinas e fios de telégrafo em toda a Europa e América do Norte. Outros cientistas estão alertando que o nosso sol está começando a se comportar de modo incomum e que está se tornando muito difícil prever o que pode estar por vir. Se o nosso sol começar a se comportar ainda mais de forma irregular, isso pode significar um grande problema para todos nós.

Se o nosso sol falhar, não há nenhum plano de backup. Nós só temos um sol. Todos tomamos a estabilidade da nossa existência da gigantesca bola de energia/fogo que o nosso planeta muito pequeno está por certo, girando em torno, mas que se torna evidente que não podemos tomar isso como garantido por mais tempo? Isso pode ser muito assustador para se pensar a respeito.

Apenas alguns anos atrás, havia muito pouca atividade no sol. Normalmente, a atividade solar não se abranda durante a fase de calmaria do ciclo, mas os anos de 2008 e 2009 foram extraordinariamente inativos. Na época, David Hathaway do Marshall Space Flight Center da NASA, disse que testemunhamos algo diferente de tudo o que já vimos em 100 anos de atividade solar.”

Mas agora a atividade solar está se tornando perigosamente intensa como nos aproximamos do pico do ciclo solar em 2013. Um grupo de manchas solares foi medida como tendo 118.681 milhas de largura no início deste ano. Segundo a NASA, que seria “ mais de 15 diâmetros da Terra de ponta a ponta ”.

Mas o que vimos este ano é apenas o começo. Os cientistas esperam que a atividade solar possa realmente se acelerar em alta velocidade quando chegarmos em 2013. Basta verificar o que o Dr. Matthew Penn do Observatório Solar Nacional, no Arizona, disse no início deste ano …

“Porque o sol está se tornando mais ativo, ele terá um impacto em bilhões de pessoas. As manchas solares podem causar as tempestades (geomagnéticas) espaciais maiores e mais prejudiciais que ocorrem. Durante os próximos dois anos, esperamos que o número de manchas solares visíveis no sol possam atingir um máximo do Ciclo 24. Sabemos que as manchas solares são a fonte de uma grande quantidade de tempestades solares que atingem a magnetosfera da Terra, então nós esperamos que um maior número de tempestades solares cheguem na Terra“.

A atividade solar funciona em ciclos, e alguns cientistas estão preocupados que, desde que a atividade solar se tornou tão silenciosa em 2008 e 2009, o que pode significar que o pico solar do Ciclo 24 que agora esta chegando pode ser particularmente intenso em sua atividade de CMEs.. A mudança na atividade solar que temos assistido ao longo dos últimos anos tem sido definitivamente dramática. Em 2009, houve 260 dias sem quaisquer manchas solares. Em 2012, houve zero dias sem manchas solares.

O gráfico a seguir obtido desde o site spaceweather.com mostra o número de dias sem quaisquer manchas solares que temos visto desde 2009 …

Em 2.012 no total: 0 dias (0%)
Em 2.011 no total: 2 dias (<1%)
Em 2.010 no total: 51 dias (14%)
Em 2.009 no total: 260 dias (71%)

Mas não é exatamente apenas isso que estamos vendo agora, um monte de manchas solares. Nós também estamos vendo algumas explosões verdadeiramente deslumbrantes e espetaculares (algumas tão grandes e jamais vistas antes) acontecendo no sol. Basta verificar este exemplo do início deste mês (Novembro) …

Uma explosão verdadeiramente gigantesca aconteceu no sol ontem. Em 16 de novembro, os campos magnéticos que serpenteiam do outro lado do hemisfério sul do sol irromperam em conjunto, produzindo um Flare (protuberância) tão grande, que não coube dentro da imagem feita pelo satélite SDO da NASA o Solar Dynamics Observatory (Observatório Solar Dinâmico): “O material vermelho-brilhante é plasma em looping , um gás quente feito de hidrogênio e hélio eletricamente carregado, “funcionários do  Goddard Space Flight Center, da NASA que supervisiona a missão SDO, explicou o evento em uma descrição. ”A enorme protuberância de Plasma solar flui ao longo de uma estrutura emaranhada e torcida de campos magnéticos gerados pelo dínamo interno do sol. Uma erupção se destaca da suérfície do sol e ocorre quando essa estrutura torna-se instável e explode para fora, liberando o plasma carregado energeticamente. “A explosão arremessou uma gigantesca  CME para o espaço, mas a nuvem de plasma carregada de energia não tomou a direção para a Terra.

Sol

Uma explosão verdadeiramente gigantesca aconteceu no sol ontem (à esquerda). Em 16 de novembro, os campos magnéticos que serpenteiam do outro lado do hemisfério sul do sol irromperam em conjunto, produzindo um Flare (protuberância) tão grande, que não coube dentro da imagem feita pelo satélite SDO da NASA o Solar Dynamics Observatory (Observatório Solar Dinâmico)

Se o nosso sol se tornar ainda mais instável, que poderia afetar drasticamente a vida de todos os seres vivos homem, mulher e criança no planeta. A primeira coisa que causa mudanças nos padrões de nosso CLIMA na TERRA  é o sol, e os Estados Unidos ( e mais alguns países) estão saindo de um dos piores verões de seca (em 2012) da história dos (últimos 50 anos) EUA.

Se a instabilidade da energia solar desempenha estragos com os nossos padrões de clima e vemos colheitas de plantações falhando dramaticamente em todo o mundo, o que seria da nossa capacidade de produzir grãos para alimentar a humanidade? E se as pessoas não poderem se alimentar, passando fome isso provocaria a  instabilidade social em todo o planeta?

Talvez uma preocupação ainda maior é o que aconteceria se uma super tempestade solar gigante causasse uma enorme explosão e derrubasse nossas redes de distribuição de elétricidade. Lembre-se, nós já testemunhamos um evento como esse antes, em 1859. Muitos cientistas alertam que se um evento similar acontecesse hoje que ele seria absolutamente catastrófico. Mesmo um evento relativamente menor pode ter consequências devastadoras para os nossos sistemas de comunicação muito vulneráveis. A seguir um artigo da National Geographic …

“De particular interesse são as interrupções nos sistemas de posicionamento global (navegação e localização por GPS), que se tornaram onipresentes em telefones celulares, aviões, navios e automóveis, disse Baker. Um negócio de US $ 13 bilhões em 2003, a indústria GPS tem previsto um crescimento de quase US$ 1 trilhão até 2017. Além disso, disse Baker, os satélites de comunicações, também essencial para muitas atividades diárias correm o risco de interrupção pelas tempestades solares. “Cada vez que você compra um galão de gasolina com seu cartão de crédito, isso é uma operação através de satélite”, disse ele.

Mas o grande medo é o que pode acontecer com a rede de distribuição de energia elétrica, uma vez que os picos de energia causados por partículas solares carregadas de plasma solar podem queimar transformadores gigantes. Tais transformadores danificados podem levar um longo tempo para serem substituídos, especialmente se centenas são destruídos de uma só vez, em evento único, disse Baker, que é co-autor de um relatório do Conselho Nacional de Pesquisa sobre os riscos causados pelas tempestades solares”.

O Laboratório Cliver da USAF (U.S. Air Force Research Laboratory’s Clive), concorda: “Eles não têm um monte desses transformadores em uma prateleira (para troca imediata, alguns são maiores do que uma pequena casa)”, disse ele.

Se uma explosão com um EMP-Pulso Eletromagnético muito grande derrubar as nossas redes elétricas, seria um desastre natural sem precedentes na história dos EUA e poderia potencialmente levar muitos anos para recuperar-se de um evento como esse. O seguinte é de um recente artigo a respeito publicado no The New York Times …

Uma poderosa tempestade (ou “uma tempestade geomagnética”) solar tem o potencial de danificar múltiplos transformadores simultaneamente na rede elétrica e, talvez, até derrubar grande parte dela, afetando mais de cem milhões de pessoas nos Estados Unidos (e Canadá) por muitos meses, se não anos .

Estes transformadores enormes são muito caros e difíceis de se substituírem, e muitos não se encontram armazenadas nos Estados Unidos para uma emergência desse tipo. No pior caso, o impacto seria devastador: uma longa interrupção pode custar alguns trilhões de dólares, com recuperação total levando anos. Não apenas partes da grade de distribuição de energia seria comprometida, mas as redes de telefonia, cabos submarinos, satélites e o transporte por ferrovias também seriam afetados.

Um estudo de 2008 da Academia Nacional de Ciências advertiu que “por causa da interligação de infra-estruturas críticas na sociedade moderna”, os “efeitos colaterais de uma queda de energia de longo prazo” provavelmente incluiria “a ruptura dos sistemas de transporte, comunicação, bancos e finanças, e serviços governamentais, a quebra da distribuição de água potável devido à falha das bombas e que haveria enorme perda de alimentos perecíveis e medicamentos por causa da falta de refrigeração”.

Um ciclo da ATIVIDADE solar completo de 11 anos, imagens feitas pelo SOHO (SOlar and Heliospheric Observatory) Créditos: SOHO – EIT Consortium, ESA, NASA:
http://umbra.nascom.nasa.gov/eit/

As tempestades solares são como tempestades regulares – que podem variar do totalmente inofensivo ao totalmente catastrófico. Mas se nós experimentarmos uma tempestade solar totalmente catastrófica, o que isso significa para todos nós? Em um artigo anterior , fiz algumas perguntas que a maioria das pessoas não têm considerado …

- O que você faria se um ataque EMP acontecesse no meio do inverno e de repente você não fosse capaz de aquecer a sua casa por mais tempo e tudo fosse desligado?

- O que você faria se todos os componentes eletrônicos em seu carro fossem fritos e você simplesmente não pudesse se dirigir para qualquer lugar?

- O que você faria se todos os supermercados em sua área fechassem porque a comida não poderia ser transportada/armazenada e conservada em todo o país?

- O que você faria se você fosse de repente incapaz de chamar a sua família e amigos para sequer ajudá-lo?

- O que você faria se você fosse de repente incapaz de obter o medicamento de que você precisar?

- O que você faria se os seus cartões de débito e cartões de crédito simplesmente não funcionassem mais e você não mais pudesse sacar fora o seu dinheiro do banco?

- O que você faria se todas estas coisas acontecessem de uma vez só e ao mesmo tempo, em meio a um rigoroso inverno ou em meio a um tórrido verão?

A maioria das pessoas simplesmente (e torcem muito) assumem de que nada disso vai acontecer, nunca. Mas o que se faria? Será que você e a sua família estariam preparados?

Ao longo dos próximos dois anos, as condições vão ser ideais para que as super tempestades solares aconteçam o que poderá mudar a vida/civilização como a conhecemos em apenas um único dia. Portanto, mantenha um olho atento sobre as notícias sobre o sol e o CLIMA ESPACIAL (Consulte aqui: http://www.spaceweather.com/ ). Esperemos que nada disso venha a acontecer. Mas, se algo do tipo vier a acontecer, as pessoas que fizeram os preparativos com antecedência estarão em melhor posição para sobreviver ao rescaldo.

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e a citação das fontes.

www.thoth3126.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

* Copy This Password *

* Type Or Paste Password Here *

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>