browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Asteroide 1999-FN53 passa próximo à Terra em 14 de maio

Posted by on 14/05/2015

meteoro-queda-NASA

Um enorme asteroide com até 1,3 quilômetro de diâmetro passará muito perto da Terra no dia 14 de maio, de acordo com o programa Near Earth Object da NASA, que rastreia asteroides potencialmente perigosos.

Uma rocha espacial deste tamanho pode ser devastadora se ela atingir a superfície do nosso planeta, e este asteroide se espera passar com segurança, mas próximo da Terra segundo o Near Earth Object .

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@gmail.com

Asteroide 1999-FN53 passa próximo à Terra em 14 de maio

Fontehttp://rt.com/

O asteróide, designado 1999 FN53, é o maior objeto atualmente no radar do programa Near Earth Object da NASA.

Foi descoberto pela primeira vez em Março de 1999 e está definido para voar passando próximo à Terra a uma velocidade de quase 14 quilômetros por segundo (cerca de duas vezes a velocidade de um foguete espacial na decolagem) a uma distância de 26,4 distâncias lunares, ou cerca de 10 milhões de quilômetros.

Asteroide-2004BL86

O asteroide, designado 1999 FN53, é o maior objeto atualmente no radar do programa Near Earth Object da NASA. Foi detectado pela primeira vez em Março de 1999.

Embora existam objetos que passarão mais perto da Terra no futuro próximo, nenhum será do tamanho do enorme 1999-FN53. Isso gerou especulações quanto ao que aconteceria no caso de um asteroide tão grande bater realmente em nosso planeta.

Um astrônomo especula que tal impacto iria matar cerca de um quinto da população da Terra. “Iria, sem dúvida, levar à morte cerca de 1,5 bilhões de pessoas, nós estaríamos olhando para uma extinção em massa da humanidade”, diz Bill Napier, professor de astronomia na Universidade de Buckinghamshire, citado pelo jornal britânico Daily Express .

Ele acrescentou que as numerosas mortes imediatas não seria o fim de tudo: . “Se o asteroide fosse cair no mar, ele iria enviar uma pluma de gases de halogêneo para a estratosfera destruindo a camada de ozônio. Isso permitiria que a luz e radiação solar irrestrita a atingir a Terra, o céu iria aquecer a tornar-se quente o suficiente para queimar a vegetação”.

asteroide-queda

Mas é um pouco cedo demais para entrar em pânico: não há indicação de que o 1999-FN53 vai atingir a Terra ou chegar perto o suficiente para afetarnos de qualquer maneira. A tabela de risco da NASA em Near Earth Objects, que lista os objetos com a probabilidade de  impacto, diz que  é baixa quanto uma chance em 9.000.000.

O asteroide 1999-FN53 é três vezes o tamanho do último grande asteroide a passar raspando a Terra. Em 2013, um asteroide com cerca de 300 metros chamado Apophis zumbiu pela Terra a uma distância de apenas 14 milhões de quilômetros.

A rocha espacial 1999-FN53 também não é o último asteroide que vai passar raspando o nosso planeta. A próxima rocha comparável em tamanho está prevista pela NASA para voar próximo à Terra em 16 de junho, seu nome é Ícaro, e tem um diâmetro de cerca de um quilômetro, voa quase três vezes mais rápido que o asteroide 1999-FN53, e virá mais perto da Terra: apenas 21 distâncias lunares.

Em seguida, um asteróide ainda maior, cujo diâmetro é medido entre 1 a 2,3 km, é esperado para voar a cerca de 18,8 distância lunar próximo à Terra, a uma velocidade de 20 km / seg. Nenhuma dessas rochas espaciais consta como tendo qualquer risco de impacto com a Terra.

Uma indicação do que poderia acontecer se um asteróide realmente cair em nosso planeta foi dado em fevereiro de 2013, quando um meteoro de “apenas” 20 metros de diâmetro e pesando cerca de 17 mil toneladas explodiu na atmosfera acima da cidade russa de Chelyabinsk.

chelyabinsk-meteoro

Explosão de meteoro sobre a cidade de Chelyabinski, na Rússia, em 15 de fevereiro de 2013.

A explosão foi equivalente a cerca de 500 mil toneladas de TNT, que é cerca de 30 vezes mais do que a bomba atômica lançada sobre Hiroshima. Ninguém foi morto, mas a onda de choque quebrou e destruiu milhares de janelas, feriu cerca de 1.500 pessoas com os estilhaços, vários edifícios foram danificados, com a parede de uma fabrica entrando em colapso e ruindo.

Mais informações em:

  1. http://thoth3126.com.br/inedito-meteoro-na-russia-foi-explodido-por-um-ufo-filme/
  2. http://thoth3126.com.br/explosao-e-queda-de-meteoro-na-russia-destruicao-e-feridos/
  3. http://thoth3126.com.br/cometa-ison-podera-causar-imensa-chuva-de-meteoros/
  4. http://thoth3126.com.br/meteoro-na-argentina-explosao-em-novas-imagens/
  5. http://thoth3126.com.br/nasa-chuva-de-meteoros-e-estrelas-cadentes-imagens/
  6. http://thoth3126.com.br/meteoro-explode-sobre-a-espanha/
  7. http://thoth3126.com.br/meteoro-da-russia-enorme-fragmento-com-570-quilos-foi-resgatado/
  8. http://thoth3126.com.br/russia-meteoro-explode-sobre-murmansk-video/
  9. http://thoth3126.com.br/meteoro-russo-mostra-que-20-milhoes-de-rochas-espaciais-ameacam-a-terra/

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth-escribawww.thoth3126.com.br

3 Responses to Asteroide 1999-FN53 passa próximo à Terra em 14 de maio

  1. ivo

    Tem previsao da hora exata em que o evento ocorrerá?

  2. Jeannine

    I think the admin of this web site is really working hard in favor of his website, as here every stuff is quality based information.

  3. Rosângela

    Nossa, mds ainda bem que passou longe…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *