browser icon
You are using an insecure version of your web browser. Please update your browser!
Using an outdated browser makes your computer unsafe. For a safer, faster, more enjoyable user experience, please update your browser today or try a newer browser.

Asteroide 2012-DA14 muito perto da Terra em 15/02/13

Posted by on 04/02/2013

 Asteroide 2012-DA14 se aproximará muito da Terra

Esta será uma aproximação recorde em voo rasante de um asteroide com tamanho de cerca de metade de um campo de futebol, em Fevereiro, no dia 15. A NASA esta acompanhando de perto a chegada dessa rocha espacial a apenas 27.520 quilômetros de distância da Terra. Don Yeomans do Near Earth Object Program do JPL (Jet Propulsion Laboratory) da NASA (programa de monitoramento de objetos próximos à Terra) declarou: Desde que pesquisas regulares do céu começaram na década de 1990, nós nunca vimos um objeto deste tamanho ficar tão perto da Terra.

NASA Home Page

Registro de aproximação recorde de um asteroide em voo rasante sobre a Terra

Tradução e imagens: Thoth3126@gmail.com

Fontes: http://science.nasa.gov/science-news/science-at-nasa/2013/28jan_2012da/  e  http://neo.jpl.nasa.gov

Autor, Produção editor: Dr. Tony Phillips | CréditoScience @ NASA

28 de janeiro de 2013:   Discussão sobre uma aproximação mais rente à Terra. No próximo mês, em 15 de Fevereiro de 2013, um asteroide com o tamanho de cerca de metade  de um campo de futebol vai sobrevoar a Terra passando apenas 17.200 milhas ( 27.520 quilômetros) acima da superfície do nosso planeta. Não há perigo de uma colisão, mas a enorme rocha espacial, designada como Asteroide 2012-DA14, tem a atenção total da NASA.

“Esta é uma abordagem  de aproximação recorde, diz Don Yeomans do  Near Earth Object Program do JPL (Jet Propulsion Laboratory) da NASA (programa de monitoramento de objetos próximos à Terra, do JPL da NASA).  “Desde que pesquisas regulares do céu  começaram na década de 1990, nós nunca vimos um objeto deste tamanho ficar tão perto da Terra.”

Acima um preview em novo vídeo (com legendas em português) da ScienceCast sobre o voo rasante do Asteróide 2012-DA14.

A vizinhança da Terra está repleta de asteróides de todas as formas e tamanhos, variando de fragmentos menores que bolas de praia a rochas montanhosas com muitos quilômetros de largura. Muitos desses objetos são oriundos do Cinturão de Asteróides (n.T. Restos da explosão do planeta Maldek. Para saber mais veja em: http://thoth3126.com.br/category/maldek/ ), enquanto outros podem ser cadáveres de cometas queimados e mortos há muito tempo. O Near Earth Object Program, Programa de monitoramento de objetos próximos à Terra da NASA  ajuda a encontrar e manter o controle da aproximação deles, especialmente os que se aproximam muito de nosso planeta.

Auroras Underfoot (inscrição)

O 2012 DA14 é um típico asteroide próximo à Terra. Ele mede cerca de 50 metros de largura, nem muito grande, mas nem muito pequeno, e é provavelmente feito de rocha, ao contrário de metal ou de gelo. Don Yeomans estima que um asteroide como o 2012DA14  se aproxima em voo rasante da Terra, em média, a cada 40 anos, mas que de fato, atinge o nosso planeta apenas a cada 1.200 anos ou mais em média.

O impacto de um asteróide de 50 metros não é cataclísmico – a menos que você esteja debaixo dele no local da queda. Don Yeomans aponta que um objeto de tamanho semelhante formou a cratera do meteoro com uma milha de largura (1.609 metros), no Arizona quando atingiu a Terra a cerca de 50.000 anos atrás. “Esse asteróide era feito de ferro”, diz ele, “o que o tornou um projétil especialmente potente.” Além disso, em 1908, algo com o tamanho do Asteroide 2012 DA14 explodiu na atmosfera acima da Sibéria, na Rússia, nivelando ao nível do solo milhares de quilômetros quadrados de floresta. Os pesquisadores ainda estão estudando o impacto chamado de  O Evento de Tunguska em busca de pistas sobre o objeto do impacto.

O Asteroide 2012 DA14 definitivamente não vai atingir a Terra”, enfatiza Yeomans. A órbita do asteroide é conhecida bem o suficiente para se descartar um possível impacto com a Terra.”

Nesta visão oblíqua, o caminho do asteroide próximo à Terra 2012 DA14 é visto passando próximo à Terra em 15 de fevereiro de 2013

Nesta visão oblíqua da Terra, o caminho do trajeto do Asteroide 2012 DA14, próximo à Terra é visto passar muito (27.520 quilômetros) perto da Terra em 15 de fevereiro de 2013. Site Manager: Don Yeomans, Webmaster: Ron Baalke, Last Updated: 29 Jan 2013

  Ele foi descoberto pelo Observatório LaSagra no sul da Espanha, o pequeno Asteroide 2012-DA14 vai passar a uma distância dentro de cerca de 3,5 raios terrestres da superfície da Terra, em 15 de fevereiro de 2013. Embora seu tamanho não seja ainda bem determinado este asteroide próximo à Terra  é estimado para ter cerca de 45 metros de diâmetro.  Ele vai passar dentro do anel da órbita usado pelos satélites geoestacionários, localizado a cerca de 35,800 km acima do equador. Sua órbita em torno do sol pode trazê-lo mais para perto da superfície da Terra do que os 3,2 raios terrestres em 15 de fevereiro de 2013. Nesta data, o asteroide viajará rapidamente pelo céu da noite no hemisfério sul para o céu da manhã do hemisfério norte com sua aproximação mais próxima da Terra que ocorrerá cerca das 19:26 horas UTC quando será possível atingir uma magnitude de brilho de cerca de sete graus, o que é um pouco mais fraco do que a visibilidade a olho nu. Cerca de 4 minutos após a sua abordagem de aproximação máxima da Terra, há uma boa chance de que ele vai passar para a sombra da Terra, sendo eclipsado por cerca de 18 minutos ou mais antes de reaparecer novamente após o seu eclipse. Ao viajar rapidamente para o céu da manhã do hemisfério Norte, o Asteroide 2012 DA14 vai desaparecer rapidamente em seu brilho.

Mesmo assim, ele estará curiosamente perto. Os radares da NASA estarão monitorando a rocha espacial que se aproxima da Terra mais próximo do que muitos satélites artificiais existentes em órbita. Don Yeomans disse que o asteroide passa entre a lacuna entre a órbita baixa da Terra, onde os satélites de observação da Terra, da ISS, a estação espacial internacional e muitos outros estão localizados, e quanto maior o cinto de satélites geoestacionários, que são os que fornecem os dados meteorológicos e de telecomunicações.

“As chances de um impacto com um satélite são extremamente remotas”, diz ele. Quase nada orbita a Terra na altitude onde o Asteroide 2012DA14 vai sobrevoar a órbita da Terra.

O poderoso Rádio radar Goldstone da NASA, situado  no Deserto de Mojave, na Califórnia, esta programado para executar um rastreamento do Asteroide 2012 DA14 quase todos os dias a partir de 16 de fevereiro até o dia 20. Os ecos não só identificarão a órbita do asteroide  permitindo aos pesquisadores uma melhor previsão de encontros futuros com a Terra, mas também revelam características físicas, como tamanho, rotação e refletividade. Um dos principais resultados da campanha de observação será um mapa de radar 3D que mostra a rocha espacial de todos os lados.

Durante as horas em torno do momento de maior aproximação, o asteróide vai se iluminar, até que se assemelhe a uma estrela de magnitude quase 8. Teoricamente, isso seria um alvo fácil para os telescópios. O problema, ressalta Yeomans, é a velocidade do objeto. “O asteroide estará correndo através do céu, movendo-se quase um grau completo (ou duas vezes a largura de uma Lua cheia) a cada minuto. Isso vai ser difícil de controlar. ”  Somente os astrônomos amadores mais experientes poderão ter sucesso em rastreá-lo.

Aqueles que puderam observá-lo experimentão um arrepio de frio quando eles olharem para suas imagens. Isso realmente será um voo bem mais rente à Terra.

NASA Home Page

Para mais informações sobre o Asteroide 2012 AD e outros asteróides de interesse, visite o site do Programa Near-Earth Object da NASA: http://neo.jpl.nasa.gov

Autor: Dr. Tony Phillips | Produção editor: Dr. Tony Phillips | Crédito: Science @ NASA

Asteroides próximos da Terra

http://www.spaceweather.com/

Asteroides potencialmente perigosos ( Potentially Hazardous Asteroids-PHAs) são rochas espaciais maiores que medem aproximadamente 100m que podem chegar mais perto da Terra do que a distância de 0,05 UA. Nenhum dos PHAs conhecidos está em rota de colisão com o nosso planeta, embora os astrônomos estão encontrando novos objetos o tempo todo, todos os dias.

Em 29 de janeiro de 2013, havia 1.372 asteróides potencialmente perigosos. Próximos e recentes  encontros com asteroides e a Terra:

Asteróide
Data (UT)
Distância
Tamanho
1999 HA2
05 de fevereiro
58 LD
1,3 km
2013 BS45
12 de fevereiro
4,9 LD
31 m
3752 Camillo
12 de fevereiro
57,5 LD
3,4 km
2013 BV15
13 de fevereiro
3,7 LD
62 m
1999 YK5
15 de fevereiro
49,1 LD
2,1 km
2012 DA14
15 de fevereiro
0,09 LD
58 m
2009 AV
25 de fevereiro
59,7 LD
1,0 km
2007 EO88
18 de março
4,4 LD
23 m
1993 UC
20 de março
49 LD
3,8 km
1997 AP10
28 de março
45,9 LD
1,8 km
2010 GM23
13 de abril
3,9 LD
50 m
2005 NZ6
29 de abril
24,9 LD
1,3 km

Notas: LD significa “Distância Lunar”. 1 LD = 384,401 km, a distância entre a Terra e a Lua. 1 LD também é igual a 0,00256 UA. MAG é a magnitude visual (brilho) do asteroide na data da maior aproximação.

Permitida a reprodução desde que respeite a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

3 Responses to Asteroide 2012-DA14 muito perto da Terra em 15/02/13

  1. Thoth3126

    Caro Antonio:
    Em nenhum momento foi dito que esse asteroide poderia cair na Terra. A matéria é sobre ele passar apenas muito próximo !!

  2. paulo

    quem sabe niguem sabe desvevdar o poder de deus so ele e quem decide o nosso destino

    • Luiz Rasiel

      Ai… ai… Isso aqui é um site de natureza científica amigo, se você procurar no Google vai encontrar um monte de sites falando sobre mágica, mula sem cabeça, saci, fadas, lobisomens, vampiros, bicho papão, papai Noel, deuses, demônios… Você tem o direito constitucional de acreditar no que quiser acreditar, mas por favor, GUARDE O SEU MISTICISMO PRA VOCÊ E TENTE NÃO ATRAPALHAR A CIÊNCIA!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *