browser icon
You are using an insecure version of your web browser. Please update your browser!
Using an outdated browser makes your computer unsafe. For a safer, faster, more enjoyable user experience, please update your browser today or try a newer browser.

Céu da Terra poderá ter dois sóis em breve?

Posted by on 28/11/2016

segundo-sol-sistema-binárioO céu da Terra pode ter DOIS SÓIS em breve tão logo BETELGEUSE  na CONSTELAÇÃO de ÓRION exploda se transformando em uma supernova.

Seria uma grande experiência para os fãs de Star Wars – olhando melancolicamente para longe vendo o fim do dia com os sóis gêmeos afundando na linha do horizonte no final do dia.

No entanto, não é apenas uma invenção da imaginação de George Lucas – sóis duplos, gêmeos (até mesmo três, quatro, cinco, seis girando juntos) são reais, como comprova o Aglomerado Estelar M-45, as Sete Irmãs, as PLÊIADES

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

E aqui está a grande novidade – esse evento vir a acontecer e que poderia ser visto nos céus da Terra (mesmo de dia). 

Por Claire Connelly – Fonte: http://www.news.com.au

Sim, de agora para qualquer dia à nossa frente poderemos ver a luz do segundo Sol no nosso céu, mesmo que apenas por uma questão de semanas. 

A estrela super-gigante vermelha na Constelação de Órion – Betelgeuse – está previsto para explodir a qualquer momento e se transformar em uma iminente supernova, e a explosão de sua luz poderia ter chegado à Terra antes de 2012 (já não mais, como sabemos), e quando e se isso acontecer, todos os nossos sonhos mais selvagens do filme Star Wars serão verdadeiros, veremos dois sóis, mesmo de dia. Sobre Supernovas, ver mais em:

http://pt.wikipedia.org/wiki/Supernova

A explosão da estrela Betelgeuse (uma super gigante vermelha) na Constelação de Órion, que esta perdendo massa. A sua explosão – um evento supernova – criaria um “novo sol” nos céus da Terra por um breve período (meses?). Pode acontecer hoje, amanhã, em 2014, ou daqui a cem mil anos, quem sabe?

Alguns dados e fatos sobre a supergigante vermelha Betelgeuse:

Principais Características: 

  • Outro nome: Alpha Orionis (Estrela principal da Constelação de ÓRION)
  • Onde está: na Constelação de Orion (o Caçador)
  • É a segunda estrela mais brilhante da constelação de Orion e uma das estrelas mais brilhantes no céu vista da Terra.
  • Betelgeuse é uma estrela supergigante de cor avermelhada
  • Tem mais do que 965 milhões de km de diâmetro, quase 1.180 vezes maior do que o nosso Sol.
  • A estrela Betelgeuse é mais fria do que o nosso Sol
  • Betelgeuse é aproximadamente 14.000 vezes mais brilhante do que o nosso Sol
  • Se Betelgeuse estivesse no centro do nosso Sistema Solar, substituindo o Sol, sua atmosfera mais externa se estenderia além da órbita de Júpiter (que está a cerca de 778 milhões de quilômetros do Sol).
  • Distância: ela está a 520 anos-luz da Terra
  • É uma estrela variável, cuja magnitude varia de 0,3 a 1,2 durante um período de aproximadamente 7 anos, tendo sua média em torno de 0,70
  • Ela é a única estrela, excetuando o Sol, da qual nós temos imagens de sua superfície
Image Credit: Andrea Dupree (Harvard-Smithsonian CfA); Ronald Gilliland (STScI); Hubble Space Telescope, NASA; ESA

BETELGEUSE esta assinalada acima em laranja à esquerda. No centro da Constelação de ÓRION podemos identificar as TRÊS MARIAS, como são popularmente chamadas no Brasil as três estrelas do Cinturão de Órion, Mintaka, Alnilan e Alnitak-Imagem: Hubble Space Telescope, NASA, ESA. 

Abaixo a seguir esta a primeira imagem direta obtida de uma estrela diferente do Sol. Ela foi conseguida pelos pesquisadores Andrea Dupree (Harvard-Smithsonian Center for Astrophysics, Cambridge, Massachussets) e Ronald Gilliland (Space Telescope Science Institute, Baltimore, Maryland) utilizando o Hubble Space Telescope da NASA e ESA.

 Olhe agora, cuidadosamente, para a fotografia de Betelgeuse à direita. A foto nos revela a enorme atmosfera ultravioleta da estrela mas, rapidamente, voce nota uma grande região branca nesta imagem, um misterioso “ponto quente” sobre a gigantesca superfície de Betelgeuse.

Somente esta enorme região brilhante central já tem um diâmetro que é de mais de 10 vezes superior ao diâmetro da Terra e é, pelo menos 2.000 K (Kelvin) de temperatura mais quente do que o resto da superfície de Betelgeuse. Os astrônomos ainda não sabem que fenômeno estaria ocasionando isto. 

A estrela, a segunda maior da Constelação de Órion está perdendo massa, uma indicação típica de que um colapso gravitacional está ocorrendo (uma implosão). Quando isso acontece, nós vamos ter e ver o nosso segundo sol, de acordo com o Dr. Brad Carter, Professor Associado de Física da Universidade de Southern Queensland.  

Esta velha estrela está ficando sem combustível no seu centro/núcleo“, disse o Dr. Carter. Esse combustível continua brilhando e dando vida a Betelgeuse. Quando o combustível se esgotar a estrela vai literalmente entrar em colapso sobre si mesma e vai fazê-lo muito rapidamente.” 

Quando isso acontecer uma mega e gigantesca explosão da estrela irá ocorrer, e que será dezenas de milhões de vezes mais brilhante do que o sol por um breve instante. A má notícia é que isso também poderia acontecer em um milhão de anos. Mas quem está contando o tempo com pressa?

STAR WARS: Dois Sóis gêmeos – como acima no filme STAR WARS –  do planeta Tatooine – poderiam ser visíveis desde o céu de nosso planeta Terra, tão logo a estrela Betelgeuse, na Constelação de Órion exploda? 

O importante é que, em um dia, de repente a noite se tornará dia durante várias semanas na Terra. “Este será o suspiro final para a estrela gigante vermelha Betelgeuse,” diz o Dr. Carter. “Ela vai entrar em colapso, ela irá explodir, em um evento espetacular de ignição quase instantânea da explosão e se acender – nós vamos ver o brilho incrível durante um breve período de tempo, talvez por um par de semanas e, em seguida, durante os próximos meses, começa a se enfraquecer e desvanecer-se e, eventualmente, será muito difícil de se ver no final“.

A internet está sendo inundada com teorias apocalípticos dizendo que essa explosão de supernova iminente confirma a previsão do calendário Maia para o Armagedon que aconteceria em 2012.  Embora o nome Betelgeuse seja uma derivação da expressão árabe “Al Yad Jauza”, que significa a “mão de Al-Jauza” referindo-se a uma mulher misteriosa que controlaria a ordem do universo, apesar não evitou que algumas pessoas limpassem seus bunkers e comprassem alimentos enlatados para estocálos.

Longe de ser um sinal do apocalipse, de acordo com o Dr. Carter a explosão de um sol/estrela como Betelgeuse em uma supernova irá fornecer a Terra e AO UNIVERSO com mais elementos necessários para a sobrevivência e continuidade da vida.

A Supergigante Vermelha Betelgeuse, na Constelação de Órion, de cor laranja acima, à esquerda e abaixo na foto, é o “ombro” direito do Caçador, a figura mitológica da constelação.

Quando uma estrela passa por esse final de ciclo, o primeiro efeito que se vai observar é que uma chuva de partículas minúsculas chamadas neutrinos ocorre,” diz o Dr. Carter. “Eles vão inundar tudo e passar através da Terra e, estranhamente o suficiente, mesmo que a supernova que veremos visualmente vá iluminar o céu da noite, 99 por cento da energia da supernova é liberada nestas partículas que passam através de nossos corpos e através da Terra absolutamente não causando nenhum dano.”

Estrelas que atingem o estágio final como as supernovas produzem elementos que são essenciais para a vida na Terra (e em todo o universo físico). Literalmente, toda a Terra e nosso sistema solar e o universo inteiro são feitos do material das estrelas que explodiram em supernovas, incluindo a maioria dos elementos pesados da Tabela Periódica dos elementos.

Para se ter uma ideia do tamanho de Betelgeuse, no quadro acima o nosso sol tem o tamanho de um pixel apenas e quase nem aparece. Se fosse colocada em nosso sistema solar em lugar do nosso sol ela ocuparia o espaço até a órbita de Saturno.

Essa explosão das estrelas/sóis em supernovas literalmente faz as coisas materiais, substâncias como ouro, prata, ferro, cobre, etc – todos os elementos pesados – até mesmo coisas como o urânio … a explosão de uma estrela como Betelgeuse estará instantaneamente formando todos os tipos de elementos pesados e os átomos que a nossa Terra e os nossos próprios corpos contêm que foram produzidos por explosões de supernovas em um distante passado“, disse o Dr. Carter. 

Alguns especialistas têm especulado que a explosão de Betelgeuse pode causar no final uma estrela de nêutrons ou resultar na formação de um buraco negro distante a aproximadamente 1.300 anos-luz da Terra, mas o Dr. Carter diz que tudo pode acontecer de qualquer maneira.”Há uma chance razoável até mesmo de uma estrela de nêutrons ou um buraco negro“, diz ele. “Se fosse comigo, eu suspeito que seria mais provável se tornar um buraco negro de 20 massas solares.” (Publicado em Maio 2013)

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

21 Responses to Céu da Terra poderá ter dois sóis em breve?

  1. MACP

    Fiquei curioso com o seguinte: Se a distancia entre a estrela Beteugelse fica a 520 anos-luz ou 650 anos-luz (como informa uma materia postada anteriormente), caso o evento aconteça hoje, nao levaria 520 ou 650 anos para a luz chegar aqui e termos os sois?! Entao, se meu raciocinio esta correto o evento é totalmente previsivel, basta acompanhar a explosao, nao é isso?!

    • Thoth3126

      Olá MACP, em astronomia tudo sempre é muito relativo, mas se essa estrela já explodiu há 649,9 (ou 519,9) anos no PASSADO, poderemos ver o evento daqui a alguns dias apenas. É uma questão de perspectiva, pois quando olhamos as estrelas no céu noturno da Terra estamos vendo o passado, e até em relação ao nosso sol, que se explodir, levaremos oito minutos para perceber o evento…

    • Joyffe

      Como acompanhar a explosão? Quando a luz chegar a explosão já ocorreu. Como acompanhar a explosão antes da luz chegar?

      • Edmar

        Acompanhar a explosão no momento em que ela ocorre eh impossível.

        Mas a imagem da explosão sera carregada pela luz ate nos. No momento que a luz chegar, nos veremos a explosão como se ela estivesse acontecendo no mesmo instante, porem ela já terá acontecido a cerca de 600 anos no passado.

        Inclusive essa explosão já pode ter acontecido, estamos so esperando a informação chegar.

  2. penny

    Great site. A lot of useful info here. I am sending it to a few friends and also sharing in delicious. And certainly, thanks in your effort!

  3. Jarllys Dean

    Esse é o primeiro site que eu tive informações realmente relevantes sobre oassunto. Muito obrigado e continue o seu trabalho. 😉 (y)

  4. Márcio Belmiro

    Eu percebi que já da pra ver essa estrela brilhando forte próximo ao sol, eu vi pelo Apollo 11

  5. Alice

    Só para analisar num contexto geral, li uma reportagem mais “atualizada” até então – pois ainda não verifiquei se há outras mais novas -, a distância a que se encontra Betelgeuse de nós está a aproximadamente 430 anos luz.
    E se estivermos falando do Doutor Brad Carter, acho relevante a ideia de haver maior probabilidade de se tornar um buraco negro do que uma estrela de nêutrons. Encontrei boas referências sobre ele.
    Até.

  6. Felipe

    Bem interessante, mas creio que isso só irá acontecer daqui a alguns ou muitos anos..

  7. CLAUDIO ELIAS DO NASCIMENTO

    É UM NOVO MODELO DE CANHÃO DE LUZ APONTADO AO CÉU,ÉO HOMEM BRINCANDO DE SER REI E DEUS pesquize estrela sirius campinas,ja esta aparecendo outra ao prox. ¡ *

    • Deusa Ísis

      Claudio, o que você falou me interessou, pode falar mais sobre o assunto?!

  8. Ebert

    Muito bom o ponto de vista e o modo de pensar de vcs…sou fascinado por esse assunti

  9. b1calho

    OK..mas se ela vai explodir..e quanto aos Planetas…estrelas(3marias)…que estão mais próxima dela,não sofrerão danos!?…

    • Yuri

      Elas nao estão próximas, constelações tem como base nossa perspectiva, algumas estrelas de determinadas constelações podem estar mais distantes uma das outras do que nós de alguma delas, o qua vale é o ponto de onde olhamos

  10. Jonnhy

    Eu gostaria de saber quando a estrela explodir a terra sofrera algum dano ? mesmo estando distante…..

    • Edmar

      Nao, a terra não sofrera nenhum dano. Apenas nos apreciaremos com o espetáculo.

      Agora, se uma estrela próxima, como a Sirius que esta a 8 anos luz de nos explodisse. Ai sim sofreríamos algo. Nao tenho conhecimento suficiente pra lhe falar a gravidade desse algo. Mas não se preocupe, não tem nenhuma estrela tao próxima a ponto de explodir por muitos milhares de anos.

    • Deusa Ísis

      Jonnhy e Edmar, eu acredito que sim, daqui uns 430 a 520 anos luz a luz que virá a iluminar a nossa Terra estará carregada de alguma porcentagem de irradiação, pois a Terra recebe a irradiação de todas as estrelas mais distantes todos os dias, o que nos protege é a nossa magnetosfera, e ainda assim, alguma coisa dessas irradiações entram em nossa atmosfera. então, o que não entrará de Bedegueuse em nossas atmosfera quando chegar aqui o efeito desta futura explosão de apenas 520 anos luz?!

  11. giuseppe garbarini

    Really Betelgeuse is a very strange star. In astronomy the distance of a star so near is very simple to calculate, but informations are contradictory. The distance is informed to be 400, 430, 500, or more light years . what is the matter ?
    The star is an M type and a super gigantic one, an explosion will turn the earth sky red,the bible say that something like that will occur in apocalipse. There are many signes that confirm we are living now this time. The planet earth is changing rapidly
    and I think the next years we can see not only the red sky of Betelgeuse but also Antares that is orange and located 1/3 the one for the other. Spectacular but not dangerous.

  12. IZABEL CORREA

    “(…) e deitou-se naquele lugar e sonhou: eis uma escada posta na Terra, cujo topo tocava nos Céus; e eis que os anjos de Deus subiam e desciam por ela (…) Acordando, pois, Jacó, de seu sono (…) temeu e disse: Quão terrível é este lugar! Este não é outro lugar, senão a CASA DE DEUS [Bet-El]; e esta é a PORTA DOS CÉUS” (Gênesis 28:11-17)

    (…) E chamou o nome daquele lugar de BETEL, o nome porém daquela cidade antes era luz. (Gênesis 28:19)

    EM HEBRAICO

    Bethânia = Bet-Ania (Casa das Tâmaras)

    Belém = Bet-Helen (Casa do Pão)

    Betel = Bet-El (Casa de Deus)

    Betelgeuse = Portal da casa de Deus

    BETELGEUSE

  13. Lucio

    Pessoal, não sou Astrônomo nem vidente. Nossa vidinha é de no máximo de 80 anos. Como prever algo que ocorrerá. A Terra existe à 4.500 bilhões de anos. Até agora por mais que já li e acompanho, não sabemos com certeza quantos anos tem o ser humano. Com certeza sempre existirá a aniquilação, que já ocorreu por no mínimo três vezes como falam os estudiosos. Tudo no Universo é cíclico e muda de tempos em tempos. Quem somos nós que vivemos uma vida curta para falar em milenios. Acredito piamente em Darvin no livro a evolução das espécies. Nos como todos animais evoluimos nos transformamos no que somos. Aí vem a pergunta que todos querem saber. Porque o ser humano é inteligente e os animais não. Com certeza nossa inteligencia foi nos dada por alguém inteligente. Eram os Deuses astronautas como diz todos os livros do Erich Von Danikem. Com certeza sim. Isso nada tem a ver com Deus. Porque não poder existir Deus e outros seres de planetas como o nosso. Há no Universo bilhões de galaxias, nessas galaxias há bilhões de planetas, como podemos pensar que somos únicos. Nossa inteligencia veem de milhares de anos mas de outros seres parecidos ou não conosco. Eles nos implantaram o gene que somos hoje. Pergunto novamente quem sabe o nosso Deus não é o mesmo Deus deles.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *