browser icon
You are using an insecure version of your web browser. Please update your browser!
Using an outdated browser makes your computer unsafe. For a safer, faster, more enjoyable user experience, please update your browser today or try a newer browser.

OVNI acidentado foi recuperado no Chile

Posted by on 17/09/2014

CHILE, UM OVNI-UFO ACIDENTADO FOI RECUPERADO:

Um objeto voador (OVNI/UFO) descrito como tendo uma cor metálica e medindo cerca de 15 metros de diâmetro permaneceu imóvel sobre a colina Las Mollacas, região do Chile, a partir de onde toda a cidade poderia vê-lo.

O objeto começou a subir e de repente deu uma guinada repentina que o partiu em dois perante as milhares de testemunhas boquiabertas. Uma parte do objeto caiu no pico da colina e a outra parte atrás dela. 

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Vinte e quatro horas mais tarde militares foram enviados à região para assumir o comando da investigação. Pesquisadores independentes realizaram uma pesquisa entre a população local para confirmar em detalhes todas as informações sobre como e o que aconteceu realmente até o momento em que as forças militares chegaram e isolaram toda a área.

http://inexplicata.blogspot.com.br/2012/05/ufo-crashretrievals-in-chile.html

Acidente com um OVNI-UFO no CHILE, o objeto foi recuperado. Raul Núñez

O Sr. Núñez é o diretor do Instituto de Investigaciones Espaciales (IEEE) de seu país e um freqüente contribuinte com a Revista Inexplicata. Este artigo foi publicado na edição n° 9 da revista INEXPLICATA – SC sob o Título: UFO Crash / Retrievals no Chile, Por Raul Núñez. Histórias de discos voadores acidentados e suas recuperações não são da competência exclusiva do sudoeste americano (Roswell) . A costa do Pacífico da América do Sul tem também alguns casos interessantes a oferecer, como podemos ver nesse caso.

Em 7 de outubro de 1998 às 15:45 horas, moradores da localidade de Paihuano, uma pequena aldeia no Valle de Elqui (Chile) foram submetidos a uma experiência extraordinária que manteve os seus cerca de 2.500 moradores pregados em seus assentos. Um objeto voador (OVNI) descrito como tendo uma cor metálica e medindo cerca de 15 metros de diâmetro permaneceu imóvel sobre a colina Las Mollacas, a partir de onde toda a cidade podia vê-lo.

O objeto começou a subir e de repente deu uma guinada repentina que o partiu em dois perante as milhares de testemunhas boquiabertas. Uma parte do objeto caiu no pico da colina e a outra atrás dele. Dados e informações coletados em campo por esse correspondente entre as muitas pessoas que testemunharam o estranho evento estranho, unusual e sobrenatural nos levam a considerar os seguintes eventos: 

a) o objeto visto pelas testemunhas era claramente metálico (prateado);

b) os raios do sol refletiam em sua estrutura, auxiliando a sua visibilidade;

c) Sua forma era alongada;

d) manteve-se imóvel sobre o topo do morro durante toda a tarde de quarta-feira dia 7, quinta-feira dia oito e sexta-feira, dia 9, quando os destroços foram removidos por pessoal militar uniformizado;

e) todos os habitantes da cidade, incluindo o prefeito Lorenzo Torres, testemunharam o evento;

f) Vários terremotos foram registrados depois que o objeto caiu no chão;

g) apagões elétricos aconteceram em toda a região;

h) Aparelhos de rádio e televisão em toda a região de Paihuano, Pisco, Elqui e Monte Grande (duas cidades vizinhas) foram interrompidas.  

Diante do alarme causado pelo acontecido, um destacamento de Carabineros (polícia militarizada chilena) rastreou o objeto através de binóculos e fez um esforço para atingir a área a cavalo depois de confirmar os acontecimentos descritos pelos moradores. O solo rochoso, composto de pedra sedimentar, fez um caso difícil chegar ao topo – sabe-se que vários esforços foram feitos para chegar ao topo e que um dos animais morreram durante a operação. Além disso, as comunicações entre as forças policiais com a sua base foram interceptadas (e gravadas) com sucesso: os agentes policiais afirmaram que não haviam encontrado nada sobre o OVNI. A parte da cúpula, mas que “comentários seriam feitos após a descida.” Esta transmissão foi enviada por meio de “Um Condor”, o código especial empregado pela polícia local apenas em casos muito especiais, e foi a primeira e única instância dos Carabineros tomarem parte neste assunto.  

Vinte e quatro horas mais tarde, esta unidade da policia foi trocada por militares enviados à região para assumir o comando da investigação. Pesquisadores independentes realizaram uma pesquisa entre a população local para confirmar em detalhes todas as informações sobre o que aconteceu realmente e como do momento que as forças militares isolaram a área. Os Militares não restringiram a sua investigação para os moradores de Paihuano – eles estenderam a operação para cobrir as demais cidades vizinhas de Pisco Elqui e Monte Grande, além de “passar um pente fino” nas colinas próximas a expulsar os tropeiros locais. 

A Região montanhosa de Paihuano – Valle de Elqui, Chile.

Esta investigação correspondente, se conduziu em conjunto com analistas militares e o pesquisador local Roderick Bowen, foi capaz de verificar que os hotéis locais relataram um aumento rápido na demanda por hospedagem por cidadãos norte-americanos que em todas as instâncias e circunstâncias diziam ser turistas. Na sexta-feira, no dia 9 de outubro várias testemunhas descreveram a chegada de caminhões que carregam pessoal uniformizado. Moradores do setor mais próximo do morro, incluindo os cabreiros que habitualmente fazem uso de rotas alternativas secundárias, receberam ordens para absterem-se de subir o morro e para ficarem longe do local. Um pastor que estava na traseira das Colinas Las Mollacas, e que não irá indicar o seu nome por medo de represálias, afirma ter visto a chegada de helicópteros negros sem nenhuma marca (n.t. – Helicópteros Black Hawck – Falcão Negro – sem qualquer identificação de origem, muito usados nos EUA em casos de resgate de UFOS em território dos EUA e no México).

Estes veículos trabalharam incansavelmente desde a meia noite até as primeiras horas de sexta-feira, no dia 9 para içar as partes do objeto em grandes redes metálicas. Posteriormente, foi instalado em contentores que foram arrastados para as posições ocupadas por grandes caminhões pertencentes às forças armadas do Chile. O Pesquisador Patricio Díaz, que vive na área, conseguiu reunir vários relatos de moradores locais que descreveram as operações noturnas desses helicópteros negros não identificados como eles iluminavam vasta área da colina e recuperar as partes do objeto voador não identificado em seu cume, que brilhou intensamente durante quinta-feira dia 8 diante dos olhos assustados dos moradores as pessoas de Paihuano. Omar Prieto, gerente da “Gabriela Mistral” estância turística na cidade de Pisco Elqui, declarou o seguinte: “Eu tive a oportunidade de ver com meus próprios olhos.”  

“Era algo como a um asa de um avião (Formato em DELTA), todos podiam vê-lo. Ele permaneceu no morro parado durante dois dias e meio. Depois disso, ele desapareceu durante a noite e não havia mais informações. Soldados e membros dos Carabineiros nos impediram de subir o morro. Coisas estranhas estão sempre acontecendo aqui, como blecautes ou interferências nos sinais de TV. Nós não sabemos por quê”. 

O local usado pelos militares como sua base é conhecida como “La Palmilla” e está localizado nas encostas do morro. A marca da banda de rodagem dos pneus deixada para trás por caminhões pesados estavam em evidência o dia depois que o objeto foi coletado e a intensa atividade também foi relatada como vista também na parte de trás da colina.  

Espaçonave secreta dos EUA, TR-3b Astra (foto acima, tirada sobrevoando a Bélgica)

Poderia ter sido uma espaçonave secreta, o TR-3b Astra (foto ao lado, tirada na Bélgica), desenvolvido pelos EUA, com tecnologia alienígena que teria sofrido avaria e caiu nesse local?

Uma testemunha afirmou que havia uma fenda grande, medindo cerca de 5 metros de comprimento e cerca de 40 centímetros de profundidade, rodeadas por pegadas de botas e faixas de veículos pesados. Esses dados foram confirmados horas depois pelos pesquisadores Patricio Díaz, Luis Sánchez Perry, Miguel Jordán e Roderick Bowen, os membros da ESIO (Equipo Superior de Investigaciones Ovnilógicas), que visitaram a área para realizar pesquisa de campo. Até segunda-feira dia 12, pessoas que subiram até o cume de Las Mollacas encontraram pedras pintadas na cor de alumínio, claramente dando a aparência de ser algum tipo de esforço premeditado de desinformação dos militares, hipóteses surpreendentes foram ao ar para explicar o brilho estranho – desde garrafas de bebidas abandonadas, ou um efeito ótico causado pelas reações significativas da luz solar.  

O observatório astronômico El Tololo afirmou inequivocamente que o fenômeno tinha sido causado por um balão meteorológico fora de controle (outra vez a desculpa esfarrapada de balão meteorológico já usada desde 1947, no Caso Roswell), que havia caído em Las Mollacas. No entanto, Gustavo Rodríguez da Dirección General de Aeronáutica Civil e Secretário do Comité de Estudos de Fenômenos Aéreos Anómalos (CEFAA) do Chile deixou claro que não havia informações sobre o Lançamento de um balão meteorológico na área, uma vez que todas as atividades deste tipo exigem informação com 48 horas de antecedência avançadas. Mais estranho de tudo é que o Observatório El Tololo assumiu poderes de que não possuía, até mesmo indo além da competência do CEFAA, enquanto esta agência da Força Aérea do Chile recusou e nem mesmo iniciar uma investigação na área, pelo menos não oficialmente.

Durante a entrevista concedida a este articulista, o General Ricardo Bermudez, diretor do CEFAA, declarou que a sua agência simplesmente não tinha fé nos eventos ocorridos em Paihuano. No entanto, um pouco de informação interessante surgiu em uma conversa posterior com Mario Dusuel, um consultor psiquiátrico para CEFAA que havia visitado a área, juntamente com o geofísico Carlos Leiva. Aparentemente, essas pessoas recolheram o testemunho de um tropeiro que tinha sido visitado por um capitão da Força Aérea chilena, que o questionou sobre a queda do objeto. Agora, se CEFAA oficialmente se recusar neste caso, por que então ele secretamente enviou alguns de seus mais qualificados membros para a área? 

El Incident en Quebrada de Huchumi: Valle de Elqui é um lugar especial. Seu solo é rico em minerais e ainda tem depósitos de urânio que estão frequentemente relacionados com o fenômeno UFO. Em 15 de junho de 1998, apenas quatro meses antes do incidente de Paihuano, um objeto que tinha caido na neve, na região conhecida como Quebrada de Huchumi foi detectado, cerca de 20 quilômetros de Cerro Tololo. A queda foi acompanhada por um ruído ensurdecedor. As janelas em muitos lares locais quebraram em pedaços, enquanto que um flash intenso de luz foi testemunhado dando a impressão de que “a noite se transformara em dia.”

O espetacular fenômeno luminoso atingiu as localidades de El Índio e Ovalle, situada a uma distância de cerca de 200 quilômetros, tempestades repentinas também foram detectadas. Testemunhas falam em termos de muito pânico foi criado: o motorista de táxi local chamado Juan Veliz, que levou quatro passageiros ao longo da estrada de Paihuano desde Vicuña, sentiu-se impotente diante do medo que tomou conta de seus passageiros.   

“Eu sou uma pessoa altamente cética”, disse Veliz aos pesquisadores. “Mas que naquela noite em Junho, meus passageiros estavam extremamente nervosos por uma grande luz que inundou todo o vale. É como se tivesse de repente se tornado em luz do dia. Eu não poderia impedi-los de sair do veículo no meio da estrada para rezar. O fato é que eu vi muitas luzes me perseguindo constantemente quando eu dirigia à noite. Estas luzes saem de trás das montanhas e fiquei com a impressão de que elas respondiam a algo que tinha inteligência. Eu vivi neste vale toda a minha vida e muitas pessoas viram as mesmas coisas que eu vi … “Nesta ocasião, a Quebrada de área de Huchumi também foi atingida por uma quantidade considerável de “atividade” oficial.  

De acordo com relatos de testemunhas oculares, o objeto voador não identificado também foi recuperado e transferido para Vicuña à bordo de grandes caminhões militares de transporte, exatamente da mesma maneira meses mais tarde, como visto no caso de Paihuano. Esta região é constantemente visitado por luzes “voadores” que relembram as chamada “Foo Fighters” da segunda guerra mundial. Apenas pucos dias antes de o pesquisador chegar na cidade de La Serena, esse farol da cidade estava “tonto” por luzes estranhas para cerca de vinte minutos. Os moradores locais estão familiarizados com esses fenômenos, devido à sua frequência de ocorrência. Tudo aponta para o fato de que as autoridades estão tentando encobrir eventos que, por vezes, escaparam de suas mãos.

Muitas pessoas testemunharam o objeto no cume do monte Las Mollacas. Além disso, o medo de represálias ainda é palpável ao se entrevistar testemunhas. No entanto, existem fotos dos helicópteros ocupados no trabalho de resgate dos destroços na região e as gravações das comunicações entre os militares envolvidos nas operações de recuperação. Todo esse material é zelosamente guardado para não complicar a vida das pessoas que vivem na área e que têm gentilmente oferecido a sua ajuda com esta investigação. Muitos deles ocupam posições na administração pública e até mesmo nomeações políticas.  

Uma nave alienígena? À luz destes acontecimentos, vale a pena perguntar se estamos diante da perspectiva de naves alienígenas acidentados ou a colisão de protótipos secretos militares (do Chile???). Devemos ter em mente que esses eventos coincidiram com os exercícios UNITAS realizada conjuntamente por militares chilenos e dos EUA. Alguns pesquisadores têm expressado a crença de que é precisamente quando esses exercícios conjuntos são realizadas é de que a atividade UFO atinge seu ponto mais alto no Chile. Mas também existem relatos consideráveis que suportam a suspeita de que – nos casos em questão – realmente OVNIS caíram, esses artefatos alienígenas podem estar envolvidos.  

Assim, por exemplo, a pesquisa realizada em Vicuña inclui as declarações feitas por um funcionário do hospital que afirmou ter visto alguns sacos de ALIENÍGENAS MORTOS durante a recuperação dos restos mortais do OVNI acidentado em Las Mollecas. Segundo o seu relato, ele disse que os sacos são semelhantes aos sacos para corpos empregadas na coleta de cadáveres. Estamos lidando com uma operação militar secreta ou um acidente de UFO? Os inúmeros relatos sobre as atividades realizadas para “recuperar uma coisa estranha que caiu” não podem ser ignorados.  

(Tradução (c) 2001, Scott Corrales, Instituto de Ufologia hispânica. Este artigo foi publicado originalmente em Año Cero No.06-119Tradução para o português Thoth3126@gmail.com

Publicado originalmente em setembro 2012.

Sobre acidentes de OVNIs e sua recuperação saiba mais em:

  1. http://thoth3126.com.br/roswell-o-dia-depois-da-qaeda-de-um-ufo/
  2. http://thoth3126.com.br/roswell-entrevista-com-o-coronel-philip-j-corso/
  3. http://thoth3126.com.br/roswell-o-dia-depois-da-qaeda-de-um-ufo-de-final/

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

thoth-escribawww.thoth3126.com.br

8 Responses to OVNI acidentado foi recuperado no Chile

  1. Mario Fernandes

    Boa noite!
    Interessante por contribuir dados acerca de existência extra-terrena…!

  2. Maria Isolina

    Com certeza existe muita vida fora de nosso planeta e em outras galáxias. São civilizações muito mais adiantadas que a nossa, poderíamos aprender muito se não tivéssemos a mente tão fechada.

  3. Ana Carla

    Tem razão. O Universo é muito vasto para ter vida inteligente só no planeta Terra. Acorda humanidade!!! Ei Thoth, como vai, tudo certo? Poxa meu namorado ñ consegue receber os posts por e-mail. Ele já tentou diversas vezes, eu também. E nada. Vc pode ajudá-lo? Grata. Muita luz para todos.

  4. marcelo

    não tem fotos da nave em terra?

  5. Rafael

    Engraçado o post ser de hoje e ter comentários de 2012 e 2013.

  6. Thiago

    O post é Reenviado constantemente

  7. levi

    Com tanta gente estudando ufologia e afins, receptivas a novas realidades, por que não divulgar abertamente de forma não questionável, dados reais de ufos e extraterrenos. Tudo é muito nebuloso e questionável.
    À vezes me pergunto se essas divulgações todas tem o intuito de revelar ou banalizar o assunto.
    Acredito em seres extraterreno, mas ultimamente só tenho acreditado mesmo no que vi com meus próprios olhos.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *