browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Cidades Annunaki encontradas no sul da Africa

Posted by on 20/09/2016

Três grandes cidades, 60 x 60 milhas (96×96 quilômetros) cada, uma das quais incluíria a Grande Zimbabwe

Em 15 outubro de 2012 o Editor e Produtor Michael Tellinger (à direita ao lado de uma pegada gigante) discutiu seu estudo de ruínas antigas na ponta sul da África, que ele acredita que estejam associados com uma civilização desaparecida que visitantes Extraterrestres, conhecidos no mundo antigo como Annunakis, criaram há mais de 200 mil anos atrás, quando eles lá estiveram, no sul da África, para extrair ouro. …

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Ruínas de antigas cidades Annunaki teriam sido encontradas no sul da Africa

Fonte: http://www.forbiddenknowledgetv.com

DiscloseTruthTV

As ruínas, que ele esta investigando juntamente com Johan Heine, consiste em milhares de estruturas de pedra cobrindo uma grande área. As estruturas mostram evidências de sua extrema antiguidade através da erosão e do crescimento de microorganismos (tipo pátina), ele detalhou.

Uma das ruínas mais importantes a que ele se refere como “Calendário de Adão”, um calendário de pedra monolítica que poderia marcar a passagem do tempo pelo dia.

O local da descoberta das ruínas, no sul do continente africano está de acordo com as narrativas de culturas antigas da Mesopotâmia.

Os Annunaki cruzaram seu próprio ADN com a genética humana para criar trabalhadores (o homem atual, o Adão e a Eva de barro) das minas de ouro no sul da África, Tellinger disse, fazendo referência ao trabalho de tradução da escrita suméria publicada nos livros de Zecharia Sitchin.

Entre as ruínas existem formas hexagonais agrupadas em conjunto como favos de mel (como numa colmeia de abelhas), que ele especula que poderiam ter sido utilizados como tanques de clonagem.

O Relógio de ADÃO, clique na imagem c/botão direito para ampliar.

Além disso, ele sugeriu que muitas das estruturas feitas de pedras que contêm quartzo, foram utilizados como dispositivos de energia para os grandes assentamentos de mineração. Ao estudar a área usando mapas aéreos, Tellinger determinou que havia três grandes cidades com cerca de 60 x 60 milhas cada um, uma das quais incluía a Grande Zimbabwe.

Entre as ruínas, as primeiras pirâmides podem ser encontrados, e os detalhes esculpidos em algumas das rochas incluem o símbolo Ankh – milhares de anos antes que a civilização egípcia os usasse, relatou ele.

Veja o vídeo sobre a pegada: 

 Biografia: Michael Tellinger é um cientista, no verdadeiro sentido da palavra, nunca se afastando de questões controversas e examinando meticulosamente cada pista.

Depois de uma obsessão de longos 30 anos de compromisso com as origens da humanidade e as anomalias genéticas da nossa espécie, ele escreveu o livro Slave Species of God (Espécies Escravas de Deus).

Quando Johan Heine expos o mistério das ruínas de pedra da África do Sul com Michael em 2007, eles começaram um processo irreversível de pesquisa que levou Michael a algumas conclusões científicas surpreendentes e na realização de mais dois livros, Adam’s Calendar e Temples of the African Gods (Calendário de Adão e Templos dos deuses Africanos).

Os Anunnaki (também transcrito como: Anunna, Anunnaku, Ananaki e outras variações) são um grupo de divindades encontradas nas culturas antigas da Mesopotâmia (ie, sumério, acádio, assírio e babilônico). O nome é escrito de várias formas “da-nuna”, “da-nuna-ker-ne”, ou “da-freira-na”, que significa algo do tipo “os de sangue real” ou “príncipes da realeza”.

Sua relação com o grupo de deuses conhecido como Igigi não é clara pois “às vezes os nomes são usados como sinônimos, mas no mito da inundação descrito em Atra-Hasis, os Igigi são a sexta geração dos deuses que têm de trabalhar para os Anunnaki, rebelando-se após 40 dias e substituídos com a criação dos (escravos) seres humanos.

Palavras de Michel Tellinger sobre a pegada de deus: “Eu gostaria de compartilhar com vocês o que poderia ser uma das melhores peças de evidência de que havia gigantes na Terra há muito, muito tempo atrás. Os geólogos têm se maravilhado com esta cópia de pé gigante em granito bruto, com cerca de 4 metros de comprimento. Este é um lugar profundamente sagrado, místico e espiritual entre os guardiões do conhecimento africano e por isso deve permanecer intocado. Essa marca de pé é carinhosamente conhecida como a pegada de Deus. Tem cerca de 1,20 metros de comprimento, a pessoa que a teria deixado para trás deve ter sido de cerca de 24 pés ou 7, 5 m de altura. Este local na África se apresenta a nós com um dilema real e um profundo mistério que precisa ser resolvido”.

 Segundo os mitos Assírio e babilônico mais tardio, os Anunnaki eram filhos de ANU e KI, deuses irmão e irmã, eles próprios sendo os filhos de Anshar e Kishar (Eixo do céu e o Eixo da Terra, os pólos Celestiais), que por sua vez eram os filhos de Lahamu e Lahmu (“os enlameados”), nomes dados aos guardiões do templo do Abzu em Eridu, o local em que a criação do homem/mulher, o Adão e a Eva de barro teria acontecido. Finalmente, Lahamu e Lahmu foram os filhos de Tiamat, a deusa do Oceano e Abzu o Deus de Água Doce. Publicado em Abril 2014.

Saiba (informe-se) mais em:

  1. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-genesis-e-adao-e-eva/
  2. http://thoth3126.com.br/maldek-e-nibiru-mais-dois-planetas-de-nosso-sistema-solar/
  3. http://thoth3126.com.br/o-genesis-e-a-epopeia-de-gilgamesh/
  4. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-i/
  5. http://thoth3126.com.br/conselho-de-nibiru-parte-ii/
  6. http://thoth3126.com.br/nibiru-o-livro-perdido-de-enkiea/
  7. http://thoth3126.com.br/piramides-no-egito-a-sua-historia-dos-subterraneos-perdida-e-secreta/
  8. http://thoth3126.com.br/o-livro-perdido-de-enki-primeira-tabuleta-parte-1/
  9. http://thoth3126.com.br/o-retorno-de-inanna-enlil-04/

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

39 Responses to Cidades Annunaki encontradas no sul da Africa

  1. José A. Barcheski

    Saudações,

    Favor enviar sempre as reportagens que até agora tenho recebido. São fantásticas e profundas. Estou orgulhoso de poder recebê-las. Já tirei muitas cópias delas. Acredito, portanto, que deva haver mais, muito mais a descobrir. De tudo o que eu li aqui, já sabia,mas não tão profundamente. Parabéns!

    Atenciosamente

    Jose A. Barcheski

  2. mario noce

    Na area da (s) mineraçoes, nao foram deixadas para traz, algum / ou varios, equipamentos, de mineração, ( ? )que deviam ter alcançados altos índices tecnológicos, equipamentos , mesmo bem usados, seriam ” tipo sucatas”, mas poderiamos , certificar a presença “deles”, mesmo sendo lavras abertas, ou subterraneas, o que deve ser mais provavel,ou mesmo o tuneis, galeria, shaft, que devem estar bem preservados, pois estão , bem protegidos pelas intemperies, quase que en todos niveis,(?)

  3. Eduardo

    Boa matéria! Obrigado por partilhar.

  4. Julio Spinola

    No ncivilização No quanto mais um povo evolui mais recicla suas sobras. Nós já estamos reciclando quase 100% de nosso vidro. Nste ritmo, se evoluirmod mais quase não haverá vestígios para próximas gerações.
    Uma civilizacao que dominasse a antigravidsde não teria grandes maquinas para mover grandes cargas pois, estas sem peso não precisariam de muita força para transporta-las. As pedras de Machu Pichu com até 900 ton cada foram transportadas montanha acima. a por centenas de km, atravessando rios e florestas Se foram movidas antigravitacionalmente, podem ter literalmente voado montanha acims. A lenda fala de um passaro que tinha fogo em seu bico que cortava as pedras, sugerindo uma nave.

  5. waldir de souza

    Esclarecedor, complemento de tudo que se possa falar sobre os Nibiruanos! Continuem com esta divulgação!

  6. Francislei

    Os anunakis e outras inteligências se perpetuaram entre nós através dos cultos afros. Eles se comunicam através de incorporação mediunica. Mas isso não ocorre com qualquer pessoa e em qualquer local; é preciso ter o coração puro e causas nobres a exemplo da caridade.Eles orientam para a paz, para o amor entre as raças, traz a cura pelas plantas e prepara seus “filhos” para as pelejas humanas. Muitos pensam que são extraterrestres enquanto que na verdade estão aqui mesmo mas em outro plano paralelo e às vezes habitando as profundezas dos mares, rios e florestas; já não possuem corpos fisicos como os nossos, venceram aquilo que nós ainda conhecemos como morte. Sabem que aos poucos estamos evoluindo mas antes teremos que passar por dificuldades como guerra, fome e doenças do corpo porque a humanidade não aprende pelo exemplo mas sim e somente pelas próprias vivências. Não importa se o chamamos de pretos-velhos, exus ou como queiramos; para eles o nome pouco importa!… qualquer um que busque a espiritualidade os encontrarão; basta crer no amor de Deus e suas manifestações!

  7. Gonçalo Xavier

    Ótima matéria.

  8. Antonio Carlo

    Isto porque ainda não descobriram a cidade mais antiga sob as areias do deserto de Gobi, Ásia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *