browser icon
You are using an insecure version of your web browser. Please update your browser!
Using an outdated browser makes your computer unsafe. For a safer, faster, more enjoyable user experience, please update your browser today or try a newer browser.

Cometa Lovejoy apresenta enorme e longa cauda

Posted by on 18/12/2013

A Cauda Longa e enorme do Cometa Lovejoy

O cometa Lovejoy foi descoberto em 27 de novembro de 2011 pelo australiano Terry Lovejoy em Thornlands, Queensland, durante uma busca de cometas usando um telescópio Schmidt-Cassegrain de 20 cm (7,9 pol) e uma câmera QHY9 CCD. Ele reportou um “objeto borrado movendo-se rapidamente” de 13ª magnitude, e fez observações adicionais nas noites seguintes.

A confirmação independente do cometa só aconteceu em 1º de dezembro, quando ele foi observado por Alan Gilmore e Pamela Kilmartin no Observatório Universitário Mount John, na Nova Zelândia, usando o seu telescópio McLellan de 100 cm (39 pol)

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@gmail.com

 A Cauda Longa e enorme do Cometa LOVEJOY e o seu periélio em 23 de dezembro.

Fontes: http://spaceweather.com/ e  http://pt.wikipedia.org/ 

O Cometa Lovejoy fotografado por Dan Burbank em 2011

Com a confirmação, um registro oficial foi feito no Central Bureau for Astronomical Telegrams, e a existência do cometa foi anunciada pelo Minor Planet Center em 2 de dezembro. Este foi o primeiro cometa do grupo Kreutz em 40 anos a ser descoberto por observação em terra.

Na próxima semana, a do natal, o Cometa Lovejoy faz sua maior aproximação ao sol. A cauda do cometa já esta incrivelmente longa.

Repleto de nós e turbilhões de gás empoeirado, a cauda do Cometa Lovejoy se estende por mais de 20 graus no céu – tamanho suficiente para se sobrepor a 40 luas cheias ou encher a bacia do Big Dipper (Ursa Maior) duas vezes. 

Na sua aproximação mais próxima do sol ou “periélio” em 23 de dezembro, o cometa ficará a distância de apenas uma órbita da Terra (0,82 UA). O aquecimento extra quando ocorrer o periélio vai crescer o tamanho da cauda ainda mais.

Aprecie esta imagem a seguir feita em 13 de dezembro pelo astrônomo amador Gerald Rhemann de Jauerling, desde a Áustria, para mais informações:

A cauda do Cometa Lovejoy se estende por mais de absurdos 20º graus no céu – tamanho suficiente para se sobrepor a 40 luas cheias. Após o periélio a cauda pode crescer ainda mais em tamanho e brilho.

O cometa Lovejoy atingiu o periélio a primeira vez em 16 de dezembro de 2011, à 00:17 UTC, passando a aproximadamente 140 mil quilômetros acima da superfície do Sol.Não se esperava que ele sobrevivesse ao encontro, devido às condições extremas na coroa, tais como temperaturas atingindo mais de um milhão de graus Kelvin, e um tempo de exposição de quase uma hora.

Entretanto, a espaçonave da NASA, o Solar Dynamics Observatory (SDO), bem como outras naves de monitoração do Sol, observaram o cometa emergir intacto da coroa. As naves STEREO e SOHO continuaram a observar o cometa enquanto ele se afastava do Sol.

Na noite de 20 de dezembro de 2011, imagens liberadas por J. Cerny indicaram que o cometa estava passando por mudanças drásticas. As fotos, tiradas através de telescópio FRAM, sugeriam que “o núcleo tinha aparentemente tomado uma forma de barra e era acompanhado por uma cauda brihante”.

Sequência feita pela espaçonave STEREO-A do cometa Lovejoy aproximando-se do Sol em seu periélio de dezembro de 2011.

Antes do periélio, o núcleo do cometa Lovejoy foi estimado com tamanho entre 100 e 200 metros de diâmetro. Como ele sobreviveu ao periélio, acredita-se que o núcleo tenha sido maior, talvez mais do que 500 metros. Acredita-se que, durante a passagem pela coroa, uma significativa fração da massa do cometa tenha se queimado.

O Cometa Lovejoy atualmente brilha como uma estrela de magnitude 4, por isso é pouco visível a olho nu (especialmente quando o céu está iluminado pelo luar de uma Lua cheia). No entanto, para telescópios, o cometa é um alvo muito fácil de ver à frente da subida do sol no céu da manhã ao leste. 

Se você tiver um telescópio GOTO, programe-o para estas coordenadas   celestes. Erros de apontamento leves não são problema, porque a cauda do cometa já é quase demasiado ampla para se perder de vista. 

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *