browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Contato imediato de 3º grau na Inglaterra

Posted by on 24/08/2016

UFO-peru

Porque eu acredito que aliens aterrissaram e desembarcaram de uma espaçonave em uma floresta em Suffolk, Inglaterra:

Nick Pope não é apenas mais um fantasista sobre UFOs, ele é um especialista e ex-funcionário do Ministério da Defesa do Reino Unido com um dossiê muito convincente com provas de duas testemunhas, ambos militares de uma base aérea dos EUA na Inglaterra:

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Porque eu acredito que aliens aterrissaram e desembarcaram de uma espaçonave em uma floresta em Suffolk, Inglaterra:

mailonline-logoPor TONY RENNELL – Londres – http://www.dailymail.co.uk/

  • O especialista do MoD-Ministry of Defence (Ministério da Defesa da Inglaterra) tem trabalhado com as duas testemunhas mais próximas – ambos militares – do inexplicável fenômeno, em 1980;
  • Se recorda de ver uma espaçonave alienígena de metal que pudesse viajar numa velocidade ‘impossível’;
  • Os níveis de radiação na área da aterrissagem do objeto foram mensurados e estavam bem acima dos níveis normais;
  • As duas testemunhas escreveram registros sobre o incidente que, segundo eles posteriormente desapareceram como parte de uma operação de encobrimento do fato;
  • O Sargento Jim Penniston tocou na espaçonave e diz ter ‘baixado’ (acessado) uma mensagem do futuro em código binário;
  • A “espaçonave” foi vista durante três noites consecutivas, inclusive sendo vista por um oficial que era o segundo em comando da base.

Algo misterioso agitou as noites na floresta de Suffolk. Luzes brilhantes foram vistas piscando em vermelho, azul, branco e amarelo, perfurando a escuridão um pouco além do perímetro da base da Força Aérea dos EUA em Rendlesham.

Rendlesham-UFO-1980

Nick Pope argumenta em seu livro que o “incidente na floresta de Rendlesham ‘levanta muito mais questões do que às que o establishment tenha até agora respondido.

O Aviador John Burroughs, em patrulha nas primeiras horas, passou a investigar o que eram as estranhas luzes, os pelos em seus braços se arrepiaram todos com a eletricidade estática, que encheu o ar, o rádio misteriosamente apresentou defeito e parou de funcionar. À sua frente, uma pequena clareira entre as árvores brilhou tão intensamente como se estivesse ao meio dia de um dia ensolarado.

E assim começou um mistério que já dura um terço de um século, a verdade do que aconteceu permanecendo como indescritível agora como o era no dia do Boxing Day (feriado de 26 de dezembro) em 1980.  Será que finalmente uma nave espacial alienígena pousou lá, como os caçadores de OVNIs e os fãs de Arquivo X do mundo inteiro esperam que acontecesse um dia?

Ou, sendo o local em Rendlesham uma base estratégica para aviões de combate de primeira linha dos EUA, houve um acidente no melhor estilo da Guerra Fria envolvendo alguma super-arma clandestina, impiedosamente encoberta pelos militares da OTAN?

ufo-escoltado-2caças

Um UFO sendo perseguido por dois caças …

Ou aquele brilho estranho e colorido foi apenas um truque de luz na atmosfera a partir do feixe de um farol na costa leste a poucos quilômetros de distância? Ou um caso de histeria em massa, talvez? Ou apenas uma brincadeira de Natal efetuada por soldados norte americanos entediados longe de casa?

A fantasia corre solta voando em qualquer direção que você queira quando se trata da história que tem sido chamada de Incidente de Rendlesham Forest – e assim tem sido desde 1983, quando o News Of The World revelou os acontecimentos misteriosos em uma história de primeira página com a manchete “OVNIs ATERRISSARAM em Suffolk – e ISTO é oficial” e citou um relatório ultra-secreto de um dos comandantes de base como a sua fonte para a história.

Rápidos desmentidos oficiais seguidos de acobertamento. “Fábula”, gritou o Ministério da Defesa. ‘Nada houve de interesse da defesa nas alegadas aparições. Nenhuma pergunta de qualquer contato com “seres alienígenas”.

Um engenheiro florestal local, avançou com a teoria do farol, que foi adotada imediatamente por outros jornais ansiosos para expor o lixo de um rival. E assim todo o assunto desceu para um nível caótico de afirmação e contra-afirmação – Os fanáticos defendiam a tese de um encontro de 3º grau de um lado, os céticos do outro, e ambos nunca ficando satisfeitos.

Ele colaborou com duas das principais testemunhas sobre o que aconteceu em Rendlesham – O aviador John Burroughs e o seu superior imediato em 1980, o sargento Jim Penniston. Ambos estão aposentados do exército, mas ainda perturbados com o que eles experimentaram naquela noite.

Suas memórias da cena na floresta são diferentes. Naquela clareira de repente estourou um brilho intenso com uma estranha e enorme luz, Burroughs ficou completamente envolvido por um tubo de luz e ficou imóvel. Depois, disso ele não conseguia se lembrar de mais nada.

Mas Penniston disse que viu uma pequena embarcação metálica triangular com cerca de 10 pés de altura (3 metros), pairando sobre o chão ou estacionada no solo descansando sobre suas próprias pernas de estilo tripé.

Tinha uma lateral de luzes azuis de um lado e uma luz branca brilhante no topo. Ele tirou fotos (que ficaram embaçadas quando reveladas) e desenhou o UFO em seu livro de notas antes de entrar no que ele próprio chama de “campo de bolha ‘- uma área de tranquilidade e silêncio imediatamente em torno dele, onde o tempo pareceu parar de repente.

Seu coração batia rápido de medo, diz ele, mas ele estendeu a mão para a frente para tocar na sua superfície lisa. Seus dedos descobrindo pelo tato várias fileiras de símbolos estranhos e hieróglifos gravados no metal – ‘com nada parecido que eu já tivesse visto antes, não era pintura de aeronaves, ou alguma escrita que eu pudesse identificar. Ele estava paralisado.

Depois de um tempo, que ele afirma ter se passado, ele tirou a mão, saltou para trás e com espanto, viu que a espaçonave lentamente levantou do chão, manobrou lentamente por entre as árvores para, em seguida, acelerar em um instante para sumir no céu noturno. Em seu caderno, ele gravou a velocidade do UFO como simplesmente “impossível”.

Enquanto isso, no solo, ele e Burroughs – agora de volta aos seus sentidos – encontraram um triângulo de entalhes onde a embarcação esteve estacionada. Ao redor deles, os ramos das árvores foram arrancados quando a espaçonave aterrissou e mais tarde decolou para o espaço. Mais tarde, militares da base com contadores Geiger registraram leituras radioativas muito acima da normal no local.

ufo2

De volta à base, os dois homens escreveram seus registros do que tinha acontecido, usando, por conselho de seus superiores, a frase “luzes inexplicáveis ​​’ao invés de OVNI. Esses registros depois desapareceram – foram removidos, os dois homens acreditam, como parte de uma operação para enterrar todas as provas dessas ocorrências estranhas de contato com UFO e sua tripulação. 

Mas Penniston, verifica-se, guardava para si um aspecto impressionante de seu encontro. Quando ele tocou a nave e sua mão se desviou para um determinado símbolo – um círculo com um triângulo dentro – sequências de zeros (0) e números um (1) misteriosamente brilharam em seu cérebro, no que ele descreve como uma “transferência telepática” de informações.

Quando ele foi interrogado na base, ele não falou nada sobre isso, com medo de que, se o fizesse, ele seria declarado inapto para o serviço. Mas, na cama em casa, ele não conseguia dormir por causa de todo o zumbido de zeros e uns em sua cabeça: “Estava impresso em minha mente como um ferro em brasa quente.”

Ele descobriu que podia parar qualquer atividade de sua mente só por escrever as seqüências numéricas em seu caderno, rabiscando durante três quartos de hora páginas de figuras que não faziam sentido.  E uma vez terminado, eles então desapareciam de sua mente – durante 14 anos. Foi em 1994, depois de se aposentar, que ele tendo problemas de insonia procurou a ajuda de um hipnoterapeuta. Sob hipnose, os eventos retornaram, junto com os números, e agora finalmente ele achava que sabia o seu significado.

OS NÚMEROS ERAM UMA MENSAGEM CODIFICADA, em código binário (1 e 0), de uma humanidade (extraterrestre) de algum lugar. Ele procurou a ajuda de quebradores de códigos, e passou para eles aquelas listas de zeros  e números ums que ele havia compilado desde 1980, após um estudo aprofundado, eles sugeriram que os números representavam uma mensagem, parte da qual poderia se ler em Inglês: “A Exploração da humanidade. Continua para o avanço planetário”. Sob hipnose, Penniston tinha dito algo inexplicável:

“Eles (os tripulantes da espaçonave) são viajantes do tempo – eles são nós, vindos do futuro”

Uma possibilidade extraordinária apareceu em sua mente: o que havia sido transferido para a sua mente ao tocar a espaçonave extraterrestre naquela noite na floresta era uma mensagem, não a partir de algum lugar, mas do futuro. O misterioso UFO de Rendlesham  não era de outro planeta, era da própria Terra, mas de um outro tempo. Tal ideia fornece credibilidade. Papa não sabe como avaliar isso.

Rendlesham-UFO-1980.draw-jpg

O então Sargento Jim Penniston esboçou em desenho a espaçonave, ele diz que a viu e disse que ela era de nosso futuro.

Eram os números na cabeça de Penniston reais ou imaginários? E o que dizer da “mensagem” em si, ao mesmo tempo profunda e banal e cheirando a mais um absurdo da Nova Era. “Tudo isso é apenas uma ilusão? Pope pergunta. “Ou há uma mensagem mais complexa embrenhada ainda mais dentro do óbvio? Ele admite a derrota. ‘Não tenho respostas aqui.

Em outras áreas da história da floresta de Rendlesham ele se sente capaz de chegar a conclusões seguras. Que aquilo tudo não foi uma brincadeira, não era um feixe de luz de farol, não foi um avião espião soviético, mas que foi uma verdadeira visita, ele não duvida.

O peso da evidência, ele insiste, é muito atraente. O OVNI foi visto em três noites consecutivas por dezenas de militares altamente treinados, nenhum dos quais tinha qualquer histórico de histeria ou propensão para perseguir UFOs. Na segunda ocasião, aqueles que se aventuraram na floresta incluía o segundo em comando na base, o tenente-coronel Charles Halt.

Foi uma cópia de seu relatório oficial que caiu nas mãos do jornal News Of The World e fazia parte de seu sensacional “furo” em 1983.

Halt nunca se desviou do que ele primeiro disse que viu naquela noite, quando lhe foi solicitado ‘desistir do UFO’ ele enfrentou o que ele viu. De seu Jeep ele testemunhou: “A luz se parecia com um grande olho, de cor vermelha, movendo-se por entre a copa das árvores.

“Este objeto voador começou a pingar algo que parecia metal fundido. Um pouco mais tarde aquilo se quebrou em vários objetos brancos menores (sondas) que voavam em todas as direções.

“Um objeto semelhante foi visto no céu mais ao sul. Era redondo e, de repente, ele veio em nossa direção a uma velocidade muito alta. Ele parou em cima de nós e nos envolveu em um pequeno feixe de luz, como um raio laser. O feixe iluminava o chão há cerca de dez metros de nós e apenas ficou lá como numa reverência.

“Este objeto não identificado, em seguida, rumou de volta para [a base] e continuou a descer feixes de luz, em um ponto perto de Área de Armazenamento de Armas (nucleares). Eu não tenho nenhuma idéia do que foi que vimos. Mas eu sei que aquilo estava sob controle inteligente. “

Rendlesham-UFO-1980.floresta01-

Existem muitas teorias concorrentes de que a embarcação poderia ter sido – arma da Guerra Fria, brincadeira, a luz de um farol nas proximidades, ou algo mais sobrenatural.

 Anos mais tarde, quando a controvérsia se recusava a morrer e desaparecer, apesar das negativas oficiais de Whitehall (governo da Inglaterra) e Washington em sua própria conta do que está sendo posto em causa, o coronel Halt assinou uma declaração desafiadoramente clara:

“Eu acredito que os objetos que eu vi de perto em 1980 eram de origem extraterrestre e que os serviços de segurança de ambos os governos dos EUA e do Reino Unido  tentaram – como ainda estão tentando então e agora – subverter (esconder e se possível mentir) sobre o significado do que ocorreu na floresta de Rendlesham pelo uso de desinformação”.

Para o analista Pope, provas e evidencias comprovadas por um homem testemunha ocular de tamanha integridade tem de ser tomada pelo valor de face.

Usando mais de 100.000 palavras, que Nick Pope reuniu nesse caso argumentam racionalmente que esse encontro com um UFO mais atraente do mundo deve ser levado a sério e não apenas demitido como fantasia feita por algum maluco.

Ele lista evidencias do que ele acredita tenha sido estabelecido acima de qualquer dúvida: “Sabemos que um OVNI pousou ao lado de uma das instalações militares mais sensíveis para a aliança da OTAN naquele tempo (1980, auge da Guerra Fria). Sabemos que o OVNI foi visto em três noites consecutivas por dezenas de militares altamente treinados, incluindo o Vice-Comandante da Base.

  • “Sabemos que feixes de luz a partir do UFO atingiu o chão a poucos metros à frente do Comandante da Base adjunto e um grupo de homens, e que, mais tarde, o OVNI foi visto disparando feixes de luz na base, particularmente, na Área de Armazenamento de Armas.
  • “Sabemos que o OVNI foi monitorado pelo radar. Sabemos que houve evidência e traço físico no local de aterrissagem, incluindo danos e marcas de queimaduras nas árvores, no solo e com níveis de radiação mais altos do que o usual.
ufocerrogordojunho2006

UFO fotografado decolando em Cerro Gordo, Arizona, EUA, em junho de 2006.

  • “Nós sabemos que, apesar do governo dos EUA não reconhecer que o incidente ocorreu ele também mantém em segredo avistamentos de OVNIs que não foram investigados desde 1969, o incidente de Rendlesham não só foi investigado, mas que o comandante geral sênior da USAF voou para ser informado, e removeu provas, sem informar o fato ao governo do Reino Unido.
  • “Sabemos que alguns dos arquivos-chave e documentos que possam ter fornecido respostas sobre o que aconteceu foram aparentemente destruídos ou perdidos em circunstâncias misteriosas. Sabemos que, enquanto os governos dos EUA e do Reino Unido têm consistentemente procurado minimizar ou ridicularizar o fenômeno UFO, nos bastidores, o assunto é levado muito a sério”.

A crise é esta: por que não pode ser dita a verdade ao público sobre o incidente  de Rendlesham Forest? Por que não podem testemunhas, como Burroughs e Penniston – cujas vidas nunca mais foram as mesmas depois do fato – serem informados sobre o que aconteceu com eles naquela noite durante todos esses anos?

Um dos escândalos do mistério é que os dois ex-militares estão agora em uma idade em que eles precisam ter acesso aos seus registros médicos militares – e não podem obtê-los. Os pedidos oficiais são rejeitados por motivos que os arquivos são classificados como secretos. Nem mesmo sob a ameaça de ação legal eles conseguiram ter acesso aos documentos.

Para Nick Pope resta especular se há um elemento militar sinistro operando por trás de todo esse sigilo obsessivo. Estariam os UFOs talvez sendo a chave para uma tecnologia desconhecida, que pode resultar em armas de poder incalculável?

ufos-londres

Uma flotilha de quatro UFOs desfilam abertamente à luz do dia nos céus de Londres

Já as pesadas cortinas do segredo descem sobre o caso Rendlesham Incident para evitar alguma revelação assim de abalar a Terra em que os poderes constituídos (ou para quem detém o poder) iria fazer de tudo para evitar a divulgação? As anotações pessoais feitas por Burroughs e Penniston e análise informada para Nick Pope geram mais perguntas do que respostas, mas é difícil argumentar com sua conclusão de que alguém sabe mais sobre isso do que eles estão dizendo.

E até que o governo abra o caso – se eles algum dia o fizerem – o resto de nós deve permanecer no escuro sobre a verdadeira origem e significado dessas luzes brilhantes em uma floresta de Suffolk naquela noite de dezembro de 1980.

  • Extraído do “Encounter em Rendlesham Forest” by Nick Pope com John Burroughs e Jim Penniston, publicado pela Thistle Books em 27 de abril 2014. Disponível a partir da Amazon.co.uk em £ 9,99 e £ 3,99 paperback e-book. © 2014 Nick Pope John Burroughs e com Jim Penniston.

Mais informações em:

  1. http://thoth3126.com.br/site-do-fbi-cita-a-queda-de-ufos-em-roswell/
  2. http://thoth3126.com.br/sinais-farois-antigos-na-terra-para-os-alienigenas/
  3. http://thoth3126.com.br/aksai-chin-criancas-aprendem-a-se-comunicar-com-aliens/
  4. http://thoth3126.com.br/aksai-chin-base-secreta-de-ufos-na-fronteira-da-china-e-india/
  5. http://thoth3126.com.br/china-ex-oficial-do-governo-diz-que-aliens-vivem-entre-nos/
  6. http://thoth3126.com.br/india-governo-em-contato-com-extraterrestres/
  7. http://thoth3126.com.br/nos-descobrimos-bases-alienigenas-na-lua/
  8. http://thoth3126.com.br/espaconavesvimanas-da-antiga-india-baratha/
  9. http://thoth3126.com.br/vimanas-ufos-visitavam-a-india-ha-milenios/
  10. http://thoth3126.com.br/vimana-antigo-20-mil-anos-trem-de-pouso-descoberto/
  11. http://thoth3126.com.br/naves-gigantescas-nos-aneis-de-saturno/
  12. http://thoth3126.com.br/frota-de-ufos-multicoloridos-vistos-na-austria/

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

Thoth-flordavidawww.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *