browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

ECHELON: O esquema de espionagem global dos EUA.

Posted by on 17/07/2016

ECHELON:  O esquema de espionagem global dos EUA.   Agindo como um “aspirador gigantesco” no céus do planeta inteiro, a Agência de Segurança Nacional (NSA-National Security Agency) dos EUA suga tudo: telefone residencial, telefone do escritório, telefone celular, e-mail, fax, telex, rádio, TV, etc …

Transmissões via satélite, radiocomunicações, tráfego de comunicações em fibra ótica, links de microondas, voz, imagens de texto (que são) capturadas por 120 satélites que orbitam a terra continuamente e, em seguida, as informações são processadas por computadores de alta potência”, Blum escreve em seu livro Rogue State”

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

O Programa ECHELON dos EUA transforma o escândalo do jornal londrino “The News of the World-TNTW” de Ruppert Murdoch em algo muito pequeno e insignificante.

FONTEhttp://www.globalresearch.ca

Por Sherwood Ross 

Na medida em que o escândalo de escutas telefônicas do jornal londrino  se revelou, comparado ao Tio (EUA) Sam e John Bull, Rupert Murdoch, a força moral (sic) por trás da Fox News, é um mero anão amador. Isso porque um esquema de espionagem global que está sendo executado atualmente pelos Estados Unidos, a Grã-Bretanha e alguns sócios menores coloca como insignificante o que os editores de Rupert Murdoch, no agora extinto jornal  The News of The World (TNTW) em Londres jamais ousaram tentar.

O Primeiro-ministro britânico David Cameron pode muito bem negar que não sabia que o TNTW (o jornal The News Of The World)  grampeava os telefones de membros da família real do Reino Unido ou dos americanos parentes das vítimas do atentado de 11/09  em N.York. Mas ele, o Primeiro Ministro, não pode negar que ele não sabe que o seu país, a Inglaterra é um dos parceiros dos EUA no projeto ECHELON, que segundo o jornalista americano de Washington, Willian (Bill) Blum, é uma “massiva rede de espionagem, com estações de intercepção de comunicações altamente automatizadas” que pratica a espionagem em todo o mundo.

“Agindo como um “aspirador gigantesco” no céus do planeta inteiro, a Agência de Segurança Nacional (NSA-National Security Agency) dos EUA suga tudo: telefone residencial, telefone do escritório, telefone celular, e-mail, fax, telex, rádio, TV, etc … Transmissões via satélite, radiocomunicações, tráfego de comunicações em fibra ótica, links de microondas, voz, imagens de texto (que são) capturadas por satélites que orbitam a terra continuamente e, em seguida, as informações são processadas por computadores de alta potência”, Blum escreve em seu livro “Rogue State” (O Estado Trapaceiro/Velhaco) (Commom Courage Press).

O Livro de Willian Blum.

Chamando essa espionagem feita em massa no planeta de maior invasão de privacidade que jamais existiu, Willian (Bill) Blum diz que o incessante e incansável sistema de espionagem ilegal suga talvez bilhões de mensagens diárias, incluindo as comunicações entre personalidades, como de primeiros-ministros, do secretário-geral da ONU, do papa, embaixadas, da organização Anistia Internacional, Christian Aid,  as empresas transnacionais e que “se Deus tiver um telefone, ele também ESTARIA  sendo monitorado.” 

Willian Blum também disse que, durante a contagem regressiva para a invasão do Iraque em 2003, os EUA ouviram as conversas sobre o assunto do então  Secretário-Geral da ONU, Kofi Annan, os inspetores de armas da ONU no Iraque “, e todos os membros do Conselho de Segurança da ONU … quando foram deliberar sobre as medidas a serem tomadas no Iraque “.

O programa de espionagem foi lançado na década de 1970 para espionar as comunicações efetuadas por satélite na então URSS, a União Soviética, o então grande inimigo comunista dos EUA e do ocidente, a NSA a Agência de Segurança Nacional dos EUA e seus sócios menores, o Canadá, Grã-Bretanha, Austrália e Nova Zelândia operam o Programa ECHELON, que é uma rede massiva de estações de intercepção de comunicação de todos os tipos, altamente automatizadas cobrindo o mundo todo à custa dos contribuintes americanos.

Hoje, Ed Miliband, o líder da oposição do partido trabalhista na Inglaterra, esta detonando o Primeiro Ministro,  David Cameron por motivos que, segundo o jornal dos EUA, o The New York Times de 19 de julho, “os recentes escândalos na vida britânica foram causados por uma falta de responsabilidade entre aqueles que ocupam altos cargos” na Grã-Bretanha”, disse Miliband, “há um anseio por um país mais decente,  responsável e com princípios.”

O que provocou a retratação pública britânica é o tipo de conduta do ex-repórter Clive Goodman, do TNTW, que se declarou culpado em janeiro de 2007, por ter grampeado o correio de voz dos empregados auxiliares da família real.  

Acima: ECHELON, estação de interceptação de comunicações situada em Menwitt Hill, Inglaterra.

Perdoem-me, mas como é que começam a comparar esse crime com o praticado pelo ECHELON, um órgão do governo (do governo oculto, da elite) dos EUA, espionando o Secretário-Geral das Nações Unidas ou o Papa? Ou roubar informações comerciais confidenciais de grandes companhias e passá-la a outras empresas favorecidas? Eu vou dizer isso para o Sr. Ruppert Murdoch: ele foi obrigado a fechar o seu maior jornal, ele demitiu editores e repórteres que tem  a sua parte de culpa nos escândalos.

Ele se apresentou perante o parlamento inglês em público e pediu perdão. Em contraste, o que os altos funcionários dos EUA tem feito sobre os crimes cometidos via ECHELON? Zip, Ninguém anunciou algum  plano para fazê-lo. Eles continuam a operar ECHELON descaradamente.

O jornal TNTW de Rupert Murdoch, só estava fazendo minimamente e com motivos privados o mesmo caminho/modo que os governos dos EUA, Reino Unido, Canadá, Austrália e Nova Zelândia estão fazendo como um grande momento todos os dias. ECHELON é uma operação criminosa e uma violação do direito internacional e acabar com ele também poderia fazer a América, “um país mais decente, mais responsável e com princípios.” (NT- Mas isso talvez seja pedir muito nos dias e na América de hoje).

O Sistema ECHELON esta estimado para interceptar até 3 bilhões de comunicações por dia. Algumas das estações terrestres conhecidos ou suspeitas pertencentes ou participantes da rede ECHELON são as seguintes:

  • Fort Meade, Maryland, EUA (a própria sede da NSA)
  • Geraldton (Austrália Ocidental, Austrália)
  • -Menwith Hill (Yorkshire, Reino Unido)
  • Base Aérea de Misawa (Japão)
  • Morwenstow (Cornwall, Reino Unido)
  • -Pine Gap (Territorio do Norte, Austrália – perto de Alice Springs) Sabana Seca (Porto Rico – EUA)
  • Shoal Bay (Northern Territory, Austrália) em Sugar Grove (West Virginia, EUA)
  • Yakima (Washington, EUA)
  • Waihopai (Nova Zelândia)
  • -Exmouth-Cabo Ocidental, Austrália Ocidental (Golfo , Austrália – EUA)

A gigantesca sede da Agência de Segurança Nacional (NSA) em Fort Meade, Maryland, como pode ser vista a partir do ar, foto de 29 de janeiro de 2010. (Saul Loeb / AFP / Getty Images)

Na Wikipédia:  ECHELON é o nome dado na cultura popular e meios de informação a um alegado projeto secreto dSIGINT (abreviatura de signals intelligence, é o termo inglês usado para descrever a atividade de coleta de informações ou inteligência através da interceptação de sinais de comunicações entre pessoas ou máquinas), para o qual não existem explicações oficiais de que função o projeto possa desempenhar.

Alguns estudiosos da área afirmam que serve para interceptação mundial de telecomunicações (internet, fax, telecomunicações de qualquer tipo, etc) encabeçado pela Agência de Segurança Nacional  dos Estados Unidos da América (NSA-www.nsa.gov/ ), com a colaboração de agências governamentais de outros países (Reino Unido, Austrália, Canadá e Nova Zelândia), para analisar as comunicações em nível mundial, com o fim de procurar mensagens que representem ameaças “à segurança mundial” (ou para exercer mais controle sobre a população). Devido a todo o mistério que envolve o Sistema ECHELON, algumas teorias o acusam de promover até mesmo espionagem industrial/comercial.

Antenas do ECHELON em PINE GAP, Austrália.

Para saber mais sobre Pine Gap veja em: 

  1. http://thoth3126.com.br/a-base-subterranea-e-os-segredos-de-pine-gap-e-canberra/

No final de Janeiro de 2006, a Electronic Frontier Foundation, uma entidade ligada à defesa das liberdades no mundo digital, iniciou uma ação judicial contra a gigante operadora de telefonia estado-unidense AT&T devido a uma suposta colaboração da empresa com o ECHELON.  Os defensores da teoria de que o ECHELON existe alegam que tudo o que se fala pelo telefone ou se transmite pela Internet, pelo fax, SINAIS DE TELEFONIA VIA MICROONDAS, TRANSMISSÃO DE RÁDIO, TELEVISÃO, etc,  é controla­do, em tempo integral, via satélite (ao todo seriam 120 satélites participando na vigilância GLOBAL), pelo Sistema ECHELON, e que este é uma sofisticada máquina cibernética de espionagem, cria­da e mantida pela Agência de Segurança Nacional (NSA) dos Estados Unidos, com a participação direta do Reino Unido, do Canadá, da Austrália e da Nova Zelândia (países ANGLO-SAXÕES).

Com suas atividades iniciadas nos anos 80, o ECHELON teria, como embrião histórico, o Pacto denominado UKUSA (UK e USA), firmado secretamente pela Grã-Bretanha-UK e pelos EUA-USA, no início da Guerra Fria. Destinado à recolha e troca de informações, o Pacto UK-USA resultou, nos anos 70, na instalação de estações de rastrea­mento de mensagens enviadas desde e para a Terra por satélites das redes Intelsat (International Telecommunica­tions Satellite Organisation) e Inmarsat. Outros satélites de observação foram enviados ao es­paço para a escuta das ondas de rádio, de celulares e para o registro de mensagens de correios eletrônicos. Na Inglaterra, o órgão governamental associa­do à NSA é a GCHQ (Britain’s Government Communica­tions Headquarters)

marionete

A maior base eletrônica de espionagem no mundo é a Field Station F83, da NSA e se situa em Menwith Hill, Yorkshire, na Grã-Bretanha. A antena de Field Station F83, da NSA  se situa em Menwith Hill.  Além disto, já sob o guarda-chuva do ECHELON, seriam cap­tadas as mensagens de telecomunicações, inclusive de ca­bos submarinos e da rede mundial de computadores, a lnternet. Em linguagem técnica, o objetivo dessa rede (ne­twork) é o de captar sinais de inteligência, conhecidos como SIGINTO segredo tecnológico do ECHELON consiste na interco­nexão de todos os sistemas de escuta.

A massa de infor­mações é tão espetacular que para ser tratada, requer uma tria­gem pelos serviços de espionagem dos países envolvidos, por meio de instrumentos da inteligência artificial de rápidos e sofisticados computadores. “A chave da interpretação — afirma Nicky Hager; pes­quisador do tema — reside em poderosos computadores que perscrutam e analisam e fazem a triagem da massa de mensagens para delas extraírem aquelas que apresentam algum interesse.

A maior base eletrônica de espionagem no mundo é a Field Station F83, da NSA e se situa em Menwith Hill, Yorkshire, na Grã-Bretanha.

As estações de interceptação recebem milhões de mensa­gens destinadas às estações terrestres credenciadas e utili­zam computadores para decifrar as informações que con­têm endereços ou textos baseados em palavras-chaves pré-programadas”. (n.t.- Bem vindos ao mundo do BIG BROTHER, do controle total feito pelo Grande Irmão, e muito cuidado com o que você fala em seu celular e nas suas mensagens…) 

Sherwood Ross é uma consultora de relações públicas com base em Miami-Flórida, USA, que opera o serviço de notícias Anti-Guerra. Para contribuir com seu serviço ou comentário e-mail para sherwoodross10@gmail.com © Copyright GlobalResearch. CA-USA – Web site engine by Polygraphx Multimedia © Copyright 

Sobre vigilância e controle na Internet veja mais em:

  1. http://thoth3126.com.br/nsa-e-a-vigilancia-em-tempo-real-na-internet-nos-eua/
  2. http://thoth3126.com.br/facebook-microsoft-e-apple-sao-processadas-por-ajudar-governo-dos-eua/
  3. http://thoth3126.com.br/o-maior-dos-segredos/
  4. http://thoth3126.com.br/facebook-uma-conspiracao-da-cia/

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

22 Responses to ECHELON: O esquema de espionagem global dos EUA.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *