browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Eclipse lunar total de domingo é chamado de ‘Lua de Sangue’

Posted by on 27/09/2015

lua-de-sangue-eclipse-27092015(01)Saiba por que o eclipse domingo à noite tem o apelido de ‘Lua de Sangue’

O eclipse lunar total esteve ligado a diversas crenças ao longo da história, que o relaciona a presságios e teorias apocalípticas. De acordo com a ciência, contudo, a única consequência do fenômeno deve ser “uma dor no pescoço, de tanto admirar sua beleza”.

“E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de silício, e a lua tornou-se como sangue”; Apocalipse 6:12

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Raro eclipse total de uma superlua de “sangue” ocorre na noite de domingo 27/09.

Por: Gabriela Neri e Rita Loiola –  – http://veja.abril.com.br

Um raro – e belíssimo – evento astronômico acontecerá na noite deste domingo (27). A partir das 23h11, um eclipse total lunar (quando a sombra da Terra encobre completamente a Lua), vai coincidir com uma Superlua (posição em que a Lua fica mais o mais próximo possível da Terra).

Algumas crenças místicas relacionam o eclipse total da Lua à destruição do planeta. Em 2013, o pastor americano John C. Hagee lançou o livro ‘Four blood moons: Something Is About to Change’ (‘Quatro luas de sangue: algo está prestes a mudar’, em tradução livre).

Isso não ocorre desde 1982 e só voltará aos céus em 2032. O fenômeno faz com que a Lua pareça maior, mais brilhante e também dá a ela uma coloração avermelhada, o que faz com que o evento receba o apelido de “Lua de Sangue”. Esse fenômeno esteve ligado a diversas crenças e lendas ao longo da história. 

Durante a Idade Média, costumava-se atribuir sua aparição a presságios sinistros ou eventos apocalípticos, ideia retomada pelo livro “Four blood moons: Something is about to change” (Quatro luas de sangue: algo está prestes a mudar, em tradução livre), publicado em 2013.

total-lunar-eclipse-2000

Alinhando sua câmera na mesma posição por nove exposições sucessivas, o  fotógrafo colaborador da Sky & Telescope, Akira Fujii capturou este registro do progresso da Lua através da sombra da Terra em julho de 2000. 

Escrito pelo pastor americano John C. Hagee, a obra trata especificamente dos quatro eclipses totais da Lua em sequência que se iniciaram em abril de 2014 e chegam ao fim neste domingo, 27 de setembro.

De acordo com a ciência, contudo, o eclipse total da Lua é um fenômeno explicável e previsível, que não altera em nada o curso natural da Terra. Segundo a Nasa, só neste século serão oito tétrades – a que termina no domingo é a segunda delas.

A coloração avermelhada acontece porque os raios de sol, filtrados pela atmosfera da Terra, atingem a Lua com seu espectro avermelhado. É o mesmo fenômeno que acontece durante o pôr-do-sol. Conheça a seguir as explicações mais populares e científicas para o fenômeno:

lua de sangue

“E, havendo aberto o sexto selo, olhei, e eis que houve um grande tremor de terra; e o sol tornou-se negro como saco de silício, e a lua tornou-se como sangue”; Apocalipse 6:12

Por que a Lua fica vermelha?

O eclipse total da Lua não é, como o do Sol, negro. Quando o satélite começa a entrar na parte mais escura da sombra da Terra (chamada umbra), ele vai adquirindo uma coloração entre o marrom e o avermelhado, cada vez mais intenso. A cor é a a inspiração inicial para o nome “Lua de Sangue”. Isso acontece porque, quando a radiação do Sol atravessa a atmosfera terrestre, ela se torna menos intensa e, filtrada, seu espectro ganha menos luz azul e mais vermelha. Espalhada na atmosfera, essa luz e se lança na Lua, que a reflete. O fenômeno não é especial do eclipse. “A refração atmosférica da luz solar acontece da mesma forma no pôr do sol. Por isso ele tem tons de vermelho”, explica Gustavo Rojas, astrônomo e físico da Universidade Federal de São Carlos (UFSCAR).

Qual a razão do apelido “de sangue”?

Cientificamente, essa nomenclatura não existe. O nome para o evento é “eclipse total da Lua”. Mas, por estar ligado a diversos tipos de crenças ao longo da história, o fenômeno foi batizado, informalmente, de “Lua de Sangue”. Uma das lendas, europeia, relaciona uma “Lua de Sangue” à origem da bandeira da Turquia (que possui uma Lua e uma estrela sobre um fundo vermelho). Durante a batalha de Kosovo, em 1448, a Lua teria recebido os reflexos do sangue que cobria toda a região. Há também mitos antigos que associam a Lua ao tom avermelhado de sangue. “Os incas eram um povo que acreditava que um jaguar estava devorando a Lua”, diz Rojas. Durante os eclipses, ela “sangrava”.

eclipse-lunar-total-27092015

O BRASIL terá a melhor visualização do fenômeno, que mesmo a ciência não admitindo, traz grandes mudanças para a humanidade, porque a LUA rege o MENTAL do ser humano. As mudanças vão se ACELERAR no BRASIL …

O que significa a tétrade?

Considerada relativamente rara, a tétrade é o conjunto de quatro eclipses totais da Lua que ocorrem em sequência durante dois anos. A série não é muito comum, pois os eclipses normalmente se intercalam entre totais, parciais (quando a Lua fica parcialmente encoberta pela parte mais escura da sombra da Terra) e penumbrais (quando a parte mais clara da sombra da Terra encobre a Lua).

No século XXI, haverá apenas oito tétrades. A que termina neste domingo será a segunda – a primeira aconteceu de 2003 para 2004, e a segunda será de 2032 para 2033. “Não há nada de especial nas tétrades, que são previstas e estão longe de serem incomuns. Esse é apenas um belo evento para se observar”, explica Cristóvão Jacques, do observatório Sonear (Southern Southern Observatory for Near Earth Asteroids Research), em Minas Gerais.

Lunar-eclipse-animação-28092015

A “Lua de Sangue” vai levar ao fim do mundo?

Algumas crenças místicas relacionam o eclipse total da Lua à destruição do planeta. Em 2013, o pastor americano John C. Hagee lançou o livro ‘Four blood moons: Something Is About to Change’ (‘Quatro luas de sangue: algo está prestes a mudar’, em tradução livre). Na obra, o autor relaciona a tétrade que termina neste domingo a um versículo bíblico do Antigo Testamento, que diz:

“O sol se converterá em trevas, e a lua em sangue, antes que venha o grande e terrível dia do Senhor”. Joel 2:31

Em agosto, rumores de que um asteroide iria se chocar com a Terra em setembro, entre os dias 15 e 28, originados de uma profecia do reverendo Efrain Rodrigues ganhou tanta repercussão que obrigou a NASA a desmentir os boatos. Não há qualquer base científica para o fim do mundo após o eclipse deste domingo. De acordo com um comunicado da agência espacial americana, “a única coisa que vai acontecer na Terra, durante o eclipse, é que as pessoas vão acordar, na manhã seguinte, com dor no pescoço de tanto olhar para o céu e admirar a beleza do episódio”.

eclipse-solar-01

Qual a explicação científica?

De acordo com a Nasa, o céu do próximo domingo (27) será palco de um dos principais e mais raros eventos astronômicos do ano: um eclipse lunar (quando o satélite fica totalmente encoberto pela parte mais escura da sombra da Terra) junto com uma Superlua (ponto da órbita em que o satélite será mais próximo possível do planeta). O incrível fenômeno não acontece há mais de 30 anos e só poderá ser visto novamente em 2032. É um belo fenômeno, que pode ser observado a olho nu.

Para os astrônomos amadores, o eclipse da Lua é também uma excelente oportunidade para fazer medições científicas sobre a atmosfera da Terra. “Com telescópios conseguimos medir o tempo da sombra nas crateras da Lua e, assim, saber se a atmosfera está ou não se expandindo. As medições do eclipse também dão informações sobre a influência do Sol e dos vulcões na atmosfera”, explica Cristóvão Jacques, do observatório Sonear (Southern Southern Observatory for Near Earth Asteroids Research), em Minas Gerais.

contagem-regressiva


“Ao entardecer, dizeis: haverá bom tempo porque o céu está rubro. E pela manhã: hoje haverá tempestade porque o céu esta vermelho-escuro. Hipócritas ! Sabeis, portanto discernir os aspectos do céu e não podeis reconhecer  OS SINAIS DOS TEMPOS?”  Mateus 16: 2 e 3


Saiba mais em:

  1. http://thoth3126.com.br/uma-visao-pessoal/
  2. http://thoth3126.com.br/mudanca-nos-polos-magneticos-a-ciencia-se-dobra-as-profecias/
  3. http://thoth3126.com.br/canada-sons-de-novo-muito-estranhos-sao-gravados-filme/
  4. http://thoth3126.com.br/mudanca-nos-polos-norte-muda-muito-rapido-polo-sul-se-arrasta/
  5. http://thoth3126.com.br/vulcao-cumbre-vieja-mega-tsunami-pode-atingir-o-brasil/
  6. http://thoth3126.com.br/o-cinturao-de-fotons-acelera-as-mudancas/
  7. http://thoth3126.com.br/mudanca-dos-polos-nortesul-esta-acontecendo-agora/
  8. http://thoth3126.com.br/sinkholes-surgem-por-todo-o-planeta/
  9. http://thoth3126.com.br/asteroide-com-piramide-negra-sobre-sua-superficie-ruma-a-terra/
  10. http://thoth3126.com.br/mudanca-no-campo-magnetico-acelerou-drasticamente-nos-ultimos-06-meses/
  11. http://thoth3126.com.br/novos-sinkholes-surgem-na-siberia-russia/
  12. http://thoth3126.com.br/amas-a-anomalia-magnetica-sobre-o-brasil/
  13. http://thoth3126.com.br/setembro-nasa-desmente-mega-colisao-de-asteroide-que-destruiria-os-eua/
  14. http://thoth3126.com.br/raro-eclipse-total-de-uma-superlua-ocorre-na-noite-de-2709/

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth-tehutiwww.thoth3126.com.br

 

4 Responses to Eclipse lunar total de domingo é chamado de ‘Lua de Sangue’

  1. beisa

    so sei que entre o ceu e a terra ex

  2. lanna

    eu não pude ver mas pelas imagens que eu pesquisei parece ter sido muito linda queria poder ter visto mas não porque aqui onde eu moro estava nublado e eu tentando assoprar a lua com o ventilador quase que eu levo um cascudo.rsrsrsrsrsrsrsrsrs(risadas)

    • Thoth3126

      Apreciamos o evento no ponto mais alto do Planalto Central, na Chapada dos Veadeiros-GO sem nuvens (1.676 metros de altitude) e foi realmente espetacular. Muita Luz e Paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *