browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Entrevista com um Alienígena – Capítulo Seis

Posted by on 03/11/2016

entrevista-com-extraterrestre-alienLivro “ALIEN INTERVIEW” – Entrevista com um alienígena. Baseado em notas pessoais e transcrição de entrevistas de Matilda O’Donnell MacElroy.

Se você estudou o fenômeno UFO, você já está familiarizado com a infame transmissão de rádio de “Guerra dos Mundos, e a invasão de Marte” de Orson Welles feita em 30 de outubro de 1938. Esta dramatização de rádio fictícia de um invasão da Terra por “extraterrestres” incitou uma histeria mundial sobre OVNIs e aliens um pouco antes da queda do UFO perto de Roswell, NM, no ano de 1947.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Livro “ALIEN INTERVIEW”  (Entrevista com um alienígena)

Fonte: http://www.bibliotecapleyades.net/vida_alien/alieninterview/alieninterview.htm

Capítulo Seis do livro “ALIEN INTERVIEW” – Entrevista com um alienígena – Começa a Minha Educação – Chapter Six, My Education Begins

Transcrição oficial da entrevista TOP SECRET – Força Aérea do Exército dos EUA, Base do Exército ROSWELL Airfield, 509  Bomb Group: ASSUNTO ENTREVISTA ALIEN de 24. 7. 1947, 1ª Sessão

Capítulo Seis – Começa a Minha Educação

(Nota pessoal Matilda O’Donnell MacElroy): “Após o 15º dia após o “resgate” da extraterrestre Airl do local do acidente, eu fui capaz de me comunicar de forma fluida e sem esforço com ela em Inglês. Ela tinha absorvido tanto material escrito por este tempo que sua formação acadêmica excedeu em muito a minha própria. Embora eu tivesse me formado no colégio em Los Angeles em 1940 e frequentado a faculdade durante quatro anos de formação pré-médica e de enfermagem, a variedade da minha própria leitura tinha sido bastante limitada.

roswell-FBI-memorandun

O Documento de 22 de março de 1950 afirma que a força aérea norte americana teria recuperado (recovered) três óvnis/UFOs, em ROSWELL, no estado do Novo México, cada um com três tripulantes, com cerca de 1 metro de altura, vestidos com uma roupa de tecido metálico. LINK na PÁGINA 34

Eu não tinha estudado a maioria dos assuntos aos quais Airl agora tinha conhecimento, especialmente considerando sua compreensão aguda, inteligência, hábitos de estudo muito intensos e uma memória quase fotográfica! Ela era capaz de lembrar longas passagens dos livros que lia. Ela gostava especialmente de seções de suas histórias favoritas da literatura clássica como As Aventuras de Huckleberry Finn, contos de As Viagens de Gulliver e Peter Pan e The Legend of Sleepy Hollow. Por esta altura Airl já havia se tornado o professor, e eu era o aluno. Eu estava prestes a aprender o que os homens da Terra não sabem e não têm nenhuma maneira de saber!

A multidão de cientistas e agentes do governo e inteligência que nos observavam através do vidro da nossa sala de entrevista, a quem Airl agora se referia como “a galeria”, foram ficando cada vez mais impacientes para lhe fazerem perguntas. Mas Airl continuou a recusar-se a permitir que quaisquer perguntas a serem feitas para ela por ninguém além de mim, mesmo indiretamente através de mim como um intérprete, ou por escrito.

Na tarde do dia nº 16 Airl e eu nos sentamos uma ao lado da outra enquanto liamos. Ela fechou a última página de um livro que estava lendo e colocou-o de lado. Eu estava prestes a entregar-lhe o próximo livro a partir de uma grande pilha esperando para ser lido, quando ela se virou e disse, ou “pensou” para mim, “Eu estou pronta para falar agora.” No começo eu fiquei um pouco confusa com a sua observação. Fiz um gesto para que ela continuasse e ela começou a me ensinar a minha primeira lição “.

– O que você gostaria de dizer, Airl”, eu perguntei.

RESPOSTA: “Eu tenho sido uma oficial da Força Expedicionária de Domínio neste setor do espaço por milhares de anos. No entanto, eu pessoalmente não tive mais contato íntimo com seres na Terra desde 5.965 a.C. (portanto a 7.912 anos). Não é minha função primária o interagir com os habitantes de planetas dentro da área de controle do Domínio. Eu sou uma oficial, piloto e engenheira, com muitas funções a desempenhar. No entanto, embora eu seja fluente em 347 outros idiomas dentro do Domínio, não fui instruída para saber o seu idioma Inglês. O último idioma da Terra com a qual eu estava familiarizada foi o idioma sânscrito dos hinos védicos (ÍNDIA).

Naquela época, eu era um membro de uma missão enviada para investigar a perda de uma base do Domínio localizado nas montanhas do Himalaia. Todo um batalhão de oficiais, pilotos, de comunicações e pessoal administrativo desapareceu e a base foi destruída. Vários milhões de anos atrás fui treinada e servi como uma agente de investigação, avaliação dos dados e Programa de Desenvolvimento para o Domínio. Porque eu era experiente em tecnologia, fui enviada à Terra naquele tempo como parte da equipe de pesquisa.

roswell2

Acima Primeira manchete publicada em jornais locais fala do resgate de um “Flying Saucer” em ROSWELL, em Julho de 1947, literalmente UM DISCO VOADOR. Abaixo: Notícia desmentida no dia seguinte pelo exército dos EUA, visando o acobertamento do fato.

Uma das minhas funções envolvia interrogatório da população humana que habitavam a área adjacente naquela época. Muitas das pessoas daquela região informaram ter avistado “vimanas” ou seja, espaçonaves vindas do espaço na área. Na sequência da extensão lógica de provas, testemunhos, de observação, bem como a ausência de certos elementos de prova, levei a minha equipe à descoberta de que ainda havia espaçonaves do “Antigo Império” e instalações bem escondidos do “Antigo Império” neste sistema solar de que tínhamos estado completamente inconscientes.

Você e eu fomos capazes de nos comunicar na sua língua, porque eu, pessoalmente, não fora exposta ao seu idioma. No entanto, agora que eu digitalizei os livros e todo o material que você me forneceu, esses dados foram retransmitidos para a nossa estação espacial nesta região e processado pelo nosso oficial de comunicações através de nossos computadores. Foi traduzido em minha própria língua e retransmitida de volta para mim em um contexto que eu posso pensar. Também recebi informações adicionais dos arquivos armazenados em nossos computadores sobre o idioma Inglês e registros do Domínio referentes a civilização atual da Terra. 

Agora eu estou preparada para dar-lhe algumas informações que eu sinto será de grande valor para você. Vou dizer-lhe a verdade. Embora seja uma verdade relativa a todas as outras verdades, eu gostaria de compartilhar com você da forma mais honesta e precisa possível, a verdade como eu a vejo, dentro dos limites da minha integridade para mim mesma, para minha raça e sem violar minhas obrigações com a organização que sirvo e que jurei defender e proteger.

-“Eu pensei OK, e você vai responder a perguntas da galeria agora? “

RESPOSTA: -“Não. Eu não vou responder a perguntas. Estou disposta a dar-lhe informações que eu acho que vai ser benéfica para o bem-estar dos seres espirituais (almas) imortais que compõem a humanidade, e que irá promover a sobrevivência de todas as inumeráveis formas de vida e do meio ambiente da Terra, uma vez que é uma parte da minha missão garantir a preservação da Terra. “Pessoalmente, é minha convicção de que todos os seres sencientes são seres espirituais imortais Isso inclui os seres humanos. Por uma questão de precisão e simplicidade vou usar uma palavra inventada:…”IS-BE” porque a natureza primária de um ser imortal  é que eles vivem em um estado atemporal de  “ser”, e que a única razão de sua existência é que eles decidem “ser”. Não importa o quão humilde sua posição na sociedade, todos os IS-BE merecem o respeito e tratamento que Eu mesmo gostaria de receber dos outros. Cada pessoa na Terra continua a ser um IS-BE estejam eles estão cientes do fato ou não. “

manipulação-ocidente-nwo

(Nota pessoal de Matilda): Eu nunca vou esquecer essa conversa. Seu tom era muito prático e direto e sem emoção. No entanto, pela primeira vez, senti a presença de uma “personalidade” quente e real na extraterrestre Airl. Sua referência a “seres espirituais imortais” me atingiu como um raio de luz em um quarto escuro. Eu nunca tinha considerado que um ser humano poderia ser um ser imortal.

Eu pensava que esse status ou poder fosse reservado exclusivamente para o Pai, o Filho e o Espírito Santo (a Trindade católica). E, porque eu sou uma católica devota e sujeita à palavra do Senhor Jesus, e O Santo Padre, eu nunca pensei em uma mulher como sendo um ser espiritual imortal – nem mesmo a Santa Mãe Maria. No entanto, quando Airl transmitiu esse pensamento, tornei-me vivamente consciente pela primeira vez que ela, pessoalmente, era um ser espiritual imortal, e assim somos todos nós!

Airl disse que “sentiu” que eu estava confusa sobre essa ideia. Ela disse que iria demonstrar-me que eu também sou um ser espiritual imortal. Ela disse: “FIQUE acima do seu corpo!” E imediatamente, eu percebi que eu estava “fora” do meu corpo, olhando para baixo desde o teto para a parte superior da cabeça do meu corpo!  Eu também fui capaz de ver o quarto em torno de mim, incluindo o corpo de Airl sentado na cadeira ao lado do meu próprio corpo. Depois de um momento, eu percebi a realidade simples, mas chocante, que “eu” não era APENAS um corpo.

Nesse momento um véu negro se levantou e, pela primeira vez na minha vida, e por um tempo muito longo tendo se passado, eu percebi que eu não sou “minha alma”, mas que “EU SOU EU” – um ser espiritual. Esta foi uma epifania inexplicável, mas que me preencheu de uma alegria e alívio que eu não me lembro de ter experimentado nunca antes. Quanto à parte “imortal”, eu não entendo o seu significado, como sempre fomos ensinados de que não somos imortais – um espírito, talvez – mas certamente não  imortal!  Depois de um momento – que Eu não tenho certeza de quanto tempo se passou – Airl me perguntou se eu tinha uma melhor compreensão da ideia. De repente, eu estava de volta dentro do meu corpo novamente, e eu disse em voz alta: “Sim! Agora Eu sei o que você quer dizer!”.

Eu estava tão surpresa com a experiência que eu tive que me levantar da minha cadeira e caminhar ao redor da sala por alguns minutos. Eu dei uma desculpa de que eu precisava beber um copo de água e ir ao banheiro, o que eu fiz. No banheiro olhei para o meu “eu FÍSICO” no espelho. Eu usei o banheiro, refiz o meu make-up, e ajeitei meu uniforme. Após 10 ou 15 minutos eu me senti mais “normal” novamente e voltei para a sala de entrevista.

matilda-odonnell-mac-elroy (1)

Matilda O’Donnell MacElroy

Depois que eu percebi que eu já não era mais apenas uma intérprete para Airl. Eu me senti como se eu fosse uma “alma gêmea”. Eu senti como se estivesse segura, em casa, com um amiga ou membro da família, o mais perto que qualquer outro ser de que eu já tive. Airl percebeu e compreendeu a minha confusão sobre o conceito de “imortalidade pessoal”. Ela começou sua primeira “lição” comigo, explicando isso para mim “.

(Transcrição oficial da continuação da entrevista) “Airl disse-me suas razões para vir para a Terra em sua espaçonave e para estar na área da Base do Exército ROSWELL Airfield, 509  Bomb Group. Ela foi enviada por seus oficiais superiores para investigar as explosões de armas nucleares que foram testadas no Novo México. Seus superiores ordenaram-lhe para reunir informações da atmosfera que poderiam ser usadas para determinar a extensão da radiação e dano potencial que poderia causar ao meio ambiente. Durante a sua missão, a sua nave espacial foi atingida por um relâmpago, que causou a perda do controle da mesma com o consequente acidente.

A sua nave espacial é operada pelos seres IS-BEs que usam “corpos de boneca”, da mesma forma que um ator usa uma máscara e um traje. Ele é unificado como uma ferramenta mecânica através da qual o ser IS-BE opera no nosso mundo físico. Ela, assim como todos os outros seres IS-BEs da classe dirigente e seus superiores, habitam esses “corpos boneca” quando estão em serviço no espaço. Quando não estão em serviço, eles “deixam” o corpo e operam, pensam, se comunicam, viajam, e existem sem o uso de um corpo FÍSICO.

Os órgãos são construídos de materiais sintéticos, incluindo um sistema nervoso elétrico muito sensível, ao qual cada ser IS-BE ajusta-se ou “sintoniza-se” a um comprimento de onda eletrônico 56 (nota de rodapé) que é compensado de forma única para o comprimento de onda ou a frequência emitida por cada IS-BE. Cada IS-BE é capaz de criar uma frequência de onda única, que os identifica, muito parecido com uma frequência de sinal de rádio. Isto serve, em parte, como identificação, como uma impressão digital. O corpo da boneca age como um receptor de rádio para o IS-BE. Não há duas frequências ou organismos de corpo de boneca exatamente iguais.

Os corpos de cada membro IS-BE da tripulação são igualmente sintonizados e conectados ao “sistema nervoso” construído na nave espacial. A nave espacial é construída da mesma forma que o corpo de boneca. Ele é ajustado especificamente para a frequência de cada membro IS-BE da tripulação. Portanto, a espaçonave pode ser operada pelos “pensamentos” ou energia emitida pelo IS-BE. É realmente um sistema de controle (SIMBIÓTICO) muito simples, direto. Assim, não há controles complicados ou equipamentos de navegação a bordo da nave espacial. As espaçonaves funcionam como uma extensão da mente do ser IS-BE que a controla.

ufo-crash

Quando o raio atingiu a nave espacial isso causou um curto-circuito e, consequentemente, “desconectou” o controle da mesma momentaneamente o que resultou no acidente e na queda. Airl era, e ainda é, um oficial, piloto e engenheiro em uma força expedicionária que é parte de uma ópera do espaço civilização que se refere a si mesmo como “The Domain – O Domínio”. Esta civilização controla um grande número de galáxias, estrelas, planetas, luas e asteróides durante uma vasta área de espaço que é de cerca de um quarto de todo o universo físico existente! A missão contínua de sua organização é “segurança, controle e expanção do território e dos recursos do Domínio”.

Airl apontou que as suas próprias atividades eram muito semelhantes em muitos aspectos com a dos exploradores europeus que “descobriram” e “reivindicaram” as terras do Novo Mundo para o Santo Padre, o Papa e para os reis da Espanha, Portugal e, mais tarde, Holanda, Inglaterra, França e assim por diante. A Europa se beneficiou da propriedade “adquirida” dos habitantes nativos. No entanto, os habitantes nativos nunca foram consultados ou foi pedida a sua permissão para se tornarem uma parte do “domínio” das nações europeias e os soldados e sacerdotes que eles enviaram para adquirir território e toda sua riqueza, a fim de promover os seus interesses.

Airl disse que ela leu em um livro de história que o rei espanhol lamentou o tratamento brutal dos habitantes nativos pelos seus soldados. Ele temia represálias dos deuses que adoravam, como descrito em diversos exemplares da Bíblia. Ele pediu ao Papa para preparar uma declaração chamada “”The Requirement – O requisito” que deveria ser lido a cada um dos habitantes nativos recém-encontrados. O rei esperava que a declaração, se fosse aceita ou rejeitada pelos nativos, iria absolver o Rei de toda a responsabilidade pelo abate resultante e pela escravização desses povos nativos. Ele usou esta declaração como justificativa para confiscar suas terras e posses por seus soldados e padres do Papa. Aparentemente, o Papa, pessoalmente, não tem nenhum sentimento de culpa ou responsabilidade no assunto.

fotos-tipos-extraterrestres-greys

Aparência de algumas das raças de seres aliens Greys que operam no planeta

Airl pensou que tais ações eram as de um covarde e que não é nenhuma surpresa que o território da Espanha foi diminuindo tão rapidamente. Apenas alguns anos depois o rei estava morto e seu império tinha sido conquistado por outras nações. Airl disse que este tipo de comportamento não ocorre no Domínio. Seus líderes assumem plena responsabilidade pelas ações do Domínio, e não denigrem a si mesmos desta forma. Além disso, não temem qualquer deus ou tem qualquer remorso por suas ações. Esta ideia reforça a minha sugestão anterior de que Airl e seu povo são, provavelmente, ateus. No caso da aquisição de terra pelo Domínio, os seus governantes optaram por não revelar abertamente esta intenção aos “nativos” da Terra até um momento mais à frente, quando se poderá, ou não, atender seus interesses para revelarem a si mesmos.

Para o presente momento (em 1947), não é estrategicamente necessário tornar a presença da Força Expedicionária do Domínio conhecida pela humanidade atual. Na verdade, até agora, sua existência tem sido muito agressivamente escondida, por razões que serão reveladas mais tarde. O Cinturão de Asteroides perto da Terra é uma pequena, mas importante localização para o Domínio nesta parte do espaço. Na verdade, alguns dos objetos do nosso sistema solar são muito valiosos para o uso como “estações espaciais” de baixa gravidade. Eles estão interessados principalmente nos satélites de baixa gravidade neste sistema solar, que consiste principalmente no lado da Lua oculto da Terra e do cinturão de asteroides, que são os restos da explosão de um planeta (MALDEK) que foi destruído há (251) milhões de anos atrás, e a um menor grau, Marte e Vênus.

Estruturas em formato de domos sintetizados a partir de gesso ou bases subterrâneas cobertas por telas de campo de força eletromagnética são facilmente construídos para abrigar as forças expedicionárias do Domínio. Quando uma área do espaço é adquirida pelo Domínio e se torna uma parte do território sob seu controle, ela é tratada como uma “propriedade” do Domínio. A estação espacial perto do planeta Terra só é importante porque ela estava em um caminho da rota de expansão do Domínio para o centro da Via Láctea e além. Claro, todo mundo no Domínio está ciente disso – exceto para os habitantes da Terra “.

Muito mais informações em:

  1. http://thoth3126.com.br/o-governo-oculto-secreto-nos-eua/
  2. http://thoth3126.com.br/grupo-bilderberg-misterios-e-controle-alienigena/
  3. http://thoth3126.com.br/o-governo-oculto-secreto-nos-eua-ii/
  4. http://thoth3126.com.br/category/serpo-zeta-reticuli/
  5. http://thoth3126.com.br/aliens-eles-estao-entre-nos/
  6. http://thoth3126.com.br/henry-deacon-01/
  7. http://thoth3126.com.br/resumo-do-quadro-geral-do-atual-momento-na-terra/
  8. http://thoth3126.com.br/o-maior-dos-segredos/
  9. http://thoth3126.com.br/henry-deacon-segredos-desvelados-3/
  10. http://thoth3126.com.br/area-51-janet-airlines-uma-misteriosa-companhia-aerea-do-governo-americano/
  11. http://thoth3126.com.br/majestic-12-area-51-aliens-j-rod-greys-ufos-por-dan-burisch-parte-1/
  12. http://thoth3126.com.br/entrevista-com-um-alienigena-introducao/
  13. http://thoth3126.com.br/entrevista-com-um-alienigena-capitulo-um/
  14. http://thoth3126.com.br/entrevista-com-um-alienigena-capitulo-dois/
  15. http://thoth3126.com.br/entrevista-com-um-alienigena-capitulo-tres/

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

One Response to Entrevista com um Alienígena – Capítulo Seis

  1. José Antônio Gonçalves

    É surpreendente as revelações desses relatos. Quanto mais se sabe sobre os seres do espaço, seus mundos e suas naturezas físicas, mentais e espirituais mais percebemos nosso absoluto desconhecimento do cosmo e dos seres que o habitam. Revelações simples e espontânea da Matilde, nas suas limitações, nos mostram fatos espirituais como dela perceber que é um espirito divino ligado à Presença EU SOU, e que os seres IS-BEs são seres guardiões espirituais do Universo, voltados para a preservação da ordem e da vida no Cosmo, portanto seres de natureza divina voltados para o bem.Usam a tecnologia para fazer contatos cosmos muitos seres do espaço com que interagem. Devido a natureza tão peculiar desse relatos eles passam mais credibilidade que as revelações dos cientistas que dão entrevistas sobre os acontecimentos nas áreas 51, Dulce e outras pois as informações não são completas por motivos do rigoroso controle sobre essas áreas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *