browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

EUA e Paquistão, a máscara começa a cair…

Posted by on 02/02/2015

guerratotalEUA apunhalam  pelas costas seu aliado (mais um) no Sul da Ásia, o Paquistão

Esta vindo à tona um grande escândalo nas relações entre o Paquistão e os EUA com graves consequências para a segurança da Índia e do Afeganistão.

Um emissário do “movimento terrorista” Estado Islâmico estava criando um destacamento desse grupo radical no Paquistão e recrutava mercenários para combater na Síria com o dinheiro sendo financiado e pago pelos EUA.

Edição e imagens:  Thoth3126@gmail.co

EUA manipulam situação no Oriente Médio e na Ásia usando “rebeldes muçulmanos” para criar o caos na região

Fonte: http://portuguese.ruvr.ru/

Essa confissão direta mas sincera foi feita por um certo Yusuf al-Salafi. Os serviços secretos paquistaneses detiveram esse sírio em Lahore.

Ele é suspeito de ter se infiltrado no Paquistão com o objetivo de criar uma célula de combatentes terroristas do Estado Islâmico. Ele também tinha dois outros cúmplices.

obama-siria-guerra

Quando ele foi interrogado sobre quem financiava a implantação dessa célula do EI no Paquistão, o suspeito respondeu que tudo era subsidiado pelos EUA. Os apoiantes do Estado Islâmico no Paquistão recrutam jovens por US$ 600 dólares para participarem em combates na Síria.

Quem ajuda a enganar os futuros “soldados da fortuna” é um dos imãs (“líder” religioso muçulmano) locais, informou o detido emissário do EI. O religioso prega sermões de caráter específico aos paroquianos de sua mesquita. Como é evidente, ele também não tem escrúpulos em receber dinheiro oferecido pelos EUA.

Os EUA deveriam ocultar de todas as formas possíveis que subsidiam financeiramente o EI no seu próprio interesse, informou Yusuf al-Salafi. Foi por isso que eles apoiaram financeiramente a ofensiva do (n.t. pseudo) movimento muçulmano no Iraque e não na Síria. Eles encobriam seu objetivo principal, que é usá-los (os pseudos “terroristas” do EI) para derrubar o regime de Bashar al Assad na Síria.

manipulação-ocidente

O perito do Instituto de Estudos Orientais da Academia de Ciências da Rússia Boris Dolgov considerou esse cenário como bastante provável, conhecendo a tática característica dos serviços secretos e de inteligência norte-americanos, que vem sendo usada à décadas:

“Essa é uma vertente da política dos EUA, que querem com as mãos e através dos muçulmanos atingir seus objetivos de política externa no Oriente Médio. Isso é completamente evidente. Os EUA financiaram Bin Laden, quando este combatia o regime pró-soviético no Afeganistão. Os EUA financiaram praticamente todos os grupos armados que combateram e combatem contra Bashar Assad na Síria. Isso inclui o EI, o qual proclamou agora um califado islâmico em partes dos territórios da Síria e do Iraque. O crescimento do radicalismo islâmico e da “atividade terrorista” na região, incluindo o Estado Islâmico, são uma consequência da política externa dos EUA.”

Depois da detenção do emissário do Estado Islâmico no Paquistão, aumentou a responsabilidade dos EUA pelo que está acontecendo na região. Isso inclui o atentado terrorista contra os alunos da escola para filhos de militares em Peshawar.

Nesse atentado na Escola Pública do Exército pelo menos 140 pessoas morreram, a maioria crianças e adolescentes, e 125 ficaram feridas no ataque à escola na cidade de Peshawar, no noroeste do Paquistão, informou a agência France-Presse com base em informações divulgadas pelo exército. Entre os mortos, 132 eram estudantes, na sua maioria filhos de militares paquistaneses. Nove funcionários também morreram. 

Peshawar-ataque-paquistao-20141217

Paquistaneses carregam corpo de um dos 132 estudantes mortos no atentado a uma escola em Peshawar, no Paquistâo

Entretanto, o cientista político Stanislav Tarasov chama a atenção para outro fato da política externa dos EUA na região:

“Os norte-americanos, enquanto preparavam a saída do Afeganistão de seu contingente militar, já conduziam há muito tempo negociações secretas com os Talibãs, incluindo os grupos radicais que se orientavam para o Estado Islâmico.

Numa determinada altura, o EI foi visto pelos EUA como uma arma, um cavalo de Tróia, (a ser utilizado) para atingir objetivos geopolíticos no Oriente Médio. Não se trata apenas da Síria e da derrubada do regime de Damasco (n.t. que também é de extremo interesse de ISRAEL). Tudo indica que os talibãs estavam preparando, sob a bandeira do EI, um golpe de Estado em Islamabad.

Nesse contexto, um pormenor curioso foi divulgado pelo jornal indiano Hindustan Times. Afinal, o movimento Estado Islâmico anunciou a criação do Khorasan como o objetivo principal dos talibãs paquistaneses. Esse era o nome de uma região que no passado englobava o Afeganistão, o Paquistão e parte da Índia.

manipulação-da-ilusão

O porta-voz do Estado Islâmico, Abu Muhammad al-Adnani, anunciou na Internet, em um vídeo, sobre o aumento da abrangência territorial do califado ao Khorasan, e a nomeação do antigo líder do partido Tehrik-i-Taliban Pakistan (TTP), Hafiz Saeed Khan como governador dessa região.

{n.T. O principal objetivo buscado na criação do caos no Paquistão poderia ser a derrubada do governo pelos “terroristas islâmicos” e a implementação de uma ditadura composta de marionetes controlados pelo ocidente (a elite que quer a criação de uma NWO-Nova Ordem Mundial) e desta forma, também assumir o CONTROLE DO ARSENAL NUCLEAR DO PAÍS, e utilizá-lo em “atentados” de acordo com a implantação dessa agenda para a criação de um governo global. Este ano de 2015 será de muita agitação, TAMBÉM naquela região. Uma das razões para a desestabilização do Paquistão pode residir no acordo militar estratégico assinado por este país com a China.}

Para saber mais sobre EURÁSIA E NWO-Nova Ordem Mundial ver em:

  1. http://thoth3126.com.br/nova-ordem-mundial-a-missao-anglo-saxonica-parte-1/
  2. http://thoth3126.com.br/nova-ordem-mundial-a-missao-anglo-saxonica-parte-2/
  3. http://thoth3126.com.br/nova-ordem-mundial-a-missao-anglo-saxonica-parte-3/
  4. http://thoth3126.com.br/nova-ordem-mundial-a-missao-anglo-saxonica-parte-4-final/
  5. http://thoth3126.com.br/china-abre-caminho-para-o-oriente-medio-e-europa/
  6. http://thoth3126.com.br/china-se-prepara-militarmente/

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

thoth-escribawww.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *