browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Forte Terremoto de 6,6º na China

Posted by on 22/07/2013

Forte terremoto atinge a região central da China

Abalo aconteceu na manhã de segunda-feira (dia 22) perto da cidade de Tianshui.

O epicentro foi perto da superfície, o que pode causar mais e maiores estragos. O terremoto também foi sentido nas cidades vizinhas de Dingxi, Longnan, Tianshui, bem como a capital provincial de Lanzhou. Xi’an City, capital da vizinha província de Shaanxi também foi relatado ter sentido o tremor.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Terremoto de 6,6 graus na escala Richter atinge noroeste da China. Um forte terremoto atingiu a região central da China na manhã de segunda-feira (22). A informação foi divulgada pela United States Geological Survey, serviço geológico do governo dos Estados Unidos .

Atualizado em 22/07/13, à 08:15 horas.

Fontehttp://www.xinhuanet.com/english/

GANZHOU, 22 de julho (Xinhua) – Um terremoto de 6,6º graus na escala Richter sacudiu a região na junção de dois municípios do noroeste da China, na província de Gansu na segunda-feira de manhã.

O terremoto ocorreu às 07h45 no encontro de duas comunidades, Minxian County e Zhangxian County, de acordo com o China Earthquake Center Networks.

As pessoas residentes em Minxian County disseram que o forte tremor foi sentido e viram agitação perceptível de árvores e casas sacudindo, acrescentando que o tremor durou cerca de um minuto. Enquanto isso, o terremoto também foi sentido nas cidades vizinhas de Dingxi, Longnan, Tianshui, bem como a capital provincial de Ganzhou.

Xi’an City, capital da vizinha província de Shaanxi também foi relatado ter sentido o tremor. Ainda são desconhecidos se houve feridos e quais os danos materiais. Repórteres da agência  Xinhua estão se deslocando para a área atingida pelo terremoto em busca de mais informações.

O epicentro do terremoto, com uma profundidade de 20 km, foi monitorado em 34,5 graus de latitude norte e 104,2 graus de longitude leste, disse o centro.

Subiu para 73 o número de mortos, após um terremoto de magnitude 5,9 sacudir a província de Gansu, na China, segundo novo balanço divulgado pela a agência oficial Xinhua.  O número de feridos não foi alterado e permanece em cerca de 300. Mais de 21 mil imóveis foram afetados, e pelo menos 1.200 desabaram totalmente.

O terremoto aconteceu às 7h45 (horário local, 20h45 de domingo, 21, em Brasília) entre os condados de Minxian e Zhangxian, segundo dados do centro de controle sismológico de Gansu. De acordo com autoridades locais, a maioria dos municípios da província foi afetada pelo tremor e não se descarta que o número de mortos possa aumentar nas próximas horas.

O terremoto foi sentido também em Lanzhou e até na cidade de Xian, capital da província de Shaanxi. Somente uma hora e meia depois, às 9h12 (22h12 de Brasília), a mesma região sofreu uma réplica de magnitude 5,6.

A Administração Sismológica da China já iniciou um plano de resposta de emergência frente ao terremoto e enviou equipes de socorro para a área afetada. Soldados do Exército de Libertação Popular, policiais e mais de 300 voluntários da província foram enviados para ajudar com os trabalhos de resgate.

Além disso, o observatório local de meteorologia acionou o alerta vermelho devido às fortes chuvas que eram esperadas para a zona nos próximos dias, algo que aumentará as dificuldades dos trabalhos de socorro.  As autoridades recomendaram à população evitar ficar perto de montanhas por causa de possíveis deslizamentos de terra ou futuras réplicas do terremoto.

Alguns dos serviços ferroviários que ligam as províncias de Gansu e Shaanxi foram suspensos, enquanto algumas conexões telefônicas não podem ser feitas devido aos cortes de energia elétrica que afetam as comarcas próximas ao epicentro do tremor.  O oeste da China é uma região com frequente atividade sísmica. Em abril de 2010, um terremoto de magnitude 6,9 na província ocidental de Qinghai (planalto tibetano) causou a morte de quase 2.700 pessoas.

A província de Gansu, uma região montanhosa com grandes zonas desérticas, é uma das menos povoadas da China, embora Dingxi abrigue 2,7 milhões de habitantes concentrados em fazendas e povoados.

Permitida a reprodução desde que respeite a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *