browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Forte terremoto de 6,8º atinge o Chile em 30/01/13

Posted by on 31/01/2013

Forte terremoto atinge região central do Chile

Um forte abalo sísmico de 6,8º na escala Richter sacudiu a região central do Chile, no Deserto de Atacama, nesta quarta-feira dia 30 de janeiro, segundo o USGS, Serviço de Vigilância Geológica dos EUA (USGS-United States Geological Survey) às 18:15 horas de Brasilia.

Não há notícias sobre os danos materiais e se houve vítimas e ou feridos pelo forte abalo, assim como não houve alerta de Tsunami, segundo o Serviço Geológico do Chile.

Thoth3126@gmail.com

Fontes: http://www.iris.edu/sm2/ e

http://g1.globo.com/mundo/noticia/2013/01/forte-terremoto-atinge-o-chile30012013.html

O tremor de magnitude 6,8º, segundo o USGS dos EUA ocorreu às 17h15 locais na região central do país. Não houve informação imediata de vítimas ou danos, nem alerta de tsunami.

Um forte terremoto de magnitude 6,8º atingiu o deserto do Atacama, na região central do Chile, nesta quarta-feira (30), segundo o Serviço Geológico dos EUA.

O tremor ocorreu às 17h15 locais, 18h15 do horário brasileiro de verão, a uma profundidade de 47 quilômetros.

O abalo foi a 54 quilômetros a norte de Vallenar e a 596 quilômetros da capital, Santiago. Não havia informação imediata sobre vítimas ou danos, segundo o escritório de assuntos de emergência.

Data: 30-JAN-2013 Hora: 20:15:43 Lat.-28.17 Long.-70.80  6,8     Prof. 47 km CENTRAL CHILE

O Serviço Sismológico da Universidade do Chile afirmou que houve problemas nos serviços de comunicação e no fornecimento de energia elétrica nas cidades da região. A Marinha do Chile disse que não havia condições para formação de tsunami.

Atualização da Agência EFE-Espanha às 02:25 de 31/01/2013:

Um total de seis novos tremores entre 3,5 e 4,7 graus na escala Richter foram registrados no norte e no centro do Chile após o terremoto de 6,8 graus de magnitude que ocorreu nesta quarta-feira nas regiões do Atacama, Coquimbo e Valparaíso.

A polícia informou que uma mulher de 50 anos morreu em Copiapó vítima de um ataque cardíaco após o primeiro tremor, registrado às 17h16 local (18h16 de Brasília).

Esta cidade, a 804 quilômetros ao norte de Santiago, foi uma das mais afetadas pelo primeiro tremor, que os especialistas consideraram “com características de terremoto”, já que vários edifícios sofreram danos em suas estruturas. A polícia disse que muitas pessoas foram atendidas nos hospitais com quadro de hipertensão e pânico. O tremor inicial foi considerado longo pelos jornalistas de rádios locais.

Em Vallenar, muita gente correu até lugares abertos, enquanto dezenas de turistas que se encontravam na praia abandonaram rapidamente a região por temor de um tsunami. Nas imediações de Vallenar, edifícios sofreram rachaduras e prateleiras de supermecados desabaram.

Segundo o Instituto de Geofísica da Universidade do Chile, três dos novos tremores tiveram seu epicentro na cidade de Huasco, a mesma do sismo de 6,8 graus. Os outros tremores tiveram seu epicentro em Quillota, em Vicuña e em Vallenar. O Departamento Nacional de Emergência (Onemi) informou que o terremoto inicial atingiu 27 cidades no Chile, com intensidade entre dois e seis graus na escala Mercalli, que vai do um ao doze.

Permitida a reprodução desde que respeite a formatação e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *