browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Grupo Bilderberg se reune na Dinamarca

Posted by on 05/06/2014

bilderberg

REUNIÃO do Grupo BILDERBERG, na Dinamarca preocupações e conversas sobre ARMAS NUCLEARES, o recrudescimento da direita e do nacionalismo na Europa e o escândalo da espionagem da NSA nos EUA.

A agenda oficialmente liberada sobre a reunião dos seletos integrantes do Grupo Bilderberg em Gopenhagem, na Dinamarca, não é verdade, afirma o  apresentador da RT, Daniel Estulin, um observador e pesquisador de longa data do grupo de integrantes do “governo secreto do mundo”. 

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@gmail.com

REUNIÃO do Grupo BILDERBERG, na Dinamarca preocupações e conversas sobre ARMAS NUCLEARES, o recrudescimento da direita e do nacionalismo na Europa e o escândalo da espionagem da NSA nos EUA.

Dia 01 de Junho de 2014 – Copenhagem, Dinamarca

Fontehttp://rt.com

Ele nos disse que obteve a verdadeira agenda para o encontro deste ano do grupo em Copenhague.

Uma fonte participante do encontro vazou a lista dos principais pontos de discussão para a conferência do Grupo Bilderberg em curso para o jornalista de investigação na semana passada, disse ele. A lista tem nove itens, dos quais sete ele compartilhou:

bilderberg-meeting-2014-Dinamarca-hotel

Hotel Marriott Copenhagen, local do encontro do Grupo Bilderberg de Junho de 2014..(Photo from marriott.com)

1. A Diplomacia nuclear e o acordo com o Irã atualmente em construção.

O Grupo Bilderberg tem sido cauteloso sobre uma possível aliança entre a Rússia, a China e o Irã. Um acordo que elevasse a pressão ocidental sobre a República Islâmica por causa de seu programa nuclear poderia incentivar essa possibilidade.

2. O recente acordo de 30 anos de fornecimento de energia (gás e petróleo) entre a Rússia e a China.

O acordo foi fechado após uma grave crise política na Ucrânia, o que ameaça a oferta da Rússia de gás natural para todas as nações europeias. Moscou diversificou seu comércio de gás, selando um contrato de longo prazo com Pequim. 

Potencialmente, a China pode substituir a UE como o principal parceiro comercial de energia para a Rússia, uma situação que reforça a posição de Moscou na Ucrânia, minando os esforços de Washington para isolar a Rússia e alavancagem de Kiev por meio do controle do trânsito de gasodutos russos pelo seu território .

bilderberg-meeting-2014-beatrix

Princesa (da nobreza NEGRA europeia) Beatriz, dos países baixos, tenta um sorriso para as câmeras mas só consegue fazer uma careta, dar um “esgar”. 

3. Resurgimento do nacionalismo nos países da Europa e ascenção da extrema direita na França.

A agenda da reunião foi formada antes das últimas eleições europeias para seu Parlamento, que lançam uma nova luz sobre a tendência do povo europeu. Partidos eurocépticos populistas e a direita na França estão ganhando os corações dos europeus a partir do Reino Unido, a Grécia e a Hungria, o que representa um revés para a unidade da Europa. Uma Europa governada pelo nacionalismo a nível nacional e dividida ficaria relutante em tornar a globalização como um fato a ser conquistado.

 Protestos foram feitos à entrada do Hotel onde esta sendo efetuada a reunião:

4. Regulamentos de privacidade na internet da UE.

A exposição da escala de vigilância eletrônica por parte da NSA-Agência de Segurança Nacional dos EUA e seus aliados feita por Edward Snowden provocou um protesto mundial muito maior de pessoas em busca de seu direito de privacidade. Os políticos europeus não podem ignorar as chamadas para proteger a comunicação das pessoas contra espionagem, o que potencialmente torna a coleta de dados mais difícil. Pelo menos não imediatamente, como indicado pelo dimensionamento aparentemente baixo da investigação feita pela Alemanha à alegada vigilância da NSA.

5. Guerra cibernética e seu efeito potencial sobre as liberdades da internet.

O potencial destrutivo dos ataques cibernéticos está crescendo muito rapidamente, assim como a dependência do uso da internet em todos os aspectos da vida. Mas a ameaça de ataques de hackers patrocinados por Estados é o que alguns governos podem utilizar como pretexto para reprimir e interceptar a internet, o que prejudica o seu papel como um meio para o bem da segurança global.

bilderberg-meeting-2014-Evan Greenberg (Diretor, Coca-Cola)

Chegada de Evan Greenberg (Diretor, Coca-Cola) banco de trás.

6. Da Ucrânia para a Síria, a política externa do governo de Barack Obama.

Os críticos do presidente dos EUA culpam-no por trair a liderança dos EUA  no exterior, citando falhas para defender os interesses norte americanos na Síria e, ultimamente, na Ucrânia. A doutrina recém anunciada de Obama apela na redução para o uso e da confiança na força militar, apelando para o uso da diplomacia e da ação coletiva em seu lugar. Membros do Grupo Bilderberg vão descutir se esta política está condenada.

7. As Mudanças climáticas.

Este é um tema regular para muitas discussões de alto nível, não só da conferência do Grupo Bilderberg na Dinamarca. Pessoas suspeitas como participantes das elites clamam que as mudanças climáticas são um eufemismo para a desindustrialização artificial de algumas nações, com o objetivo de manter a economia mundial sob o controle das grandes corporações transnacionais (controladas pela própria elite) e à custa dos potenciais pólos de crescimento econômicos de países em desenvolvimento.

O Grupo Bilderberg é um clube já com seis décadas de idade (fundado em 1954) com a participação de algumas das pessoas mais influentes do mundo, políticos, funcionários de órgãos multilaterais, como a ONU, FMI, Bco Mundial, ricos empresários, acadêmicos e, claro, a realeza (n.t. NEGRA) europeia, se reunindo regularmente todos os anos para discutir questões políticas globais. 

Os críticos acusam-nos de agir como um governo não eleito das sombras, pretensos (reais) governantes do mundo, que tomam decisões que afetam bilhões de pessoas por trás de portas fechadas, com pouca atenção para as necessidades ou desejos da população em geral. 

Em uma aparente tentativa de dissipar essas acusações, desta vez o Grupo Bilderberg tornou pública a sua agenda oficial. Entre os 12 temas para a conferência deste ano estão “a nova arquitetura do Oriente Médio”, a “Ucrânia” e “O futuro da democracia e da classe média presa em uma armadilha”.

Um grande aparato de segurança cerca o local da reunião da elite que controla o planeta:

Em uma aparente tentativa de dissipar essas acusações, desta vez Bilderberg fez a sua agenda oficial público. Entre os 12 temas para a conferência deste ano foram “a nova arquitetura do Oriente Médio”, “Ucrânia” e “O futuro da democracia e da armadilha classe média”.

Países com delegados enviados para a reunião de 2014 na Dinamarca:

Áustria, Grécia, Bélgica, Hungria, Canada, Suíça, Irlanda, China, Holanda, Alemanha, Dinamarca Noruega, Espanha, Portugal, FinlândiaTurquia, Suécia, ItáliaFrança, Grã-Bretanha e os Estados Unidos.

Convidados participantes por país: 

AUSTRIA

  1. Bronner, Oscar – Publisher, Der STANDARD Verlagsgesellschaft m.b.H.
  2. Rudolf Scholten – CEO, Oesterreichische Kontrollbank AG 

BELGIUM

  1. Etienne Davignon – Minister of State
  2. Thomas Leysen – Chairman of the Board of Directors, KBC Group 

CANADA

  1. W. Edmund Clark – Group President and CEO, TD Bank Group
  2. Brian Ferguson – President and CEO, Cenovus Energy Inc.
  3. Heather Munroe-Blum – Professor of Medicine and Principal (President) Emerita, McGill University
  4. Jason T. Kenney – Minister of Employment and Social Development
  5. Stephen S. Poloz – Governor, Bank of Canada
  6. Heather M. Reisman – Chair and CEO, Indigo Books & Music Inc.  

CHINA

  1. CHN Huang, Yiping Professor of Economics, National School of Development, Peking University
  2. CHN Liu, He Minister, Office of the Central Leading Group on Financial and Economic Affairs 

DENMARK

  1. Flemming Besenbacher Chairman, The Carlsberg Group
  2. Søren-Peter Olesen – Professor; Member of the Board of Directors, The Carlsberg Foundation
  3. Henrik Topsøe – Chairman, Haldor Topsøe A/S
  4. Steffen Kragh – President and CEO, Egmont
  5. Jørgen Huno Rasmussen –  Chairman of the Board of Trustees, The Lundbeck Foundation
  6. Ulrik Federspiel – Executive Vice President, Haldor Topsøe A/S  

FINLAND

  1. Matti Alahuhta – Member of the Board, KONE; Chairman, Aalto University Foundation
  2. Matti Apunen – Director, Finnish Business and Policy Forum EVA
  3. Henrik Ehrnrooth – Chairman, Caverion Corporation, Otava and Pöyry PLC
  4. Jorma Ollila – Chairman, Royal Dutch Shell, plc; Chairman, Outokumpu Plc
  5. Risto K. Siilasmaa – Chairman of the Board of Directors and Interim CEO, Nokia Corporation
  6. Kari Stadigh – President and CEO, Sampo plc
  7. Björn Wahlroos – Chairman, Sampo plc 

FRANCE

  1. Castries, Henri de Chairman and CEO, AXA Group
  2. François Baroin – Member of Parliament (UMP); Mayor of Troyes
  3. Nicolas Baverez – Partner, Gibson, Dunn & Crutcher LLP
  4. Pierre-André de Chalendar – Chairman and CEO, Saint-Gobain
  5. Fleur Pellerin – State Secretary for Foreign Trade
  6. Natalie Nougayrède – Director and Executive Editor, Le Monde
  7. Emmanuel Macron -Deputy Secretary General of the Presidency  

GERMANY

  1. Paul M. Achleitner – Chairman of the Supervisory Board, Deutsche Bank AG
  2. Josef Ackermann – Former CEO, Deutsche Bank AG
  3. Jörg Asmussen – State Secretary of Labour and Social Affairs
  4. Mathias Döpfner – CEO, Axel Springer SE
  5. Thomas Enders CEO, Airbus Group
  6. Norbert Röttgen – Chairman, Foreign Affairs Committee, German Bundestag

GREECE

  1. George Zanias – Chairman of the Board, National Bank of Greece
  2. Alexandra Mitsotaki – Chair, ActionAid Hellas
  3. Loukas Tsoukalis – President, Hellenic Foundation for European and Foreign Policy  

HUNGARY

  1. Gordon Bajnai –  Former Prime Minister; Party Leader, Together 2014 

ITALY

  1. Franco Bernabè – Chairman, FB Group SRL
  2. John Elkann – Chairman, Fiat S.p.A.
  3. Mario Monti – Senator-for-life; President, Bocconi University
  4. Monica Maggioni – Editor-in-Chief, Rainews24, RAI TV  

INTERNATIONAL ORGANIZATIONS MEMBERS

  1. Philip M. Breedlove – Supreme Allied Commander Europe
  2. Benoît Coeuré – Member of the Executive Board, European Central Bank
  3. Christine Lagarde – Managing Director, International Monetary Fund
  4. Anders Fogh Rasmussen – Secretary General, NATO
  5. Ahmet Üzümcü – Director-General, Organisation for the Prohibition of Chemical Weapons
  6. Viviane Reding – Vice President and Commissioner for Justice, Fundamental Rights and Citizenship, European Commission  

IRELAND

  1. Simon Coveney – Minister for Agriculture, Food and the Marine
  2. Peter D. Sutherland – Chairman, Goldman Sachs International; UN Special Representative for Migration

NETHERLANDS

  1. Victor Halberstadt Professor of Economics, Leiden University
  2. Ben van Beurden –  CEO, Royal Dutch Shell plc
  3. Paul J. Scheffer – Author; Professor of European Studies, Tilburg University
  4. Edith Schippers – Minister of Health, Welfare and Sport
  5. Gerrit Zalm – Chairman of the Managing Board, ABN-AMRO Bank N.V.
  6. H.R.H. Princess Beatrix of the Netherlands  

NORWAY

  1. Svein Richard Brandtzæg – President and CEO, Norsk Hydro ASA
  2. Leif O. Høegh – Chairman, Höegh Autoliners AS
  3. Westye Høegh – Senior Advisor, Höegh Autoliners AS
  4. Eivind Reiten – Chairman, Klaveness Marine Holding AS
  5. Christian Rynning-Tønnesen – President and CEO, Statkraft AS
  6. Jens Ulltveit-Moe – Founder and CEO, Umoe AS  

PORTUGAL

  1. Francisco Pinto Balsemão – Chairman, Impresa SGPS
  2. Paulo Macedo – Minister of Health
  3. Inês de Medeiros – Member of Parliament, Socialist Party  

SPAIN

  1. García-Margallo, José Manuel Minister of Foreign Affairs and Cooperation
  2. Juan María Nin Génova – Deputy Chairman and CEO, CaixaBank
  3. H.M. the Queen of Spain
  4. Juan Luis Cebrián – Executive Chairman, Grupo PRISA 

SWEDEN

  1. Carl Bildt – Minister for Foreign Affairs
  2. Buskhe, Håkan President and CEO, Saab AB
  3. Wallenberg, Jacob Chairman, Investor AB
  4. Wallenberg, Marcus Chairman of the Board of Directors, Skandinaviska Enskilda Banken AB
  5. Lifvendahl, Tove Political Editor in Chief, Svenska Dagbladet
  6. Svanberg, Carl-Henric Chairman, Volvo AB and BP plc  

SWITZERLAND

  1. Kudelski, André Chairman and CEO, Kudelski Group
  2. Vasella, Daniel L. Honorary Chairman, Novartis International 

TURKEY

  1. Göle, Nilüfer Professor of Sociology, École des Hautes Études en Sciences Sociales
  2. Koç, Mustafa Chairman, Koç Holding A.S.
  3. Çandar, Cengiz Senior Columnist, Al Monitor and Radikal
  4. Oran, Umut Deputy Chairman, Republican People’s Party (CHP)
  5. Taftalı, A. Ümit Member of the Board, Suna and Inan Kiraç Foundation  

Bilderberg-imagem

UNITED KINGDOM

  1. Marcus Agius – Non-Executive Chairman, PA Consulting Group
  2. Helen Alexander – Chairman, UBM plc
  3. Edward M. Balls – Shadow Chancellor of the Exchequer
  4. Cowper-Coles, Sherard Senior Adviser to the Group Chairman and Group CEO, HSBC Holdings plc
  5. Dudley, Robert Group Chief Executive, BP plc
  6. Mandelson, Peter Chairman, Global Counsel LLP
  7. Micklethwait, John Editor-in-Chief, The Economist
  8. Kerr, John Deputy Chairman, Scottish Power
  9. Greening, Justine Secretary of State for International Development
  10. Flint, Douglas J. Group Chairman, HSBC Holdings plcNLD Samsom, Diederik M. Parliamentary Leader PvdA (Labour Party)
  11. Sawers, John Chief, Secret Intelligence Service
  12. Osborne, George Chancellor of the Exchequer
  13. Wolf, Martin H. Chief Economics Commentator, The Financial Times  

UNITED STATES OF AMERICA

  1. Keith B. Alexander – Former Commander, U.S. Cyber Command; Former Director, National Security Agency
  2. Roger C. Altman – Executive Chairman, Evercore
  3. Nicolas Berggruen – Chairman, Berggruen Institute on Governance
  4. Robert B. Zoellick – Chairman, Board of International Advisors, The Goldman Sachs Group
  5. Li, Cheng Director, John L.Thornton China Center,The Brookings Institution
  6. Greenberg, Evan G. Chairman and CEO, ACE Group
  7. Feldstein, Martin S. Professor of Economics, Harvard University; President Emeritus, NBER
  8. Jackson, Shirley Ann President, Rensselaer Polytechnic Institute
  9. Jacobs, Kenneth M. Chairman and CEO, Lazard
  10. Johnson, James A. Chairman, Johnson Capital Partners
  11. Karp, Alex CEO, Palantir Technologies
  12. Katz, Bruce J. Vice President and Co-Director, Metropolitan Policy Program, The Brookings Institution
  13. Kravis, Henry R. Co-Chairman and Co-CEO, Kohlberg Kravis Roberts & Co.
  14. Kravis, Marie-Josée Senior Fellow and Vice Chair, Hudson Institute
  15. Schmidt, Eric E. Executive Chairman, Google Inc.
  16. Shih, Clara CEO and Founder, Hearsay Social
  17. Kissinger, Henry A. Chairman, Kissinger Associates, Inc.
  18. Kleinfeld, Klaus Chairman and CEO, Alcoa
  19. Donilon, Thomas E. Senior Partner, O’Melveny and Myers; Former U.S. National Security Advisor
  20. Gfoeller, Michael Independent Consultant
  21. Rubin, Robert E. Co-Chair, Council on Foreign Relations; Former Secretary of the Treasury
  22. Rumer, Eugene Senior Associate and Director, Russia and Eurasia Program, Carnegie Endowment for International Peace
  23. McAfee, Andrew Principal Research Scientist, Massachusetts Institute of Technology
  24. Mundie, Craig J. Senior Advisor to the CEO, Microsoft Corporation
  25. Murray, Charles A. W.H. Brady Scholar, American Enterprise Institute for Public Policy Research
  26. Hockfield, Susan President Emerita, Massachusetts Institute of Technology
  27. Hoffman, Reid Co-Founder and Executive Chairman, LinkedIn
  28. Perle, Richard N. Resident Fellow, American Enterprise Institute
  29. Petraeus, David H. Chairman, KKR Global Institute
  30. Reed, Kasim Mayor of Atlanta
  31. Thiel, Peter A. President, Thiel Capital
  32. Summers, Lawrence H. Charles W. Eliot University Professor, Harvard University
  33. Spence, A. Michael Professor of Economics, New York University
  34. Warsh, Kevin M. Distinguished Visiting Fellow and Lecturer, Stanford University
  35. Wolfensohn, James D. Chairman and CEO, Wolfensohn and Company 

Mais informações:

  1. http://thoth3126.com.br/grupo-bilderberg-fatos-que-voce-nunca-soube-a-respeito-desse-grupo/
  2. http://thoth3126.com.br/grupo-bilderberg-entrevista-com-banqueiro-suico/
  3. http://thoth3126.com.br/elite-dona-de-us-30-trilhoes-discute-o-capitalismo-em-londres/
  4. http://thoth3126.com.br/banqueiros-gangsters-muito-grandes-para-serem-presos/
  5. http://thoth3126.com.br/confissoes-de-um-assassino-economico/
  6. http://thoth3126.com.br/hsbc-bancolavanderia-do-dinheiro-das-drogas/
  7. http://thoth3126.com.br/a-verdade-sobre-os-grandes-bancos-ocidentais/
  8. http://thoth3126.com.br/obsceno-85-pessoas-mais-ricas-possuem-mais-bens-do-que-metade-da-populacao-mundial/
  9. http://thoth3126.com.br/o-vaticano-e-o-seu-imperio-secreto-em-propriedades-imobiliarias/

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e a citação das fontes.

thoth-escribawww.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *