browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Guerras dos EUA (Illuminati) já custaram US$ 4 trilhões desde 2001.

Posted by on 26/08/2016

TioSam-Gov.Control Então não é que os loucos tomaram conta do hospício (a civilização), o fato é que o lugar maldito foi projetado e construído por eles”.  Anônimo

Quando o presidente norte americano, Barack Hussein Obama, justificou a saída antecipada do Afeganistão pelo alto custo da guerra, o valor citado era de US$ 1 trilhão para todas as guerras americanas atuais…

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

GUERRAS dos EUA já custaram cerca de US$ 4 TRILHÕES desde 2001, diz estudo.

Fonte: http://costsofwar.org/

… A estimativa não inclui os US$ 1 trilhão gastos em pagamento dos juros da dívida bélica. Atuais guerras dos EUA causaram entre 224 a 258 mil mortes diretas.  Essa Cifra deve continuar aumentando, porque não leva em conta pensões vitalícias para veteranos feridos, por exemplo.

(Adivinhe quem ”GANHOU, LUCROU com ESSES JUROS sobre o capital gasto nessas guerras?)

Mesmo sendo um valor impressionante, esse número subestima os gastos para o Tesouro dos EUA com as batalhas no Iraque, Afeganistão, Paquistão, e a Líbia (e agora a SÍRIA e em breve o IRÃ), e não conta os gastos futuros, informa um estudo do Instituto Watson, da Universidade Brown, divulgado no ano passado.

O saldo final, segundo a pesquisa (que está disponível no site “Costs of War-Custos da Guerra”‘ http://costsofwar.org/,em inglês), é de US$ 3,7 trilhões, podendo chegar a US$ 4,4 trilhões.

Mas a cifra vai continuar aumentando, pois se precisa levar em conta custos muitas vezes ignorados, como as pensões vitalícias para veteranos feridos e os gastos estimados para o período de 2012 a 2020.

Uma mulher iraquiana beija o corpo de um sobrinho morto juntamente com toda a sua família (Pai, Mãe e irmãos) em uma explosão na cidade de Najaf a 160 km de Bagdá.

Essa estimativa não inclui pelo menos outro US$ 1 trilhão gastos em juros da dívida bélica, e bilhões de dólares em gastos impossíveis de se contabilizar, segundo o estudo.

Nos dez anos transcorridos desde que os soldados norte-americanos desembarcaram no Afeganistão para perseguir os líderes da rede al-Qaeda “responsáveis” (n.t. uma grande ficção) pelos atentados de 11 de setembro de 2001, os gastos nos conflitos totalizaram uma soma de US$ 2,3 a 2,7 trilhões.

Tammy O’Brien beija o caixão do filho, o fuzileiro Nicholas O’Brien, morto após uma explosão no sul do Afeganistão (Foto: Alex Brandon/AP)

Em termos humanos, as atuais guerras dos EUA causaram entre 224 a 258 mil mortes diretas, o que inclui (pasmem) 125.000 civis (mulheres e crianças) no Iraque. Muitas outras pessoas morreram em consequência indireta dos conflitos – por exemplo, por desnutrição e falta de acesso a atendimento médico e água potável (e pela contaminação radioativa das bombas e munição feitas com URÂNIO empobrecido).

Outras 365 mil pessoas ficaram feridas, e 7,8 milhões de pessoas precisaram deixar suas casas. A pesquisa reuniu mais de 20 acadêmicos para tentar destrinchar informações que nem sempre aparecem de forma consistente ou transparente nos relatos oficiais do governo norte americano.

O relatório salienta o ônus que os conflitos continuarão impondo ao orçamento federal dos EUA, que já se encaminha para uma situação insustentável (entre muitos outros fatores) devido ao envelhecimento da população norte-americana e à disparada nos custos da saúde.

‘Espero que, ao olharmos para trás quando isto acabar, algo muito bom (????) tenha resultado, disse o senador republicano Bob Corker à agência de notícias Reuters em Washington. O texto também questiona o que os EUA ganharam (???) com esse trilionário “investimento” bélico (genocida e assassino).

A liberdade de uma democracia não é segura se o povo tolerar o crescimento de poder privado ao ponto dele tornar-se mais forte que o próprio Estado democrático. Isto, em essência, é fascismo – o apossamento do governo por uma pessoa, por um grupo, ou qualquer poder privado de controle. Franklin Delano Roosevelt.

Saiba mais sobre os EUA, sobre terrorismo e outras tragédias em:

  1. http://thoth3126.com.br/a-guerra-ao-terrorismo-dos-eua-e-uma-farsa/
  2. http://thoth3126.com.br/a-farsa-sobre-a-al-qaeda/
  3. http://thoth3126.com.br/osama-b-ladentim-osman-um-agente-treinado-pela-e-da-cia/
  4. http://thoth3126.com.br/os-eua-hoje-e-o-eixo-do-mal/
  5. http://thoth3126.com.br/bin-laden-foi-hospitalizado-em-dubai-em-2001-em-hospital-dos-eua/
  6. http://thoth3126.com.br/osama-bin-laden-em-uma-entrevista-esclarecedora/
  7. http://thoth3126.com.br/a-morte-de-osama-bin-laden/
  8. http://thoth3126.com.br/dezembro-de-2001-funeral-de-osama-bin-laden/
  9. http://thoth3126.com.br/a-familia-bush-eua-e-o-nazismo/
  10. http://thoth3126.com.br/a-farsa-da-morte-de-bin-laden-em-01052011/

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e a citação das fontes.

Thoth-flordavidawww.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *