browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

ISON: o cometa da aurora de um novo dia

Posted by on 21/11/2013

Cometa ISON, ainda pode se transformar no cometa doculo:

Muitos observadores do céu noturno que estão rastreando o Cometa ISON não querem colocar todas as suas esperanças sobre o recente aumento de brilho do possível “cometa do século.”

O cometa parecia estar se debatendo, se iluminando a um ritmo lento e decepcionante quando recentemente, em 12 de novembro, nesse dia – com base em um consenso de observações feitas por astrônomos amadores em todo o mundo – O Cometa ISON estava brilhando com magnitude 7,9, mas ainda mais de 3,5 vezes mais fraco do que a estrela mais fraca visível a olho nu, sem ajuda óptica…

Tradução, edição e imagensThoth3126@gmail.com

O Cometa ISON, ainda pode se transformar no cometa do século

http://spaceweather.com/ e http://www.space.com/ (NASA)

… Então, de repente e inesperadamente, o cometa se iluminou, e muito. A partir das 19:00 EST (22:00 horário de Brasilia), em 14 de novembro, a explosão do cometa começou, e seu brilho rapidamente saltou para magnitude 5,9. No dia seguinte, tinha aumentado para magnitude 5,1 (quanto menor  magnitude maior o brilho) – um aumento de mais de 13 vezes no brilho, em menos de três dias.

COMETA ISON, ainda o Cometa da aurora:

O cometa ISON está mergulhando em direção ao seu encontro “imediato” com o sol e esta brilhando mais à medida que ele se dirige para um encontro muito próximo e perigoso com o sol no dia 28 de novembro. Esta manhã (dia 21, quinta-feira), com a “contagem regressiva” do relógio contando T-7 dias, Juan Carlos Casado fotografou o sundiver desde o cume do Observatório de Teide, nas Ilhas Canárias (arquipélago do vulcão Cumbre Vieja) na foto a seguir.

 Porque o Cometa ISON está se movendo ainda por sobre o brilho rosado do amanhecer, em breve será impossível para as câmeras na Terra segui-lo em seu caminho em direção ao seu encontro muito próximo com o sol em 28 de novembro, daqui a seis dias.

“O cometa esta acima sobre a ilha distante de Gran Canaria”, diz ele, “enquanto à esquerda na nuvem central, podemos ver o planeta Mercúrio. ISON estava no limite da visibilidade a olho nu, mas foi um alvo fácil para a minha câmera SLR com uma pequena lente de telefoto (85 mm de comprimento focal) em um tripé estático e com 6 segundos de exposição”.

Mas uma frota de sondas solares da NASA está prestes a assumir o comando para registrar as suas imagens da sua passagem pelo sol, e qual a reação do cometa. Ainda hoje (21), o cometa ISON entrará no campo de visão da nave espacial STEREO-A da NASA.

O termovisor Heliosférico em STEREO-A vai pegar o cometa na medida em que os telescópios baseados na Terra começam a perdê-lo de vista. Nos dias que se seguem, as sondas STEREO-B, SOHO e o Solar Dynamics Observatory-SDO irão se juntar a caça ao cometa ISON, proporcionando vistas contínuas dele durante todo o seu trajeto até atingir o periélio (sua abordagem mais próxima do sol) em 28 de novembro.

Se o cometa ISON sobreviver a passagem pelo periélio no Dia de Ação de Graças em torno do Sol, ele fará a sua maior aproximação à Terra no dia 26 de dezembro de 2013. Mas ele provavelmente vai passar à distância de apenas 63.000 mil km da Terra. Veja vídeo da NASA a seguir:

Fique ligado, pois o cometa promete grandes emoções após a sua passagem pelo sol, quando então começara a ser visível ao anoitecer, quando ele se afastar do astro rei, caso sobreviva a este “contato imediato”!

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *