browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Israel ataca a Siria

Posted by on 02/02/2013

Escalada no conflito do Oriente Médio: Israel ataca instalações militares da Síria.

A estimativa predominante em círculos militares e de inteligência em Washington e capitais da OTAN na Europa é de que o ataque aéreo israelense às instalações militares da  Síria perto de Damasco foi apenas o tiro de abertura para a próxima rodada de golpes militares que eles esperam venha a ser trocado em um futuro próximo entre Israel, Síria e o Hezbollah, com o IRÃ, possivelmente à espera nos bastidores para ENTRAR EM CENA.

NWO-Nova Ordem MUndial: Ataque aéreo de Israel na Síria põe em risco todo o Oriente Médio. Guerral total à vista

Tradução e imagens:  Thoth3126@gmail.com

http://www.debka.com/article/22724/Russia-slams-Israeli-attack-on-Syria-US-forces-in-Jordan-on-alert

O anúncio da Síria de um ataque aéreo israelense em uma instalação militar perto de Damasco na quarta-feira, dia 30 de janeiro, atraiu forte condenação de Moscou-RÚSSIA no dia seguinte: “Tal ação se confirmado equivaleria a interferência militar inaceitável no país(a Síria) já devastado pela guerra “, disse o declaração emitida pelo Ministério das Relações Exteriores da Rússia, na quinta-feira, dia 31 de janeiro. “Se essa informação se confirmar, então estamos lidando com ataques não provocados contra alvos no território de um país soberano, que flagrantemente violam a Carta da ONU e é inaceitável, não importa os motivos para justificá-lo.

Israel não fez nenhum comentário sobre a declaração de Damasco, que descreveu em detalhes um ataque aéreo israelense contra um “instituto de pesquisa militar” perto da capital. Testemunhas dizem que era uma planta para a fabricação de “armas não convencionais.” A instalação foi destruída e dois funcionários mortos.

Fontes Libanesas relataram mais tarde que um jato Fighter Mig-31 russo tinha atravessado a Península do Sinai quarta-feira na direção de Israel. Ele desviou a oeste sobre o Mediterrâneo após receber um aviso de Israel para não invadir seu espaço aéreo e continuou voando sobre o Líbano.

Rússia critica ataque israelense à Síria.  Forças dos EUA na Jordânia em alerta

Fontes militares do DEBKAfile dizem que a única força militar externa na região do Mediterrâneo oriental é uma frota de 18 navios de guerra russos, o que inclui navios de desembarque de tropas – entre os maiores da Marinha russa – com 2.000 marines fuzileiros a bordo de acordo com várias fontes no Oriente Médio, o relatório sírio de um ataque aéreo israelense gerou uma elevação do estado de alerta militar em toda a região.

AIPAC-American Israel Public Affairs Committee é um grupo de lobby que defende de políticas pró- Israel para o Congresso e Poder Executivo dos EUA. O atual presidente da AIPAC é Michael Kassen de Fairfield, Connecticut. Descrevendo-se como um “Lobby na América Pro-Israel”, o AIPAC é uma massa de pessoas, cujos membros incluem democratas, republicanos e independentes e judeus. o jornal de The New York Times chamou de “a mais importante organização que afeta a relação dos EUA com Israel.

A Síria colocou suas forças militares de Golan, na fronteira de Israel em prontidão para o combate e os exércitos libaneses e jordanianos também estão em alerta. Assim também acontece com a frota russa ao largo da Síria e o exército do Líbano.

Nossas fontes militares relatam que soldados turcos de unidades da Turquia na fronteira da Síria estão em prontidão elevada, embora Ancara minimizou os relatórios do ataque aéreo israelense na Síria, desconfortável com o fato de que a Força Aérea de Israel foi a primeira potência externa a intervir diretamente no conflito sírio .

O Plano sionista de expansão territorial, continua a pleno vapor.

Assim também estão  as unidades  da Força Aérea dos EUA estacionadas na base aérea de Incerlik, na Turquia, as forças especiais norte-americanas implantadas na instalação jordaniano ar Mafraq e nos interceptadores de mísseis Patriot norte-americano, alemão e holandês  implantado na Turquia oposto à Síria. Israel tem estado em elevado estado de alerta militar desde a semana passada.

A estimativa predominante em círculos militares e de inteligência em Washington e capitais da OTAN na Europa é de que o ataque aéreo israelense às instalações militares da  Síria perto de Damasco foi apenas o tiro de abertura para a próxima rodada de golpes militares que eles esperam venha a ser trocado em um futuro próximo entre Israel, Síria e o Hezbollah, com o IRÃ, possivelmente à espera nos bastidores para ENTRAR EM CENA. (n.T.Um futuro cenário: uma guerra total no Oriente Médio, talvez se desdobrando em um conflito muito mais amplo, envolvendo a Rússia, a China (aliados do IRÃ) e a Europa e EUA.)

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

One Response to Israel ataca a Siria

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *