browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Mais um cometa em 2013: Cometa Lemmon-C/2012 F6

Posted by on 29/01/2013

O Verde Cometa Lemmon-C/2012 F6

Esta imagem do Cometa Lemmon  C/2012 F6  é uma fotografia única de uma hora de exposição tomada em 19 de janeiro de 2013, em Cnel Arnold, uma cidade perto de Rosário (Argentina), sob condição de céu escuro com uma câmera digital na configuração piggyback. O cometa se situa exatamente BEM NO CENTRO da Constelação do CRUZEIRO DO SUL, onde ambas as linhas das estrelas que formam a cruz se encontram.

Tradução, adição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Fonte: http://www.spaceweather.com/

O VERDE COMETA LEMMON (C/2012 F6):

Parece que o ano de 2013 pode ser o ano dos Cometas. O Cometa Pan-STARRS está se definindo para se tornar um objeto  visível a olho nu no mês de março, para possivelmente ser seguido pelo grande  Cometa ISON- C2012-S1 em novembro. 

Acima está uma animação do caminho do Cometa C/2012 ISON S1 tomada através de um telescópio refrator de 4 polegadas, a partir das 23:oo horas no dia 15 de janeiro e terminando às 01:oo hora no dia 16. O cometa é claramente visível movendo-se entre as estrelas da Constelação de Gêmeos, em uma área ao sul da estrela Castor.

Agora, temos de acrescentar mais um à essa lista de cometas inéditos, o VERDE Cometa Lemmon (C/2012 F6)“O Cometa Lemmon está começando a dar um grande show para nós no hemisfério sul”, relata John Drummond, que envia esta foto de Gisborne, Nova Zelândia.

Descoberto em 23 de março de 2012 pelo Mount Lemmon Survey Observatory, centro de pesquisa no Arizona. O Cometa Lemmon está em uma órbita elíptica , com um período de quase 11 mil anos. Esta é a sua primeira visita ao interior do sistema solar (para a nossa atual civilização) em um tempo muito longo.

“Tirei a foto acima usando um refletor de 41 cm (16 polegadas) Meade “, diz Drummond. “É uma combinação de 20  fotos com um minuto de exposição.”   Foi necessário muito tempo de exposição para ter uma boa visão do cometa e seu coma já com brilho  de magnitude de cerca de 7 (“coma” = nuvem de gás circundante do núcleo do cometa)”.

A cor verde do Cometa Lemmon vem dos gases que compõem o seu coma. Jatos de gás vomitando do núcleo do cometa contêm cianogênio (CN: um gás venenoso encontrado em muitos cometas) e carbono diatômico (C2). Ambas substâncias brilham em verde quando iluminadas pela luz solar no quase-vácuo do espaço.

Esta imagem do Cometa Lemmon  C/2012 F6  é uma fotografia única de uma hora de exposição tomada em 19 de janeiro de 2013, em Cnel Arnold, uma cidade perto de Rosário (ARGENTINA), sob condição de céu escuro com uma câmera digital na configuração piggyback. O cometa se situa exatamente BEM NO CENTRO da Constelação do CRUZEIRO DO SUL, onde ambas as linhas das estrelas que formam a cruz se cruzam. NASA – http://spaceweather.com/gallery/indiv_upload.php?upload_id=75823&PHPSESSID=3ij8nnh1q0do4h8gr69iegth81

Descoberto em 23 de março de 2012 pelo Mount Lemmon Survey Observatory, centro de pesquisa no Arizona. O Cometa Lemmon está em uma órbita elíptica , com um período de quase 11 mil anos. Esta é a sua primeira visita ao interior do sistema solar (para a nossa atual civilização) em um tempo muito longo.

O Cometa C/2011 L4 (Panstarrs)
Foto tomada por Martin Masek, Jakub Cerny, Michael Prouza, Jan Ebr, Jelinek Martin, Kubanek Petr em 23 de janeiro de 2013 @ Los Leones, perto de Malargue, na Argentina

O cometa está se iluminando na medida em que se aproxima do sol; as curvas de luz sugerem que ele vai chegar a brilhar com magnitude 2 ou 3, semelhante às estrelas do Big Dipper (Ursa Maior), no final de março, quando se aproximará do Sol a uma distância aproximadamente a mesma do planeta Vênus (cerca de 0,7 UA-Unidades Astronômicas) .

Observadores do hemisfério Norte terão sua primeira boa olhada desse cometa no início de abril, que até então, é um alvo exclusivamente para os astrônomos do hemisfério sul.

Permitida a reprodução desde que respeite a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *