browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Maré alta e ressacas causam destruição no litoral do sudeste

Posted by on 19/09/2016

ondas-gigantes

Ressaca destrói pousada e paisagem é totalmente modificada em SP: foi um ‘Estrago gigante’. Maré alta invadiu ruas do Centro Histórico de Paraty e Angra dos Reis, RJ

Fenômeno da ressaca mudou a paisagem em Ilha Comprida durante o fim de semana. Pedras de contenção foram arrastadas e chegaram até a avenida principal. Em Paraty o navegador Amyr Klink disse que fazia um bom tempo que não via a cidade ser invadida assim pelas águas, desde os últimos 45 nos.

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Ressaca destrói pousada e paisagem é totalmente modificada em SP,com Várias casas também sendo  atingidas pela força da maré

Mariane Rossi – Fonte: G1 Santos

Uma pousada foi arrastada e completamente destruída pela água do mar durante uma ressaca que ocorreu durante todo o fim de semana em Ilha Comprida, no litoral de São Paulo. Várias casas também foram atingidas pela força da maré e os moradores ainda contabilizavam, nesta segunda-feira (19), todos os estragos. Boa parte da paisagem na orla foi modificada pela maré.

pousada-ilha-comprida-ressaca

Pousada foi ‘levantada’ pela água do mar em Ilha Comprida, SP (Foto: Ricardo Luiz/Arquivo Pessoal)

A forte ressaca atingiu o bairro Ponta da Praia, onde a faixa de areia tem sofrido alterações nos últimos anos por causa do avanço do mar. A pousada ‘Filhas do Sol’, que estava vazia no momento do colapso, foi destruída pela força das ondas.

De acordo com testemunhas, a água entrou e arrebentou o piso do imóvel, o que fez a pousada tombar para o lado e ficar inclinada. A ressaca derrubou pilastras e paredes e fez também fez o telhado desmoronar, arrastando parte da estrutura para o alto mar.

Segundo os moradores da região, a pousada estava cheia de móveis, eletrodomésticos e armários, que ficaram completamente estragados. O local estava fechado devido a baixa temporada e, por esse motivo, não havia ninguém na pousada na hora da ressaca. O marceneiro Ricardo Luiz de Carvalho, de 40 anos, mora em Iguape, uma cidade vizinha. Durante o fim de semana, ele foi pescar em Ilha Comprida e ficou assustado com o cenário que encontrou na Ponta da Praia.

pousada-ilha-comprida-ressaca1

Nem as paredes e pilastras da residência aguentaram a violência da ressaca (Foto: Ricardo Luiz/Arquivo Pessoal)

“Eu fiquei mais impressionado pela pousada, destruiu tudo lá. O mar invadiu, por causa da ressaca. Ao lado da pousada também teve um bar que estava caído. Fez um estrago gigante. Outras casas caíram, foi tudo para dentro do mar.  O mar jogou a sujeira todo para cima do asfalto. Eu já tinha visto isso acontecer. Quando a casa fica em risco, eles (moradores) já desmontam tudo. Mas, na pousada não foi isso que aconteceu”, conta.

Segundo a Prefeitura de Ilha Comprida, além do hotel, várias casas foram invadidas pela água. As famílias tiveram danos materiais, porém, depois que a água abaixou, elas voltaram para as moradias. Grandes pedras, colocadas na areia para conter a ação do mar, foram levadas pela ressaca e rolaram até a avenida Beira-Mar. Galhos, troncos de árvores e pedaços de materiais de construção ficaram espalhados pela areia da praia e em parte da avenida.

Equipes da prefeitura trabalharam durante o fim de semana para retirar as pedras e limpar o local. Ainda segundo a prefeitura, não há dados sobre o nível da maré durante a ressaca do fim de semana.

ilha_comprida-ressaca

Ressaca fez muitos estragos em praia de Ilha Comprida, SP (Foto: G1)

Histórico
Em junho deste ano, outra forte ressaca também foi registrada na cidade. A água do mar invadiu algumas casas e destruiu parte de um muro. Uma das casas que fica em frente a Ponta da Praia foi atingida. A ressaca destruiu parte de um muro e invadiu o quintal, quebrando também a cerca de uma horta.


Maré alta invadiu ruas do Centro Histórico de Paraty, no litoral do RJ. Bairros de Angra dos Reis também ficaram alagados com água do mar. Alerta de ressaca segue até o fim desta semana, diz Marinha.

A maré alta invadiu ruas do bairro Ilha das Cobras e do Centro Histórico de Paraty, na Costa Verde do Rio de Janeiro, na tarde da sexta-feira (16). Segundo a Defesa Civil, o nível chegou a cerca de 1,2 metros acima do normal e deixou as vias públicas completamente inundadas.

riofoto_paraty_mare_alta1

Centro Histórico de Paraty atingido pela maré alta nesta sexta-feira (16) (Foto: Luziano Limeira/Arquivo Pessoal)

A frente da Igreja Matriz ficou tomada pelas águas. O Rio Perequeaçu ficou perto de transbordar em vários pontos. O navegador Amyr Klink disse que fazia um bom tempo que não via a cidade assim:

“Eu tenho uma foto de uns 45 anos atrás em que deu uma maré muito cheia, eu entrei na Igreja Matriz de canoa com minha irmãzinha, que era pequinininha, tinha cinco anos. Desde então nunca vi uma maré dessa altura”, disse.

rio-foto_paraty_mare_alta

Maré alta em Paraty, na Costa Verde do RJ (Foto: Luziano Limeira/Arquivo Pessoal)

O fenômeno é comum na cidade, mas por causa da passagem de uma frente fria e da ressaca, o nível da água foi acima da média, que é de 45 cm. As fotos foram enviadas para o WhastApp da TV Rio Sul por Luziano Limeira . Uma ressaca já havia causado transtornos no bairro Jabaquara durante a madrugada, em Paraty.

Angra dos Reis

Em Angra dos Reis, cidade vizinha, uma ressaca voltou a provocar transtornos a moradores e turistas na sexta. Segundo a Defesa Civil, ruas dos bairros Parque Belém e Japuíba ficaram alagadas.

rio-mare-alta-angra-reis

Rua alagada no bairro Japuíba, em Angra dos Reis (Foto: Ludimila Silva de Almeida/Arquivo Pessoal)

A foto abaixo foi enviada para o WhatsApp da Tv Rio Sul por Ludimilla Silva de Almeida. Na tarde de quinta-feira (15), as ondas já haviam atingido a orla do bairro Frade, em Angra dos Reis. Segundo a assessoria de imprensa da Marinha o alerta de ondas de até 3 metros de altura segue até o fim do dia em toda Costa verde.


“Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas na medida em que o tempo da GRANDE COLHEITA se aproxima RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. Você vai ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes. Deverão acontecer fortes tsunamis e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e emissão de energia solar (CME-Ejeção de Massa Coronal do Sol)  que fará  importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“ http://thoth3126.com.br/illuminati-revelacoes-de-um-membro-no-topo-da-elite-explosivo/

countdown-contagem-regressiva

DESPERTA, TU QUE DORMESe levanta-te dentre os MORTOS (INCONSCIENTES), e Cristo te esclarecerá. Portanto, vede prudentemente como andais, não como NÉSCIOS, mas como SÁBIOS – Efésios 5:14,15


 Saiba mais sobre mudanças climáticas em:

  1. http://thoth3126.com.br/mudanca-nos-polos-magneticos-a-ciencia-se-dobra-as-profecias/
  2. http://thoth3126.com.br/super-vulcao-em-yellowstone-pode-destruir-os-eua/
  3. http://thoth3126.com.br/uma-visao-pessoal/
  4. http://thoth3126.com.br/mudanca-nos-polos-magneticos-a-ciencia-se-dobra-as-profecias/
  5. http://thoth3126.com.br/yellowstone-erupcao-levaria-a-evacuacao-dos-eua-para-o-brasil/
  6. http://thoth3126.com.br/como-o-aquecimento-global-pode-mudar-o-mapa-do-mundo/
  7. http://thoth3126.com.br/antartica-derrete-e-milhares-de-novos-lagos-se-formaram/
  8. http://thoth3126.com.br/descongelamento-do-permafrost-acelera-as-mudancas-climaticas/
  9. http://thoth3126.com.br/terra-ja-vive-nova-epoca-geologica/
  10. http://thoth3126.com.br/todos-os-sismografos-de-yellowstone-bloqueados/
  11. http://thoth3126.com.br/enxame-de-fortes-terremotos-no-atlantico-sul/
  12. http://thoth3126.com.br/forte-terremoto-no-atlantico-proximo-da-costa-nordeste-do-brasil/
  13. http://thoth3126.com.br/tempestade-eletrica-na-noruega-mata-323-renas/
  14. http://thoth3126.com.br/oceanos-estao-enfrentando-uma-extincao-em-massa-sem-precedentes/
  15. http://thoth3126.com.br/super-tufao-meranti-rumo-a-china-e-o-maior-desde-2013/

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

Thoth-flordavidawww.thoth3126.com.br

2 Responses to Maré alta e ressacas causam destruição no litoral do sudeste

  1. Valter

    No mês de agosto alguns dias antes de ocorrer o terremoto na Italia tivemos um no sul da patagonia que causou um tsuname moderado mas visto com grande preocupação por cientistas do mundo inteiro, as ondas atingiram grande parte do Brasil

  2. Sergio

    É verdade, Valter, este sismo foi de magnitude 6.4 graus a 10 Km de profundidade na região das ilhas Georgia do Sul (próxima a Antártica).

    Vejam no link: http://ds.iris.edu/ieb/index.html?format=text&nodata=404&starttime=1970-01-01&endtime=2025-01-01&minmag=0&maxmag=10&mindepth=0&maxdepth=900&orderby=time-desc&limit=200&maxlat=-53.480&minlat=-57.080&maxlon=-29.950&minlon=-33.550&sbl=1&caller=smevlnk&evid=5191042&name=SOUTH%20GEORGIA%20ISLAND%20REGION&zm=6&mt=sat

    Devemos acompanhar também os sismos que ocorrerem na região das ilhas Sandwich (mesma região) e ilha Ascenção (entre o nordeste do Brasil e a Africa).

    Qualquer terremoto acima de 6.0 graus nestas regiões pode desencadear um tsunami
    no Brasil (e outros países) e a primeira onda levará, mais ou menos, de 4 a 6 horas para atingir nosso litoral.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *