browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Mudanças climáticas: Forte calor no Oeste dos EUA à mais de 50º C

Posted by on 30/06/2013

Mudanças Climáticas em curso: Oeste dos EUA esta sendo “cozinhado” por bolhas de forte onda de calor.

Os estados do oeste dos EUA (Califórnia, Arizona, Nevada, Novo México …) estão sendo assados em uma onda de calor prolongada, com temperaturas ameaçando quebrar o recorde (57° C) histórico registrado na Terra.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

http://www.bbc.co.uk/news/world-us-canada-23107652

29 junho de 2013 Última atualização às 02:01 GMT

Em Phoenix, Arizona, o calor bateu em 47º C no mercúrio do termômetro (116f) na sexta-feira, e no deserto de Death Valley, na Califórnia, o termômetro se aproximou de incríveis 51º C.

Todo o Sudoeste dos EUA mostra a onda de calor tomando conta da região, um residente do estado do Arizona, Michael Fedo a descreveu como “uma parede invisível de calor”

A onda de calor está prevista para durar até o fim de semana. Cidades da região estão abrindo centros de resfriamento e as autoridades temem que o calor poderia atrasar as viagens aéreas.

Dói para respirar’

As temperaturas estão cerca de 10º C superior à média para esta época do ano (início do verão no hemisfério norte). A maioria das grandes aeronaves podem operar em temperaturas de até 52º C, mas mesmo temperaturas mais baixas quanto 47º C poderia afetar as condições de decolagem dos aviões.

Um porta-voz das empresas aéreas dos EUA disse que as companhias vão estar monitorando as temperaturas em Phoenix, Arizona, “muito de perto”.

Michael Fedo de Scottsdale, no Arizona, disse à BBC que sua família estava gastando menos tempo ao ar livre, com a temperatura mais alta, e que ele havia tomado a decisão de ir ao supermercado somente no meio da noite.

“Eu instalei cortinas de black out em cada janela na minha casa”, disse ele.

Eu sou um nativo de quarta geração de Phoenix por isso espero que meu estado seja quente. Mas quando se vai acima de 45º C dói até para se respirar. O calor suga a energia desde o seu núcleo”.

O Serviço Nacional de Meteorologia emitiu um alerta de calor para várias partes da região, incluindo Las Vegas, estado de Nevada, até segunda-feira de manhã. Partes de cinco estados, incluindo Colorado e Utah verão temperaturas superiores a 37 º C neste fim de semana.

Nós vamos ter temperaturas igual ou superior a níveis recordes na área de Phoenix e todo o sudoeste dos Estados Unidos“, disse o meteorologista Mark O’Malley.

Temperaturas em Death Valley no deserto da Califórnia estão previstas para chegar a desérticos 53º C no fim de semana. A temperatura mais quente já registrada na Terra, de 57º C, foi marcada há quase 100 anos atrás, em 10 de Julho de 1913.

“Deixe a cidade’

Os meteorologistas dizem que o clima extremo é provocada por um sistema de alta pressão preso sobre a área.

Os cientistas dizem que o fluxo norte-americano chamado como Jet Stream, o caminho do ar que influencia os padrões climáticos, tornou-se mais errático nos últimos anos, fazendo com que os sistemas climáticos fiquem mais propensos a ficar preso em uma região.

Mas eles discordam sobre se o aquecimento global é a causa do comportamento da corrente de jato (Jet Stream). A Patrulha de fronteira (The Border Patrol) dos EUA, unidade de resgate e trauma adicionou pessoal extra neste fim de semana com a ameaça de exaustão e desidratação aumentando para aqueles imigrantes que tentam cruzar a fronteira EUA-México ilegalmente a pé.

Pelo menos sete imigrantes foram encontrados mortos no deserto do Arizona, na semana passada, isso em temperaturas mais baixas. Oficiais de fronteira em Tucson, Arizona, salvaram mais de 170 pessoas que sofrem com o calor durante o período de trinta dias, em maio e junho.

Um porta-voz das empresas aéreas dos EUA disse que as companhias vão estar monitorando as temperaturas em Phoenix, Arizona, “muito de perto”.

Funcionários de serviços públicos planejam monitorar o uso de eletricidade bem de perto no fim de semana, mas não estavam preocupados com sobrecargas da rede.

Embora seja quente, as pessoas tendem a deixar a cidade e algumas empresas não estão abertas, de modo que tem uma tendência a reduzir a demanda e é por isso que, normalmente, não batemos recordes de consumo de energia no fim de semana”, disse o porta-voz Scott Harelson de Phoenix-área de utilidade Sal Projeto River.

E tratadores no zoológico de Phoenix esperam manter os animais ao ar livre refrigerados com mangueiras de água e lajes de concreto resfriado por tubos  internos cheios de água.

Os cientistas dizem que o fluxo norte-americano chamado como Jet Stream, o caminho do ar que influencia os padrões climáticos, tornou-se mais errático nos últimos anos, fazendo com que os sistemas climáticos fiquem mais propensos a ficar preso em uma região.

Você está em estados do oeste dos EUA? Como estão lidando com a onda de calor? Envie seus comentários e experiências, utilizando o formulário abaixo.

Envie suas fotos e vídeos para yourpics@bbc.co.uk ou texto para 61.124 (UK) ou +44 7624 800 100 (Internacional). Se você tem um grande arquivo  você pode fazer o upload aqui . 

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes !

www.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *