browser icon
You are using an insecure version of your web browser. Please update your browser!
Using an outdated browser makes your computer unsafe. For a safer, faster, more enjoyable user experience, please update your browser today or try a newer browser.

Nobreza Negra: príncipe Charles é descendente de Drácula

Posted by on 06/08/2016

A NOBREZA NEGRA DA EUROPA.

As conexões genéticas de parentesco da familia real britânica com o Conde Drácula.

COMO A família real britânica está ligada ao Conde Drácula, e o próprio principe Charles admite esse fato.

O Conde Drácula está relacionado com a família real da Grã-Bretanha, tanto genealogicamente assim como e através de uma mesma condição médica de uma doença rara que lhes fazia terem sede de sangue. Acredita-se que a rainha Maria, e o vampiro assassino Vlad, o Empalador, que era conhecido como Vlad Dracul, de quem se diz ter matado mais de 100.000 guerreiros turcos em batalhas. A lenda do vampiro foi alimentada por sua predileção por comer pão embebido no sangue de suas vítimas HUMANAS. 

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

A NOBREZA NEGRA DA EUROPA. As conexões genéticas e de doença no parentesco da família real britânica com o vampiro empalador dos Cárpatos, o Conde Drácula.

por Damien Gayle – de TheDailymail site

Fonte: http://www.bibliotecapleyades.net/sociopolitica/esp_sociopol_blacknobil29.htm

O Príncipe Charles do trono britânico está em campanha para salvar as florestas da Transilvânia, inspirado por suas ligações ancestrais a Vlad, o Empalador , um nobre do século XV mais conhecido pelo seu patronímico, Drácula.

O rápido crescimento econômico na Romênia – que agora faz parte da União Europeia – significa que as florestas das montanhas dos Cárpatos estão sob ameaça de serem derrubadas pelo desenvolvimento e exploração pelas madeireiras.

O Príncipe está clamando a manutenção para as florestas, algumas das últimas áreas selvagens intocadas na Europa, para que sejam protegidas antes de serem derrubadas e perdidas, como as florestas que cobriam a Grã-Bretanha. 

Ele próprio afirma que tem uma ligação familiar com a área das florestas na Romenia através de Vlad III , o Príncipe da Valáquia, que ganhou a alcunha de Vlad, o Empalador, graças ao seu método preferido de tortura e execução.

O nobre do século XV, notório por suas campanhas sanguinárias contra os islâmicos otomanos e pela feroz e sanguinária repressão de seu povo, é um ancestral distante da bisavó de Charles, a rainha Mary. O número total de suas vítimas é estimado em dezenas de milhares de pessoas, muitos mortos por serem empalados em estacas metálicas enormes. Sua reputação de crueldade foi uma inspiração e ajudou na criação do vilão diabólico do filme de Bram Stoker, o Conde Drácula.

Em um novo documentário sobre as montanhas dos Cárpatos, Charles se diverte com as suas ligações ancestrais para com o “Conde Drácula”. “A genealogia mostra que eu sou descendente de Vlad, o Empalador, então eu tenho um pouco de ligação com o país”, ele brincou.

O Príncipe visitou pela primeira vez a Transilvânia em 1998, e comprou três propriedades lá, incluindo uma casa em Zalanpatak. O Antigo refúgio, uma fazenda em Viscri, na Transilvânia, o príncipe Charles, que a comprou em 2006 e a transformou em uma pousada

O príncipe recentemente comprou uma casa de cinco quartos na vila de Zalanpatak, que se diz ter sido fundada por um de seus antepassados da Transilvânia. Se espera que o principe Charles use a residencia de 150 anos de idade como um retiro de férias isolado, que será usada como uma pousada, quando ele não estiver na residência.

O Príncipe visitou pela primeira vez a Transilvânia em 1998, e comprou três propriedades lá, incluindo a casa em Zalanpatak e gastou £$ 43 por uma uma noite em uma pousada na vila de Viscri. Técnicas agrícolas e de construção tradicionais utilizados nessa área dizem ter inspirado os seus planos para Poundbury, a vila em Dorset criada por seu Ducado da Cornualha, na Inglaterra.

VLAD DRACUL III

COMO A família real britânica está ligada ao Conde Drácula:

O Conde Drácula está relacionado com a família real da Grã-Bretanha, tanto genealogicamente e através de uma mesma condição médica de uma doença (porfíria) rara que lhes fazia terem sede de sangue. Acredita-se que a rainha Maria, consorte de George V, era diretamente relacionada com o conde e assassino Vlad, o Empalador ( foi príncipe da Valáquia por três vezes, governando a região em 1448, de 1456 a 1462 e em 1476.), que também era conhecido como Vlad Dracul, de quem se diz ter matado mais de 100.000 guerreiros turcos em batalhas.

A lenda do vampiro foi alimentada por sua predileção por comer pão embebido em sangue de suas vítimas. E é sabido que a porfiria , deficiência de ferro, que se acredita estar por trás do mito do vampiro e pode ter estimulado o gosto de Vlad por sangue, foi encontrada em toda a Família Real

Mulher-Vampiralábios

A Medicina moderna tem sugerido que a insanidade demonstrada pelo rei George III do Reino Unido foi resultado de porfiria. Estudos demonstraram que, devido a endogamia, tanto a porfiria quanto a hemofilia são doenças hereditárias que afligem a família real inglesa. Estudo sugere que James I, Maria I, Rainha Anne, Charlotte, duquesa de Saxe-Meiningen e o Príncipe William de Gloucester também eram porfíricos, gostavam de beber sangue…

Desde então, ele vendeu uma mansão perto da cidade medieval de Sighisoara, enquanto as pensões Viscri e Zalanpatak são geridas pelo Conde Tibor Kalnoky. “Parece-me, que na Transilvânia há uma combinação de ecossistema natural com um sistema cultural humano“, disse o príncipe ao documentário, de acordo com o Daily Telegraph. “Esse relacionamento integrado extraordinariamente único é tão extremamente importante. As pessoas estão ansiando por esse sentimento de propriedade, de identidade e significado.

Se o desenvolvimento for adiante, a Romênia pode acabar estéril como as faixas de Terras Altas desmatadas da Escócia (as highlands) ou no Canadá, que antes eram florestas densas, com mata virgem, alertou o príncipe Charles.

Duzentos e cinqüenta mil hectares de florestas virgens estão em necessidade urgente de proteção, de acordo com Magor Csibi, gerente do programa de Fundo Mundial para a Natureza da região do Danúbio-Cárpatos, na Romênia. A área, que abriga ursos marrons, linces, lobos, e outras 13 mil espécies, representa cerca de 65 por cento das florestas ainda virgens restantes da Europa.

Para saber MUITO mais:

  1. http://thoth3126.com.br/reptilianos-do-interior-da-terra-os-arquivos-lacerta-parte-i/
  2. http://thoth3126.com.br/reptilianos-do-interior-da-terra-parte-2/
  3. http://thoth3126.com.br/reptilianos-do-interior-da-terra-os-arquivos-lacerta-parte-3/
  4. http://thoth3126.com.br/reptilianos-do-interior-da-terra-os-arquivos-lacerta-parte-4-final/
  5. http://thoth3126.com.br/reptilianos-livro-body-snatchers-cap-11-e-12/
  6. http://thoth3126.com.br/reptilianos-livro-body-snatchers-cap-11-e-12/
  7. http://thoth3126.com.br/illuminati-hierarquia-dos-conspiradores-o-comite-dos-300/
  8. http://thoth3126.com.br/os-anjos-caidos-the-watchers-os-vigilantes/

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e a citação das fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

12 Responses to Nobreza Negra: príncipe Charles é descendente de Drácula

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *