browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Noites de Agosto de 2014: o que você pode ver.

Posted by on 01/08/2014

O céu das noites de Agosto de 2014 – o que você pode ver.

No sudoeste da abóbada celeste noturna estão ‘os ponteiros’, Beta e Alpha Centauri. Elas apontam para baixo para o Cruzeiro do Sul.  Baixa no norte esta  Vega, a brilhante estrela alfa da Constelação da Lira, (n.t. origem estelar de uma das raças Greys que atuam na Terra) fazendo uma breve aparição no nosso céu. 

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

http://www.rasnz.org.nz/Stars

Royal Astronomical Society of New Zealand

Notes by Alan Gilmore, University of Canterbury’s Mt John Observatory, P.O. Box 56, Lake Tekapo 7945, New Zealand. www.canterbury.ac.nz.

No alto do céu a noroeste está o planeta vermelho, Marte e bem próximo de cor creme, o planeta Saturno, com a azulada estrela Spica (Alpha da Constelação da Virgem) abaixo de ambos. Baixa no noroeste, mais abaixo de Marte e Saturnona direção noroeste, esta a brilhante estrela laranja Arcturus, brilhando em tons de vermelho e verde na medida em que desce rumo ao Oeste. Ainda baixa no norte esta Vega, fazendo uma bela aparição no nosso céu. 

alphacentaurieCruzeirodoSul

Exatamente em oposição à Vega (n.t. origem estelar de uma das raças de Greys extraterrestres que atuam na Terra), baixa no horizonte sul, está a brilhante Canopus piscando multicolorida, que é a segunda estrela mais brilhante dos céus da Terra depois de Sirius (que surge logo antes do amanhecer). a segunda estrela mais brilhante do céu. 

No sudoeste estão ‘os ponteiros’, as estrelas Beta e Alpha Centauri com Crux, o Cruzeiro do Sul e a Nebulosa Saco de Carvão, abaixo delas. Quase em cima de nossa cabeças está Antares, a principal estrela e o “coração” de Escorpião

Marte e Saturno fazem um par se aproximando durante agosto. Os dois planetas estarão juntos em torno do dia 25. Sua proximidade é um efeito de alinhamento. Marte esta cerca de 200 milhões km e Saturno a cerca de é 1,52 bilhões de km de distância da Terra. Um pequeno telescópio mostra o sistema de anéis de Saturno e sua maior lua Titã parecendo uma estrela de cerca de um quarto de diâmetro do planeta. 

A lua vai estar muito perto de Saturno à meia-noite de 4/5 agosto . Marte esta brilhante em vermelho, mas muito pequeno em um telescópio, pois ele é metade do tamanho da Terra e esta longe.

Carta estelar para observar o céu no horário das 20:oo horas posição das estrelas centrada em 15 de agosto:

agostoallstar

Clique na imagem para obter uma ampliação.

Ao norte e em cima a laranja estrela Antares marca o coração do Escorpião. A cauda do Escorpião se engancha em torno do zênite como um ponto de interrogação invertido. Antares e a cauda fazem o ‘anzol de Maui’  na tradição Maori sobre as estrelas. Antares é uma estrela gigante vermelha: esta a 600 anos-luz de distância e é 19 000 vezes mais brilhante que o nosso sol. 

É uma estrela relativamente fria  de 3000º C, daí a sua cor vermelho-quente. Abaixo ou à direita da cauda do Escorpião esta “o bule de chá” feito pelas estrelas mais brilhantes da Constelação de Sagitário. Ele fica de cabeça para baixo, em nossa visão aqui do hemisfério sul.

A meio caminho do céu sudoeste estão ‘os ponteiros’, Beta (Hadar) e Alpha (Rigil e Próxima Centauri, esta estrela é um sistema duplo) Centauri. Elas apontam para baixo e para a direita ao centro do Cruzeiro do Sul.Alpha Centauri é a terceira estrela mais brilhante e a mais próxima das estrelas a olho nu de nosso sistema solar, estando a apenas 4,3 anos-luz de distância de nosso sol. Beta Centauri, como a maioria das estrelas no Cruzeiro, é uma estrela gigante azul centenas de anos-luz de distância e milhares de vezes mais brilhante que o nosso sol.

Canopus, a segunda estrela mais brilhante do céu da Terra, está perto do horizonte sul, ao anoitecer. Ele balança para cima, para o céu sudeste pelas horas da manhã. No horizonte oposto esta Vega, uma das estrelas mais brilhantes do norte. Canopus é verdadeiramente brilhante: 13.000 vezes mais brilhante do que o nosso sol e esta a 310 anos-luz de distância. Na Constelação da Lyra, Vega é 52 vezes mais brilhante do que o sol e esta a 25 anos-luz de distância.

Lyra

A Via Láctea é a faixa sobrecarregada de estrelas mais brilhante e mais ampla passando em Escorpião e Sagitário. Em um céu escuro ela pode ser rastreada para baixo após os Ponteiros e Cruzeiro do Sul para o sudoeste. Para o nordeste passa por Altair (Constelação de Áquila), atingindo o horizonte direito de Vega. A visão que temos do braço da galáxia, é uma panqueca de bilhões de estrelas da qual o sol é apenas uma delas. O grosso centro da galáxia, fica distante 30 000 anos-luz e está em Sagitário. 

O centro real (n.t. Com seu gigantesco sol central) está escondida por nuvens de poeira no espaço. No centro existe um buraco negro de quatro milhões de vezes a massa do sol. As nuvens de poeira perto de nós aparecem como lacunas e fendas na Via Láctea. A Nebulosa Saco de Carvão, abaixo do Cruzeiro do Sul, fica a cerca de 600 anos-luz de distância. Binóculos mostram muitos aglomerados de estrelas e algumas nuvens de gás brilhante na Via Láctea.

As grandes e pequenas nuvens de Magalhães LMC e SMC se parecem com duas manchas nebulosas de luz baixas no Sul, facilmente vistas a olho nu em uma noite escura sem lua. Eles são galáxias como a nossa Via Láctea, vizinhas, mas muito menores. A LMC esta a cerca de 160 000 anos-luz de distância, a SMC cerca de 200 000 anos-luz de distância.

O brilhante planeta Vênus afunda no crepúsculo do amanhecer em agosto. Ela sobe no nordeste por volta das 6h30, durante todo o mês, mas aparece cada vez mais cedo durante o crepúsculo. Júpiter começa a sua aparecer no céu manhã em agosto e se move para cima em direção a Vênus. No dia 18 os dois planetas brilhantes estarão juntos e menores do que o diâmetro de uma lua cheia. Vênus é o mais brilhante. 

Mais uma vez, a proximidade é um efeito linear de visão. Vênus esta 240 milhões de quilômetros de distância. Júpiter esta em torno de 930 milhões de quilômetros de distância. Vênus está nos deixando para trás enquanto se move para o outro lado do sol. Estamos nos aproximando de Júpiter à medida que avançamos em direção a sua atual posição ao lado do sol.

A constelação de Órion, o Caçador esta visível logo antes do sol nascer, durante o crepúsculo,  olhando para o horizonte leste logo antes do sol nascer. 

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *