browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

O (Anjo) Salvador de meninas (recém nascidas) na China …

Posted by on 26/10/2013

O homem que age como um Anjo de Deus, marcado como o salvador de bebês (a maioria do sexo feminino) na China.

Dr. Jim Garrow, que já foi indicado candidato ao Prêmio Nobel da Paz de 2009 e fundador da entidade PINK PAGODA , uma antiga organização secreta criada para salvar as meninas bebês recém nascidas da morte certa no âmbito da política chinesa do filho único, relata uma experiência pessoal antes mesmo que ele começasse a sua carreira docente que o levou até a CHINA.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@gmail.com 

A Mão ( e o coração) Celestial de um médico e seu Anjo Gigante ajudando a salvar milhares de vidas de bebês do sexo feminino na CHINA. 

Fonte: http://www.wnd.com/

Publicado por JOE KOVACS, editor executivo de WND, é um jornalista premiado e autor do livro, “The Divine Secret: The Awesome and Untold Truth About Your Phenomenal Destiny“, bem como do best-seller No. 1 “Shocked by the Bible: The Most Astonishing Facts You’ve Never Been Told.” 

Será que Deus está guiando o homem que pessoalmente já resgatou cerca de 40.000 bebês de serem mortos na CHINA comunista? Uma possível aparição de um Anjo junto a ele pode sim dar no que pensarmos. 

O Dr. Jim Garrow (foto à direita), um candidato ao Prêmio Nobel da Paz de 2009 e fundador da entidade PINK PAGODA , uma antiga organização secreta criada para salvar as meninas bebês recém nascidas da morte certa no âmbito da política chinesa do filho único, relata uma experiência pessoal antes mesmo que ele começasse a sua carreira docente que o levou até a CHINA. O Dr. Garrow, que é escocês de nascimento, mas foi criado em Michigan e no Canadá, relata um incidente estranho em sua vida quando ele ainda era um adolescente de 17 anos. 

“Falar a respeito me deixa um pouco nervoso em dizer que eu sou uma pessoa com alguma presença especial espiritual”, Garrow escreve em seu novo livro, “The Pink Pagoda”. “Minhas raízes são seguramente muito cristãs, e eu acredito firmemente que Deus inspira e orienta a minha vida. Eu também tenho que reconhecer que tem havido muitos eventos durante minha existência onde as pessoas – até mesmo completos estranhos – me disseram que eu tenho uma forte presença espiritual pessoal, junto à mim, e que eu teria sido “escolhido” para fazer um trabalho muito importante nessa vida”. 

Ele diz que sua curiosidade de adolescente levou-o a participar em uma reunião do tipo “espiritual” ainda em Windsor, Ontário, na fronteira de Detroit, EUA, onde o público era tanto de canadenses bem como de norte americanos. “A sensação geral do evento era de inspiração yoga, e as pessoas estavam sentados em suas esteiras, em profundo estado de contemplação ou meditação formal. Alguns cantavam, alguns apenas se sentavam calmamente. Eu não estava lá para viver uma atmosfera contemplativa. Naquela idade meu interesse era outro e eu estava lá porque um amigo meu tinha dito que seria uma ‘loucura’ e o local estaria cheio de meninas. Essas foram as duas únicas razões que eu precisava para dizer sim.” 

Após a chegada de Jim e de seu amigo no ginásio para o “acontecimento” espiritual, relata Jim Garrow que ambos se sentaram, observando outras pessoas ao seu redor, “quando uma mulher que parecia estar dirigindo a meditação de repente parou de falar e começou a olhar ao redor da sala. Comecei a olhar em torno, também, pensando que algo de especial estaria para acontecer, sem saber o que.” A mulher parou o evento, dizendo:

“Temo que não possa prosseguir até que peçamos a uma presença muito forte para que saia.”  

Garrow pensou consigo mesmo: “Uau, isso soou legal, e como todo mundo, eu comecei a olhar para o que ou quem poderia ser a ‘poderosa’ presença. Tudo que eu conseguia pensar era que alguém estava definitivamente para ser exposto.” 

“Você, o jovem de verde, você precisa sair”, declarou a mulher. 

O Dr. Jim Garrow, explica: “Agora, cada cabeça na sala estava à procura para o cara vestido de verde, incluindo a minha própria cabeça e meus olhos. A busca de todos parou bem na minha camisa verde.” 

“Você tem que sair, agora,” a mulher ordenou mais uma vez. 

“O que, eu? Por que eu tenho que ir embora? “ Garrow respondeu, notando que ele não estava sendo rude ou que estava com raiva. Ele simplesmente não entendia o porquê teria que sair. A mulher finalmente soltou a frase:

“Você deve sair, e leve aquele anjo gigante com você.” 

“Anjo gigante?” Pensou um agora perplexo Jim Garrow . 

“Tudo que eu conseguia pensar era no coelho gigante, o grande Elwood, o coelho amigo imaginário de orelhas grandes, no filme” Harvey “.Eu apenas pensei que era engraçado, e assustador. Sentei-me ali por um minuto ou assim, e meu amigo deixou bem claro que ele não ia sair só porque eu tinha ofendido algum espírito. ” 

Mas a situação não terminou aí. 

“Eu me levantei para ir embora”, Garrow continuou, “e eu juro que a sala de repente me lembrou de um desses filmes de terror onde os olhos de todos parecem brilhar em um quarto escuro. O local provavelmente continha algumas centenas de pessoas, mas principalmente eu notei os olhos de vários pontos de vista diferentes na sala. Eles não apenas pareciam brilhar, era mais como eu vi ou senti um certo ódio em seus olhares. Este não era o tipo de sentimento estranho que eu esperava ou queria sentir em qualquer local.” 

Ele diz que mal chegou no limiar da porta de saída quando um homem parou em seu caminho, pedindo ao adolescente Jim, “Quem é você?” 

“Eu sou Jim Garrow,” ele respondeu, acrescentando que ficou claro que o homem não acreditou nele. “Não, não, não. Quero dizer, quem é você realmente? “O homem perguntou uma segunda vez. 

Jim Garrow relatou o inusitado: “Nós dois estávamos lá parados no que parecia ser, pelo menos, três ou quatro minutos, ele me verificando, estudando e eu só queria cair fora daquele lugar o mais rápido que pudesse. Depois disso, ele simplesmente voltou para dentro do ginásio e fechou a porta da sala atrás dele. Eu fiquei lá fora descrente, e então apenas me afastei.” 

Garrow diz que também recebeu um encorajamento em seu caminho pelo incentivo em sua juventude de um “gigante espiritual” chamado Axel Molema, um arquiteto belga que virou instrutor de yoga. 

“Ele me disse que eu tinha um destino significativo para cumprir, e que gostaria de ser guiado. Eu não posso dizer que eu verdadeiramente entendi ou poderia até mesmo aceitar suas palavras com o grau que ele queria no significado delas à época. Só quando cheguei à CHINA é que eu vi então o florescimento/significado verdadeiro do seu pronunciamento. Não que eu não tivesse tido experiências no Canadá e nos Estados Unidos, que apontavam nessa direção, mas foi na CHINA e seu povo e as minhas escolas e PINK PAGODA que me deram a clareza para compreender – e aceitar – o que as pessoas tinham dito sobre mim E MINHA MISSÃO durante todos aqueles anos. Hoje sei tão profundamente como eu sei que eu sou um verdadeiro cristão que eu sou guiado e protegido por uma presença espiritual muito forte e benevolente. Eu também sei que foi necessário rumar para a CHINA para eu perceber o quão profunda que essa presença espiritual é para mim.” 

A ameaça fatal para os bebês do sexo feminino na CHINA decorre da lei nacional que imponha um máximo de uma criança por família, combinado com a preferência da cultura chinesa para os filhos HOMENS, porque eles carregam o nome da família e cuidam de seus pais quando estes ficam idosos. O Dr Jim Garrow eventualmente se tornou o chefe fantasticamente bem-sucedido de escolas populares do Instituto Bethune na CHINA, e começou seu trabalho de resgates e salvamento da vida de já cerca de 40.000 bebês do sexo feminino por intervir pessoalmente para salvar a sobrinha de um de seus colegas de trabalho há doze anos. 

O DRAGÃO símbolo da CHINA (também um país ATEU) foi visto por João em suas visões do Apocalipse, atacando a energia da Deusa. Ver o livro do Apocalipse, Capítulo 12.

Garrow não deixa mais dúvida de que ele sente e sabe que sua missão é orientada a partir de um reino superior. “Vou continuar como instrumento de Deus, diz ele. “Vou fazer o que Ele pede, o que for necessário.” E quanto a ser especialmente escolhido por Deus, Garrow diz: “Eu apenas sigo o que parece ser a Sua Palavra. O que eu não tenho é um anjo, grande gigante de pé ao meu lado. Ou talvez eu ainda simplesmente não consiga vê-lo.” 

Leia a história surpreendente e edificante do homem que salvou 40.000 bebês da morte certa na China, a maioria de meninas! 

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

One Response to O (Anjo) Salvador de meninas (recém nascidas) na China …

  1. Elizabeth Salles Del Nero de Lara

    Acredito em Anjos ! Em pessoas iluminadas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *