browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Plêiades – Desvendando a História – VI

Posted by on 24/07/2016

Uma mensagem das  Plêiades, Embaixadores através dos tempos – 

O DNA humano é portador do código da Luz, pois este material genético e suas hélices são constituídas por filamentos de códigos ­luminosos – fios de “teia de aranha” finíssimos que contêm informação, semelhantes aos sistemas de fibras óticas. 

O pilar de luz que vocês usam para se ativar e trazer informações para o vosso corpo também é composto por filamentos de códigos ­luminosos. . .


“Vocês estão vivendo em uma época em que as oportunidades de auto-capacitação, expansão da consciência e crescimento espiritual parece ser ilimitado.” – Os Pleiadianos


Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Livro Mensageiros do Amanhecer, Barbara Marciniak – Capítulo VI – DESVENDANDO a HISTÓRIA   

http://www.pleiadians.com/

. . . Estes filamentos carregam uma enorme quanti­dade de informação e o vosso corpo está preenchido por eles. Quando agrupados e colocados em determinado alinhamen­to, os filamentos de códigos-luminosos trabalham juntos libe­rando as informações que tornam coerente a história que eles contêm.

Os filamentos de códigos-luminosos dentro de vossos corpos assemelham-se a uma grande biblioteca – uma biblio­teca tão gigantesca que contém a história do universo. Duran­te o desenrolar da história da Terra muitas espécies habitaram o planeta. Vocês convenceram-se de que a humanidade é nati­va daqui.

Os seres humanos foram colocados aqui. Em breve as pessoas levarão um choque ao descobrirem esqueletos de cria­turas muito diferentes. Algumas delas já foram descobertas, particularmente na América do Sul, e, embora as notícias te­nham saído nos jornais, foram consideradas embustes, maté­rias sensacionalistas, ou então, por medo, foram mantidas emsegredo.

Quando a consciência da humanidade se elevar à frequência de receptividade e o sistema nervoso da psique das massas estiver equilibrado a ponto de vocês poderem mudar o paradigma, a própria Terra revelará seus segredos de diver­sas formas, tais como alterações atmosféricas, mudanças na estrutura, descobrimentos psíquicos, etc..

Vocês vão desenter­rar uma nova história. A tarefa que têm à vossa frente é desejar, comandar e tencionar conscientemente a evolução do vosso DNA. Coman­dar, desejar e pedir isso não é fácil, pois para tal é necessário mover-se através de diversas identidades. A partir da pers­pectiva histórica da vossa existência multidimensional, ou da essência da vossa alma, vocês viveram os mais variados tipos de personalidade e algumas dessas experiências foram dolo­rosas, desafiadoras e difíceis.

O nosso sistema solar orbita o Sol Central das Plêiades, Alcyone (estrela maior e mais brilhante na foto) dando uma volta completa (um ANO SOLAR) a cada 25.920 anos, sendo que a data de 21 de dezembro de 2012, final de um Baktun, o 13° do Calendário MAIA marca o final de um desses anos solares. Em astronomia também é conhecida como o Aglomerado estelar aberto M-45, as Sete Irmãs, a Constelação das Plêiades, com os sóis/estrelas principais de Alcyone, Maia, Electra, Taygeta, Atlas, Pleyone, Celaeno, Asterope e Merope.

Chegou a hora de ultrapassarem os desafios e desven­darem a história contida em vossos corpos, permitindo aos filamentos de códigos-luminosos se reagruparem, formando novas hélices e permitindo a si mesmos serem receptivos às novas informações contidas no DNA. Nem sempre elas farão sentido para as vossas mentes lógicas. Vocês irão aprender que elas possuem um lugar, uma função, um propósito, mas que não constituem a vossa identidade. A mente lógica é excessi­vamente usada por muitas pessoas.

É super solicitada, sugada, e quando usam e abusam da mente lógica, criam stress em vossos corpos. Nem sempre precisam entender logicamente o que estão experimentando. Observem-se, mantenham o senso de humor em todas as situações e sustentem a idéia de que estão evoluindo. Irão viver muitas experiências porque estão subindo uma escada de identidade feita pelo vosso sistema de chakras. Os chakras são centros de informação energéticos ligados às diferentes vidas passadas, quando vocês ativaram ou se ex­pressaram em determinadas áreas. Nos próximos anos, é im­perativo que descubram estas vossas identidades.

Os filamentos de códigos-luminosos são instrumentos da luz, parte da luz e uma expressão da luz. Estes filamentos de códigos-luminosos são milhões de fibras fininhas dentro das células, que correspondem a filamentos de códigos-lumi­nosos existentes fora dos vossos corpos. Os filamentos de códigos-luminosos contêm a Linguagem da Luz geométrica que, por sua vez, contém a história de quem são vocês. Estes filamentos de códigos-luminosos não conseguiam chegar ao planeta porque havia muita poluição criada pelo time das tre­vas para mantê-los afastados.

Os filamentos de códigos-luminosos são como raios de luz contendo uma forma de linguagem geométrica. Eles pro­vêm de um banco de dados cósmico e contêm informação. Muitos de vocês encontram-se num estágio em que não neces­sitam de tratamento corporal. Precisam de uma educação espontânea ou de um implante nos vossos corpos para ensiná-­los. Isso é o que ocorrerá nos próximos anos.

Algumas pessoas neste planeta, especialmente quem tra­balha com cristais, aprenderão a preencher e ativar outros cor­pos com estes filamentos. Os indivíduos que buscam esta experiência terão os filamentos ativados em seus corpos, proporcionando-lhes instantaneamente informação e conheci­mento. A educação está evoluindo para isso. Haverá seres ajudando-os. Vocês precisarão ser capazes de reconhecê-los e reconhecer outras realidades que existem ao vosso redor.

Quando as informações dos filamentos de códigos luminosos foram espalhadas, não houve incêndio na biblioteca – foi sim­plesmente como se todos os livros tivessem sido retirados das prateleiras e jogados no meio da sala. Imaginem-se entrando numa sala repleta de livros, do tamanho de um estádio gigan­tesco e com todos os livros espalhados no chão. Como conseguiriam encontrar alguma informação lá, a não ser por acaso? Uma vez que os humanos não acreditam na ordem do acaso, jamais seguiram a ordem que está dentro deles. A informação contida nos filamentos foi deixada den­tro de vocês, embora não haja uma lógica que a faça coerente.

Portanto, agora, como é que vocês encontram as informações? Elas lhes serão reveladas. Este é o processo. Vocês não preci­sam procurá-las porque esta revelação é a vossa herança, é o que vocês são. À medida que o DNA começar a formar novas fitas, elas viajarão pelo sistema nervoso do corpo que estiver sendo desenvolvido no momento e as memórias começarão a inundar a vossa consciência. Vocês precisam trabalhar para desenvolver este sistema nervoso, ligá-lo em vossos corpos, oxigenar o sistema, aprender como se movimentar através de acelerações de energia e atrair mais idéias e experiências para ele.

À medida que este processo começar a crescer e se ali­mentar em vossos corpos, simplesmente o observem, pois te­rão vontade de saber como acessá-lo. Manter-se enredado nos próprios problemas é semelhante a ler apenas um dos livros da vossa biblioteca sem se permitir receber as informa­ções contidas nos outros livros. E mais ainda: existe uma outra história, uma história completaEsta história inteira mantém correspondência com as vossas almas inteiras.

Como membros da Família da Luz, vocês comprometeram-se a manter em vossos corpos físicos uma consciência de todas as vossas vidas, a aceitar o que fizeram e os papéis que desempenharam em todas essas vidas, e a inva­dir realidades diferentes alterando-as segundo as diretrizes do vosso acordo como representantes da Família da Luz. Vocês têm livre-arbítrio neste compromisso, é claro. A tripla-hélice os traz para o centro do sentimento.

O centro do sentimento são as emoções, e as emoções são o vosso caminho, ou ponte, ou obilhete de ingresso para Eu espiritual. Quando alguém nega o Eu emocional, não pode entrar no rei­no espiritual. O Ser Crístico disse uma vez: “Conhece-te a ti mesmo.” Conheçam-se a si mesmos. É a mesma coisa. Esta men­sagem chegou ao planeta há muito tempo, mas foi distorcida para que as pessoas não percebessem o seu valor nem que ne­cessitavam apenas reordenar-se.

O trabalho é sempre interno. Quando perguntam como mudar o planeta nós sempre respondemos trabalhem dentro de si  mesmos.  Desenvolvam-se. Ultrapassem os limites do ego. Aprendam a tornar-se multidimensionais, a viver no mundo astral, a viajar para fora do corpo físico. Parem de definir o vosso corpo físico como terminando  ‘aqui’, isto é o que a socie­dade incentiva para poder controlá-los. Numa zona de livre­ arbítrio, controlar faz parte do jogo, porque alguém quer dominar. Vocês são membros da Família da Luz; a que hierar­quia e a que deuses devem responder? O DNA é a história viva da verdade e da vida.

Quando uma pessoa consegue fundir-se com esta história, torna-se ca­paz de atingir realidades sem vídeos, fitas ou livros. É capaz de experimentar.  Diversas culturas nativas foram treinadas para encontrar os remanescentes da Biblioteca Viva deixados no planeta. Isso explica a reverência que têm pela Terra e pelos animais e o conhecimento sobre a cooperação que envolve to­das as coisas. Estas culturas nativas foram intencionalmente colocadas no planeta pois era uma área de treinamento onde havia potencial para a ativação da memória quando chegasse o momento. O DNA contém o código.

Ele contém o projeto da identi­dade, o plano da existência, a história do universo e a história da vida neste local específico. Está armazenada dentro das cé­lulas dos humanos. O DNA original dos tripulantes deste pla­neta, os ocupantes humanos, possui um projeto de sistema genético baseado no número doze. Os doze fios de material genético estão, assim, conectados a várias outras fontes re­presentativas ou informativas que também possuem o núme­ro doze. Não se esqueçam, realidade reflete realidade. Os doze fios de informação conectam o ocupante humano aos centros de informação correspondentes, dentro e fora do corpo.

A Terra está entrando agora em conjunção, ou alinha­mento, com o propósito através do qual os Planejadores Origi­nais voltam a reativar o sistema de doze hélices da espécie ocupante – a espécie humana – reconduzindo a Terra para sua rota original. Quando a biblioteca biológica foi concebida há eons e eons atrás, ficou decidido que os tripulantes do planeta possuiriam a chave que destrancaria os dados armazenados na Biblioteca Viva. Como isso se liga aos doze centros de informação? Quan­do o sistema dos chakras humanos estiver ligado, aberto e ati­vado, as informações começarão a buscar sua própria expressão, tornando-se disponíveis.

Existem determinados ele­mentos que agirão como código para acessar estas informa­ções, trazendo-as para um plano de existência onde possam começar a expressar-se. Quando estiverem ligados a esses cen­tros de informação – sete dentro do corpo e cinco fora – esta­rão prontos para receber energia através de outro grupo de doze centros de informação. Quando ativarem os vossos doze chakras, vão acessar a energia armazenada em grupos de doze centros paralelos, que por sua vez irão ativar o vosso processo.

O Sistema atual de sete Chakras do corpo humano

E assim o vosso cérebro atingirá a função plena, completa, se­melhante a um computador. As doze realidades paralelas possuem maneiras de des­vendar as informações que estavam sendo mantidas em se­gredo. Existem vários passos necessários para desbloquear estas informações. Vocês podem comparar este processo com o alto nível de segurança existente nos arquivos do governo, onde a verificação de impressões digitais, senhas e outras bar­reiras protegem a informação final.

Vários elementos precisam ser combinados para se ter acesso a algo muito secreto. A ativação das doze fitas de DNA coincide com a ativa­ção, movimento giratório e abertura dos doze centros de in­formação – os doze chakras, ou discos de energia etéricos. Este é o início da conexão do movimento rotatório dos doze. Quando este alinhamento de energia ocorrer, ele atrairá ener­gia dos doze corpos celestes do vosso sistema solar. Estes corpos, então, recomeçarão a enviar energia para a Terra.

Ao serem ativados, vão liberar o que guardavam, e a Terra pode tornar-se biogeneticamente viva. Existe uma quantidade imensa destes grupos de doze – os doze universos giratórios, por exemplo. O movimento giratório dos doze centros pro­vocará um caos na nova consciência, porque, quando estes doze centros de energia – principalmente os cinco externos ­começarem a ligar-se novamente ao planeta, irá ocorrer uma verdadeira inundação de energia nova.

A formação das doze hélices não significa que, como es­pécie, se tornarão instantaneamente informados, mas que, para impulsionar a espécie humana em direção a uma consciência mais elevada, existe um máximo e um mínimo de mutações necessárias para criar um novo padrão de operações. Estas mu­tações trarão um nível de frequência novo, que afetará cada pessoa individualmente. O processo pode ser comparado ao nascimento de um novo sol na atmosfera da Terra. Estas doze hélices não abrangem obviamente todas as informações con­tidas nos filamentos de códigos-luminosos.

Contudo, a sua for­mação será suficiente para lhes dar, como espécie, um retrato bem mais amplo da vossa origem. Vocês sabem, pela porção eterna do vosso ser, que fa­zem parte da Família da Luz e, como membros da Família da Luz, sabem quem são. Mas os humanos não sabem quem eles são. Como vocês estão disfarçados de seres humanos, por vezes podem enganar-se a si mesmos, achando que também desco­nhecem a vossa identidade. Nós denominamos Biblioteca Viva o planeta Terra, por­que todos vocês possuem a imagem do que consiste uma bi­blioteca: um lugar onde se guarda e obtém informação. Todos os lugares são verdadeiras bibliotecas.

Cabe a vocês encontrar as informações dentro delas e descobrir como traduzi-Ias. Gostaríamos que todos começassem a ter essa imagem. Isso vai criar um amor maior pela Terra e uma percepção maior de que nela existe sempre algo com o qual as pessoas podem se relacionar. Ninguém mais irá se sentir solitário, pois desco­brirá que existe vida inteligente desejando comunicar-se com os seres humanos. Quando as doze hélices estiverem. forma­das, ligando-os aos doze centros de informação, a biblioteca será ativada. Os seres humanos foram designados para ser a cha­ve que acessará as informações contidas na Biblioteca Viva. Existem muitas histórias sobre esse assunto que podemos lhes contar.

Há milhões de anos atrás todas as vidas coexistiam neste planeta, especialmente durante a era dos dinossauros, quando estas enormes bestas operavam como guardiãs do pla­neta, enquanto determinadas energias construíam e armaze­navam os dados aqui. Durante muitos milhões de anos isso aconteceu. Neste exato momento, doze é o sistema que os conecta a algo em outro lugar. Não é o ritmo natural de vocês mas, atra­vés de um acordo grupal, decidiu-se usar a energia do doze em diversos sistemas de realidade. É uma fórmula codificada.

Muitas coisas que não fazem sentido para a mente lógica o farão para os filamentos de códigos-luminosos e para o corpo físico à medida que ele for se tornando mais sensível o fluxo do planeta foi ajustado para o sistema de doze, mas certas pessoas irão afirmar que este não é um sistema efi­ciente, não é um fluxo natural. Na verdade, vocês constituem um sistema de treze. Quantas vezes por ano ocorre a lua cheia? Treze. O sistema de treze vai chegar. Em breve irão abrir-se para ele, porque serão capazes de movimentar-se no tempo. A energia do treze movimenta-se além da lógica e além do siste­ma forçado. A Família da Luz chegou ao planeta para receber ener­gia dos Planejadores Originais.

Esta energia vai criar uma alte­ração genética, vai reativar e reagrupar os filamentos de códigos-luminosos que irão compor o sistema de doze hélices. Isto vai possibilitar a ativação do corpo humano e tornar os seres humanos extremamente valiosos, pois estarão em condi­ções de ser usados para acessar os dados que se encontram arquivados na Terra, espalhados por todo o lugar, dissimula­dos em insetos, flores, porcos, no rabo de um burro, nas ore­lhas de um coelho… Queremos enfatizar que, quando esses dados foram arquivados nas doze bibliotecas, foram coloca­dos em diversas camadas.

 

Assim, quando chegarem às biblio­tecas, irão encontrar códigos de liberação diferentes. Em outras palavras, existem muitas vias de acesso às bibliotecas. Vocês não podem simplesmente ir entrando e dizendo: “Tenho pas­se livre para receber todas essas informações”.Da mesma for­ma que existe um sistema de segurança no governo, as bibliotecas que contêm informações também possuem o seu sistema de segurança. A razão para a construção das bibliotecas surgiu devido às vibrações de tirania que estavam pulsando naquela época. Os Guardiões do Tempo estavam temerosos de que as infor­mações pudessem cair em mãos erradas. Este foi o motivo por­que as bibliotecas foram projetadas de maneiras muito diferentes.

As outras bibliotecas, ou mundos existentes, são completamente diferentes do vosso. A missão dos Guardiões do Tempo era desenvolver um projeto por meio do qual a cons­ciência pudesse evoluir informar-se e ser utilizada para acessar informações. Originalmente, era de grande prestígio o papel dos ocu­pantes humanos como indicadores das vias de acesso às biblio­tecas. Sem o ocupante humano não se podia acessar as bibliotecas e, quanto maior a sintonia do ocupante humano, maior a capacidade de acesso às bibliotecas. Os ocupantes hu­manos sentiam-se orgulhosos de serem suficientemente livres e conectados para encontrar informações em todas as coisas.

Os humanos eram os cartões de acesso às bibliotecas. Havia treinamento para ser cartão de biblioteca e, quando che­gavam ao planeta seres buscando informações, fundiam-se com o ocupante humano que estivesse codificado para respon­der a determinados códigos. Se a pessoa tivesse um código baixo, só poderia ver uma certa quantidade de determinado assunto; cada ser vinha com o objetivo de acessar informações específicas. Algumas informações não estavam disponíveis para determinados seres, não por serem secretas, mas por não se adequarem eletromagneticamente à sua estrutura biológica.

Os dados devem ser capazes de penetrar no sistema de crenças de um indivíduo; caso contrário, ele pode explodir, se for sobrecarregado com uma energia que não esteja intensa­mente temperada com amor. É assim que conceitos muito amplos são transmitidos para este planeta: eles viajam na frequência do amor. A frequência da luz não conduz conceitos amplos por­que não é conectada com a emoção. A frequência do amor é conectada com a emoção. Quando um indivíduo está criando um conceito expandido de si mesmo, deve sempre sentir-se conectado a um objetivo para compreender a amplidão das coisas. Esse objetivo é o amor.

Um dia vocês vão descobrir que o sexo faz parte do pro­cesso. Quando se é dono da própria sexualidade, se percebem as oportunidades de expressá-la e se decide se se quer ou não manifestá-la em determinadas situações. À medida que se tor­narem acessíveis e que outras pessoas puderem utilizá-Ios para descobrir a biblioteca a que dão acesso, poderão ter encontros muito interessantes com o passar dos anos. Se se voltarem para o passado e estudarem as escrituras e antigos manuscritos, irão descobrir que os deuses desciam à Terra e se uniam às filhas dos seres humanos. A sexualidade tem sido usada para disparar o cartão da biblioteca.

Contudo a um grande perigo nisso, porque essa energia foi usada de forma indevida. Por isso é tão importante ser dono da própria sexualidade e estar muito seguro em rela­ção à pessoa com quem partilhá-la. Nós não queremos que sejam comprados ou seduzidos. Recomendamos que obser­vem e sintam se seus companheiros estão sendo honestos e íntegros, ou se estão se aproveitando de vocês. Vocês estão se tornando distribuidores de poder. A Terra encaminha-se para uma grande colisão e nada permanecerá preso. Estamos inundando o planeta, nós e mui­tos outros seres, com oportunidades para que vocês se lem­brem.

Certas entidades tradicionalistas acham que deveríamos supervisionar melhor as informações que estamos oferecen­do. À medida que começarem a acumular estes conhecimen­tos e estas habilidades, atrairão outras pessoas que, através de vocês, conseguirão acessar o que necessitam.

Quando fazem sexo com alguém, é como se abrissem uma avenida para outras bibliotecas. Isso tem relação com muitas, muitas coisas. Queremos que cada um de vocês ame e respeite o seu corpo, ame a si mesmo e tenha a certeza de que quando fizer sexo com alguém, essa pessoa realmente o ama. Isso não significa que devam casar-se. Mas é imprescindível que haja amor, que conheçam a pessoa com quem estão se unindo; dessa forma, as descobertas que fizerem irão movi­mentar-se entre os dois.

Não estamos fazendo recomendações, apenas os alertando, pois irão constatar o que pode acontecer com pessoas que não tomam cuidado com o seu poderEm outras palavras, a sexualidade não é algo para se brincar por aí. É uma forma de abrir muitas avenidasSe as pessoas não a abordarem cuidadosamente, poderão atrair energias mesmo sem ter um parceiro. Usar a sexualidade para ati­var informações pode convidar energias erradas portanto, estejam conscientes em relação à frêquencia da sexualidade, pois ela provoca emoções e as emoções são as  chave para acessar  os dados arquivados na Biblioteca Viva.

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

10 Responses to Plêiades – Desvendando a História – VI

  1. Leyliane Brinck

    Só gostaria de saber como a sexualidade comum pode ativar algum poder sem se praticar o ARCANO para ativar a KUNDALINI? Podemos fazer isso de modo inconsciente? Sempre li que é necessário algumas práticas e invocações para se chegar a este estado, agora não é mais necessário?

  2. Thoth3126

    Nunca foi, é necessário apenas sentir e expressar AMOR e deixar as fórmulas mágicas, invocações e exercícios de lado, que são necessidades do intelecto e do EGO. O sexo pode ser comum e banal (intelectualmente analisando) feito por pessoas comuns e banais (na visão de quem esta centrado no EGO) MAS SE FOR COMO CONSEQUENCIA DO AMOR que existe entre os dois seres ele pode criar uma avenida em termos de processos evolutivo, mesmo ambos sendo completamente analfabetos, não conhecerem e praticarem fórmulas mágicas, os arcanos, invocarem deuses, ou demonios, etc. Quem verdadeiramente AMA O SEU PRÓXIMO, mesmo sendo ignorante e analfabeto, esta mais próximo de Deus do que o cientista arrogante que usa seu conhecimento INTELECTUAL para fabricar maiores e melhores armas….ou dos discípulos de gurus que praticam fórmulas sensacionais para descobrirem-se a si mesmos…e as vezes pagando fortunas para serem enganados e enganarem a si próprios… A mais potente forma de consciência É O AMOR.

  3. Jussara Souza

    Sempre tive a sensacao de que vivemos em mundos/niveis paralelos e de que uma tenue linha separa estes mundos/niveis. Ja tive varias experiencias que me fazem acreditar nisso, mas quando vivemos nessa realidade, adormecemos, e varias fatores nos levam a aceitar de que este mundo e o real e unico, que nada mais existe alem disso. Nao consigo nem falar sobre este assunto, pois os argumentos deste mundo e muito concreto e ao outro a que me refiro e abstrato e desacreditado. Diante disso, qual e a sugestao para buscar este caminho, para acessar esta biblioteca, fazer um trabalho e resgatar este meu SER no caminho da LUZ?. Muito Obrigada! Jussara

  4. Satyaraja

    De fato, a pessoa pode ser casada e ter uma vida sexual doentia. E outra pode ser “solteira” e ter mais de um parceiro, e mesmo assim ter uma vida sexual saudável e que lhe auxilie espiritualmente. Mas o sexo esta ligado a criação. Praticar sexo apenas pelo prazer traz consequencias. O objetivo da união sexual é a procriação, e secundariamente a união espiritual dos envolvidos. A natureza deve ser a responsável pela frutificação ou não do ato sexual (filhos). Não se deve usar métodos contraceptivos artificiais. Quem pratica sexo pelo prazer sensorial (material) está se desviando do caminho espiritual. Uma pessoa pode ser celibatária e ter uma vida sexual saudável, canalizando essa energia espiritualmente. Porém, uma pessoa materialista que não pratica sexo ou nao tem filhos, pode desenvolver doenças como cancer de prostata, testiculo, utero ou mama. De fato, a energia sexual é a mais poderosa das energias materiais, e saber utiliza-la adequadamente é fundamental para a evolução espiritual. Aquele que nao tem consciencia disso,pode ficar refem dessa energia, e adoecer fisica-psiquica-emocional-espiritualmente. Vivemos numa sociedade q impoe uma utilizacao doentia da sexualidade, é só observar musicas, dancas, programas de televisao, pornografia, etc

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *