browser icon
You are using an insecure version of your web browser. Please update your browser!
Using an outdated browser makes your computer unsafe. For a safer, faster, more enjoyable user experience, please update your browser today or try a newer browser.

Raro Eclipse Solar em 03 de novembro

Posted by on 31/10/2013

Raro Eclipse Solar em 03 de novembro. Um grande evento astronômico do ano é um  eclipse solar “híbrido“. 

A edição deste ano é especialmente rara porque começa com eclipse anular e termina com um eclipse total. O Cartógrafo Michael Zeiler acumulou muitos mapas e muita informação gráfica em seu site . Quando a Lua passa diretamente entre o Sol e a Terra, o resultado habitual é de um eclipse solar total ou anular. Mas o evento no dia 3 de novembro é uma espécie de eclipse híbrido. 

Tradução e edição:  Thoth3126@gmail.com

Raro Eclipse Solar em 03 de novembro. Um grande evento astronômico do ano é um  eclipse solar “híbrido”. Estranho para voce? A Lua passa em frente ao Sol, gerando um eclipse anular fugaz no início e um relativo e breve eclipse total mais tarde.

http://www.skyandtelescope.com/

OBSERVING BLOG by Kelly Beatty

Quando a Lua passa diretamente entre o Sol e a Terra, o resultado habitual é de um eclipse solar total ou anular. Mas o evento no dia 3 de novembro é uma espécie de eclipse híbrido. No ponto do Atlântico Norte onde a sombra umbral da Lua começa a sua corrida em terra, a cerca de 600 milhas (1.000 km) a leste de Jacksonville, na Flórida, EUA, um observador extremamente bem colocado iria começar a ver um anel vestigial do Sol em torno da silhueta da Lua por alguns segundos fugazes, logo após o amanhecer de 03 de novembro.

Acima: O eclipse em 3 de novembro de 2013, começa como um evento anular (no extremo esquerdo da linha verde), mas rapidamente torna-se um eclipse solar total na medida que a sombra da Lua cruza o Oceano Atlântico e vai até a África central. Clique na imagem para uma versão maior. Sky & Telescope ilustração / fonte: F. Espenak

Mas depois disso, na medida que a sombra se projeta para sudeste, as “pegadas” da sombra da lua se acelera devido à curvatura da Terra. Assim, a aparência muda para ser de um eclipse total – embora relativamente curto. O “grande eclipse,” demorará cerca de 99 segundos e meio de totalidade, acontecerá cerca de 12:46 horas Tempo Universal (10:46 horário de Brasilia) em um ponto a cerca de 200 milhas (330 km) a sudoeste da costa da Libéria. A sombra umbral da Lua terá apenas 29 milhas de largura (47 km), quando atingir a África no Gabão, onde haverá 68 segundos de totalidade. 

Em seguida, ele desliza para leste-nordeste através do Congo (até 53 segundos), República Democrática do Congo (44 segundos), Uganda (19 segundos), no norte do Quênia (13 segundos), antes de terminar no sul da Etiópia e Somália ocidental (1 segundo no pôr do sol). Durante o eclipse solar híbrido anterior, em abril de 2005, um trecho da totalidade foi imprensado entre as visões anulares no início e no fim. 

A edição deste ano é especialmente rara porque começa com eclipse anular e termina com um eclipse total. O Cartógrafo Michael Zeiler acumulou muitos mapas e muita informação gráfica em seu site. Por um pouco de diversão de uma olhada  nas circunstâncias “e se” ao longo do caminho umbral, confira  mapa interativo do eclipse de Xavier Jubier que cobre o caminho da sombra do eclipse umbral no Google Earth. 

Vou estar com a equipe da expedição Sky & Telescope do eclipse na costa leste do lago Turkana, no noroeste do Quênia, onde nós estamos esperando para ver 11 segundo de totalidade. Isso não é muito tempo – não há tempo nenhum para se atrapalhar com as configurações da câmera para fotografar! – Mas seremos recompensados com visual belíssimo de efeitos de Baily e longos arcos carmesim de cromosfera do sol. 

Nota de Thoth: Este raro fenômeno astronômico, o eclipse de 03 de novembro (um domingo, SUNday, dia do sol) coincide com a data em que se comemora, na antiga cultura Celta, o ano novo celta, no Festival de Samhain,  um dia após o dia dos mortos 02/11. Este ano a “coincidência” de datas destes dois eventos NÃO É MERO ACASO, principalmente se levarmos em consideração que o eclipse se inicia na costa leste dos EUA e termina na costa leste da África, no país onde o presidente dos EUA, Barack Hussein Obama realmente teria nascido.

Sobre os EUA e seu presidente Obama, saiba mais em:

  1. http://thoth3126.com.br/obama-nasceu-em-mombasa-no-quenia/
  2. http://thoth3126.com.br/obama-nao-nasceu-nos-eua/
  3. http://thoth3126.com.br/obama-o-fantoche/
  4. http://thoth3126.com.br/profecia-de-1912-sobre-fim-dos-eua-e-obama/
  5. http://thoth3126.com.br/a-visao-das-provacoes-dos-estados-unidos-por-george-washington/
  6. http://thoth3126.com.br/barack-obama-segredos-e-mentiras-sem-fim/

A lua, astro que rege as emoções e pensamentos humanos, vai bloquear (eclipse) o sol, símbolo máximo da divindade em quase todas as culturas antigas, começando a projetar sua sombra nos EUA e terminando no Quênia, terra dos ancestrais de Obama. Parece que ao se iniciar um novo ciclo comemorado por uma antiga cultura, a própria natureza (o sol e a Lua) estão dando sinais de que os fatos vão começar a serem precipitados sobre nossas cabeças, gostemos disto ou não. Aguardemos, porque parece que vamos ter grandes mudanças e muita turbulência no planeta nos meses à nossa frente.

Vários outros pequenos grupos estarão conosco no Quênia, porque é onde o meteorologista Jay Anderson (o “sumo sacerdote” da previsão do tempo de duração de um eclipse) espera a melhor probabilidade de céu sem nuvens em ao longo do caminho da totalidade por toda a África. 

E mesmo a partir daí a chance é de 50:50, então nos desejem boa sorte! Uma previsão da aparencia da “lua mordida” para o café da manhã. Enquanto isso, uma ampla faixa de locais no leste dos Estados Unidos, norte e nordeste da América do Sul, o Mediterrâneo, e praticamente toda a África começa a desfrutar de um eclipse solar parcial – se o clima permitir, é claro.

Se o clima permitir, os madrugadores ao longo da costa oriental dos EUA poderão ver um eclipse solar parcial no nascer do sol em 3 de novembro de 2013. Percentagens mostram fração da área do Sol coberto pela lua.
Sky & Telescope ilustração / fonte: Stellarium

Nos EUA, o eclipse parcial já está no máximo quando o sol espreitar ao longo do horizonte sudeste de madrugada. Quanto mais a leste e ao norte estiver ao longo da costa oriental, através de Boston, será a melhor vista. Basicamente ninguém a oeste das Montanhas Apalaches começa a ver o eclipse – os madrugadores ao longo de uma linha desde Akron a Atlanta verão apenas um ligeira corte no Sol Nascente. 

O gráfico anterior mostra a representação de seis vistas de locais diferentes. Para um conjunto mais completo de cidades, dê uma olhada no grande mapa do Zeiler. Além disso, verifique este quadro de circunstâncias do eclipse para várias cidades compilados por Fred Espenak. (Note que a tabela utiliza Tempo Universal-UTC, então ajuste para seu fuso horário. ) 

Para assistir ao eclipse parcial de madrugada, você vai precisar de um horizonte desobstruído, binóculos ou um telescópio equipado com um filtro solar seguro sobre a frente. Sempre usar um filtro (lentes especiaia para fotografar e/ou ver o sol) solar de boa qualidade quando se olhar para o Sol brilhante, seja durante um eclipse parcial, ou em qualquer outro momento. S & T ‘s editores muitas dicas para visualizar o Sol de forma segura.

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *