browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Russia também investe pesado na compra de OURO…

Posted by on 20/03/2015

Vladimir Putin transforma Petróleo (ouro negro) em barras de OURO para a Rússia, que já é o maior comprador mundial do metal.

Quando Vladimir Putin diz que os EUA está colocando em risco toda a economia mundial por abusar do seu monopólio do dólar (n.T. e continuar emitindo a moeda sem lastro nenhum) , ele não está só falando. Ele está apostando nisso.

SE ME PERMITIREM IMPRIMIR E CONTROLAR O DINHEIRO DE UMA NAÇÃO, EU NÃO ME IMPORTO COM QUEM ESCREVE, COM QUEM FAZ ÀS SUAS LEIS” – Amschel Mayer Rothschild

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Vladimir Putin transforma Petróleo (ouro negro) em barras de OURO para a Rússia, que já é o maior comprador mundial do metal.

Fonte:  www.moneynews.com

Não só Vladimir Putin fez da Rússia o maior produtor mundial de petróleo, ele também fez de seu país o maior comprador de ouro do planeta. Seu banco central adicionou aos estoques mais 570 toneladas do metal OURO na última década, mais de um quarto da vice-campeão em compras, a China, de acordo com dados do FMI compilados pela Bloomberg. O peso do ouro acrescentado aos cofres russos também é quase o triplo do peso da Estátua da Liberdade.

Quanto mais ouro um país tem, mais soberania ele terá se houver um cataclismo com o dólar, com o euro, a libra ou qualquer outra moeda de reserva (n.t e é exatamente isso que a elite que controla o sistema vem procurando provocar, um colapso financeiro e econômico global, para adotar medidas restritivas e implantar um governo mundial totalitário estilo NWO-Nova Ordem Mundial, um fato que Vladimir Putin, o presidente russo tem plena consciência), declarou Evgeny Fedorov, um parlamentar do Partido Para Rússia Unida, de Vladimir Putin na câmara baixa do parlamento, disse em uma entrevista por telefone desde Moscou.

O OURO, metal muito cobiçado pelos governantes russos, incluindo o czar Nicolau II e o líder bolchevique Vladimir Lenin, cujas forças revolucionárias o assassinaram, aumentou de preço quase 400% no período de compras de Putin. Os bancos centrais (dos países ditos de 1º mundo) de todo o mundo imprimiram dinheiro para escapar da crise financeira global, minando o apetite dos investidores por dólares e euros e desencadeando uma corrida de compras para a segurança do metal mais precioso, o OURO.

Em 1998, o ano da moratória (quebra) da Rússia  de $ 40 bilhões de dólares da dívida interna, custava até 28 barris de petróleo para comprar uma onça de ouro (equivalente a 31,104 gramas), conforme mostram dados da Bloomberg. Essa proporção caiu para 11,5 no momento em que Putin chegou ao poder um ano depois em 1999, em 2005, depois de ter tocado 6,5 barris de petróleo por onça – menos de metade do que é agora – o presidente russo disse ao seu banco central para comprar mais ouro.

Durante uma turnê em novembro na região de Magadan no Extremo Oriente, onde as companhias Polyus Ouro International Ltd. e Polymetal International Plc   tem operações, Putin disse ao Bank Rossii (*) para não “fugir” do metal. “Afinal, o metal é chamado de reservas de ouro e moeda por uma razão“, disse Putin, de acordo com uma transcrição do Kremlin.

(*)Banco Rossii ( em russo Банк России ), é o Banco Central da Federação Russa (Центральный банк Российской Федерации ) chamado como o Banco Central da Rússia , com sede em Moscou. Os deveres e funções do Banco Rossii na Constituição russa descrita no artigo 75 e na lei especial federal da Rússia. O banco central foi fundado em 13 julho de 1990, mas historicamente e legalmente é o sucessor do Banco do Estado do Império Russo e do Gosbank da antiga URSS-União Soviética .

Cara de sorte

Na época, o ouro era negociado em alta já há 18 anos de $ 495 dólares a onça (Onça Troy = 31,104 gramas) e  o Banco Central da Rússia com sede em Moscou possuía 387 toneladas de ouro, ou 2,2 % de suas reservas totais de $ 165 bilhões de dólares. A participação do ouro nas reservas russas atingiu 3,5 % no prazo de apenas mais um mês, de acordo com dados compilados pela Bloomberg.

Uma onça de ouro para entrega imediata era negociada a $ 1.670 dólares (cerca de R$ 3.340,00 a onça, mais de R$ 100 reais a grama) a partir das 7:24 pm, no horário de Moscou em 08 de fevereiro de 2013. A cotação do metal subiu 7% no ano passado, o 12º ano consecutivo de ganhos. Os analistas do mercado de ouro esperam que o metal possa avançar novamente em 2013, para $ 1.825 dólares até o final do ano, segundo a mediana de 26 previsões em uma pesquisa da Bloomberg.

A “Estratégia de aquisição de ouro de Putin se encaixa com a sua agenda estatista (n.T. Ou de proteção contra especuladores sem escrúpulos) de nacionalização dos recursos”, disse Tim Ash, diretor de pesquisa de mercados emergentes da Standard Bank Plc em Londres. “É um tipo de jogo defensivo, mas funcionou, certo?” Ash disse em uma entrevista em Moscou. “Você precisa de sorte na política e nos negócios, e claramente o cara (Putin) tem muita.”

Gordon Brown se afundou na venda de ouro inglês

Outros líderes mundiais não foram assim tão afortunados. Gordon Brown, como ministro das Finanças do Reino Unido, vendeu quase 400 toneladas de ouro nos 30 meses até março de 2002, quando os preços estavam em baixa a duas décadas. Os Tablóides de Londres têm referido o período como o “poço”  fundo de Brown.

Quanto mais ouro um país tem, mais soberania ele terá se houver um cataclismo com o dólar, com o euro, a libra ou qualquer outra moeda de reserva“. E é exatamente isso que a elite (a serviço dos Illuminatis) que controla o sistema financeiro global vem procurando provocar, um colapso financeiro e econômico global, para adotar medidas restritivas e implantar um governo mundial totalitário estilo NWO-Nova Ordem Mundial, um fato que Vladimir Putin, o presidente russo tem plena consciência.

A adoção do Quantitative easing (n.T. – eufemismo anglo-saxão criado para justificar a emissão pura e simples de moeda sem lastro efetivo-Fiat Money) pelas grandes economias para apoiar os preços dos ativos financeiros está impulsionando a demanda por ouro no mundo emergente, disse Marcus Grubb, diretor de pesquisa de investimento no Conselho Mundial do Ouro. Antes da crise, os bancos centrais foram vendedores líquidos de 400 a 500 toneladas de ouro por ano. Agora, liderada pela Rússia e pela China, eles são compradores líquidos por cerca de 450 toneladas, Grubb disse por telefone, de Londres, onde seu grupo da indústria do metal se baseia.

Enquanto a Rússia/Putin está liderando a corrida da compra de ouro nos mercados emergentes, os países desenvolvidos estão liquidando. A Suíça descarregou mais na última década, 877 toneladas, um valor que hoje vale cerca de US $ 48 bilhões, de acordo com dados do Fundo Monetário Internacional através de novembro. A França ficou em segundo com 589 toneladas, enquanto a Espanha, os Países Baixos e Portugal cada um vendeu mais de 200 toneladas.

Rússia, o Número Oito

Mesmo depois de frenesi de compras da Rússia/Putin, no entanto, o cache total da Rússia atual é de cerca de 958 toneladas, é apenas a oitava maior reserva, conforme o Conselho Mundial do Ouro, publicado em um relatório de 08 de fevereiro. Os EUA é o número 1, com cerca de 8.134 toneladas do metal, seguida pela Alemanha, com 3.391 toneladas e do FMI, sediado em Washington, com 2.814 toneladas. A Itália, França, China e Suíça são quarto até o sétimo. Embora os depósitos de ouro representem 9,5%  do total de reservas da Rússia,  nos EUA, na Alemanha, Itália e França representam mais de 70 % das reversas.

A Rússia mantém cerca de dois terços de suas reservas de ouro em um edifício de pedra esverdeada e vidro cinza em Ulitsa Pravdy, ou Rua Verdade, no centro de Moscou. A rua tem o nome de Pravda (verdade), o jornal oficial do Partido Comunista, que também tinha sua sede lá.

O então primeiro-ministro Putin tornou-se o primeiro líder russo a visitar o complexo em 24 de janeiro de 2011, segundo o site do governo. Ele visitou a instalação de 17.000 metros quadrados, que inclui 1.500 metros quadrados de armazenagem, com o primeiro vice-presidente Georgy Luntovsky, posando para fotos levantando um lingote/barra de ouro. A maioria das barras de ouro pesam entre 10 a 14 kg (22 a 31 libras) e são acondicionados em caixas de plástico ou de madeira ao lado de um suprimento de emergência de cédulas.

Banco comprando

Tecnicamente, o depositário de metais do estado  Gokhran tem o direito exclusivo de comprar todo o ouro extraído no país. Na prática, ela permite que os bancos comerciais comprem de produtores diretamente, geralmente sob a forma de financiamento de projeto, disse Sergey Kashuba, presidente da União Russa de Produtores de Ouro em Moscou.

Quando o banco central compra ouro, é a partir desses bancos comerciais, liderado no ano passado pela OAO Sberbank,  OAO Nomos Bank, Grupo VTB e OAO Gazprombank, declarou Kashuba. A Rússia produziu 205 toneladas de ouro no ano passado, tornando-se o quarto produtor mundial, depois da China, a Austrália e dos EUA, de acordo com estimativas do US Geological Survey.

A segurança é muito apertada ao longo de toda a cadeia produtiva, Sergey Kashuba disse. Apenas duas organizações estão autorizados a transportar ouro parcialmente refinado, a partir de mineiração no Extremo Oriente e na Sibéria do norte para instalações de processamento em outras partes do país, disse ele. Um deles é a FeldSvyaz, um serviço de correio que se reporta diretamente a Putin. O outro, a SpetsSvyaz, foi separada da polícia secreta NKVD de Stalin em 1939 para o transporte de metais preciosos e segredos de estado, de acordo com seu website.

As compras do Czar

A Rússia já passou por crises de reservas antes. O czar Alexandre II ordenou a seu governo para começar a acumular ouro em 1867, poucos meses depois de vender a região do atual estado norte americano do Alasca, agora o 2º estado maior produtor de ouro dos EUA, por US $ 7,3 milhões. Seu neto, Nicolau II, introduziu o padrão-ouro na economia russa em 1897, quando então precisou de um empréstimo da França para afastar os especuladores e salvar o sistema em 1906.

Nicholas, o último czar da Rússia foi obrigado a libertar o rublo em 1914 assim que a 1º Guerra Mundial estourou na Europa. Em 1917 o governo revolucionário de Lênin restabeleceu a ligação de ouro junto com uma nova moeda em 1922. Enquanto os rublos soviéticos foram nominalmente garantidos pelo ouro (padrão ouro), as vendas do metal para os cidadãos da Rússia foram interrompidas em 1930, fazendo a “raspagem das moedas” sem sentido.

Quando os bolcheviques de Lênin tomaram o poder em Petrogrado, como São Petersburgo era então conhecida, em 1917, um de seus primeiros alvos foi o Banco do Estado e o seu ouro, que eles capturaram às 6 da manhã em 7 de novembro de 1917, segundo o site do Banco Rossii. Eles logo nacionalizaram todos os bancos, confiscando todo o ouro encontrado em cofres e caixas de depósito que pertenciam ao povo russo.

Sem reservas ocultas

O sigilo comunista em relação a quantidade de reservas de ouro do país alimentou especulações de que as elites do partido tinha acumulado um enorme tesouro de ouro que eles sorrateiramente tiraram do país antes que a União Soviética se desintegrasse em 1991.

Viktor Gerashchenko, o último presidente do Banco Central soviético e um presidente por duas vezes do Banco Rossii, tem repetidamente negado tais especulações, inclusive em fevereiro passado. “Quando as pessoas perguntam sobre o ouro do partido comunista, a minha resposta é sempre: Você é um idiota ou algo assim?” Gerashchenko, 75, disse  a revista Afisha.

Por enquanto, com mais de cinco anos que restam no mandato de Putin, a Rússia planeja continuar comprando.

“O ritmo vai ser determinado pelo mercado“, disse em uma entrevista o primeiro vice-presidente Alexei Ulyukayev,  em Davos, na Suíça, em 25 de janeiro de 2013. “Seja para acelerar ou retardar as compras é uma decisão de mercado e eu não vou discutir isso.

© Copyright Bloomberg News. Todos os direitos reservados.

Mais informações em:

  1. http://thoth3126.com.br/grupo-bilderberg-misterios-e-controle-alienigena/
  2. http://thoth3126.com.br/h-s-b-c-opio-e-drogas-a-origem-do-banco-ingles/
  3. http://thoth3126.com.br/a-verdade-sobre-os-grandes-bancos-ocidentais/
  4. http://thoth3126.com.br/grupo-bilderberg-entrevista-com-banqueiro-suico/
  5. http://thoth3126.com.br/h-s-b-c-opio-e-drogas-a-origem-do-banco-ingles/
  6. http://thoth3126.com.br/illuminati-hierarquia-dos-conspiradores-o-comite-dos-300/
  7. http://thoth3126.com.br/reptilianos-livro-body-snatchers-cap-11-e-12/
  8. http://thoth3126.com.br/confissoes-de-um-assassino-economico/
  9. http://thoth3126.com.br/illuminati-revelacoes-de-um-membro-no-topo-da-elite-explosivo/
  10. http://http//thoth3126.com.br/apenas-dez-grandes-companhias-controlam-a-industria-de-alimentos-no-mundo/

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e a citação das fontes.

thoth-escribawww.thoth3126.com.br

10 Responses to Russia também investe pesado na compra de OURO…

  1. thiago ribeiro

    oi meu nome e thiago gostoria saber como eu faco mir compra ouro em barra quanto vai sair mir ?

  2. roney

    Olá, Thiago eu sempre compro pelo site ouro fácil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *