browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

SERPO-Zeta Reticuli -09 e 10- Programa de Intercambio EUA-ETs

Posted by on 22/10/2016

serpo-zetaProjeto SERPO – O Programa de Intercâmbio dos EUA com ETs do sistema solar binário de Zeta Reticuli – Post nºs 09 e 10

A liberação gradual dos documentos confidenciais relativos a um programa de intercâmbio ultra-secreto de doze militares dos E.U.A. com habitantes EXTRATERRESTRES de SERPO, um planeta do sistema solar de Zeta Reticuli, entre os anos de 1965-1978.

“Parecia que já estávamos viajando cerca de 24 horas ou mais. Sem janelas (na espaçonave) para ver para fora.  Inicialmente nos disseram que levaríamos cerca de 270 de nossos dias (nove meses) terrestres para chegarmos ao Planeta SERPO“…

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

Postagem nº 9 – por Anonymous (30 de novembro de 2005)

Fonte:  www.serpo.org

Cada membro da equipe de intercâmbio teve de suportar uma formação psicológica e física extrema. Em um teste de formação, cada integrante dela tinha que ficar  trancado dentro de um caixa com 5 ‘x 7’ pés e enterrado sete metros de profundidade por cinco dias, com apenas comida e água, sem contato com ninguém e na escuridão total. Isto era para se testar fatores diversos.

Cada membro da equipe também tinha uma “pílula” (veneno) com eles. A pílula era usada como padrão para os agentes operacionais de inteligência por trás das linhas inimigas na Terra. A pílula poderia terminar a sua vida se, por algum motivo, os Ebens acabassem  se transformando em seres hostis. 

Vários membros selecionados da equipe (pilotos) foram treinados para voar e pilotar uma nave Eben, uma das quais foi a única capturada intacta perto do oeste do Novo México em 1949. O plano previa que esses poucos escolhidos pudessem fazer a nave voltar à Terra em caso de emergência. Havia quatro pilotos na equipe. Estes quatro passaram várias semanas no Nevada Test Site Complex (Base que mais tarde se tornaria conhecida como a ÁREA 51aprendendo a voar com a nave recuperada alienígena Eben. 

Localização da ÁREA 51, assinalada pelo retângulo central, no estado de Nevada, dentro da Nellis Air Force Range

Saiba mais emhttp://thoth3126.com.br/area-51-entrevista-de-david-adair/ 

Não foi difícil para voarem, uma vez que se poderia compreender o funcionamento dos controles. Tenho certeza que muitos dos avistamentos de OVNIs em 1964 / 65 em todo o Ocidente poderia ser atribuída a estes vôos de teste por nossa equipe. Membros escolhidos da equipe carregavam consigo pequenos contentores de gelado nitrogênio líquido. Os Ebens eram vulneráveis ao frio extremo. 

Em caso de hostilidade transformar o comportamento dos Ebens, o nitrogênio líquido poderia ser usado para neutralizar os Ebens durante uma tentativa de fuga. Os membros da equipe foram instruídos a borrifar a substância diretamente no rosto de um Eben. O Ebe n° 1 se mostrou vulnerável a este ataque.

Quanto à questão de nitrogênio líquido ele  foi colocado em recipientes especiais, assim como fazemos hoje. O documento que cita o uso do nitrogênio não especifica o tipo de recipientes, só que cada um dos membros da equipe tinha um pequeno recipiente consigo. No entanto, durante o interrogatório de retorno, a equipe considerou os Ebens sendo tão dóceis e amigáveis, que os membros da equipe rapidamente descartaram essas garrafas de nitrogênio líquido, quando chegaram no Planeta Serpo. Os Ebens perceberam que a equipe tinha essa substância, mas nunca questionaram o motivo de trazê-los consigo. 

Assim aconteceu com as armas, cada membro da equipe tinha um revólver e espingarda. Os Ebens perceberam que eram armas, mas, novamente, nunca questionaram porque os membros da equipe  da Terra estavam levando-os consigo. Mas nunca  nenhum  membro da equipe teve que carregar ou usar qualquer uma das armas, exceto durante a sua exploração do Planeta Serpo, em seguida, quando apenas alguns dos membros do grupo de intercâmbio as carregavam consigo.

Zeta Reticuli 1 e Zeta Reticuli 2 (círculo vermelho), sistema estelar/solar duplo que faz parte da Constelação de Reticulum (a Rede) e onde esta o planeta SERPO.

Postagem nº 10 – por Anonymous (02 de dezembro de 2005)

Aqui você encontra alguma “carne” que o Gene [Loscowski] queria em relação à formação dos membros da equipe. Após o extenso processo de seleção, cada membro da equipe teve que demonstrar suas habilidades para suportar as dificuldades, que incluía uma bateria de testes psicológicos, exames médicos e uma PAT (Testes de Atitude Positiva que é um teste militar dado aos pilotos e pessoal das forças especiais). 

O treinamento constou do seguinte: 

01.  Introdução à Exploração Espacial (ensinado pelo pessoal da NASA);
02. Astronomia, a identificação de estrelas, a utilização de telescópios e astrofísica em geral;
03. Antropologia Eben (informação recebida de Ebe n° 1);
04. História Eben (informações básicas recebidas Ebe n° 1);
05. Campo de Treinamento Médico do Exército dos EUA (atendimento a traumas). Isto foi dado ao pessoal não médico na equipe;
06. Treinamento para Alta Altitude – pára-quedas e ambiente de formação de oxigênio e peso / zero;
07. Treinamento em sobrevivência em caso de fuga e evasão;
08. Armamento básico e formação explosiva (seis quilos de C-4 [Composição-4] foi levado);

http://science.howstuffworks.com/c-42.htm 

09. Operações Psicológicas, Treinamento e preparação anti-interrogatório;
10. Pequena unidade de Treinamento Tático ( 4 semanas-Ranger Training do Exército dos EUA é claro);
11.  Curso de reunião de dados de Inteligência;
12. Geologia espacial – métodos de coleta e utilização de equipamentos especializados geológicos;
13. Formação em estresse físico;
14. Métodos para lidar com o confinamento / isolamento;
15. Curso de Nutrição;
16. Equipamento de utilização em treinos;
17. Formação da especialidade individual;
18. Biologia Básica;
19. Outra formação que ainda é considerada extremamente bem classificada (TOP SECRET), mesmo após 40 anos [1965 – 2005].

Serpo_Planet_Concepts_by_Supajoe

Concepção artística de como seria a superfície do planeta SERPO.

Os seres humanos poderiam reproduzir os sons tonais dos Ebens, mas tiveram que praticar e praticar e praticar. Demorou muito tempo para quem estuda o idioma Eben para se fazer os sons. Alguns dos sons são semelhantes aos sons cantando em alto tom. A linha inferior é a que poderia ser feito.

Agora considere o seguinte: Mesmo que a cada membro da equipe fosse ensinado os sons tonal / linguagem Eben, era difícil para os membros se lembrarem de cada tom e da utilização de outros sons com os tons. Os dois lingüistas da Equipe praticaram e aprenderam o suficiente para se comunicar basicamente, de acordo com os documentos que eu li.

Os Ebens aprenderam Inglês, mas tinham dificuldade em pronunciar as palavras corretamente. Por exemplo, de acordo com o documento, os Ebens não conseguiam dizer a letra “L” Assim, se os Eben tentassem dizer a palavra “olha”, ela saia quase como “ook”(ao invés de LOOK). Entre a primeira mensagem enviada pela nossa equipe de Terra no verão de 1952 para a primeira mensagem recebida dos Ebens levou cerca de quatro meses. Nós não temos nenhuma maneira de saber quando os Ebens receberam a nossa mensagem, quanto tempo eles levaram para estudá-la e quanto tempo eles levaram para enviá-la de volta a resposta. Os sinais foram em linguagem Eben, com uma leitura, sons, tons, etc. 

Uma nota interessante: Havia um Eben, que era um viajante do espaço e que podia falar Inglês melhor do que os outros Ebens que tinham aprendido. Este Eben recebeu o codinome “Noé” pela equipe de intercâmbio. Toda vez que a equipe tinha de comunicar informações importantes, eles se voltavam para Noé em busca de seu auxílio. Mas durante a última parte da estada  de nossa equipe no Planeta Serpo, Noé saiu para uma missão de longa duração. A partir de então, os nossos dois linguistas foram capazes de se comunicar melhor do que qualquer outro membro da equipe. 

PERGUNTA: Por que a nossa equipe não usou o dispositivo de comunicação Eben? 

ANONYMOUS: Eles tinham isso, mas continha apenas cerca de 500 palavras em Inglês. Não é o suficiente para se comunicar plenamente. A Equipe descartou o dispositivo no início de sua estadia no Planeta Serpo.

etserpo-grey

Um alienígena do planeta SERPO

Quem é o “Falcon?” Estou lendo os documentos do Relatório real. Não há menção de um “Falcon”. Não há menção de um “Falcon” no registro de Controle de Acesso ao Relatório do Projeto Serpo. Se você está se referindo ao programa especial de TV de 1989, “UFOs Coverup” … Live!” (Encobrimento de Casos de OVNIs-ao Vivo)  em que um “Falcon” e um”Condor” apareceram de certa forma encobertos, eles nunca tiveram acesso ao atual report do “Projeto SERPO”.  Eu penso que quem quer que fosse o  Falcon, ele apenas  estava espalhando  desinformação.

Os Ebens viviam em um planeta quente, com exceção do hemisfério norte, que era mais fresco. Alguns Ebens viviam no clima mais frio, mas os Ebens não podiam suportar frio extremo.

Eu acho que existe uma confusão entre o que o Ebe n° 1 disse sobre o “nosso” planeta. Ele gostou dos lugares mais frios do “nosso” planeta. Ele não estava se referindo ao seu planeta Serpo. O Ebe n° 1 era um visitante em nosso planeta e foi levado para vários locais diferentes, principalmente quentes. Quando ele chegou em Los Alamos, ele observou que como o clima era mais frio ali, ou seja, em Los Alamos, no final do verão.

No entanto, quando ele [Ebe n° 1] foi levado para Washington, DC, (muito controlado), o clima lá (no final do outono), era demasiado frio para ele. Eu não sei sobre um”Falcon” ou o seu/sua informação, mas eu sei sobre os fatos que cercam o Ebe n° 1.

PERGUNTA: O que você diz sobre o que o Ebe n° 1 teria dito sobre a humanidade ter sido geneticamente alterada/modificada ao longo do tempo ( últimos 432 mil anos) e que estabeleceu as religiões e mesmo Cristo, em particular em nosso planeta? [Uma idéia que foi popularizada no livro best-seller de 1989, “The Gods of Eden”, de William Bramley, ISBN 0380718073 #]

ANONYMOUS: Se alguém lê o Livro Amarelo [a história verdadeira e correta da Humanidade como retransmitida pelos ETs] e lê nas entrelinhas, pode-se sair com o pensamento e a nítida impressão de que os Ebens/ETs tinham algo a ver com Jesus Cristo ou, possivelmente, Jesus era um deles.

{n.t. Absolutamente correto em relação ao Ser real do homem, a Alma (nesse caso Sananda) encarnado em um corpo humano da Terra, no homem Jesus.

A Alma de Sananda veio do sistema Estelar de SÍRIUS (um sistema solar Triplo, com três sóis, SÍRIUS a, b e c ), principal estrela da Constelação de Cão Maior-Canis Major, a estrela mais brilhante nos céus noturnos da Terra} 

Além disso, se você olhar para alguns eventos que são mostrados no “Livro Amarelo” (lembre-se, não há datas indicadas no “Livro Amarelo”), você pode conectar alguns incidentes, como o da aparição da “Virgem” em Fátima, Portugal, etc, como um desembarque Eben. Mais a respeito ver em:

http://archive.alienzoo.com/filmandtv/mikefarrellcoverup.html  e  www.ufoseek.org / fatimajv.htm 

PERGUNTA: O muito alardeado e sensacionalista “Alien Autopsy Film”, lançado por Ray Santilli é real ou falso? 

ANONYMOUS: Esse filme é uma farsa. Fizemos/realizamos quatro autópsias dos cinco Ebens mortos encontrados no local do acidente em Corona e nós também os fotografamos, entretanto os corpos do local do acidente oeste do Novo México estavam muito decompostos para serem autopsiados. Mas o filme de Ray Santilli é falso em absoluto de 100%. 

Mais a respeito ver emopcam www.soc.org / a_autopsy / alienautopsy.html 

O “DIM” foi o Manual de Informações Duty. Era a sua “bíblia”, dos membros da equipe, pois continha todas as informações de que eles precisavam. Os planos de operações, como executar os planos, procedimentos de ação de emergência, etc [BR: O significado do “Dim” foi fornecida por outra pessoa, não por Anonyimous que tinha conhecimento detalhado do projeto.]

Dia 05 de dezembro: esclarecimento de Victor Martinez

Anoyimous  escreve 85% do material; outros 13% vem de outra fonte diretamente ligada ao projeto, e os outros 1-2% final vem de um “fantasma”, que cancela a sua conta de e-mail assim que envia as suas informações. [BR: isto pode explicar algumas das aparentes diferenças estilísticas e gramaticais nas diversas postagens.]

Os dois sóis Reticulum 1 e Reticulum 2, na Constelação de Reticulum (a Rede), um sistema solar binário.

Postagem nº 10 a – por Anonymous (8 de dezembro de 2005)

Victor: Sim, eu ouvi o show inteiro . Nunca ouvi falar desse cara George Noory antes, mas ele parecia ser um narrador muito aberto e por isso, eu e meus colegas do DIA (Defense Intelligence Agencyficamos muito satisfeitos. O show causou um monte de zumbido nos corredores do DIA!

Bill [Ryan]Rick Doty,

{ Veja comentário de Richard  Doty em: http://thoth3126.com.br/projeto-serpo-programa-de-intercambio-com-zeta-reticuli-2/}, ambos fizeram um excelente trabalho. Eu estava esperando você [Victor Martinez] só poderia aparecer e adicionar seus próprios comentários desde que você sabe mais sobre mim do que qualquer outra pessoa, bem como sobre o programa, mas eu acho que não foi possível.

Liguei para o Sr. _____ esta manhã.  [Um ex funcionário do Governo Federal dos Estados Unidos, que está gerenciando a liberação controlada de documentos sobre o “SERPO Project” para consumo público] 

Eu encontrei algumas divergências sobre os animais mencionados no programa da TV.

– A criatura tipo tatu e de como foi não agressiva, apenas assustou os membros da equipe. O guia Eben direcionou algum tipo (arma?) de som (um tom muito alto) para a criatura Tatu o que o assustou. Essas criaturas foram vistas em vários locais ao redor do planeta. Alguns eram maiores do que outros, mas eles não eram agressivos.

– Só que a criatura parecida com uma cobra era agressiva, o que obrigou um membro da equipe a matar uma. Esse tipo de criatura, semelhantes a cobras, foram localizados em um só local e a equipe nunca mais viu outro.

– Quanto aos pássaros, havia dois tipos de criaturas voadoras. Uma se assemelhava a um falcão e o outro se parecia com um grande esquilo voador. Não eram agressivos e a equipe jamais pode pegar um para exame.

– Quanto aos insetos, eles tinham pequenos bugs, similares a baratas, mas menores. Eles eram inofensivos, mas eles entraram no equipamento da equipe. Eles tinham uma casca endurecida, com um corpo mole no interior. A equipe nunca observou insetos voadores, como moscas, vespas, etc . Vários outros pequenos insetos foram encontrados e identificados.

roswell-ufocrash

Espaçonave extraterrestre resgatada pela Força Aérea dos EUA, em acidente perto de ROSWELL, estado no Novo México.

Eu estava esperando o que Rick [Doty] iria falar/expandir seu conhecimento do assunto que ele conhece muito mais do que eu o ouvi dizer. Mas talvez o show estivesse sob roteiro pré-estabelecido e ele teve que seguir o roteiro ou foi impedido de dizer o que ele queria dizer por algum diretor ou produtor do programa.

[Nota do Victor Martinez: O show não estava sob roteiro pré-estabelecido, somente as limitações de tempo  impediram que o ex-agente AFOSI SA, Richard Doty de dizer mais ao vivo durante o show; Anonymous foi corrigido por mim. Todos os participantes do show foram chamados à última hora para o preenchimento de um cancelamento de última hora de outro convidado.]

Bill fez um ótimo trabalho promovendo o site, www.Serpo.org e as informações nele contidas.

Minha próxima postagem de informações serão os registros reais de um membro da equipe de intercâmbio. Cada membro da equipe era obrigado a manter um diário. Vou dar uma entrada de diário parcial (uma vez que os registros diários estão anexos ao relatório original, que contêm centenas de páginas escritas de registro de diários). Estou disposto a dar alguns dias seguidos ou, eventualmente, uma semana de impressões diárias de um membro da equipe.

Além disso, estamos trabalhando na obtenção de quatro fotografias tomadas por membros da nossa equipe do Planeta Serpo. Vou digitalizá-las em meu computador e, em seguida, enviar via e-mail para você. Você pode enviá-los para Bill Ryan para inclusão no site Serpo.  Não distribua as fotografias através da sua enorme lista de discussão UFO na Internet. Basta deixá-las no site da Serpo.org do administrador de site Bill Ryan para postar.

Uma vez que o público veja essas fotos, até mesmo os nossos céticos, os mais obstinados céticos e aqueles que afirmam que tudo isto é uma “divulgação de falso evento”, vai arranhar a cabeça de espanto total! [as fotos não são de um cenário de filme de Hollywood.]

– Uma fotografia mostra a equipe inteira de pé ao lado de uma casa Eben no Planeta Serpo, com vários Ebens em pé ao fundo;
– Outra fotografia mostra a nova casa da equipe no norte do planeta Eben;
– Outra fotografia mostra uma aldeia Eben do norte;
– Outra fotografia mostra um grupo de Eben que está jogando o seu jogo “futebol”.(Soccer como no Brasil e não Football como nos EUA).  Você vai adorá-las!

Um membro do grupo tem uma maneira infalível de enviá-las. Eu não tenho certeza do método exato, mas eu vou deixar você saber antes dele enviá-las. Ou elas (as fotos)  serão enviadas para você (ou ao Bill diretamente) em forma cifrada ou via um mensageiro militar especial lhes trará a você a partir de uma unidade especial dentro do DIA. Nós vamos deixar você saber.

ufocerrogordojunho2006

Uma espaçonave alienígena fotografada em Cerro Gordo, Novo México.

OUVINTE: Uma pergunta sobre o não uso pelos Ebens de “relógios” (n.t. – seria melhor dizer que os Ebens não têm preocupação com a passagem do tempo e a necessidade de medir/controlar (!!!!)/mensurar a duração de suas vidas, algo absolutamente importante e obsessivo para nós, seres humanos da Terra) e sim o uso de uma torre para informar a posição do sol. Muito dos nossos equipamentos de aviônica, a electrônica e maquinário em geral envolve pulsos de tempo. Como os EBEs conseguem produzir e pilotar aeronaves (OVNIs), naves e embarcações do tipo helicóptero, sem o uso de algum tipo de relógio?

VICTOR MARTINEZ:

Que idiota escreveu isso? É preciso pensar ciência em termos diferentes, não ciência (limitada) baseada na Terra, mas com base no ( nas leis da física, na cultura da civilização Eben, leis UNIVERSAIS) Planeta Serpo. Os Ebens estão milhares e milhares de anos mais avançados do que nós ( n.t.- até aqui sabemos que essa evolução é muito mais apenas tecnológica… E qual aspecto é realmente mais importante??). Eles tinham formas diferentes de sistemas de navegação, que eu discutirei em detalhes mais tarde, provavelmente em 2006.

Suficiente por agora, devo voltar para a cama. Continuem o seu bom trabalho (de divulgação do material).

Esta foi a famosa promessa das fotografias, que na época em que foi postada (28 de agosto de 2006) nunca vieram a ser publicadas. Entretanto eu vi cinco dessas fotografias em um encontro privado com um agente de inteligência em Março de 2006; eu não tive autorização para manter ou copiá-las, e estive analisando-as por cerca de vinte minutos;

Leia mais em  http://serpo.org/updates.asp  para maiores detalhes.

Continua ...em novas postagens …

Postagens anteriores emhttp://thoth3126.com.br/category/serpo-zeta-reticuli/

É de sua responsabilidade dedicar o máximo de tempo para a sua própria Libertação”.  Arcanjo Miguel

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *