browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Serpo-Zeta Reticuli-O Programa de Intercambio, Post 16

Posted by on 10/11/2016

serpo-zetaProjeto SERPO – O Programa de Intercâmbio com extraterrestres do planeta Serpo, do sistema estelar de Zeta Reticuli 1 e 2 – Post nº 16 – (09 de Março de 2006)

 Era difícil falar da nossa ciência para os Ebens (ciência da década de 1965, ano em que a equipe de intercâmbio partiu da Terra rumo a Serpo). Como explicar Einstein? Como eles explicam os seus Einsteins? Tivemos um momento difícil para discutir nossa ciência, relativa ao conhecimento deles. 

No entanto, eles pareciam entender a nossa física e química mais rápido do que nós poderíamos entender a deles.  Conseguimos observar algumas coisas estranhas sobre a sua tecnologia.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Postagem nº 16– por Anonymous (9 de Março de 2006)

Fonte:  www.serpo.org

[Nota de Bill RyanEsta postagem foi recebida por mim, enquanto Eu estava no Congresso sobre UFO, em Laughlin, Nevada. Há duas partes: 1) Uma amostra da língua escrita Eben (original em menor tamanho; ampliação da amostra mais abaixo e então clicar em qualquer uma para uma imagem de maior resolução); 2) Uma parcela adicional de registros do comandante da equipe, publicada na íntegra, como antes. A frase final também é literal, e, aparentemente, incompleta.]

Caracteres da escrita extraterrestre do planeta SERPO

Era difícil falar da nossa ciência para os Ebens. Como explicar Einstein? Como eles explicam os seus Einsteins? Tivemos um momento difícil de nossa ciência, relativa a eles. No entanto, eles pareciam entender a nossa física e química mais rápido do que nós poderíamos entender a deles.  Conseguimos observar algumas coisas estranhas sobre a sua tecnologia. Primeiro, nós desmontamos um dos localizadores/ rastreadores, que eles colocaram em nossos cintos (uma espécie de GPS).  Não foi fácil. Não havia parafusos ou porcas segurando tudo.

Esta coisa tinha apenas alguns fios e algumas saliências em determinados pontos. Havia dois componentes, que nenhum de nós já tivesse visto na Terra antes. Nós tivemos que quebrar a coisa. A eletrônica dentro não era nada do que já havíamos observado (até por que na década de 1960 essa tecnologia estava apenas começando na Terra). Não havia transistores, válvulas, retificadores, bobinas ou outros componentes eletrônicos, como na nossa tecnologia (de 1965).

Nós não poderíamos utilizar o nosso contador de freqüência para determinar em que freqüência o sinal de rádio era transmitido e recebido. A frequência estava fora do nosso alcance. 633 e 661 se utilizaram de outros equipamentos para analisar a coisa, mas não conseguiram entendê-la.

Nós perguntamos ao cientista Eben, que nós chamamos como Ebe4. Na resposta dele o problema foi a tradução para o inglês. A Ebe 2 teve que traduzir, porque Ebe 4 não falava Inglês. Muito conteúdo foi perdido na tradução, embora Ebe 2 tenha feito um bom trabalho com o Inglês.

Acima uma amostra da língua escrita alienígena do planeta SERPO

Uma amostra da língua escrita Eben de SERPO

Mostramos ao Ebe4 um de nossos rádios portáteis de comunicação. O rádio Motorola de banda FM era muito complexo para nós. Ele era novo e continha quatro canais. 661 desmontou o rádio na frente de Ebe 4, explicou as peças e os cristais diferentes que usamos para a transmissão/recepção de freqüência. Ebe 4 não conseguia entender. Ele parecia tão perdido com o nosso rádio, como nós ficamos com o equipamento deles. A Ebe2 nos disse que Ebe 4 não conseguia entender o aparelho de rádio ou como ele funcionava.

Então, esse era o nosso dilema. Como é que faríamos intercâmbio na área de ciência. Cada uma das nossas duas civilizações diferentes deveria aprender com a outra nessa troca. Portanto, decidimos começar uma escola/aprendizado. Nossos primeiros dias foram muito difíceis. Nós começamos com coisas simples que pensei que seria semelhante ao que eles sabiam. Nós escolhemos a luz. 661, que deu algumas aulas antes na Terra, começou com os comprimentos de onda. 661 começou com luz não visível e com os diferentes angstroms.

Em seguida, 661 lhes mostrou o espectro da luz. 661 mostrou-lhes os raios cósmicos e como nós os medimos. Então ele foi para a raios gama, raios X e a luz ultravioleta. 661 explica que a luz é o que chamamos de ondas eletromagnéticas. Durante um período de dias do planeta Serpo, 661 explicou tudo o que sabia sobre a luz, as freqüências e uma descrição das bandas de frequência. Durante esse tempo, vários outros Ebens vieram e ouviram-no. A Ebe2 estava extremamente empenhada em traduzir tudo isso em língua Eben. Ebe2 teve dificuldade em explicar tudo o que 661 disse, porque ela não sabia  todos os significados que as palavras teriam em língua Eben. Mas ela fez um excelente trabalho de descrever o que 661 estava dizendo.

Eu não sei se Ebe4 entendeu tudo o que 661 disse, mas não demorou muito para que o Ebe4  percebesse o que 661 estava descrevendo. Em seguida 661, mostrou a Ebe4 um manual de reparo para um de nossos equipamentos de ensaio. Como tudo, ou quase tudo que trouxemos era equipamento militar, era também um manual militar. O manual continha esquemas dos circuitos. Ebe4 ficou completamente perdido. Mas finalmente descobriu o que 661 estava mostrando a ele era um esquema do interior do equipamento de teste. 661, em seguida, começou a apresentar os conceitos básicos de eletricidade. As leis de Ohms, diferentes fórmulas para a figura de tensão e amperes. Ebe4 estava confuso, para dizer o mínimo.

Mas um dos outros Ebens. que vieram para ouvir, captou a idéia rapidamente. Nós chamamos este Eben, de Ebe5 ou o Ebe Einstein. Este Eben era inteligente, excepcionalmente inteligente. Após três anos no planeta deles, finalmente nós encontráramos um Eben que podia entender a nossa ciência terrestre. O único problema é que ele não sabia falar Inglês. Mas ele fazia as perguntas, que Ebe4 realmente não fizera. Embora tenha levado várias lições para ensinar Ebe5 o que cada letra significava em uma fórmula, Ebe5 finalmente percebeu o que estávamos dizendo. Este Eben deve de ter um QI de 300. Ebe5 realmente resolveu alguns problemas simples, instruído pelo 661. Questões básicos de eletricidade, como resolvendo a quantidade de resistência em um circuito, coisas simples como isso.

Foi uma cena impressionante. Ebe5 tornou-se nosso melhor e principal aluno, um craque. Nós não conseguíamos nos livrar do cara. Ele nos seguia ao redor onde estivéssemos e sempre através de perguntas pela Ebe2. Quando Ebe 2 não estava disponível, ele fazia perguntas de modo simples apontando e encolhendo os ombros. Nós falávamos com ele em Inglês ou tínhamos 420 ou 475 traduzindo para ele. Mas apenas 420 podia entender mais e melhor o que Ebe 5, o Einstein deles estava dizendo. Este fato foi outro ponto interessante. O Ebe 5 parecia um pouco diferente do resto dos outros Ebens. Durante os últimos anos, tínhamos notado que alguns dos Ebens, especialmente os que vivem no norte do planeta Serpo, pareciam diferentes. As suas cabeças pareciam ser maiores.

Eles têm um rosto mais marcados pelo clima. Ebe5 vive ao norte de onde estamos. Ele vive na segunda aldeia à nosso norte. A distância é de aproximadamente 5 km. Eu desenhei o mapa na entrada de diário número 4432, mostrando todas as aldeias no norte. Tenho certeza que eles têm mais aldeias mais distantes ainda, mas nós não as visitamos ainda. Ebe5 não tem uma companheira. Isso é estranho, mas não é totalmente incomum. Foram encontrados vários Ebens sem companheiras. Nós não mergulhamos na vida pessoal de Ebe5, mas 518 quer lhe fazer umas perguntas.

Zeta Reticulum 1 e 2, os dois Sóis/Estrelas onde esta localizado o planeta SERPO, na Constelação de Retículum.

Eu expliquei em uma entrada de diário sobre a tecnologia Eben quando se trata de parafusos, porcas, etc. Eles não têm de nenhum tipo.Tudo o que eles fazem é selado com algum tipo de método de solda ou fusão. Quando visitamos a sua fábrica, ficamos impressionados com o quão eficiente eles estavam com a fabricação de móveis, seus helicópteros ou suas aeronaves. Nós ainda não vimos a sua fábrica principal da nave espacial interestelar.  Deve ser no extremo sudoeste e sul. Tenho certeza que iremos visitar o local um dia. Ainda temos sete anos, ou, pelo menos, há sete anos que deixamos a terra. Como mencionei antes, nós perdemos totalmente a noção do tempo da Terra. Nós desistimos de contá-lo há muito dos nossos anos. Nós temos o nosso tempo medido em tempo Eben de Serpo, que é extremamente complexo, como mencionei antes.

Tivemos uma festa hoje. E que festa. Nós usamos as nossas últimas caixas de C-Rações militares hoje, mas os Ebens não se importam realmente com a nossa comida. Nós sacrificamos um animal para nos alimentarmos. Como mencionei antes, os Ebens nos permitiram matar animais para consumirmos a carne. A carne não é muito ruim, 899 diz que tem gosto de urso, que eu nunca comi urso antes. Mas os Ebens olham para nós de modo muito estranho quando comemos carne. Estranho, eles podem clonar animais e outras espécies de seres humanos, mas eles não gostam de comer carne. Como eles são estranhos (o mesmo eles devem pensar a nosso respeito). Mas eles nos permitem fazer quase tudo que queremos e comer carne é algo de que precisamos por causa da proteína. Nós acabamos com o nosso estoque de sal e pimenta, o que faz do comer a nossa comida, agora insossa mais um desafio.

Os Ebens não tem nada parecido com sal e pimenta. Eles têm uma erva, como nós chamamos, algo como orégano, que eles usam. Tem um gosto azedo, mas temos desenvolvido um gosto por ela. A festa foi ótima. Nós participamos nas danças, que os Ebens realmente gostam. Eles sentem um grande prazer em dançar e jogar os seus jogos estranhos. Eu descrevi os jogos antes, mas nesta festa, nós vimos algo diferente.

O jogo foi jogado como xadrez mas com os Ebens em pé sobre uma grande área quadrada do lugar. Os quadrados foram distribuídas em 24 jogos. Cada jogo tinha mais 2 pontos. Assim como ou por que os Ebens se deslocavam no jogo era um mistério para nós. Um dos Ebens dizia uma palavra e depois outro Eben se moveria. Parecia que era um jogo de equipe. Seis Ebens de cada lado. Não conseguiamos entender, mas no final, os Ebens dançavam uns com os outros, o que significava uma vitória, assim nós pensamos. Foi um dia divertido. Meu time jogou softball, com alguns Ebens pragmáticos, que aprenderam o jogo. Bem, pelo menos a maior parte do jogo. Eles não descobriram que eles tinham que pegar a bola antes que ela atingisse o solo. Mas eles se divertiram.

Crabwood Alien Crop Circle de 15 de agosto de 2002

Um aviso (Crop Circle) muito objetivo para a humanidade, deixado em uma plantação na Inglaterra, com a imagem de uma raça (greys) alienígena e um claro aviso em linguagem do código binário contido inserido no círculo com essa mensagem: 

CUIDADO COM OS PORTADORES DE FALSOS PRESENTES E SUAS PROMESAS QUEBRADAS. MUITA DOR MAS AINDA HÁ TEMPO. EELrijue. EXISTE BONDADE LÁ FORA. NÓS NOS OPOMOS AO ENGANO. CONDUTO FECHANDO [som de sino]“  

Ao que parece a espécie humana ainda “tem amigos lá fora”

Crabwood Alien Crop Circle de 15 de agosto de 2002

Encontramos alguns Ebens extremamente talentosos e atléticos entre eles. Então, novamente, encontramos alguns que não tinham capacidade atlética. Assim como são os seres humanos. Nosso jogo de softball terminou quando as chuvas vieram. Acabamos dentro da comunidade. Terminamos nossas refeições e nos separamos e fomos para a nossa área de estar. Como fazemos a cada dia, temos o nossa reunião final do dia. Nós checamos uns aos outros sobre as condições psicológicas e de saúde médica de cada um. Nosso dia termina e começamos nossas oito horas de descanso.

Os Ebens têm um período de tempo diferente, como eu mencionei antes. Eles descansam cerca de quatro horas, para cada 10 horas de tempo de trabalho. Mas devemos considerar que a sua hora é mais longa e que os seus dias são mais longos do que os da Terra. Então, parei de usar o nosso tempo e aproveitamos o tempo Eben. É difícil de entender, mas este é apenas um registro no diário. Quando eu voltar para a Terra, eu posso explicar a diferença de tempo e como nós tivemos que usar o tempo deles, de SERPO, ao invés do nosso, da Terra.

Eu continuo a escrever sobre o tempo em cada entrada do diário, mas é importante notar que, embora já estejamos aqui em SERPO durante cerca de três anos, pelo tempo da Terra, nós desistimos do tempo da Terra e passamos a utilizar o tempo dos Ebens. Nós tentamos usar seus dois sóis como um sistema de contagem e passagem do tempo, mas que não funcionou. Em seguida, tentamos usar os nossos  próprios relógios, mas que também não funcionaram. Assim, desistimos de vez de medir o nosso tempo e passamos a usar a torre de medir o tempo dos Ebens. Cada aldeia tem um e é fácil de entender os símbolos. Cada símbolo significa um certo tempo e período de trabalho determinado.

A Ebe2 veio depois da festa aos nossos alojamentos. Ebe2 estava preocupada com o 754. Como mencionei em um post passado, 754 ficara doente. Mas ele se recuperou. Nós não sabemos do que ele sofreu, mas 700 o tratou com penicilina, que funcionou. Nós todos tivemos algum tipo de doença desde que nós aqui chegamos, exceto 899, esse cara é uma rocha sólida. Ele não ficou doente, nem mesmo um resfriado. 706 e 754 estão mantendo registros de detalhes de cada membro da equipe e sua condição médica e física. Temos tentado manter um programa de aptidão física com exercícios constantes desde que chegamos.

Há algum tempo que o seguimos e, por vezes não o fazemos. Mas todo mundo está em muito boa forma, pelo menos fisicamente. Mentalmente é que poderia ser uma outra história. Alguns membros da equipe sentem saudades da Terra, como eu. Mas nenhum membro da equipe teve quebrada a sua psique ou que tenha precisado de algum tipo de ajuda ou assistência psicológica de 700 ou 754 (os médicos da equipe).

ufo-escoltado-2caças

Nosso processo de seleção da equipe para essa missão foi ótimo. Manter-se ocupado é a nossa medicina. Nós continuamos nos mantendo extremamente ocupados, explorando e traçando metas para a nossa missão. Em uma de nossas reuniões de equipe, recentemente, 203 e eu decidimos usar a saudação militar, saudando cada membro, o que cada um repetiu desde a primeira vez que nos viram fazê-lo. Eu decidi que manteriamos o nosso porte militar e de boas maneiras, mas vamos deixar a saudação de lado. 

Cada membro da nossa equipe concordou. Não tenho nenhum problema com isso. Os Ebens apenas se entreolharam entre si, quando nós fazíamos isso. Mas eles também têm as suas saudações, eles também trocam cumprimentos Ebens dependendo da hora do dia. Eles se abraçam em determinados momentos, os dedos se tocam em outras épocas e se curvam em outros momentos. Ainda não descobrimos por que eles fazem isso.

A Ebe2 apenas nos explicou que era um método formal de saudação. Os Ebens vivem uma vida muito rigorosa e disciplinada. Eles mantêm um estilo de vida regrada. Já vimos algumas variações, mas apenas por alguns indivíduos. O Exército mantém todos na linha. As ações militares usadas como força policial, que mencionei antes. Eles não possuem quaisquer armas, mas eles têm uniformes diferentes e todos os Ebens respeitam os Ebens de uniformes. Os militares estão patrulhando o tempo todo. Eles andam em duplas e parecem ser extremamente amigáveis, mas podem ser muito rigorosos. Numa ocasião vimos dois Ebens atravessar um campo. Dois membros militares rapidamente se aproximaram dos dois Ebens e apontaram para um edifício. Os dois Ebens caminharam até a construção com os membros militares. 

Os dois militares estavam gritando algo para eles. Na época, 420 ou 475 não estavam disponíveis para tradução, mas achei que esses dois Ebens haviam violado algum costume ou lei. Nós temos sido advertidos pelos militares quando nos aproximamos de algo que não é permitido para nossa abordagem. Os militares são muito respeitosos, quando tratam conosco, mas eles não permitem a violação de qualquer um dos seus costumes ou seu direito, sem nos avisarem.

Quando começamos a matar uma das cobras de areia, tivemos a visita de seis membros militares no local em um instante. Levou muita diplomacia para lidar com essa situação. Mas nunca os militares nos tocaram nem nos ameaçaram. Os Ebens se ajustaram a nossa presença e a nós da mesma forma que nós nos adaptamos a eles. Nós continuamos nossa missão e que nos permite fazer praticamente qualquer coisa. O único ato proibido é não entrar em uma casa e violar a vida privada de uma família Eben. Nós fizemos isso uma vez e fomos escoltados para fora educadamente pelos militares. Não parece ser mais militar do que realmente necessário. Eles têm armas, como mencionei antes. Nós raramente vemos qualquer um dos membros militares com as suas armas. Mas as vimos durante o alerta contra visitantes de que ocorreu há algum tempo.

ETSERPO

Na ocasião a Ebe2 entrou em nosso complexo de residência, logo após um dos períodos de nosso descanso. Ebe 2 estava excitada e nos disse para ficarmos dentro de nossas residências e para que não saíssemos de nossa zona de habitação. Nós perguntamos o por quê e Ebe2 disse que uma nave desconhecida havia entrado na órbita de seu planeta. Mas Ebe 2 nos assegurou que o Exército iria cuidar do problema. Nós, naturalmente, ficamos para o nosso próprio alerta. Pegamos as nossas armas e ficamos para guardar a nossa sala de estar. Nós violamos as instruções dela e saímos para fora. Vimos no céu um monte de tráfego aéreo de espaçonaves.

Vimos então todos os membros militares com armas e algo que parecia mochilas de equipamento militar. Eles estavam em equipamento de combate completo, como 899 o chamou. O alerta não durou muito tempo e Ebe2 voltou, olhou-nos um pouco curiosa e, em seguida, disse-nos que tudo estava bem e que o alerta havia terminado. Perguntamos-lhe se a nave desconhecida foi identificada. Ela disse que não era uma nave espacial, mas apenas uma parte natural de detritos espaciais e deixou por isso mesmo. Nós não acreditamos nela, mas não tínhamos nenhuma maneira de saber toda a diferença. Voltamos a nossa rotina normal…

Continua em novas postagens….

Mais informações em: http://thoth3126.com.br/category/serpo-zeta-reticuli/

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

One Response to Serpo-Zeta Reticuli-O Programa de Intercambio, Post 16

  1. Clara

    Este crop circle foi feito pelos seres de Serpo?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *