browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Terremoto de 7,8º graus sacode o IRÃ

Posted by on 16/04/2013

mapa terremoto irã (Foto: Arte/G1)Forte terremoto de 7,8º mata pelo menos 40 no IRÃ, diz imprensa. Tremor teve magnitude 7,8 º graus na escala Richter segundo agência geológica dos EUA, USGS. 

O abalo foi sentido no Golfo Pérsico, Dubai, Doha, no Paquistão e em Nova Déli, até na ÍNDIA, segundo testemunhas. Em Nova Déli, prédios altos tremeram, fazendo as pessoas correrem para as ruas, segundo testemunhas.

Tradução e imagensThoth3126@gmail.com

16/04/2013 08h00 – Atualizado em 16/04/2013 08h47

Um forte terremoto de magnitude 7,8 atingiu o IRànesta terça-feira (16), segundo o Serviço Geológico dos EUA, o USGS.

Segundo a imprensa local, o tremor já matou pelo menos 40 pessoas. Uma autoridade do governo disse à Reuters que o tremor pode ter deixado centenas de mortos. O tremor ocorreu próximo à fronteira com o Paquistão, às 15h44 locais (7h44 de Brasília), a uma profundidade de 15 quilômetros, e a 86 quilômetros da cidade de Khash.

O abalo foi sentido no Golfo Pérsico, Dubai, Doha, no Paquistão e em Nova Déli, até na ÍNDIA, segundo testemunhas. Em Nova Déli, prédios altos tremeram, fazendo as pessoas correrem para as ruas, segundo testemunhas.

O poderoso terremoto de 7,8 graus de magnitude na escala Richter abalou  o sudeste do IRÃ, perto da fronteira com o Paquistão apenas uma semana depois que outro forte tremor atingiu o país, destruindo casas e matando quarenta pessoas.

Moradores também deixaram edifícios no Qatar e em Dubai, nos Emirados Árabes Unidos. 11:53 GMT: A cidade iraniana de Saravan – perto do centro do terremoto – não foi seriamente danificado, a agência de notícias Fars informou.

Os sistemas de distribuição de energia e sistemas de comunicação estão cortados na maior parte da província de Sistan e Baluchistão no sudeste do Irã, segundo a TV estatal.

11:48 GMT: Três helicópteros e equipes de resgate foram enviadas para a área, a agência de notícias Fars informou.

11:41 GMT: Pelo menos 40 pessoas já foram confirmadas mortas devido ao terremoto, informaou a Press TV do Irã.

11:37 GMT: A companhia russa que construiu  usina nuclear de Bushehr no IRÃ disse que o terremoto não causou danos às instalações.

11:35 GMT: . Um funcionário iraniano diz que centenas de mortes são esperados, relatórios da agência  Reuters diz que “Foi o maior terremoto no Irã em 40 anos e estamos esperando centenas de mortos”, disse o funcionário, que falou sob condição de anonimato.

11:20 GMT: estação de televisão NDTV da ÍNDIA disse que as luzes e equipamentos de iluminação em seu estúdio no sul de Nova Delhi tremeram por cerca de um minuto;

Sky News.:

11:05 GMT: Em Nova Délhi, na ÍNDIA, o terremoto balançou edifícios por mais de 10 segundos e levou as pessoas a fugir para as ruas.

11:04 GMT: Os trabalhadores foram evacuados de edifícios em Dubai .

11:03 GMT: fortes tremores foram sentidos em todo o Golfo Pérsico e, tão distante quanto Nova Deli, na ÍNDIA

11:00 GMT: A magnitude do terremoto foi reduzido para 7,8.

10:57 GMT: O Serviço Geológico dos EUA relata um terremoto de 8,0º graus na escala Richter, na região sudeste, 90 quilômetros da cidade de Khash, na província de Sistan-Baluchistão, uma das mais pobres do Irã. O terremoto ocorreu a uma profundidade de 15,2 quilômetros (nove milhas). Khash é uma cidade populosa, que tinha uma população de mais de 56.000 habitantes em 2006.

Ao entardecer, dizeis: haverá bom tempo porque o céu está rubro. E pela manhã: hoje haverá tempestade porque o céu esta vermelho-escuro. Hipócritas ! Sabeis, portanto discernir os aspectos do céu e não podeis reconhecer  OS SINAIS DOS TEMPOS?”  Mateus 16: 2 e 3

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *