browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Terremotos no RN em Pedra Preta, 66 abalos em 24 horas

Posted by on 01/11/2013

Terremotos consecutivos atingem Pedra Preta, no RN. 

Segundo a UFRN, o maior tremor de terra no estado teve magnitude 3,7º na escala de Richter.

A Informação foi confirmada pelo Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do RN.

Thoth3126@gmail.com

Laboratório Sismológico da UFRN registrou 66 tremores nas últimas 24 horas, sendo 10 na noite desta quinta. Sismos tiveram magnitude 2,0, diz LabSis.

http://g1.globo.com/rn e http://g1.globo.com/rn/

O município de Pedra Preta, distante 115 km de Natal, no Rio Grande do Norte, foi atingido por 10 tremores de terra de magnitude 2,0, na noite desta quinta-feira (31) e 66 nas últimas 24 horas, informa o Laboratório Sismológico (LabSis) da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN).  A atividade sísmica foi relatada no site de relacionamento Facebook do LabSis e no blog “Sismos do Nordeste”. Segundo o blog, técnicos da Defesa Civil da cidade percorreram o município após os tremores.

Rachaduras aparecem nas casas de Pedra Preta após últimos tremores (Foto: Jorge Talmon/G1)

Ainda de acordo com o blog, a região enfrentou intensa atividade sísmica entre 20h e 21h na noite de ontem. Diz o texto que não está descartada a chegada de um tremor mais forte. “Face à atual situação, é aconselhável as pessoas de Pedra Preta ficarem fora de suas residências, pois a ocorrência de um tremor de maior magnitude não está descartada”.

Foram mais de 240 abalos sísmicos em oito dias.

De acordo com o pesquisador Joaquim Ferreira, que integra o Laboratório Sismológico da UFRN, desde o dia 24  mais de 240 abalos foram registrados em Pedra Preta. A maioria, no entanto, são considerados micro-tremores, que não são percebidos pela população. Ainda segundo Joaquim, a causa dos abalos é a formação geológica do estado. “Todo o Rio Grande do Norte está na borda da bacia potiguar que é uma região que é a mais ativa do Brasil. Por isso, acontecem esses tremores”, disse o pesquisador. Ver vídeo da globo aqui:  http://globotv.globo.com/rede-globo/jornal-hoje/

O mais forte abalo sísmico foi sentido na sexta-feira (25/10) em várias cidades do Rio Grande do Norte e teve magnitude de 3,7º Graus na escala Richter. A informação foi confirmada pelo Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). O epicentro do abalo foi no município de Pedra Preta, localizado a 149 quilômetros de Natal.

De acordo com os técnicos do Laboratório de Sismologia, foram seis tremores consecutivos. O primeiro teve magnitude de 3,7 e os outros cinco sismos consecutivos tiveram magnitude abaixo de 2,5. O tremor de terra foi sentido em várias cidades do Estado, inclusive na capital potiguar.

Moradores de Natal e região metropolitana relatam tremor sentido na manhã desta sexta (Foto: Reprodução/Twitter)Moradores de Natal e região metropolitana relatam tremor sentido na manhã desta sexta. (Foto: Reprodução/Twitter)

Terremotos

O Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN) confirmou ao G1 que o tremor de terra sentido pelos potiguares na manhã da sexta-feira teve epicentro no município de Pedra Preta. De acordo com o técnico Eduardo Menezes, ele ocorreu  em uma região conhecida como Cabeço Preto, ao norte do município.

O tremor foi sentido em várias cidades do estado, inclusive na capital potiguar. Relatos Moradores de diferentes regiões de Natal relataram nas redes sociais um tremor de terra sentido na manhã desta sexta-feira (25). O deputado estadual Fernando Mineiro postou “Terra treme em Natal?”. A jornalista Juliska Azevedo publicou “Alguém ai sentiu a terra tremer há pouco? O espelho em casa balançou, e não havia vento”.

Pedra Preta, RN

O jornalista Ailton Medeiros relatou “estava no banheiro e senti meu prédio balançando. Moro numa cobertura em Ponta Negra! Sensação arrepiante e assustadora!”.   A professora do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFRN), Cristina Cavalcanti, relatou “tremor de terra em João Câmara é sentido em Natal-RN…”. O município de João Câmara fica a 75 quilômetros da capital potiguar.  

A internauta Luana Ferreira publicou “Tremor de terra aqui no Barro Vermelho (há uns dez minutos)”. Ana Adalgisa Dias também relatou o tremor nas redes sociais. “Acabei sentir um balanço no prédio…. Leve tremor da terra.. Será? Alguém sentiu?”, escreveu.

Permitida a reprodução desde que respeite a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

2 Responses to Terremotos no RN em Pedra Preta, 66 abalos em 24 horas

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *