browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Voo MH17: 16 perguntas que não podem ser ignoradas !

Posted by on 31/07/2014

Airplane_down_HD

O voo MH17 da Malaysia Airlines: dezesseis questões centrais que não podem ser jamais ignoradas.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@gmail.com

Por Julie Lévesque – Global Research, 26 de julho de 2014

O voo MH17 da Malaysia Airlines: dezesseis questões centrais que não podem ser jamais ignoradas.

Fonte:: http://www.globalresearch.ca/

Para se estabelecer quem esteve por trás do abate do voo da Malaysia Airlines MH17, causando a morte de 298 pessoas, avião atingido por um míssil enquanto sobrevoava o leste da Ucrânia, há uma série de questões centrais, bem como elementos de fato que não podem ser ignorados:

1- A companhia aérea Malaysia Airlines confirmou que o piloto foi instruído a voar a uma altitude mais baixa pela torre de controle de tráfego aéreo Kiev após a sua entrada  no espaço aéreo da Ucrânia (em rota diferente da determinada pela Eurocontrol).(Malaysian Airlines MH17 foi condenado a Voar sobre a zona de guerra no leste da Ucrânia )

voomh17-mudança-na-rota

Alteração na rota da aeronave (linhas verdes) feita pelo controle de tráfego aéreo da Ucrânia desviou o avião para a região mais ao norte, para sobrevoar a região em conflito.

2- A trajetória de voo TAMBÉM foi alterada. Nós ainda não sabemos quem ordenou isso, mas sabemos que não foi a Eurocontrol (Organismo  de controle do tráfego aéreo da Europa):

O voo MH17 foi desviado da sua rota internacional normal mais ao sul, ao longo do mar de Azov para um caminho mais ao norte, ao longo da região em conflito de Donetsk e Oblast. (A trajetória de voo do MH17 foi alterada quando avião entrou no espaço aéreo da Ucrânia. julho 17 Plane Route estava sobre a Ucrânia Warzone )

De acordo com a Malaysian Airlines  “A rota de vôo habitual [através do mar de Azov] foi anteriormente declarada segura pela Organização da Aviação Civil Internacional. A International Air Transportation Association afirmou que o espaço aéreo que a aeronave estava atravessando não estava sujeita a restrições”. …

A trajetória regular do voo MH17 (e outros voos internacionais)  ao longo de um período de dez dias antes do dia 17 de julho (dia da tragédia), era feita com as aeronaves cruzando o Leste da Ucrânia em direção sudeste, está do outro lado do mar de Azov (clique no link abaixo para veja o mapa). Embora os registros de áudio do vôo MH17 tenham sido todos confiscados pelo governo de Kiev, a ORDEM a fim de mudar a trajetória de vôo não veio da Eurocontrol. Será que esta mudança de rota e trajetória do vôo veio das autoridades ucranianas? O piloto foi instruído a mudar de rumo! ( Malaysian Airlines MH17 foi condenada a Voar sobre o Oriente Ucrânia Warzone )

3.  A presença de, pelo menos, um jato militar ucraniano foi confirmada pelo controlador de tráfego aéreo espanhol “Carlos” no aeroporto de Kiev logo após o avião ter sido abatido, assim como testemunhas visuais em Donetsk . ( Como americanos fazem Propaganda: “A culpa por insinuação” , espanhol controlador aéreo @ Kiev Aeroporto: Ucrânia Militar Shot Down Boeing MH17

Malaysian-airlines-777

Avião semelhante ao que foi derrubado no voo MH17, um Boeing 777-200 ER

O controlador de tráfego aéreo espanhol documentou o evento no Twitter de como isso aconteceu, como o avião foi derrubado por um avião. Ele alegou que não foi um acidente, que as autoridades (Força Aérea da Ucrânia) ucranianas abateram o avião do voo MH17 e estavam tentando “fazer com que tudo se pareça com um ataque dos rebeldes pró-russos”

Sua conta no Twitter foi fechada logo após a tragédia. Embora a sua conta ainda não tenha sido totalmente confirmada, algumas das suas afirmações postadas foram mais tarde confirmadas por outras companhias aéreas e pelas autoridades russas.

Houve alguns relatórios para efeito de gerar confusão alegando que o controlador aéreo espanhol é falso e que as mensagens do twitter foram enviadas de Londres. Ao se  investigar mais, o controlador aéreo espanhol concedeu várias entrevistas na mídia nos últimos 2 a 3 meses, ver a sua entrevista com a RT  ( Espanhol controlador aéreo @ Kiev Aeroporto: avião caça Militar da Ucrânia derrubou Boeing voo MH17 )

4- Rússia disponibilizou radar público e imagens de satélite como prova. Suas imagens sugerem o seguinte:

a) o regime de Kiev implantou sistemas de mísseis anti-aéreos em Donetsk e em torno da área onde o vôo MH17 caiu.

b) Um avião de guerra (caça à jato) ucraniano SU-25 perseguiu e acompanhou o vôo MH17

c) o relatório apontou para a possibilidade de um ataque com míssil ar-ar ao voo MH17 (ou metralhadora de grosso calibre)

d) O relatório também apontou inconsistências relativas aos relatórios do controle de tráfego aéreo ucraniano.

As autoridades russas não chegaram a qualquer conclusão a respeito de quem era o culpado por derrubar o avião. ( MH17 : É a vez do ocidente – Satélites russos e Reivindicações de Radares Contradizem o Ocidente )

sukoi-Su-25-caça

A presença de, pelo menos, um jato militar ucraniano SU-25, próximo ao avião batido, foi confirmada pelo controlador de tráfego aéreo espanhol “Carlos” no aeroporto de Kiev.

5. Os EUA, apesar de seu aparelho de espionagem global, não demonstrou qualquer radar ou imagens de satélite para apoiar sua alegação de que a Rússia e os separatistas rebeldes do leste da Ucrânia sejam os responsáveis ​​pela derrubada de MH17. as provas que apresentou até o momento são fracas, até ridículas e baseadas em documentos pró-Kiev consistindo de Vídeos do YouTube e vários meios de comunicação de mídia social – “todas as reinvindicações do ocidente são reconhecidamente não verificáveis e alguns dos quais foram comprovadamente até fabricados”:

O serviço de inteligência dos EUA simplesmente esta lendo blogs? Ou são os blogs de alguma forma uma câmara de compensação da inteligência dos EUA? Ou são os blogs invenções da “inteligência” dos EUA, em uma tentativa de enquadrar a Rússia? Um caso em particular”, a Ucrânia em guerra“, é uma coleção definitiva de fabricações, propaganda tendenciosa e reivindicações duvidosas que parecem preceder reivindicações” dos serviços de inteligência dos EUA “. ( atribuir culpa a rebeldes do leste Ucrânia: Apelações dos EUA para “Lei da Selva” no caso MH17)

6- “O Ministério da Defesa russo ressaltou que no momento da destruição do MH-17, um satélite americano estava voando sobre a área”:

O governo russo insiste com Washington para disponibilizar as fotos e os dados capturados pelo satélite (Como funciona a Propaganda americana: “A culpa por insinuação” )

7- Uma fonte de inteligência dos EUA afirmou que os “serviços de inteligência do pais não teria imagens detalhadas de satélite da provável bateria de mísseis  que lançou o míssil fatídico, mas a bateria parece ter estado sob o controle das tropas do governo ucraniano vestidas com o que parecem uniformes ucranianos”. Estas imagens poderiam confirmar as evidências apresentadas pela Rússia no sentido de que o regime de Kiev implantou o sistemas de mísseis anti-aéreos em Donetsk e em torno da área onde o vôo MH17 caiu. (Fato número 4,  Whistleblower: EUA Imagens de Satélite Mostram tropas ucranianas derrubando voo MH17 )

8- A Rússia convocou para uma investigação independente de especialistas:

O Presidente Putin tem repetidamente sublinhado que a investigação da queda do voo MH-17 exige “um grupo plenamente representativo de especialistas para trabalhar no local, sob a orientação da Organização da Aviação Civil Internacional (OACI).” A convocação de Putin para um exame por peritos independentes ICAO não parece ser de uma pessoa com alguma coisa a esconder. ( Como Propaganda americana trabalha: “A culpa por insinuação” )

9- Os EUA afirmaram, sem provas, mas “com confiança” que a Rússia estava envolvida na queda da aeronave:

[Em 20 de julho, o secretário de Estado dos EUA, John Kerry confirmou que os separatistas pró-russos estiveram envolvidos na derrubada do avião da Malásia e disse que era “muito claro” que a Rússia estava envolvida. Aqui estão as palavras de Kerry: “É muito claro que este é um sistema que foi transferido da Rússia para as mãos dos separatistas. Sabemos com confiança, com confiança, que os ucranianos não tinha um sistema desse tipo em qualquer lugar perto da vizinhança do local da queda, por isso, obviamente, aponto um dedo muito claro para os separatistas”. (Ibid.)

malaysia-voomh17.03

10- Declaração do Secretário de Estado dos EUA John Kerry acima sobre o envolvimento da Rússia é contrariada pelas fotos de satélite russo e numerosas testemunhas oculares no chão relatando a explosão do avião. ( Ibid ).

11- Agentes e oficiais da inteligência dos EUA disseram que não há provas do envolvimento do governo russo, também contradizendo a declaração de John Kerry acima . ( inteligência dos EUA sobre vôo MH17:. Rússia não tacou “Fotos de Satélite dos EUA não suportam Mentiras de Obama”, A autor se refere a esta notícia pela Associated Press: EUA INTELIGÊNCIA: Envolvimento Russo Downing Of MH17 )

12- Algumas horas depois do acidente, autoridades de Kiev apresentaram um vídeo em que a oposição admitiu derrubar o avião. Especialistas que estudaram o vídeo concluíram que a filmagem era uma invenção:

“O segundo fragmento de fita consiste em três pedaços diferentes, mas foi apresentado como uma única gravação de áudio. No entanto, uma análise espectral e do tempo de duração mostrou que a janela foi cortada em pedaços e, em seguida, montada. Pausas curtas na fita são muito indicativas:. O arquivo de áudio preservou marcas do tempo que mostram que o diálogo foi montado a partir de vários episódios” (Link.)

A codificação do arquivo de vídeo mostra que ele foi criado em 16 de julho, um dia antes de o avião ter sido abatido. Esta informação ainda não foi confirmada, mas se for preciso, isso significaria que as autoridades ucranianas derrubaram o avião e fabricaram provas para enquadrar a oposição ( Será que a Ucrânia fabricou provas para o acusar a Rússia MH17 Shoot Down , Como americanos Obras propaganda: “culpa por insinuação” )

13. John Kerry “se referia a um vídeo que os ucranianos tornaram público, mostrando uma unidade de mísseis SA-11 voltar para a Rússia após a derrubada do avião com ‘um míssil faltando no casulo.” O vídeo foi “postado na conta do Facebook do Ministro do Interior ucraniano”. De acordo com várias fontes o vídeo foi “feito em ou perto de Krasnoarmeisk”, uma cidade sob o controle de Kiev desde Maio e localizada” à distância de 120 quilômetros da fronteira com a Rússia e cerca de 80 quilômetros de onde o Boeing 777 da Malaysia caiu”:

Pelo menos um outro clipe da bateria de mísseis “Buk russa”, que foi disponibilizado também sugere que os ucranianos estão mostrando o seu próprio equipamento. Eu ainda estou trabalhando na pesquisa de um vídeo para você. (peça-chave do vídeo “evidência” para a responsabilidade russa para a derrubada do avião da Malásia foi desmascarado)

malaysia-airlines-vooMH17-mapa-crash-site

14-  Vitaly Yarema, da Procuradoria-Geral Ucraniana disse que os rebeldes ucranianos não possuíam um sistema de mísseis Buk:

“O ministro do Interior ucraniano Anton Gerashchenko disse em 17 de julho que o avião Boeing 777 da Malaysia Airlines tinha sido abatido pelo sistema de mísseis Buk … O procurador geral de justiça ucraniano Vitaly Yarema disse ao jornal ucraniano Pravda na sexta-feira:” Após o avião de passageiros ter sido derrubado, os militares informaram ao presidente da Ucrânia que os rebeldes do leste não têm os nossos sistemas de mísseis de defesa aérea Buk e S-300 … Estas armas não foram apreendidas “( Milícias Não Tem ucraniano Buk Missile System – Ucrânia Procurador-Geral )

15-  MH17 O incidente é usado para fazer uma guerra econômica (e depois uma convencional ??) contra a Rússia. Várias sanções econômicas e financeiras foram impostas na sequência do evento contra a Rússia, sem qualquer evidência de implicação daquele pais, são usados ​​para enfraquecer o rublo e desestabilizar o sistema monetário russo. ( A Malaysian Airlines MH17: Guerra Financeira – contra a Rússia, multibilionária Bonanza para Wall Street )

16- (A História se repete…) Em 1962, o Chefe do Estado-Maior Conjunto dos EUA planejou a Operação Northwoods, uma secreta “operação de bandeira falsa” (agora desclassificados) em que um avião civil de passageiros era para ser abatido e se culpar o governo cubano. O objetivo era fabricar um pretexto para travar uma guerra contra e invadir Cuba. (a execução da Operação Northwoods foi rejeitada pelo então presidente John F. Kennedy) .

A derrubada do avião do voo MH17 e a subsequente reação das “autoridades” dos EUA e da (completamente controlada) mídia ocidental tem fortes semelhanças com o cenário descrito na Operação Northwoods, de acordo com o autor R. Teichmann:

manipulação

“Entre outras coisas, o documento propõe a seguinte [Teichman] inseriu em negrito (entre parênteses)   os comentários para ilustrar porque o incidente MH-17 poderia ser um re-edição da operação Projeto Northwood proposta:

É possível criar um incidente que irá demonstrar de forma convincente que um avião cubano   (um sistema de mísseis Buk antiaéreo fornecido pela Rússia aos “separatistas” no leste da Ucrânia)  atacou e derrubou um avião civil, fretado (Malaysian Airlines MH-17 )  a caminho dos Estados Unidos  (Amsterdam, aeroporto de Schipol)  para a Jamaica, Guatemala, Panamá, Venezuela ou  (Kuala Lumpur).

É possível criar um incidente que irá fazer parecer que comunistas cubanos GAI  (hoje os separatistas do leste da Ucrânia)  teriam destruído um avião da USAF  (avião de passageiro da Malásia)  sobre águas internacionais  (seu território)  em um ataque não provocado. (Culpar a Rússia Fabricando um pretexto para travar a guerra: Vôo MH-17 e “Operação Northwoods” )

——————————————————————————-

{P.S. do tradutor: Não mencionado pelo autor do texto, e nem por outros articulistas internacionais, é a coincidência ENORME de uma mesma companhia aérea, a Malaysia Airlines, sofrer dois grandes “acidentes” (atentados), com enorme perdas de vidas (total de 537) – o voo MH370 (239 vítimas) e MH17 (298 vítimas) – num intervalo de apenas quatro meses. Qual a conexão? A resposta é muito mais fácil do que parece, para quem realmente esta de “olhos e ouvidos abertos”, se trata de uma empresa aérea de um país de maioria da população MUÇULMANA, e o objetivo também é criar revolta no mundo islâmico contra o ocidente, se possível, criando um conflito religioso global. Os fatos estão sendo provocados e se precipitam, observemos qual será o próximo “acidente”, ops, movimento…}

Mais informações em: 

  1. http://thoth3126.com.br/malaysia-voo-mh17-confundido-com-aviao-de-putin/
  2. http://thoth3126.com.br/voo-mh17-derrubado-para-gerar-crise-com-a-russia/
  3. http://thoth3126.com.br/corpos-das-vitimas-do-voo-malaysia-mh17-sao-resgatados/
  4. http://thoth3126.com.br/malaysia-airlines-aviao-voo-mh17-com-295-pessoas-a-bordo-cai-na-ucrania/
  5. http://thoth3126.com.br/voo-370-da-malaysia-airlines-foi-sequestrado/
  6. http://thoth3126.com.br/voo-mh370-canceladas-as-buscas-por-destrocos/
  7. http://thoth3126.com.br/ex-premier-da-malasia-acusa-cia-sobre-voo-mh-370/
  8. http://thoth3126.com.br/misterio13-avioes-desaparecem-misteriosamente-do-radar-por-25-minutos/
  9. http://thoth3126.com.br/como-o-voo-malaysia-mh17-foi-derrubado-por-missil/
  10. http://thoth3126.com.br/malaysia-voo-mh17-militares-derrubaram-boeing-na-ucrania/

Permitida a reprodução desde que mantida formatação original e mencione as fontes.

thoth-escribawww.thoth3126.com.br

4 Responses to Voo MH17: 16 perguntas que não podem ser ignoradas !

  1. George

    Está muito claro que tem a mão dos imperialistas americanos nessa história. Para quem derrubou duas torres no próprio país e criou um falso filme para dizer que foi à lua, tudo é possível.

  2. Anonymous

    O que vai ficando claro é que: A Russia, que cresce e puxa muitos com ela, querem derrubar. Israel e sua matança em nome de ‘religião’ (ah! me ajuda ai ne!) o faz indiscriminadamente. Um acidente é motivo das maiores sanções políticas, mas a chacina indiscriminada dos judeus é liberado! Eita NWO que não vai nem fica!

  3. Alice

    NWO está indo irmão, a cada momento surge um fato novo que só os distraídos não percebem. E ainda não abriram totalmente o saco de maldade. Blogs como esse ajudam as pessoas a verem a realidade, mas muitos ainda debocham dizendo que é maluquice, viagem, etc. Vamos ver quem vai ficar maluco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *