browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

A Tempestade Perfeita: Ações caem novamente por todo o sistema global, Boeing à beira da falência

Posted by on 18/03/2020

O nervosismo do mercado dos EUA foi transferido para a Ásia-Pacífico durante as negociações dessa quarta-feira com os principais índices da região demonstrando nova forte queda nos principais mercados. Outros grandes índices regionais ficaram negativos, apagando os ganhos matinais. O Nikkei 225 do Japão ( N225 )  terminou em queda de 1,7%, o Shanghai Composite ( SHCOMP ) da China caiu 1,8% e o Índice Hang Seng de Hong Kong ( HSI )  foi 4,2% menor, pois suas perdas se aceleraram rapidamente no final do dia. O Índice STOXX 600 da Europa caiu 3,3% no início do pregão, enquanto o alemão DAX ( DAX ) estava em queda de 4,6% e da França CAC 40 ( CAC40 ) deslizou 3,6%. O FTSE 100 da Grã-Bretanha foi 3,3% menor.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Ações caem novamente, pois o poder de fogo do estímulo do FeD não impressiona mais [o Cassino, o Bordel de] Wall Street

Fontes:  CNNBusiness  –  Zero Hedge

Nova York / Hong Kong (CNN Business)O medo entre os investidores sobre a nova pandemia de coronavírus e seu impacto devastador não desaparece, apesar das promessas de apoio maciço do governo aos negócios .

O mercado futuro de ações voltou ao vermelho da noite para o dia após a leve recuperação de Wall Street . Os futuros da Dow ( INDU ) caíram mais de 800 pontos, ou 3,9%, acelerando as perdas anteriores após o expediente.  Os contratos futuros de S&P 500 ( SPX ) caíram 3,7%, enquanto os de Nasdaq ( COMP ) caíram 4,4%. Os mercados da Ásia e da Europa também caíram novamente.

O governo dos EUA e os governos europeus estão prometendo trilhões de dólares em apoio às suas economias, enquanto tentam impedir que o vírus coloque milhões de pessoas fora do trabalho e na indústria falida.

O secretário do Tesouro dos EUA, Steven Mnuchin, está pressionando por um estímulo econômico de US $ 1 trilhão, destinado a impedir que a taxa de desemprego suba para 20%, disse uma fonte republicana do Senado à CNN . A Alemanha, França, Espanha e Reino Unido também prometeram mais de US $ 1,5 trilhão, combinados em empréstimos comerciais e outros apoios.

“A volatilidade entre mercados criou uma ansiedade considerável entre os investidores que tentam avaliar a eficácia” de várias respostas em saúde, políticas monetárias e fiscais, escreveu Bob Michele, chefe global de renda fixa da JP Morgan Asset Management, em uma nota de pesquisa.

O nervosismo do mercado dos EUA foi transferido para a Ásia-Pacífico durante as negociações dessa quarta-feira com os principais índices da região demonstrando nova forte queda nos principais mercados.

O S & P / ASX 200 da Austrália fechou em queda de 6,4%, o pior desempenho da região. O Kospi da Coréia do Sul ( KOSPI ) encerrou o dia em queda de 4,9%.

Outros grandes índices regionais ficaram negativos, apagando os ganhos matinais. O Nikkei 225 do Japão ( N225 )  terminou em queda de 1,7%, o Shanghai Composite ( SHCOMP ) da China caiu 1,8% e o Índice Hang Seng de Hong Kong ( HSI ) foi 4,2% menor, pois suas perdas se aceleraram rapidamente no final do dia.

O Índice STOXX 600 da Europa caiu 3,3% no início do pregão, enquanto o alemão DAX ( DAX ) estava em queda de 4,6% e da França CAC 40 ( CAC40 ) deslizou 3,6%. O FTSE 100 da Grã-Bretanha foi 3,3% menor.

Receios sobre os impactos financeiros e econômicos do coronavírus provocaram oscilações maciças nos mercados nas últimas semanas. O índice Dow Jones terminou terça-feira com mais de 1.000 pontos em queda, ou menos 5%. O S&P 500 e o Nasdaq fecharam com queda em torno de 6%.

[O Cassino, o Bordel em] Wall Street foi impulsionada pela ação contínua do Federal Reserve de Nova York para acalmar os mercados financeiros em pânico. O Fed de Nova York anunciou na terça-feira que realizará duas operações noturnas de US$ 500 bilhões todos os dias nesta semana.

Os mercados de empréstimos overnight fornecem recursos críticos para resgate da liquidez de bancos, fundos de hedge e outras instituições financeiras – mercados que sofreram pressão no outono passado e foram novamente pressionados nos últimos dias, à medida que os temores da recessão aumentam.

O Fed também anunciou planos na terça-feira para descongelar o mercado de papel comercial de US$ 1 trilhão. Isso deve ajudar as empresas a obter empréstimos de curto prazo para pagar trabalhadores e financiar seus estoques.

– Matt Egan contribuiu para este relatório.


Trump diz que o governo dos EUA prestará assistência à Boeing

WASHINGTON (Reuters) – O presidente dos EUA, Donald Trump, disse que o governo prestaria assistência financeira à Boeing, já que todo o setor de aviação enfrenta fortes turbulências econômicas com a pandemia de coronavírus paralisando o transporte aéreo em todo o globo.

“A Boeing foi duramente atingida de várias maneiras diferentes”, disse Trump em entrevista coletiva e confirmou que também está considerando prestar assistência aos fornecedores de aviões. “Temos que proteger a Boeing … ajudaremos a Boeing.” 

A Boeing disse na segunda-feira que estava conversando com autoridades americanas sobre assistência de curto prazo para si e para todo o setor de aviação. A Boeing está lutando para obter a aprovação dos reguladores para que o avião 737 MAX retorne ao serviço após dois acidentes fatais em cinco meses. 

As tripulações das grandes empresas aéreas já prometeram não embarcar no condenado modelo da Boeing devido às suspeitas de pilotos de os problemas da aeronave não foram solucionados.

A Boeing [uma das maiores empresas do Complexo Industrial Militar], maior fabricante de aeronaves e equipamentos aeroespaciais do mundo- sem surpresas – emitiu uma  declaração  apoiando totalmente a ideia de de receber doações de dinheiro gratuito do governo para se salvar da falência, ou seja, o governo federal, mais uma vez, vai usar dinheiro do contribuinte para salvar mais uma grande empresa que faz parte do “sistema de controle” atual.

Agradecemos o apoio do Presidente e da Administração e aos 2,5 milhões de empregados e 17.000 fornecedores em que a Boeing confia para permanecer como o principal exportador dos EUA e esperamos trabalhar com a Administração federal e o Congresso, considerando a legislação e as políticas apropriadas.

A Boeing apóia um mínimo de US$ 60 bilhões em acesso à liquidez pública e privada, incluindo garantias de empréstimos, para a indústria de fabricação aeroespacial. Essa será uma das maneiras mais importantes para as companhias aéreas, aeroportos, fornecedores e fabricantes fazerem a ponte para a recuperação do setor. Os fundos apoiariam a saúde do setor de aviação em geral, porque grande parte de qualquer suporte de liquidez à Boeing será usado para pagamentos a fornecedores para manter a saúde da cadeia de suprimentos.As perspectivas de longo prazo para o setor ainda são fortes , mas até o tráfego global de passageiros voltar aos níveis normais, essas medidas são necessárias para gerenciar a pressão sobre o setor de aviação civil e a economia como um todo.  

Estamos aproveitando todos os nossos recursos para sustentar nossas operações e cadeia de suprimentos. Continuamos a avaliar alavancas adicionais à medida que enfrentamos os desafios atuais e posicionamos o setor a longo prazo. Conforme relatado na semana passada, utilizar nosso prazo de empréstimo atrasado foi um passo prudente para aumentar nossa liquidez e aliviar algumas das pressões significativas de curto prazo em nossos negócios. Arquivamos um 8-K hoje para divulgar formalmente esse empate.

A empresa com valor de mercado de US$ 80 bilhões pode considerar vender algumas ações antes de exigir que os “contribuintes paguem a conta” de sua ganância, mau gerenciamento, queda no controle de qualidade que aterrou toda a frota global do avião Boeing 737 Max depois de dois graves acidentes que mataram quase quatrocentas pessoas, o que se traduz em dezenas de bilhões em recompras financiadas por dezenas de bilhões de dólares em dívidas e um valor ainda não estipulado por quebra de contrato com as companhias aéreas e indenizações dos dois acidentes com o “caixão voador”, a aeronave 737 Max..

Isso tudo ocorre poucas horas depois que fontes disseram à  Reuters  que a Boeing está buscando um resgate de ‘dezenas de bilhões’ em garantias de empréstimos do governo dos EUA em meio à crise do  Covid-19.

O presidente Trump já disse às companhias aéreas que seu governo está preparado para comprometer US$ 50 bilhões em apoio [para todo o setor de transporte aéreo] após a atividade de passageiros ter caído de um penhasco devido ao medo do vírus. A Boeing estava lutando antes do surto do vírus, lidando com o aterramentos de todas as aeronaves do avião modelo 737 Max, com parada total de sua produção e muitos pedidos de cancelamento de compras, neste avião que era o seu maior volume de vendas.

Portanto, não, ninguém em sã consciência deve dar à Boeing um centavo em ” ajuda de curto prazo” . Em vez disso, a gerência e o conselho devem ser obrigados a vender a quantidade de ações que precisam – você sabe, o oposto de comprá-la de volta – para manter os negócios, e isso significa fazer com que o preço das ações caia muito mais.

Desta vez parece que será IMPOSSÍVEL resgatar o Cassino que se transformou o mercado de ações em todo o planeta, comandado por Wall Street e Londres.

Porque isso se chama capitalismo, e porque não há razão para que os contribuintes novamente paguem a conta de uma empresa que, em vez de economizar dinheiro quando os tempos eram bons, estava entregando-a aos acionistas e a um punhado de executivos [àqueles, os de sempre, a ELITE], o que agora deveria por algum motivo insano ser elegível para um resgate quando os tempos de repente ficarem ruins.

Não: forçar a Boeing – e outros que gastaram bilhões em recomprar suas ações enquanto incorriam em enormes quantidades de dívida – a vender suas ações. Afinal, é isso que as ações de uma empresa pública são – uma moeda – e, assim como a Boeing poderia recomprá-las quando tinha dinheiro e elevar artificialmente seu preço das ações a níveis mais altos de todos os tempos [o tal do Cassino de Wall Street]  agora deve vender suas ações e usar os recursos para se financiar, como qualquer outra corporação precisa fazer quando necessita de financiamento. Na última vez que verificamos, o valor de mercado da Boeing era de US$ 73 bilhões, e certamente poderá cair muito mais, já que a empresa agora realiza a recompra ao contrário.

Isso também é um aviso ao Congresso e à Casa Branca: se recompradores crônicos de ações como a Boeing forem resgatados em vez de receberem suas próprias fontes de liquidez, haverá um grande motim nos EUA e com razão , porque eram os acionistas da Boeing que enriqueceram no caminho ao cassino, e agora cabe aos contribuintes garantir que a empresa, carregada com montantes recordes de dívida usada para financiar recompras de seus próprios papéis para mante-los artificialmente altos, sobreviva mais um trimestre.

Isso, em uma palavra, é besteira.


Estamos vendo o uso do surto global do coronavírus COVID-19 [fabricado em laboratório]  sendo usado em todo o mundo para colapsar mercados e criar instabilidade financeira maciça. George Soros entrou em colapso de todo o sistema financeiro britânico sozinho, com certeza ficou quieto ultimamente, eu me pergunto o que ele tem feito nisso tudo. Aqui na América, acredito que a mídia MSM Pre$$titute e os democratas que eles amam tanto estão trabalhando incansavelmente o tempo todo para armar o COVID-19 para impedir a releição de Trump em novembro. Há anos que estamos avisando que esse dia chegará, já chegou? Fique ligado pois os próximos dias serão eletrizantes.


Você quer mesmo saber como esse coronavírus “surgiu na China” e se espalhou pelo mundo em pouco tempo? Ao pesquisar os arquivos de registros de patentes nos EUA on-line, foi descoberto o registro de uma patente de Coronavírus concedida para o C.D.C. –  Centers for Disease Control and Prevention [se trata do principal instituto nacional de saúde pública dos EUA. O C.D.C. é uma agência federal dos EUA sob o United States Department of Health & Human Services (HHS)] que tem sua sede em Atlanta, Geórgia. Assim emerge um fato indiscutível, o de que o “DONO” DESSE VÍRUS MORTAL E SEU CRIADOR é o PRÓPRIO C.D.C. (Centro de Controle e Prevenção de Doenças)

O coronavírus do surto atual não teve origem na China, mas FOI IMPLANTADO neste país asiático com a clara intenção de causar o maior dano possível aos chineses. A consequência natural, quando  [se já não descobriu] a China perceber que a eclosão do surto pode ter sido um ataque de BIOWEAPON ao seu território e contra seu povo, qual será o tipo de resposta a ser dada pela China aos [ir]responsáveis pela contaminação. Começamos a ano de 2020 com muitos que operam nas sombras desejando aumentar o caos no planeta.

PATENTE de criação de um CORONAVÍRUS fornecida ao CDC (Centers for Disease Control and Prevention)  US7220852B1 – SOBRE A CRIAÇÃO DE CORONAVÍRUS [SARS] ….

Na patente acima, do registro de um CORONAVÍRUS [uma BIOWEAPON], você encontrará 72 páginas de conteúdo para poder julgar esse letal “surto repentino e desconhecido de coronavírus” na ChinaLeia a patente nesse link primeiro, faça o download e compartilhe este artigo amplamente antes que os AGENTES do DEEP STATE a excluam. Mantenha-se sábio, com discernimento e saudável!


 “E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. Então vos hão de entregar para serdes atormentados, e matar-vos ão; e sereis odiados de todas as nações por causa do meu nome. Nesse tempo muitos serão escandalizados, e trair-se-ão uns aos outros, e uns aos outros se odiarãoE surgirão muitos FALSOS PROFETAS, e enganarão a muitos. E, por se multiplicar a iniquidade, o amor de muitos esfriará. Mas aquele que perseverar até ao fim, esse será salvo”.  Mateus 24:6-13

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.