browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

A vez do Brasil: SP vai exigir “Passaporte de Vacina” Covid para entrada em eventos, shoppings e restaurantes

Posted by on 23/08/2021

SP vai exigir “Passaporte de vacina” contra Covid para entrada em eventos, shoppings e restaurantes

Fonte:  Globo-G1 

Clientes em bar no Itaim, na Zona Sul da capital paulista — Foto: Marina Pinhoni/G1

“O conceito principal é que os estabelecimentos só vão poder aceitar pessoas que estejam vacinadas [contra a Covid-19]. Esse é o “Passaporte”. Se o estabelecimento estiver com pessoas sem vacina e isso for observado pela Vigilância Sanitária, ele sofrerá multa. Então vamos oferecer um mecanismo para que esses locais identifiquem quem tem vacina. Vamos fornecer o sistema para que ele baixe na plataforma e-Saúde e faça a leitura do QR Code, disse Nunes em coletiva de imprensa.

Os cidadãos deverão baixar o aplicativo, que deverá ser lançado até sexta-feira (27), efetuar o cadastro e emitir um QR Code. A leitura do código vai permitir que os estabelecimentos saibam se a pessoa está com alguma dose atrasada, caso em que deverá ser barrada.

Nunes disse ainda que o aplicativo também será útil para que as pessoas consultem seus próprios calendários de vacinação e se informem sobre a data para segunda dose.

“É um “serviço” importante porque às vezes a pessoa recebe a carteirinha de vacinação e esquece. Muitos não tomaram a segunda dose – hoje são 211 mil na cidade de São Paulo por conta de esquecimento. Então pelo aplicativo no celular ela vai fazer a leitura e identificar a data da vacinação. Mas o objetivo principal é mesmo o passaporte para adentrar os locais autorizados pela Vigilância Sanitária, como eventos”, informou o prefeito.

Há uma semana, a quarentena contra o coronavírus foi encerrada no estado de São Paulo pelo governador João Doria (PSDB), antes que a maioria da população esteja imunizada com as duas doses da vacina contra a Covid-19 e com indicadores da pandemia ainda fora de controle. Além disso, há a preocupação com o avanço da variante delta do coronavírus no país.

Bares, restaurantes, academias e cinemas não têm mais restrição de horário ou quantidade de público para operar. As exceções são os shows, que estão permitidos, desde que com público sentado, e eventos esportivos com público, que continuam proibidos. A utilização de máscara segue obrigatória.

Adolescente é vacinada contra a Covid-19 em Osasco, na Grande SP. — Foto: ALOISIO MAURICIO/FOTOARENA/ESTADÃO CONTEÚDO

Avanço da vacinação

Nesta segunda, a cidade de São Paulo iniciou a vacinação contra a Covid-19 de adolescentes de 12 a 15 anos com comorbidades, deficiência permanente (física, sensorial ou intelectual), gestantes e puérperas. Os adolescentes devem ser acompanhados pelo responsável no momento da vacinação. Se isso não for possível, será necessário estar com um adulto e apresentar uma autorização assinada pelo responsável.

Inicialmente, os adolescentes receberão apenas imunizantes mRNA da Pfizer, a única vacina autorizada pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) a ser aplicada nesta faixa etária. Na semana passada, a agência negou o pedido do Instituto Butantan para incluir crianças e adolescentes (de 3 a 17 anos) entre as pessoas que podem receber a CoronaVac no Brasil.


ATUALIZAÇÃO:  

Após prefeitura de SP anunciar obrigatoriedade, secretário da Saúde diz que ‘Passaporte da Vacina’ será “opcional”em bares, restaurantes e shoppings

Pouco depois do anúncio feito pelo prefeito de São Paulo, Ricardo Nunes (MDB), nesta segunda-feira (23) da obrigatoriedade de apresentação de “um passaporte da vacina” contra a Covid-19 para a população entrar em estabelecimentos, o secretário municipal da Saúde, Edson Aparecido, disse que o comprovante será opcional em bares, restaurantes e shoppings. . . Políticos . . .


“O indivíduo é [TÃO] deficiente mentalmente [os zumbis], por ficar cara a cara, com uma conspiração tão monstruosa, que nem acredita que ela exista. A mente americana [humana] simplesmente não se deu conta do mal que foi introduzido em seu meio. . . Ela rejeita até mesmo a suposição de que as [algumas] criaturas humanas possam adotar uma filosofia, que deve, em última instância, destruir tudo o que é bom, verdadeiro e decente”.  – Diretor do FBI J. Edgar Hoover, em 1956


Mais informações, leitura adicional:

Permitido reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

phi-cosmoswww.thoth3126.com.br

11 Responses to A vez do Brasil: SP vai exigir “Passaporte de Vacina” Covid para entrada em eventos, shoppings e restaurantes

  1. DEBORA ESPASIANI

    dimaix nééééé. uauuuuu, não conseguiram colocar o código de barras em nossos punhos, agora vão nos manipular desta forma. e se nao tivermos celular? as empresas não devem aceitar, pois não precisamos delas, elas são quem precisam de nois.

  2. Keanu Reeves

    Eu vi essa… Alguém poderia me dizer como mitigar os efeitos da vacina? Meu pai me inscreveu e esses dias vou me vacinar…

    • Dante

      Igualmente aqui, como eu trabalho para o governo, já que moro em uma cidade pequena do interior, vou acabar tendo que tomar a vacina também.

    • Cristiane

      Olá, Keanu Reeves, não sou da área da saúde, mas segundo minhas pesquisas, para mitigar os efeitos adversos, o ideal é fazer um detox com um médico que trabalhe com medicina integrativa, como o dr. Pablo que tem um protocolo específico para isso (Instituto Dr. Pablo – Vila Mariana – SP), fazer limpeza do fígado (acompanhado por um médico), reduzir ao máximo alimentos industrializados. Eu tomo zeolita, que elimina metais pesados do corpo, mas é recomendável seguir um protocolo médico, deve-se tomar antes de dormir, pois ele fará a limpeza e pode retirar vitaminas do corpo. A prática de Qi Qong, yoga, Tai Chi também ajuda. Veja este vídeo: https://www.brighteon.com/bc34e175-b8fb-4b3e-abcd-3082bf31b66f

    • Julio Cesar Coelho

      Tome Clorela.

  3. Selma

    Eu não vou me vacinar e nem deixo minha filha também, será uma grande briga com esse sistema, digo escolas academia e etc. todos da minha familia que tomaram estão com alergias na pele no couro cabeludo.

  4. Fred

    Acetilcisteína 200 mg, 1 vez por dia. Tomar a caixa inteira. O resto é com você.

  5. valéria

    Absurdo né!!! O povo obedece depois tenta minimizar os efeitos da vacina, será que perdemos o poder do nosso livre arbitrio?

  6. Manacá

    Essa Anvisa é CRIMINOSA!!! A mesma agência que permite liberar agrotóxicos proibidos na Europa e em vários países do mundo, agora é a mesma que estão obrigando a usar a vacina mRNA, de longe, a pior de todas elas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.