browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Arcebispo avisou sobre conluio entre Deep State e igreja de Roma para derrubar Trump e criar uma NWO

Posted by on 08/11/2020

O arcebispo da igreja de Roma Carlo Maria Vigano está alertando que uma “Igreja Profunda” está trabalhando com o Estado [Deep State] Profundo para fazer da Igreja Católica o braço espiritual de um governo global estilo Nova Ordem Mundial-NWO, chamando a próxima eleição presidencial dos Estados Unidos de um desafio bíblico. O arcebispo da igreja católica, que já serviu como embaixador do Vaticano nos Estados Unidos no passado, fez a afirmação sensacional em uma carta aberta que pode ser lida na íntegra no site  LifeSiteNews 

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Arcebispo avisa sobre conluio entre Deep State e igreja de Roma para derrubar Trump e criar uma Nova Ordem Mundial

Fontes:  Deception News – Natural News

O arcebispo Vigano disse que alguns elementos da hierarquia católica em Roma estão operando como uma “Igreja Profunda” e criticou abertamente o Papa Francisco, uma atitude rara dos arcebispos católicos da igreja de Roma.

archbishopvigano Instagram posts (photos and videos) - Picuki.com

O arcebispo da igreja de Roma Carlo Maria Vigano

Na sua carta, ele disse que o Deep State está usando a Igreja Católica como um instrumento para  promover o autoritarismo neoliberal global . Para apoiar suas reivindicações, ele aponta alguns bispos católicos proeminentes nos Estados Unidos que endossam e apoiam o candidato presidencial Joe Biden, pelo menos implicitamente, apesar de sua posição abertamente pró-aborto.

“O Deep State, o inimigo jurado de Trump, é acompanhado por uma Deep Church que não poupa críticas e acusações contra o presidente em exercício enquanto piscava indecorosamente com Biden e o movimento BLM [Black Lives Matter], seguindo servilmente a narração imposta pela mídia [pre$$titute] mainstream”, escreveu ele.

“Pouco importa que Trump seja abertamente pró-vida contra o aborto e defenda os princípios inegociáveis ​​que os democratas renunciaram – o importante é transformar a Igreja Católica de Roma no braço espiritual da Nova Ordem Mundial, para ter um aval da maior autoridade moral do mundo, algo que era impossível com Bento XVI. ”

Um líder católico americano que se manifestou a favor de Biden é o cardeal Joseph Tobin , arcebispo de Newark.  Quando questionado se os católicos podem votar em Biden em sã consciência, o Cardeal Tobin disse que pessoalmente achou que votar em Trump era mais problemático.

“Acho que uma pessoa de boa consciência pode votar em Biden”, disse Tobin. “Eu, francamente, na minha própria maneira de pensar, tenho mais dificuldade com a outra opção.”

O arcebispo Vigano também chamou vários políticos italianos e norte americanos de esquerda que são católicos de nome apenas por apoiarem causas políticas que vão contra as crenças cristãs, chamando Biden, Nancy Pelosi e Andrew Cuomo de “as chamadas personalidades católicas” e dizendo que “todos eles apoiam e defendem com orgulho o aborto e a doutrinação de gênero [LGBTQ+, transgênero, et caterva], e todos eles são orgulhosamente a favor dos movimentos Antifa e Black Lives Matter, que estão incendiando cidades americanas inteiras”.

O arcebispo Vigano é conhecido por chamar a atenção para as injustiças da igreja de Roma

Vigano nunca teve vergonha de chamar a atenção para as injustiças dentro da Igreja Católica. Ele acusou publicamente o Papa Francisco e outras autoridades de alto escalão do Vaticano de não agirem depois de saber de acusações credíveis de abuso sexual contra o ex-cardeal americano Theodore McCarrick.

Ele também escreveu uma carta aberta em junho instando Trump a lutar contra a mídia [pre$$titute] dominante contra o Deep Church e Deep State, dizendo que o arcebispo Wilton Gregory de Washington, DC e outros líderes alinhados com ele estão servindo à Nova Ordem Mundial e tentando expulsar Deus dos tribunais, escolas, famílias e talvez até mesmo das igrejas.

Ele elogiou Trump por defender “corajosamente” o direito à vida e não ter medo de denunciar a perseguição aos cristâos em todo o mundo. Ele também o elogiou por falar sobre Jesus e o direito das pessoas à liberdade de professar sua religião livremente.

O arcebispo Vigano também denunciou a grande mídia [pre$$titute] na ocasião, dizendo que os americanos “agora entenderam o quanto a grande mídia [pre$$titute] não quer divulgar a verdade, mas busca silenciá-la e distorcê-la, divulgando a mentira que serve aos propósitos de seus senhores. Trump tweetou a carta para seus 82 milhões de seguidores, dizendo que estava honrado por ela e esperava que todos a lessem.

O arcebispo pode ser uma figura controversa, mas sua carta lança luz sobre algumas preocupações muito sérias sobre a esquerda religiosa e política que merecem a atenção de todos, não apenas dos católicos praticantes.

As fontes deste artigo incluem:

BigLeaguePolitics.com – NCROnline.org – FoxNews.com – LifeSiteNews.com


Papa Francisco diz que uma Nova Ordem Mundial precisa acontecer agora com as Nações Unidas-ONU no comando do planeta

Em sua última carta encíclica Fratelli Tutti (Irmãos Todos), o Papa Francisco faz um apelo para que as nações do mundo entreguem as rédeas de seu poder de auto governo às Nações Unidas [ONU], que Francisco diz que nos levará a todos ao Nova Ordem Mundial.

Uma vez que o globalismo já conseguiu enfraquecer o poder de cada Estado-nação por meio da transnacionalização de seus respectivos setores econômicos e financeiros, é hora de consolidar um sistema político de governança global que nunca poderá ser desfeito, defende Francisco.

“Dada esta situação, é essencial conceber instituições internacionais mais fortes e organizadas de forma mais eficiente, com funcionários nomeados de “forma justa” por acordo entre os governos nacionais e com poderes para impor sanções”, escreve.

Ao apelar para “alguma forma de autoridade mundial regulamentada por lei”, Francisco explica que tal autoridade “deve pelo menos promover organizações mundiais mais eficazes, equipadas com o poder de fornecer para o bem comum global, a eliminação da fome e da pobreza e a defesa segura dos direitos humanos fundamentais”.

O melhor e mais adequado candidato à assumir à governança global, acima dos países, Francisco insiste, é a Organização das Nações Unidas-ONU, da qual Francisco é um conhecido aliado. Seu apoio ao combate ao aquecimento global, países com fronteiras abertas, igualdade e paz rendeu a Francisco repetidos elogios da ONU, que afirmou no passado que Francisco está “contribuindo para alcançar muitos dos objetivos [da ONU]”.

A ONU, de acordo com Francisco, atualmente não é politicamente forte o suficiente para administrar o mundo em plena capacidade, no entanto. Ele diz que a organização precisa ser totalmente reformada “para que o conceito de família das nações adquira dentes reais”, citando texto de seu antecessor, o Papa Bento XVI.

Francisco: As nações precisam de “limites legais” para evitar que se tornem muito poderosas individualmente

A única maneira de dar à ONU os dentes que Francisco pensa que ela precisa para governar o mundo é colocar “limites legais claros” em todas as nações individuais – o que significa privar sua soberania. Isso impedirá que qualquer um deles adquira muito poder, o que Francisco diz que pode resultar em “imposições culturais ou uma restrição das liberdades básicas das nações mais fracas com base em diferenças ideológicas”.

Para realizar a “fraternidade universal”, Francisco deseja que o “estado de direito” seja padronizado entre todas as nações com base na “justiça” e “um canal de paz”, o que ele diz ser uma “condição essencial” para o Nova Ordem Mundial para trabalhar. “É necessário evitar que esta Organização seja deslegitimada, uma vez que seus problemas e deficiências podem ser tratados e resolvidos em conjunto”, Francisco é citado como tendo dito sobre a ONU

“Os setenta e cinco anos desde o estabelecimento das Nações Unidas e a experiência dos primeiros vinte anos deste milênio mostraram que a plena aplicação das normas internacionais se mostra verdadeiramente eficaz e que o não cumprimento delas é prejudicial.”

Em última análise, o plano é instilar um sistema de “bem comum” para todo o globo, com a ONU supostamente garantindo que todas as “falsas intenções” e “interesses partidários”, políticos, territoriais, ideológicos sejam impedidos de substituir o bem de todos. Francisco acredita que acordos multilaterais, em vez de bilaterais, servirão melhor para esse fim, criando um novo sistema de governança global controlado por uma única entidade.

Continuar a permitir que várias entidades [leia-se países] sigam seus próprios caminhos traz “deficiências”, adverte Francisco, incluindo “falta de coordenação em situações complexas”, bem como “falta de atenção aos direitos humanos fundamentais e … às necessidades críticas de certos grupos”. Presumivelmente, isso inclui a coordenação da distribuição em massa das vacinas contra o coronavírus Wuhan (covid-19) , que Francisco acredita que devam ser administradas “de forma equitativa”.

Mais notícias relacionadas sobre o Papa Francisco e seu impulso para a criação de uma Nova Ordem Mundial podem ser encontradas em Deception.news .

As fontes deste artigo incluem:

Breitbart.com– Breitbart.com – NaturalNews.com


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. – Mateus 24:6-8

“E eu vi uma mulher assentada sobre uma besta de cor escarlate (vermelho, a cor dos CARDEAIS), que estava cheia de nomes de blasfêmia, e tinha sete cabeças e dez chifres. E a mulher estava vestida de púrpura (violeta) e de escarlate, e adornada com ouro, e pedras preciosas e pérolas; e tinha na sua mão um cálice de ouro cheio das abominações e da imundícia da sua prostituição; e na sua testa estava escrito o nome: Mistério, a grande babilônia, a mãe das prostituições e abominações da terra”.  Apocalipse 17:3-6 – O fim da Grande (igreja romana) Prostituta está MUITO PRÓXIMO

“E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da BESTA; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis[666]“.  –  Apocalipse 13:16-18


Mais informações, leitura adicional:

Permite reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

phi-cosmoswww.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.