browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Atividade do Sol aumenta com aproximação do Eclipse nos EUA

Posted by on 20/08/2017

flare-solar-sunspotsApenas algumas semanas atrás, parecia que o sol ficaria silencioso, em repouso e sem atividades quando a Lua o eclipsará no dia 21 de agosto. nessa segunda feira, afinal o início do atual ciclo Solar Minimum estava em pleno andamento. Com a aproximação final do eclipse solar, a nossa estrela parece que despertou de seu sono e esta dando sinais de atividade intensa. Houve a erupção de uma grande proeminência no lado oriental do sol provocada pela Mancha Solar AR2671

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

ATIVIDADE SOLAR AUMENTA COM A PROXIMIDADE DO ECLIPSE

Fonte: http://spaceweather.com/ – NASA

ALERTA DE SERVIÇO DE CLIMA ESPACIAL: Na segunda-feira, 21 de agosto, durante o Grande Eclipse Solar Americano, o Spaceweather.com (da NASA) e os alunos da Earth to Sky Calculus planejam lançar muitos  balões meteorológicos espaciais, cerca de uma dúzia na sombra da Lua que será projetada na Terra ao bloquear o sol. 

Flutuando alto acima do caminho da totalidade, as câmeras irão tirar fotos enquanto os sensores de raios cósmicos mapeiam os níveis de radiação cósmica. Com o webmaster Dr. Tony Phillips liderando uma das equipes de lançamento, atualizações regulares para o Spaceweather.com talvez não ocorram nos dias 20 e 21 de agosto. O prêmio de consolação será dados únicos obtidos para estudo e as fotos do pós-eclipse. Desculpe pela interrupção! Navegar: Realtime Eclipse Photo Gallery

A MEDIDA QUE O ECLIPSE SE PRÓXIMA, ATIVIDADE SOLAR AUMENTA

Apenas algumas semanas atrás, parecia que o sol ficaria silencioso, em repouso e sem atividades quando a Lua o eclipsará no dia 21 de agosto. o início do atual ciclo Solar Minimum estava em pleno andamento. Este fim de semana, no entanto, o sol está dando boas vindas ao eclipse com uma explosão de atividade renovada.

 “À medida que a Lua se aproxima para obliterar a luz do sol, nossa estrela mais próxima está nos acenando com uma mão amigável”, diz Dave Eagle, que envia esta foto das manchas solares desde Higham Ferrers, na Inglaterra:

atividade-solar-proeminencia-flare

Este fim de semana o sol está dando boas vindas ao eclipse com uma explosão de atividade renovada da Sunspot AR 2671.

“Há uma grande proeminência no lado oriental do sol. Se você estiver no caminho total do eclipse, defina seu relógio para cumprimentar este incrível espetáculo na segunda-feira”, diz ele.

E isso é só para iniciantes. Além disso, um grupo de manchas solares incrivelmente longo está espalhando o disco solar. A Mancha (Sunspot) Solar AR2671 se estira por cerca de 140,000 milhas de ponta a ponta, na superfície do sol, quase duas vezes maior do que o planeta Júpiter. Bill Hrudey envia esta foto do gigante desde as ilhas Cayman:

mancha-solar

A mancha solar AR2671 se espalha por cerca de 140 mil milhas (225.260 quilômetros) pela superfície do sol

Os astrônomos amadores assistindo o eclipse através de telescópios solares seguros não terão problemas para ver a borda acidentada da Lua atravessar esta impressionante e enorme mancha solar, eclipsando um núcleo escuro após o outro. Se tivermos sorte, a mancha solar explodirá emitindo mais um Flare. A Sunspot (Mancha Solar) AR2671 possui um campo magnético “beta-gamma” que abriga energia para explosões solares de classe M.  Gratuito: Alertas Solar Flare


 “Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas  na medida em que o TEMPO DA GRANDE COLHEITA se aproxima RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. 

contagem-regressiva-azul

Você vai ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes.

Deverão acontecer fortes tsunamis e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e emissão de energia solar (CME-Ejeção de Massa Coronal do Sol)  que fará  importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“. Saiba mais AQUI 


Muito mais informações, LEITURA ADICIONAL:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

phi-golden-ratiowww.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *