browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Buraco enorme se abriu na Coroa do Sol. Vento solar pode atingir a Terra e provocar tempestade Geomagnética

Posted by on 22/03/2018

Um enorme buraco se abriu na atmosfera do sol: Uma enorme e complexa rede de buracos se abriu na atmosfera do sol e está expelindo vento solar carregado de energia no espaço. O conjunto de lacunas, mostrado aqui em uma imagem do Solar Dynamics Observatory (SDO) da NASA, agora está VOLTADO para a Terra. Os meteorologistas do NOAA dizem que existe uma chance de 55% de tempestades geomagnéticas classe G1 quando o material carregado de energia chegar ao nosso planeta. Isso pode acontecer a partir do dia 22 de março a qualquer momento.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Um enorme buraco se abriu na atmosfera do sol. São áreas de campos magnéticos abertos dos quais o vento solar é expelido e corre para o espaço.

Fonte: http://spaceweather.com/

Ao longo da semana passada, a única e maior característica do sol era um longo buraco coronal que se esticava em mais da metade do diâmetro do sol (entre 13 a 15 de março de 2018). Os furos coronais aparecem escuros em certos comprimentos de onda de luz ultravioleta extrema como o que você vê na imagem a seguir. 

Cor_Hole_long.pct

São áreas de campos magnéticos abertos dos quais o vento solar é expelido e corre para o espaço. Esta área provavelmente gerou as belas auroras  boreais que foram  observadas no dia 14 de março em regiões perto dos pólos da Terra. Com a Terra configurada na imagem para mostrar a escala, você tem uma boa sensação de quão extenso é esse buraco na corona solar. Crédito: Solar Dynamics Observatory, NASA.

Os meteorologistas do NOAA dizem que existe uma chance de 55% de tempestades geomagnéticas classe G1 quando o material gasoso chegar ao nosso planeta. Isso pode acontecer a partir do dia 22 de março a qualquer momento.

“Rachaduras do Equinócio” se formando no campo magnético da Terra permitem a entrada de vento solar carregado de energia

O fluxo de vento solar carregado de energia que se aproxima chegará logo após o início da primavera setentrional. Com as ” rachaduras do equinócio ” se abrindo no campo magnético da Terra, o vento solar provavelmente penetrará nas defesas do campo eletromagnético de nosso planeta e incendiará auroras brilhantes ao redor do Círculo Polar Ártico. Fique ligado para um show de luzes.

O equinócio vernal aconteceu ontem, 20 de março. Isso significa uma coisa: rachaduras estão se abrindo no campo magnético da Terra. Pesquisadores sabem há tempos que durante as semanas em torno dos equinócios as fissuras se formam na magnetosfera da Terra. O vento solar pode se infiltrar por estas aberturas para alimentar a criação das brilhantes luzes do Ártico. Um desses episódios ocorreu em 9 de março. “O céu explodiu com auroras”, relata Kristin Berg, que envia esta foto de Tromsø, desde a Noruega:

Durante a exibição, um fluxo de vento solar quase não atravessava o campo magnético da Terra. Nesta época do ano, isso é tudo o que é preciso. Mesmo uma suave rajada de vento solar pode romper as defesas magnéticas do nosso planeta.

Isso é chamado de “efeito Russell-McPherron“, chamado de pesquisadores que primeiro explicaram o fenômeno. As rachaduras são abertas pelo próprio vento solar. Campos magnéticos apontando para o sul dentro do vento solar opõem-se ao campo magnético apontando para o norte da Terra. Os dois, Norte versus Sul, se cancelam parcialmente, enfraquecendo as defesas magnéticas do planeta. 

Este cancelamento pode acontecer em qualquer época do ano, mas acontece com maior efeito ao redor dos equinócios, em março e setembro. De fato, um estudo de 75 anos mostra que março é o mês mais ativo geomagneticamente do ano, seguido de perto por setembro-outubro – um resultado direto da ocorrência das “rachaduras de equinócio”.

cme-24082014-anim

Em 1989, uma tempestade solar atingiu a Terra e gerou uma tempestade geomagnética que nocauteou e derrubou a rede elétrica através de uma grande parte do Canadá. A perda com efeito em cascata nos Estados Unidos e causou problemas de fornecimento de energia tão distantes como a Califórnia. O maior medo é de uma nova enorme tempestade solar tão grande como a documentada pelo astrônomo Richard Carrington em 1859, que queimou os fios do telégrafo, aconteça novamente.

A NASA e a ESA (Agência Espacial Europeia) têm detectado essas fendas há anos. As pequenas são do tamanho da Califórnia, e muitos são mais largos do que o planeta inteiro. Enquanto as rachaduras estão abertas, os campos magnéticos da Terra estão conectados àqueles no sol. Teoricamente, seria possível escolher uma linha de campo magnético em terra firme e segui-la até a superfície solar. Não há perigo para as pessoas na Terra, no entanto, porque nossa atmosfera nos protege, interceptando e transmutando a chuva de partículas de energia. O brilho desta ação de proteção é chamado de “aurora boreal”.


 “Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas  na medida em que o TEMPO DA GRANDE COLHEITA se aproxima RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. Você vai ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes”.

“Deverão acontecer fortes tsunamis e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e emissão de energia solar (CME-Ejeção de Massa Coronal do Sol)  que fará  importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“. Saiba mais AQUI 


Muito mais informações, LEITURA ADICIONAL:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

phi-golden-ratiowww.thoth3126.com.br

16 Responses to Buraco enorme se abriu na Coroa do Sol. Vento solar pode atingir a Terra e provocar tempestade Geomagnética

  1. Antonieta

    Então, O Apagão de Ontem no Norte e Nordeste brasileiro foi por Explosões Solares???

  2. Matheus

    Sempre a mesma ladainha a anos e nada nunca acontece. Esses conspiracionistas são muitos esperançoso ou desonestos intelectuais. Porque suas teorias nunca se concretizam e eles continuam chutando o gato morto. Kkkk

    • João Victor

      Então por que perdes tempo aqui? Quem ta chutando gato morto é tu sempre querendo problematirar algo que serve de aviso e reflexão. Sempre haverá um incauto e um néscio para causar a discórdia, não importa se a verdade devaste sua face.

  3. Hildo Bronzeado Batista

    A massa coronal se estendendeu sobre o Brasil, por isso ouve o apagão, espero que estaciones as explosões solares.

  4. João Victor

    Baleias e golfinhos encalhados, tempos mudando constantemente, apagões no norte e nordeste do Brasil, mudança de base de Washington para Denver. Só falta alguém vim dizer que tudo isso é delírio

  5. Carlos

    Isso é só questão de tempo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.