browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

CDC manipulando dados de mortos pela injeção mRNA: Foram 1.170, o dobro do divulgado

Posted by on 16/02/2021

Manipulando dados de vítimas da injeção mRNA:  Foram 1.170 MORTOS pelas “Vacinas mRNA” – Quase o dobro de Mortes informadas no VAERS: Na última atualização de dados do sistema VAERS do CDC, sobre número de mortes e eventos adversos [Danos Colaterais] pelas vacinas, o CDC publicou “apenas” 653 mortes quando em outra página de seu site um leitor de nosso blog constatou outro número, quase o dobro, com 1.170 mortes. Estaria o CDC manipulando o número de mortos pela injeção mRNA ?

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Manipulando dados de vítimas da injeção mRNA:  Foram 1.170 MORTOS pelas “Vacinas mRNA” – Quase o dobro de Mortes informadas no VAERS

por Brian Shilhavy – Fonte:  Health Impact News

Ontem, relatamos que o CDC fez outra atualização de dados no banco de dados do sistema de informação de danos colaterais pela vacina – VAERS (Vaccine Adverse Event Reporting System), mostrando que até 4 de fevereiro de 2021, havia 12.697 eventos adversos registrados, incluindo 653 mortes após as injeções experimentais de mRNA Covid da Pfizer-BioNtech e Moderna.

Cdc retendo informações 1.170 mortos após injeções de Covid - quase o dobro de mortes encontradas nos Vaers

Depois de publicar este artigo, um assinante do Health Impact News me enviou um link para uma página no site do CDC onde eles relatam que, em 11 de fevereiro de 2021, o VAERS recebeu 1.170 notificações de morte entre pessoas que receberam a vacina COVID-19. A página, pelo menos no momento da publicação hoje, está localizada aqui .

Fizemos uma captura de tela desta página para registro e fizemos algumas edições.

Cdc 2.11 Report Covid

Clique na imagem para ampliar. Editado por Health Impact News com edições editoriais, protegidas pela liberdade de expressão e de imprensa na Primeira Emenda da Constituição dos Estados Unidos. Página original aqui .

Nas últimas semanas, o CDC vem atualizando lentamente o banco de dados VAERS com atualizações de dados na sexta-feira, pouco antes do fim de semana e do início do ciclo lento de notícias que geralmente volta às segundas-feiras.

Isso ainda deixa 517 mortes não contabilizadas AUSENTES do banco de dados VAERS relacionadas às mortes pelas injeções mRNA de Covid da Pfizer-BioNtech e Moderna no último relatório .

Por que o CDC está manipulando essas Informações?

Mortes ZERO vinculadas às “vacinações” da COVID?

Uma das declarações mais incríveis feitas pelo CDC nesta página em relação às injeções COVID é que eles não encontraram nenhum link das mais de 1.100 mortes relatadas para com as injeções  experimentais de mRNA da Pfizer-BioNtech e Moderna .

“Os médicos do CDC e do FDA revisam cada relato de caso de morte assim que notificado e o CDC solicita os registros médicos para avaliar os relatórios. Uma revisão das informações clínicas disponíveis, incluindo atestados de óbito, autópsia e achados de registros médicos,  não revelou nenhuma ligação com a vacinação. O CDC e a FDA continuarão a investigar relatórios de eventos adversos, incluindo mortes, relatados ao VAERS”.

Como alguém pode acreditar nesta afirmação não científica? Como alguém pode continuar a acreditar que o CDC está realmente preocupado com a saúde pública da população norte americana, e que não esta simplesmente sendo um departamento de marketing para as grandes empresas farmacêuticas Big Pharma?

Aqui está o que o FDA declara em suas diretrizes para as injeções experimentais de mRNA COVID da Pfizer-BioNtech e Moderna:

Eventos adversos sérios são definidos como os seguintes:

  • Morte ;
  • Um evento adverso com risco de vida;
  • Internação hospitalar ou prolongamento da hospitalização existente;
  • Incapacidade persistente ou significativa ou perturbação substancial da capacidade de realizar as funções normais da vida;
  • Uma anomalia congênita / defeito de nascença;
  • Um evento médico importante que com base no julgamento médico apropriado pode colocar o indivíduo em risco e pode exigir intervenção médica ou cirúrgica para prevenir um dos resultados listados acima. ( Fonte )

mo alguém poderia acreditar que de 41 milhões de doses de injeções experimentais de mRNA de COVID administradas nos Estados Unidos de 14 de dezembro de 2020 a 7 de fevereiro de 2021, com mais de 1.100 mortes relatadas ao VAERS (o número real de mortes é muito maior, uma vez que não são todos relatados no VAERS), que NENHUMA dessas mortes está relacionado a essas injeções experimentais que ainda não completaram os estudos de Fase 3 e sequer foram aprovados pelo FDA ainda?

Leia alguns dos relatórios que publicamos nas últimas semanas (veja abaixo), especialmente de profissionais de saúde jovens e de meia-idade sem problemas de saúde anteriores que morreram logo após serem injetados, e pergunte-se: Como o CDC poderia determinar conclusivamente que a injeção mRNA não causou a morte?

Lembre-se de que o CDC nem mesmo tem uma categoria de morte por vacinas para listar nos atestados de óbito, então, de acordo com eles, ninguém nunca morreu como resultado adverso de uma vacina, embora o governo dos EUA tenha pago BILHÕES de dólares em compensação por ferimentos causados ​​e por mortes e sérios efeitos colaterais das vacinas desde 1986, com a criação do Programa Nacional de Compensação por Lesões por Vacinas. (Relatórios trimestrais do DOJ encontrados  aqui ).

História de Corrupção e Conflito de Interesses do CDC

Publiquei essas informações com frequência durante os últimos meses, mas vale a pena repetir aqui, visto que, aparentemente, tão poucos no público estão cientes da profundidade da corrupção no CDC.

O CDC é o maior comprador e distribuidor de vacinas do mundo, alocando mais de US$ 5 BILHÕES em seu orçamento (fornecido pelos contribuintes americanos) a cada ano para comprar e distribuir vacinas da Big Pharma .

Você acha que isso pode ser um conflito de interesses?

Em segundo lugar, o CDC possui mais de 56 patentes de vacinas, e muitos de seus cientistas ganham royalties com a venda de vacinas. ( Fonte ) Você acha que isso pode ser um conflito de interesses?

O CDC tem uma longa história de corrupção e, ao longo dos anos, muitos de seus próprios cientistas tentaram denunciar essa corrupção apenas para serem silenciados. Além disso, muitos dos diretores que comandam o CDC passam a trabalhar para a Big Pharma depois de concluírem seu mandato no CDC.

Se você está colocando sua fé no CDC para proteger sua saúde, está confiando em um deus falso e sofrerá as consequências.

“Vede agora que eu, eu o sou, e mais nenhum deus há além de mim; eu mato, e eu faço viver; eu firo, e eu saro, e ninguém há que escape da minha mão”. Deuteronômio 32:39


Questione tudo, nunca aceite nada como verdade sem a sua própria análise, chegue às suas próprias conclusões.


“Parece duvidoso se, de fato, a política de “Botas no rosto” pode continuar indefinidamente.  Minha própria convicção é que a oligarquia governante encontrará maneiras menos árduas e perdulárias de governar e de satisfazer sua ânsia de poder, e essas formas serão semelhantes às que descrevi em Admirável Mundo Novo [uma verdadeira profecia publicada em 1932]

Na próxima geração, acredito que os governantes do mundo descobrirão que o condicionamento INFANTIL e a narco-hipnose são mais eficientes, como instrumentos de governo, do que e prisões e campos de concentração, e que o desejo de poder pode ser completamente satisfeito sugerindo às pessoas que amem sua servidão ao invés de açoita-los e chutando-os até à obediência. ”  Carta de Aldous Huxley  EM 1949 para George Orwell autor do livro “1984”

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.