browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

China: A Elite (do PCC) Governa o pais de acordo com objetivos Illuminati-NWO

Posted by on 06/02/2020

Pequim – A elite chinesa é uma fusão entre a liderança comunista, magnatas milionários de Hong Kong e as tríades criminosas. Todas as três facções derivam seu poder da colaboração dos Illuminati. A China parece autônoma porque os Illuminati desenvolveram o país internamente, financiando partidos políticos “revolucionários”, lançando slogans nacionalistas. O raciocínio era que o povo chinês se revoltaria contra a aberta dominação estrangeira, mas abraçaria [com entusiasmo] seu lugar numa NWO- Nova Ordem Mundial se “acreditasse estar no controle” de seu destino. Lord Bertrand Russell revelou esse plano em um relatório sobre a China publicado já em 1920, bem antes da implantação do comunismo no país.

Tradução, edição e imagens: Thoth3126@protonmail.ch

Elite do PCC-Partido Comunista Chinês governa a China de acordo com a vontade de seus mestres, os Illuminati, em prol da criação de um governo global totalitário estilo NWO-Nova Ordem Mundial

Fonte: http://www.henrymakow.com

by St. John Bartholomew

O povo chinês poderia se revoltar contra essa dominação estrangeira ILLUMINATI evidente, mas abraçam o seu papel dentro da Nova Ordem Mundial-NWO, pois eles acreditam que eles próprios estão no controle. 

Foto: À Esquerda, David Rockefeller (um magnata capitalista ocidental, um notório defensor da NWO, um dedicado a causa Illuminati ) em visita à CHINA comunista de  Zhou Enlai em 1973.

CHINA – Pequim: A elite chinesa é uma fusão entre a liderança comunista,  os magnatas capitalistas chineses de Hong Kong, as organizações criminosas (máfia chinesa) a TRIAD e criminosos de vários tipos. Todas as três facções derivam, tomam o seu poder pela sua estreita colaboração com a causa e agenda ILLUMINATI.

A China surgiu como é hoje porque os ILLUMINATI desenvolveram internamente o país, financiando os partidos políticos “revolucionários” jorrando slogans nacionalistas. A razão para isso era que o povo chinês se revoltasse “contra a dominação” estrangeira evidente, mas abraçaria o seu lugar numa NWO-Nova Ordem Mundial se eles acreditassem que eles estavam no controle de sua situação interna [e pudessem comandar esse mundo sob um governo estilo NWO].

Lord Bertrand Russell  revelou a existência deste plano  em um relatório [The Problem of China] sobre a China publicado ainda em 1920: ‘Fora do espírito renascentista agora existente na China, é possível, se as nações [ocidentais] estrangeiras puderem ser impedidas de provocar estragos, o país se desenvolver em uma nova civilização melhor do que qualquer outra que o mundo já conheceu.”

A superpotência fascista que conhecemos hoje, no início do século XXI, começou a ser criada na segunda metade do século XX, há cem anos, pela falsa dialética da Guerra Fria do comunismo do leste da Ásia versus o capitalismo ocidental [de acordo com a dialética de Hegel:  “Tese mais a antítese é igual a síntese”]. O palco estava montado já em 1898, quando a Grã-Bretanha e a China assinaram um contrato (após as Guerras do Ópio com participação de judeus khazares) estipulando que Hong Kong poderia ser devolvida aos chineses em 1997.

Isto significava que o comunismo feroz do continente e o laissez-faire capitalista de Hong Kong sempre foram destinados a se fundirem, de acordo com o planejamento a longo prazo dos ILLUMINATIO processo de unificação deu origem à atual elite dirigente do poder na China. O que se seguiu é pano de fundo do surgimento das três principais facções no poder que controla o gigante asiático.

A “liderança” comunista [marionetes dos Illuminati do ocidente]:

Porque o comunismo é uma criação dos ILLUMINATI (e do judeu khazar sionista Karl Marx), o Partido Comunista Chinês (PCC) é,  por definição e extensão, os agentes da vontade dos ILLUMINATI no governo chinês. Mao Tsé Tung, o “Grande Timoneiro” era um agente soviético. ( Mao-A História Não Contada , Chang e Halliday, p.49.).  Ele foi um produto da Universidade de Yale -SKULL & BONES – para a China,  Mao foi um “Missionário”, isto é, um agente da OSS-CIA, e do programa de recrutamento da sociedade secreta Skull & Bones.

O “grande timoneiro” [um grande “açougueiro”] Mao Tsé Tung

As políticas implementadas pelo PCC chinês são o que definem as bases de um superestado com GOVERNO ATEU  TOTALITÁRIO ILLUMINATI  COM CONTROLE TOTAL DA POPULAÇÃO. Eles unificaram o país, atacaram e destruíram a milenar cultura tradicional chinesa, instigando programas de industrialização a qualquer preço e criando uma linguagem/cultura comum, com um brutal e genocida (de meninas) controle de natalidade. Wang Hao, um historiador do Instituto Chinês de Estudos Internacionais registrou que o vice de Mao T. Tung, Zhou Enlai se encontrou com David Rockefeller em junho de 1973 :

Ao encontrar David Rockefeller, Zhou disse-lhe que era necessário encontrar métodos adequados que favorecessem o desenvolvimento do comércio entre os dois lados do (oceano) Pacífico com diferentes sistemas políticos“. A fusão do capitalismo com o comunismo [na China] começou quando Deng Xiaoping assumiu o poder no final dos anos 1970 e apresentou a sua reforma do mercado comunista, com o slogan “ficar rico é glorioso”. No entanto, após 30 anos de existência do comunismo maoista [desde a revolução em 1949], o regime chinês estava irremediavelmente mal equipado para executar uma economia de mercado imediatamente. Eles se voltaram para os mais ricos magnatas chineses em Hong Kong em busca de orientação, apoio e ajuda.

OS MAGNATAS DE HONG KONG :

O mais poderoso magnata de Hong Kong é Li Ka-Shing, o homem mais rico da Ásia no mundo e um integrante do grupo ILLUMINATI. Outros magnatas proeminentes de Hong Kong são o ‘Poderoso Chefão do mercado imobiliário’, Henry Fok, ‘O rei dos jogos de azar Stanley Ho e o homem, que mais tarde seria escolhido por Pequim para liderar Hong Kong após a partida dos britânicos, Tung Chee Wa.

É importante perceber que estes homens subiram ao poder e ao prestígio em uma colônia britânica, ou seja, eles foram vetados pela cidade de Londres para serem líderes coloniais. Isto é ilustrado pelo crescimento e surgimento  em cena de Li Ka Shing. Na medida do desenvolvimento de Hong Kong nas mãos da China comunista, Li emergiu como o empresário empreendedor chinês “mais brilhante” de Hong Kong. A “Irmandade dos banqueiros de Hong Kong tornou-se ciente de seu ‘gênio mercantil’ e o trouxe para o seu próprio rebanho”.

Em 1979, Li assumiu o controle da Hutchinson Whampoa, uma das antigas empresas britânicas que por muito tempo dominaram a economia de Hong Kong. Empresas de grande importância política, como tais não são dadas a alguém casualmente. Em 2000, a rainha da Inglaterra  concedeu a Li Ka Shing o título de “Cavaleiro (Comendador da Ordem) do Império Britânico.” Nos anos oitenta, os magnatas e os comunistas tinham uma série de reuniões em Pequim. 

Eles fecharam um acordo pelo qual os magnatas aconselhariam  e educariam as autoridades chinesas comunista sobre os mercados e, em troca por esse inestimável serviço Pequim deu-lhes acesso privilegiado à sua vasta base econômica na China continental. Em 1984 os dois grupos fundaram a CITIC, a organização que conseguiu a transição da China para a economia de mercado.

A Tríade :

A Tríade é um termo coletivo para as sociedades secretas e grupos criminosos que se originaram no século 17 na China com o objetivo de derrubar a dinastia Qing. Para mais de um século os ILLUMINATI estiveram em guerra contra a dinastia Qing pelo controle da China. As Tríades eram o seu veículo para a subversão e a revolução chinesa, de uma forma semelhante ao papel da maçonaria nas revoluções em países ocidentais.

Por exemplo, durante as Guerras do Ópio, as Tríades ajudaram a trazer a droga para a China. O Governo revolucionário nacionalista que derrubou a dinastia Qing em 1912 era uma coalizão de grupos da tríade. Sun Yat-sen, o homem que liderou a coalizão nacionalista que derrubou o Imperador Qing em 1912, foi membro da maçonaria e Tríade e foi treinado e armado pelos britânicos em Hong Kong. Chiang Kai-shek era também um membro da Tríade.

Quando os comunistas conquistaram o domínio da China em 1949 eles chutaram as Tríades para fora do país. Eles fugiram, principalmente para se estabelecerem em Hong Kong e Taiwan para reconstruírem a organização criminosa. Chiang Kai-shek continuou a receber financiamento público dos EUA. Hoje, as Tríades são mais conhecidas como a maior entidade mafiosa do mundo criminoso mundial, envolvido no tráfico de drogas, prostituição, lavagem de dinheiro, tráfico de pessoas, escravidão sexual, pedofilia, etc …

Eles existem em qualquer país com uma grande população chinesa, nomeadamente no Canadá, Grã-Bretanha, EUA e Austrália O ex-diplomata canadense Brian McAdam disse : “Dentro de cada comunidade chinesa, normalmente há uma presença forte da Tríade controlando e extorquindo dinheiro das empresas, e se há venda de drogas, são eles que as estão trazendo e vendendo.”

Direita: Símbolo da TRIAD, de novo o velho DRAGÃO  VERMELHO da CHINA.

Sobre o enorme alcance global das Tríades  Fritz Springmeier escreveu“As Tríades são o mais poderoso grupo criminoso fraterno no mundo, exceto para os ILLUMINATI e as famílias que compõem a Comitê dos 300  dos ILLUMINATI. A Máfia italiana nos EUA é uma ninharia muito pequena em comparação com as Tríades chinesas. As Tríades são quase intocáveis por qualquer grupo de aplicação da lei”.

Por exemplo, na Grã-Bretanha os ingleses não têm praticamente nenhuma etnia chinesa em sua força de polícia para até mesmo tentar infiltrar as Tríades. “A principal fonte dessa energia é que eles também são parceiros das Lojas da Maçonaria do Extremo Oriente na execução do tráfico de drogas da Ásia, nomeadamente a produção de heroína e ópio no Triângulo Dourado  no Sudeste Asiático, atrás apenas do Afeganistão.

O tráfico de drogas é muito importante para os ILLUMINATI, pois que financia programas de orçamento negro, projetos mantidos longe dos órgãos de aprovação e controle de governos formais, principalmente nos EUA (usados para a construção de imensas bases subterrâneas, por exemplo). As Tríades mais poderosas em Hong Kong têm seus próprios territórios, sede, sub-sociedades e frentes públicas. Eles estão aliados com os magnatas milionários.

Os magnatas  são os donos da própria Hong Kong e são as tríades que a governam. Alguns de seus integrantes são membros da Sun Yee On e da irmandade Wo Hop To. Para garantir uma transição suave de Hong Kong em 1997, das mãos inglesas para a China, a liderança comunista chinesa precisava destes grupos participando na transição do comando de Hong Kong. Nos anos 80, o governo chinês convocou uma reunião secreta entre os “DRAGON HEADS” (os Cabeças do DRAGÃO) dos maiores grupos da TRIAD operacionais em Hong Kong.

Os comunistas chineses informaram aos dragões da Tríade que se eles se comprometessem a não interferir com a transição em Hong Kong, à Tríade teria permissão para continuar suas atividades criminosas, sem interferências. Após estas negociações bem sucedidas, Deng Xiaoping falou sobre as tríades chinesas como  sendo “patrióticas” e grupos de imprensa  de Hong Kong publicaram uma fotografia de Charles Heung, um oficial sênior da Sun Yee On, conversando com a filha de Deng. 

Em 1992, os serviços de inteligência ocidentais tornaram-se cientes de que Man Wong Fong – ex-chefe da agência de notícias chinesa central – estava ajudando aos Tríades na criação de empresas legítimas na China continental, particularmente nas províncias de Guangzhou e Shanghai.

crime-organizado-governo

CONCLUSÃO:

A grande mídia ocidental (controlada pelos ILLUMINATI) retrata a China como hostil ao poder ocidental capitalista. No entanto, ao estudar o triunvirato da elite chinesa que controla o país e os seus laços íntimos com os ILLUMINATI, fica claro que a China moderna e seus dirigentes são uma criação e instrumento dessa organização da irmandade das TREVAS. 

A “elite chinesa” não deve jamais se desviar de sua agenda, a da Nova Ordem Mundial-NWO, pois se assim eles não fizerem os ILLUMINATI podem removê-los do poder.


“E houve batalha no céu; Miguel e os seus anjos batalhavam contra o dragão, e batalhavam o dragão e os seus “anjos”Mas não prevaleceram, nem mais o seu lugar se achou nos céus. E foi precipitado o grande dragão, a antiga serpente, chamada o Diabo, e Satanás, que engana todo o mundo; ele foi precipitado na Terra, e os seus anjos foram lançados com ele” [e estão todos aqui na Terra…] – Apocalipse 12:7-9


Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

3 Responses to China: A Elite (do PCC) Governa o pais de acordo com objetivos Illuminati-NWO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.