browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

China: Dezenas de mortos na região de Henan nas piores tempestades em 1.000 anos. 3ª represa colapsa

Posted by on 21/07/2021

Dezenas de mortos na região de Henan na China pelas piores tempestades em 1.000 anos. 3ª represa colapsa

Grandes áreas da província de Henan, no centro da China, foram inundadas com enchentes na quarta-feira após a pior chuva em 1.000 anos, de acordo com a Reuters. De sábado a terça-feira, 26,5 polegadas [incríveis 662,5 milímetros]  de chuva caíram na região de  Zhengzhou, superando a média anual de cerca de 24 polegadas [600 milímetros] de precipitação. Apenas na terça-feira, 8,2 polegadas [205 milímetros] caíram em uma única hora

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Dezenas de mortos na região de Henan na China pelas piores tempestades em 1.000 anos. 3ª represa colapsa

Fonte:  Zero Hedge

A cidade de Zhengzhou, a capital de Henan, é um grande centro industrial. A maior montadora de iPhone, operada pela Foxconn, disse que as suas operações ainda não foram afetadas. Eles divulgaram um comunicado que dizia: “nenhum impacto direto em nossas instalações naquele local até o momento”, acrescentando que estava monitorando de perto a situação.

No entanto, a Nissan Motor interrompeu a produção em suas instalações devido a enchentes devastadoras. A extensão dos danos às empresas na cidade e em toda a província ainda é desconhecida.

A rede de transporte público da cidade sofreu uma parada brusca com o fechamento do sistema de metrô na terça-feira, depois que estradas e túneis foram total e completamente inundados. O FT relata que 25 pessoas morreram e sete estão desaparecidas em Zhengzhou. Doze pessoas morreram e cinco ficaram feridas nos túneis do metrô quando as enchentes     passageiros por causa da inundação de todo o sistema.

Notamos na noite de terça-feira, ainda, que outra barragem, desta vez em Zhengzhou,  colapsou, a terceira em 48 horas, após o aumento do nível da água transbordar sobre a crista da barragem e enfraquecer a estrutura, resultando em uma falha estrutural derrubando tudo. A barragem é a  terceira a romper nos últimos dias : no fim de semana, duas barragens na cidade de Hulun Buir, no norte da China, na Mongólia Interior desabaram devido às fortes chuvas.

Enquanto isso, dezenas de reservatórios e represas atingiram altos níveis de água de emergência, levando as autoridades a evacuar mais de 100.000 pessoas. Ainda há um risco adicional de colapso de outras barragens.

A Reuters observa que as tempestades são as piores em 1.000 anos. Mais de 6.000 militares e bombeiros estão envolvidos em operações de resgate. Aqui está mais um vídeo da devastação em Zhengzhou.

Durante a estação chuvosa da China, as inundações são frequentes, causando destruição anual e arrazando estradas, plantações, vilarejos e suas casas. No entanto, a ameaça cresceu com o tempo, em parte devido à extensa construção de barragens e diques que cortaram as conexões entre rios e lagos e alteraram as planícies aluviais que ajudariam a absorver a onda de excesso de precipitação.

Zhengzhou está sujeita a inundações, pois fica em uma área baixa, embora o governo local tenha reforçado a infraestrutura ao redor para garantir que chuvas torrenciais não resultem em inundações – o que parece ter falhado.

Milhões de pessoas foram derrubadas na cidade porque as enchentes resultaram em redes de transporte fechadas, voos atrasados, rodovias interditadas, pontes derrubadas, danos à infraestrutura crítica e estruturas comerciais, de serviços e residenciais.

Represa colapsa próxima da cidade de Zhenghou, na China, a terceira nas últimas 48 horas

Uma barragem perto da cidade de Zhengzhou, na província de Henan, no centro da China, foi destruída por fortes enchentes, depois de ser seriamente danificada por fortes tempestades que mataram várias pessoas e paralisaram a região, informou a mídia local.

A barragem é a terceira a romper nos últimos dias : no fim de semana, devido às fortes chuvas, duas barragens na cidade de Hulun Buir, no norte da China, na Mongólia Interior desabaram.   Felizmente, no entanto, nenhum ferimento foi relatado porque as autoridades locais evacuaram toda a população que estava em risco.

De acordo com a Agência de Notícias Xinhua , as agências meteorológicas de Henan e Zhengzhou elevaram o nível de resposta de emergência a desastres meteorológicos para o primeiro nível. A mídia chinesa relata que o metrô de Zhengzhou foi completamente inundado e as equipes de resgate evacuaram cerca de 500 passageiros bloqueados.

O exército chinês [de “libertação do povo”] alertou que uma barragem atingida no centro do país “pode ​​ruir a qualquer momento”, depois de ser severamente danificada por tempestades torrenciais que mataram pelo menos três pessoas e levaram a região à paralisação. As autoridades meteorológicas também emitiram o maior nível de alerta para a província central de Henan, uma vez que as chuvas causaram perturbações generalizadas e a evacuação de residentes das regiões inundadas.

Na noite de terça-feira, a unidade regional do Exército de “Libertação do Povo” alertou que a chuva implacável causou uma ruptura de 20 metros na barragem de Yihetan em Luoyang – uma cidade de cerca de sete milhões de pessoas – com o risco de “entrar em colapso a qualquer momento.”

Esta foto aérea tirada em 19 de julho de 2020 mostra água liberada da barragem do reservatório de Xiaolangdi em Luoyang, na província de Henan, na China central.

O Comando do Teatro Central do PLA disse ter enviado soldados para realizar uma resposta de emergência, incluindo detonações e desvio da inundação. “Em 20 de julho, uma ruptura de 20 metros ocorreu na barragem de Yihetan … a margem do rio foi gravemente danificada e a barragem pode ruir a qualquer momento”, disse o comunicado segundo o France 24.

No início do dia, a mídia estatal também informou que o exército enviou cerca de 20.000 funcionários para realizar trabalhos de emergência para preservar a integridade das barragens.

Durante a estação chuvosa da China, as inundações são uma ocorrência frequente, causando destruição anual e arrastando estradas, plantações e casas. No entanto, a ameaça cresceu com o tempo, em parte devido à extensa construção de barragens e diques que cortaram as conexões NATURAIS entre rios e lagos e alteraram as planícies aluviais que ajudaram a absorver ás águas.

[A FORÇA DA NATUREZA, de Gaia, vai por de joelhos a “natureza humana” egoísta, por maiores e melhores que sejam os planos de comunistas ateus, capitalistas gananciosos, fanáticos religiosos, políticos e cientistas corruptos, zumbis de mídia social, et caterva. NADA É MAIS DESTRUTIVO do que as FORÇAS DA NATUREZA…]


{N.T. “Haverá muitas mudanças  dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas na medida em que o TEMPO DA  GRANDE COLHEITA se aproxima RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. Vocês vão ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes. Deverão acontecer  fortes TSUNAMIS e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e uma emissão de energia solar que fará importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“. FONTE 


Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

One Response to China: Dezenas de mortos na região de Henan nas piores tempestades em 1.000 anos. 3ª represa colapsa

  1. Keanu Reeves

    Sério mesmo que tu ousastes questionar o Thoth sobre Sitchin, Dantes? Thoth é o Deus da sabedoria, rs.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.