browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

China e Rússia abandonam o dólar em suas transações comerciais

Posted by on 03/11/2017

Moscou e Pequim procuram estender o acordo de swap de $25 bilhões de yuan e rublo de três anos e buscar maior uso de moedas domésticas no comércio entre os dois países. Especialistas disseram à RT que provavelmente isso reduzirá a dependência do dólar norte americano.

“A China é um dos maiores compradores das exportações de energia russas de petróleo e gás. A extensão do acordo de swap de moeda reduzirá os custos de transação para a Rússia e a China”.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@ptonmail.ch

O comércio entre a Rússia e a China usa suas moedas nacionais, o Rublo-Yuan e isso reduzirá a dependência do dólar norte americano para ambos

Fonte: https://www.rt.com/

Esta semana, o primeiro-ministro russo, Dmitry Medvedev, disse que “os reguladores financeiros dos dois países estão trabalhando para ampliar o acordo bilateral de câmbio para os próximos três anos”.

“Em 2016, a participação das moedas nacionais em pagamentos para exportações de bens e serviços russos foi de 13%, as importações 16%. No primeiro trimestre de 2017, esses números aumentaram para 16% e 18%, respectivamente “, disse o vice-primeiro-ministro russo Sergey Prikhodko.

Tanto a China quanto a Rússia estão empenhadas em promover suas próprias moedas em detrimento do uso do dólar norte americano, e isso significa que a participação em dólares provavelmente encolherá.

“Isso é um fato, e não é apenas indicativo do volume de transações em moedas nacionais. Rússia e China já estão trabalhando juntos em vários acordos multilaterais do BRICS. O comércio usando as moedas nacionais é apenas um aspecto da tendência geral que surgiu no mundo na última década “, disse um analista Mehdi Mehdiyev, com base em Moscou, ao site alemão, RT Deutsch.

O comércio de moedas nacionais protege os países contra “influências (e manipulações) externas”, ajuda a evitar riscos de flutuações nas taxas de câmbio; os acordos de troca também ajudam a reduzir o déficit orçamentário, disse Mehdiyev.

O especialista financeiro chinês, Andrew KP Leung, disse à RT Deutsch que, para Moscou, negociar em moedas nacionais é uma maneira de ignorar as sanções ocidentais e para Pequim promover o yuan, a sua moeda nacional.

“A China é um dos maiores compradores das exportações de energia russas de petróleo e gás. A extensão do acordo de swap de moeda reduzirá os custos de transação para a Rússia e a China. A troca de yuan reduziria a dependência da Rússia do dólar dos EUA”, disse Leung. Sarkis Tsaturyan, cientista político e editor-chefe da Rede Especialista Russa Realista, disse que a desdolarização dos dois países será um longo e doloroso processo que pode atingir a China e a Rússia.

“Gradualmente, a Rússia e a China estão se afastando do dólar dos EUA, mas esse é um processo que pode demorar de 15 a 20 anos, já que a economia da China é baseada no dólar. As reservas monetárias da China totalizaram mais de US$ 3 trilhões em julho de 2017.

Para desgosto de Washington, a Rússia e a China cada vez mais fortalecem a parceria entre as duas potências da Ásia

Cada familia chinesa possui até US$ 2.000 em títulos do governo dos EUA. Nestas circunstâncias, é improvável que Pequim abandone completamente o dólar. Seria um tiro em seu próprio joelho “, disse ele.

No momento, a participação do dólar norte-americano no comércio mundial é de quase 43%, enquanto o yuan tem menos de dois por cento. A China desenvolveu um sistema de pagamento chamado CIPS para pagamentos transfronteiriços com o yuan para promover a sua moeda como um instrumento financeiro global.


Saiba mais, leitura adicional:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

thoth(172x226)www.thoth3126.com.br

 

20 Responses to China e Rússia abandonam o dólar em suas transações comerciais

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.