browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

China emite maior ‘Alerta de Inundação’ na barragem das Três Gargantas que esta em seus limites

Posted by on 22/07/2020

Algumas das piores chuvas já registradas na Ásia puniram a China durante a estação das cheias, alimentando novas preocupações de que a maior barragem hidrelétrica de gravidade do mundo está sob forte estresse e atingiu seus limites de segurança máximos. As grandes inundações na bacia do rio Yangtze na China deixam mais de 140 mortos, com chuvas mais fortes a caminho. As autoridades chinesas disseram que 33 rios atingiram níveis recordes e aguaceiros continuam a atingir regiões ao longo do rio Yangtze. Prevê-se chuva forte por mais cinco dias na bacia do rio Yangtze, informou a agência meteorológica da China, em uma região já devastada pelas inundações este ano.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

China emite maior ‘alerta de inundação’ na barragem das Três Gargantas que esta em seus limites

Fontes:  Zeroedge  –  Australian Broadcasting Corporation

A ABC (Australian Broadcasting Corporation) relata que pelo menos 140 pessoas morreram no centro e no leste da China com o aumento das águas da enchente. Em semanas, 28.000 casas foram destruídas na região do rio Yangtze, com pelo menos 33 rios atingindo níveis recordes. 

Estação hidrológica de Wangjiaba.. China News

A Comissão do Rio Huaihe, do Ministério dos Recursos Hídricos, emitiu seu maior alerta de inundação nessa segunda-feira depois que o nível das águas no rio principal, localizado entre os rios Amarelo e Yangtze, atingiu níveis perigosos. O nível da água na estação hidrológica de Wangjiaba, no rio Huaihe, atingiu 29,7 metros na segunda-feira, bem acima do nível de perigo de 27,5 metros. 

O Global Times postou um vídeo na segunda-feira da estação hidrológica de Wangjiaba.

O rio Huaihe de 1.000 quilômetros é uma importante via navegável da China e enfrenta riscos de inundações nos próximos três dias para partes das províncias de Shanxi, Henan, Shandong, Anhui e Jiangsu. 

Inundações maciças a montante do rio Yangtze também causaram preocupação de que a Barragem das Três Gargantas, a maior usina hidrelétrica do mundo, esteja sendo levada ao seu limite máximo sob a pressão de grandes fluxos de água. 

Esta havendo inundações generalizadas em toda a China, inclusive na província de Hubei.

Muitas regiões ao longo do rio Yangtze inundaram na semana passada devido às chuvas torrenciais nesta estação das monções. No momento, pelo menos 400 rios tributários de Yangtze transbordaram, com pelo menos 140 mortos e 15 milhões de pessoas evacuadas de suas casas apenas em julho. 

O total de chuvas na China é cerca de 12% superior à última estação das monções. O dano econômico já está na casa dos bilhões de dólares, segundo estimativas do governo da semana anterior. Nós observamos na semana passada que o aumento das águas do rio Yangtze causou temores de que a represa das Três Gargantas não tenha impedido as inundações rio abaixo. 

As autoridades chinesas descartaram essas acusações na segunda-feira dizendo: 

“Se as inundações ocorrerem devido a fortes chuvas no meio e nas regiões mais baixas do rio Yangtze, as cidades próximas a essas regiões teriam que depender principalmente de suas próprias instalações de drenagem”, disse a estatal Three Gorges [Três Gargantas] Corporation.

“Sob tais circunstâncias, a barragem das Três Gargantas ainda pode dar uma contribuição retendo e apreendendo a água para aliviar a pressão nessas cidades”.

Alguns meios de comunicação estão reivindicando que a maldita massa de concreto possa entrar em colapso e causar uma tragédia de proporções apocalípticas. A mídia estatal chinesa continuou a indicar que a mídia ocidental está “exagerando” o colapso da barragem Três Gargantas. 

Dúzias de soldados chineses constroem um aterro temporário para conter o lago Poyang. ( AP: Chinatopix )

As inundações desta semana devem continuar no rio Huaihe sem sinais de diminuir. Um grande evento de inundação pode ser o que as autoridades do Partido Comunista da China precisam como um bode expiatório da próxima crise pela quebra da segunda maior economia do mundo por causa da pandemia pelo coronavírus.  

Soldados convocados construíram aterros temporários para tentar impedir que o lago Poyang transbordasse para a cidade de Lushan, na província de Jiangxi, no sudeste da China. As inundações sazonais obrigaram 1,5 milhão de pessoas a evacuar até agora este mês, disse o jornal oficial People’s Daily, citando o Ministério de Gerenciamento de Emergências.

As águas da enchente inundaram aldeias, cidades e fazendas em muitas partes do sul da China. O Ministério da Agricultura, declarando seu segundo nível mais alto de resposta a emergências, enviou equipes a Jiangxi e quatro outras províncias para ajudar no alívio de desastres e minimizar os danos.

A previsão era de chuva para nove províncias, informou a agência meteorológica nacional. A província de Sichuan, no sudoeste, pode ver de 10 a 12 centímetros de chuva por hora. A Reuters observou que as águas altas ao longo do rio Yangtze e dos lagos vizinhos “provam que a represa das Três Gargantas não está fazendo para o que foi projetada”. 

An aerial photo of a village which has been inundated with brown floodwaters.

As inundações deixaram aldeias inundadas em muitas partes da China. ( AP: Zhang Haobo / Xinhua )

“Uma das principais justificativas para a construção da gigantesca barragem das Três Gargantas foi o controle de inundações, mas menos de 20 anos após sua conclusão, temos a maior enchente da história da região”, disse David Shankman, geógrafo da Universidade do Alabama que se concentra nas inundações chinesas. “O fato é que a barragem não pode impedir esses eventos graves”.

Fan Xiao, um geólogo chinês e crítico dos projetos de barragens no rio Yangtze, disse que as barragens são usadas para geração e controle de eletricidade, mas que poderiam “piorar as inundações alterando o fluxo de sedimentação no rio Yangtze”.  Shankman disse que a barragem das Três Gargantas tem a capacidade de aliviar as inundações em períodos regulares, mas quando o clima extremo ocorre, como agora, a barragem é inútil. 

“O reservatório da Barragem das Três Gargantas não tem capacidade para afetar significativamente as inundações mais severas”, disse ele.

“Residentes na bacia do rio Yangtze nas últimas semanas expressaram preocupação com a capacidade da maciça  barragem de lidar com chuvas mais fortes, mesmo que as autoridades tenham liberado água da estrutura”, disse a Fox News. 


“E ouvireis de guerras e de rumores de guerras; olhai, não vos assusteis, porque é mister que isso tudo aconteça, mas ainda não é o fim.  Porquanto se levantará nação contra nação, e reino contra reino, e haverá FOMES, PESTES e TERREMOTOS, em vários lugares. Mas todas estas coisas são [APENAS] o princípio de dores. – Mateus 24:6-8

“E faz que a todos, pequenos e grandes, ricos e pobres, livres e servos, lhes seja posto um sinal na sua mão direita, ou nas suas testas, Para que ninguém possa comprar ou vender, senão aquele que tiver o sinal, ou o nome da besta, ou o número do seu nome. Aqui há sabedoria. Aquele que tem entendimento, calcule o número da BESTA; porque é o número de um homem, e o seu número é seiscentos e sessenta e seis[666]“.  –  Apocalipse 13:16-18


 Mais informações, leitura adicional:

Permite reproduzir desde que mantida a formatação original e a conversão como fontes.

phi-cosmoswww.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.