browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Cientistas temem que vulcão Cumbre Vieja explodirá em breve

Posted by on 04/11/2017

Depois de um ano em que tem preocupado cientistas com potenciais erupções de vulcões na Islândia, Itália, México e Bali, os vulcanólogos foram convidados a determinar se a ilha de La Palma, nas Ilhas Canárias, enfrenta uma erupção iminente do poderoso e perigoso Vulcão Cumbre Vieja. Enquanto isso, uma equipe do National Geographic Institute (IGN) está monitorando o local ao redor do vulcão 24 horas por dia.

Tradução, edição e imagensThoth3126@protonmail.ch

Os cientistas temem que Cumbre Vieja, que entrou em erupção em 1949 e 1971, explodirá em breve

Por Ronan J O’Shea – Fonte: http://www.independent.co.uk/

Os especialistas em vulcões foram convidados a monitorar a atividade do vulcão Cumbre Vieja na ilha, que viu acontecer cerca de 400 tremores em 15 horas durante um fim de semana, de acordo com o The Express.

Área de costas afetadas caso o Cumbre Vieja entre em erupção e colapse a ilha de La Palma

Perto de Tenerife, o vulcão Cumbre Vieja (que significa “Cimeira Velha”) já entrou em erupção em 1949 e 1971. Após os recentes tremores – e uma elevação do solo de 3,5 cm na Terra no ano passado – os cientistas foram convidados a monitorar o vulcão, em meio ao medo de que uma erupção pode levar a um grande terremoto e possível tsunami. 

Então, agora, um programa especial de monitoramento hidrogeoquímico foi configurado em uma tentativa de melhorar o monitoramento vulcânico do vulcão. Os cientistas tomarão amostras de águas subterrâneas e níveis de PH, condutividade, temperatura e atividade de gás espalhado em três vezes por semana em quatro locais em Cumbre Vieja.

Enquanto isso, uma equipe do National Geographic Institute (IGN) está monitorando o local ao redor do vulcão 24 horas por dia. 

volcano.jpg

No sul de La Palma, a Cumbre Vieja experimentou uma grande atividade sísmica recentemente

Movimentos sísmicos recentes, mas ainda de baixa magnitude suscitaram preocupações com a atividade emergente do vulcão, com inúmeros terremotos variando entre 1,5º e 2,7º na escala Richter e até 17,4 milhas do cume. Enquanto os especialistas alertaram que uma erupção tem o potencial de criar um imenso maremoto, os acadêmicos têm sido rápidos em apontar que a ocorrência de um mega tsunami é improvável.

Iain Stewart, professor de comunicação de Geociências na Universidade de Plymouth, disse a The Independent: “A possibilidade de um colapso catastrófico do vulcão é uma questão realmente controversa entre os geólogos. Certamente houve grandes pedaços da ilha vulcânica que se separaram no passado distante, presumivelmente associado à atividade vulcânica”.

Deslocamento das ondas de um mega tsunami previsto caso aconteça uma mega erupção do Cumbre Vieja.

“Mas não há evidências de que isso tenha acontecido nos últimos 10 mil anos, e nenhum sinal de que o colapso foi tão grande e súbito que produziu grandes tsunamis. É teoricamente possível, mas a maioria dos geólogos pensa que pequenos colapsos mais localizados dos lados íngremes é mais fácil ocorrer.

“Isso poderia gerar tsunamis locais com ondas destrutivas de poucos metros de altura, mas o que chamamos de tsunamis transoceânico com ondas gigantescas parece ser improvável”.


 “Haverá muitas mudanças dramáticas no clima do planeta, muitas mudanças nas condições meteorológicas  na medida em que o TEMPO DA GRANDE COLHEITA se aproxima RAPIDAMENTE ao longo dos próximos anos. contagem-regressiva-azulVocê vai ver a velocidade do vento em tempestades ultrapassando 300 milhas (480 quilômetros) por hora, às vezes.

Deverão acontecer fortes tsunamis e devastação generalizada NAS REGIÕES COSTEIRAS, e emissão de energia solar (CME-Ejeção de Massa Coronal do Sol)  que fará  importante fusão e derretimento das calotas de gelo nos polos, e subseqüente aumento drástico no nível do mar, deixando muitas áreas metropolitanas submersas em todo o planeta“. Saiba mais AQUI 


Mais informações, LEITURA ADICIONAL:

Permitida a reprodução desde que mantida a formatação original e mencione as fontes.

phi-golden-ratiowww.thoth3126.com.br

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *