browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Circo Brasil: Brasileiros já pagaram R$ 1,1 trilhão em impostos este ano. Para Quê?

Posted by on 09/06/2019

Brasileiros já pagaram R$ 1,1 trilhão em impostos este ano. Valor corresponde ao total pago para a União, estados e municípios na forma de impostos, taxas, multas e contribuições { São 63 tributos impostos, taxas e contribuições}. Qual o retorno que recebemos em educação, saúde pública, hospitais, escolas, segurança pública, saneamento básico, etc..? A “forma de aplicação” desses impostos que mais foi percebida pela população nos últimos anos é o sumidouro da CORRUPÇÃO e o desvio no uso de verbas públicas, na sustentação de uma casta de políticos corruptos e suas benesses … ATÉ QUANDO?

Edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Circo Brasil: Brasileiros já pagaram R$ 1,1 trilhão em impostos este ano. Valor corresponde ao total pago para a União, estados e municípios na forma de impostos, taxas, multas e contribuições. Qual o retorno que recebemos?

Fonte:  https://g1.globo.com/

Os brasileiros já pagaram R$ 1,1 trilhão em impostos desde o início de 2019 {significa cerca de R$ 5.263,16 por cada brasileiro – população de cerca de 209 milhões – nos primeiros 160 dias do ano}. O valor foi atingido na manhã deste domingo (9), segundo cálculo do Impostômetro, da Associação Comercial de São Paulo (ACSP).

O valor corresponde ao total pago para a União, estados e municípios na forma de impostos, taxas, multas e contribuições. Veja o especial “Quanto pagamos de impostos”.

“O Brasil tem uma das cargas tributárias mais altas do mundo, equivalente ou até superior à carga de nações desenvolvidas. Embora tenha uma tributação de primeiro mundo, o Brasil não faz com que esse dinheiro retorne à população por meio de serviços essenciais e políticas públicas de qualidade”{como educação, saúde pública, segurança, etc…} comenta Marcel Solimeo, economista da ACSP.

Em 2018, o Impostômetro superou a marca de R$ 2,3 trilhões em impostos pagos pelos brasileiros no ano.

O Impostômetro

O impostômetro foi criado em 2005 e busca estimar o valor total de impostos, taxas, contribuições e multas que a população brasileira paga para a União, os estados e os municípios.

Há um ano, em 24 de maio de 2018, o painel registrou R$ 944,6 bilhões, Este ano, nesta data chegamos ao valor de R$ 1 trilhão. Portanto, a arrecadação apresentou crescimento nominal de 5,86% de um ano para outro. Segundo Marcel Solimeo, economista da ACSP, a alta pode ser explicada pela inflação do período e pela ligeira alta do Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no País.

 Senadores gastaram R$ 100 MILHÕES com verba de gabinete nos últimos quatro anos. Isso dá uma média anual de R$ 1.234.567, 90 por cada “senador” !

Em 2018, o  Impostômetro registrou um total de R$ 2,3 trilhões em impostos pagos pelos brasileiros, valor que deve subir neste ano. O estado de São Paulo foi o que mais pagou tributos no País, o que se repete neste ano: do R$ 1 trilhão já registrado, 37,39% vieram do estado mais populoso e rico do Brasil. O Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) é o que mais arrecada.

“O Brasil cobra hoje de sua população um total de 63 tributos (impostos, taxas e contribuições). É muita coisa e o retorno disso em serviços para os cidadãos é muito tímido. Fazer uma reforma tributária é essencial para o Brasil se desenvolver e se modernizar. Num primeiro momento, o caminho tem de ser a simplificação, de maneira a diminuir a quantidade de tributos. Num segundo momento, quando a economia estiver melhor, é preciso focar na redução da carga tributária”, defende Solimeo. Fonte.

O total de impostos pagos pelos brasileiros também pode ser acompanhado pela internet, na página Impostômetro  (www.impostometro.com.br). Na ferramenta, criada em parceria com o Instituto Brasileiro de Planejamento Tributário (IBPT), é possível acompanhar quanto o país, os estados e os municípios estão arrecadando com tributos e também saber o que dá para os governos fazerem com todo o dinheiro arrecadado.


A Matrix (o SISTEMA de CONTROLE MENTAL):   “A Matrix é um sistema de controle, NEO. Esse sistema é o nosso inimigo. Mas quando você está dentro dele, olha em volta, e o que você vê? Empresários, professores, advogados, políticos, carpinteiros, sacerdotes, homens e mulheres… 

Image result for puppet gifAs mesmas mentes das pessoas que estamos tentando salvar. “Mas até que nós consigamos salvá-los, essas pessoas ainda serão parte desse sistema de controle e isso os transformam em nossos inimigos. Você precisa entender, a maioria dessas pessoas não está preparada para ser desconectada da Matrix de Controle Mental. E muitos deles estão tão habituados, tão desesperadamente dependentes do sistema, que eles vão lutar contra você  para proteger o próprio sistema de controle que aprisiona suas mentes …”


Mais informações, leitura adicional:

 

4 Responses to Circo Brasil: Brasileiros já pagaram R$ 1,1 trilhão em impostos este ano. Para Quê?

  1. Fernando Oliveira

    Circo é uma p…! O Circo é diversão pura. Isso aqui tá mais pra puteiro, daqueles bem vagabundos.

  2. OMAR RACHED

    O pior é que tem muita, mas muita gente mesmo que defende e acha certo.

  3. Greg Martini

    Ora…, em um Planeta de Miseráveis, no sentido moral e ético. Mostre-nos alguém que queira mudar de rumo. Este alguém…, não tem enderêço amigo. Não sabe de onde vem nem pra onde vai. Sem os avatares de tirania…, estas criaturas ficariam completamente perdidas.
    Você já viu um espinheiro produzindo pêssegos?

    Perdoe a franqueza.

  4. Vanderlei

    Ora, e vossas senhorias não sabem pra onde vai a maior parte dos recursos da união? Fala-se muito da corrupção dos políticos, o que é um fato, porém não se toca no verdadeiro fosso que é a dívida pública, a qual, anualmente, consome em torno de 45% do orçamento do governo. Só em 2018 foram mais de R$ 988 bilhões de reais para as burras dos banqueiros. Esse é o verdadeiro rombo das contas públicas, a corrupção compõe um percentual bem inferior a esse. Deve-se combater a corrupção, claro, porém, com tanta energia, ou mais, deve-se exigir a execução da auditoria da dívida pública. Auditoria esta, preterida por todos os governos que já houveram e, também, por esse, que já dá demonstrações claras, como os demais, para quem realmente serve. Caso queiram se abeberar de maiores informações, sugiro o site Auditoria Cidadã, lá terão informações claras e objetivas da trama que se tornou o sistema da dívida, ocultado, escamoteado, de todas as formas pelas instituições de ensino e pelos meios de comunicação, podres, serviçais dos senhores do mundo.

Deixe uma resposta para OMAR RACHED Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.