browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Cometa 46P/ Wirtanen e chuva de meteoros (verdes) Geminídeos no fim de semana

Posted by on 14/12/2018

A chuva anual de meteoros Geminídeos está no auge hoje, na noite de 14 de dezembro. Já neste fim de semana, a humanidade terá rara oportunidade de observar um fenômeno espacial histórico mesmo sem usar binóculo ou telescópio, relata a NASA. A agência anunciou  que neste fim de semana o Cometa 46P / Wirtanen se aproximará da Terra a uma distância de sete milhões de milhas (11,2 milhões de quilômetros) e poderá ser visto a olho nu como uma luz verde “fantasmagórica” na constelação de Touro. Além do Cometa, meteoros verdes serão visíveis e parecerão bolas de fogo verdes no céu, pois também é a época da chuva de meteoros Geminídeos, que iluminam os céus no fim de cada ano.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Os meteoros Geminideos estão chegando junto com o cometa 46P/Wirtanen!

Fonte: https://blogs.NASA.gov/

A segunda semana de dezembro anuncia o início da mais forte chuva de meteoros do ano – os Geminídeos. É um bom momento para se reunir, sair e assistir a um dos melhores desfiles de luzes no céu noturno da Mãe Natureza!

Os Geminídeos estão ativos durante todo mês de dezembro, quando a Terra passa por uma trilha maciça de detritos empoeirados lançada por um estranho objeto rochoso chamado 3200 Phaethon. A poeira e a areia queimam quando entram na atmosfera da Terra em uma enxurrada de “estrelas cadentes”.

A natureza de Phaethon é debatida. O objeto seria um asteroide próximo da Terra ou um cometa extinto, às vezes chamado de cometa de pedra. Há outro objeto – um asteroide Apollo chamado 2005 UD – que está em uma órbita dinamicamente semelhante a Phaethon, levando a especulações de que os dois eram parte de um corpo maior que se separou ou colidiu com outro asteroide.

A maioria das chuvas de meteoros é criada por restos de cometas durante sua passagem quando suas órbitas os levam para dentro do Sistema Solar, mas os Geminídeos podem ser os detritos de um evento de colisão. Quando você considera que o fluxo de meteoros Geminídeos tem mais massa do que qualquer outra chuva de meteoros, incluindo as Perseidas, o que aconteceu naquela época deve ter sido bem espetacular.

Então, o que os observadores em potencial da chuva de meteoros Geminid precisam fazer este ano?



É bem simples, na verdade. A Lua Quarto crescente se põe por volta das 22:30, hora local, então espere até lá para sair – a luz da Lua ofusca os meteoros mais fracos, que são mais numerosos. Encontre o lugar mais escuro possível e dê aos seus olhos cerca de 30 minutos para se adaptar ao escuro. Evite olhar para o seu celular, pois ele vai atrapalhar sua visão noturna. Deite-se de costas e olhe para cima, absorvendo o máximo de céu possível. Você logo começará a ver meteoros geminideos. À medida que a noite avança, a taxa de meteoros aumentará, atingindo um máximo teórico de cerca de 100 por hora por volta das 2 da manhã.

Em 16 de dezembro, o Cometa 46P / Wirtanen se aproximará da Terra a menos de 11,5 milhões de km – tornando-se um dos 10 cometas mais próximos da Era Espacial. É um pequeno cometa, com um núcleo de apenas 1 km de largura, mas essa proximidade faz com que até mesmo pequenas coisas pareçam grandes. A atmosfera gasosa do cometa será tão ampla quanto uma lua cheia. Mike Broussard de Perry, Louisiana, fotografou o cometa em 2 de dezembro e inseriu a Lua em escala.

Tenha em mente que esta taxa de meteoros é para um observador sob céus perfeitos (escuro) com a constelação de Gemeos em ascenção reta. O número real da queda de meteoros no campo escuro será um pouco mais de 1 por minuto. As pessoas nos subúrbios verão menos de 30 a 40 por hora, dependendo das condições de iluminação. E aqueles centros urbanos nas grandes cidades não verão praticamente nada – mesmo que os Geminideos sejam ricos em lindas bolas de fogo verdes, as luzes de Nova York, São Francisco ou Atlanta irão apagá-los. Céus claros escuros são o ingrediente mais importante na observação de chuvas de meteoros.

E enquanto você está examinando o céu para ver os meteoros Geminidios, você pode notar um pequeno ponto verde “fantasma” na constelação de Touro – que é o Cometa 46P / Wirtanen, que estará fazendo sua máxima aproximação da Terra (cerca de 7 milhões de milhas – 11,2 milhões de km) para os próximos 20 anos. Nós realmente vamos ter um cometa visível a olho nu nesta temporada de férias!

Cometas são “bestas” notoriamente imprevisíveis, mas se o cometa 46/P Wirtanen continuar seguindo sua atual tendência de aumento de brilho, pode atingir uma magnitude de pico de cerca de +3 (aproximadamente tão brilhante quanto uma estrela na alça da Ursa Menor) alguns dias após o pico dos meteoros Geminídeos, em 16 de dezembro. Binóculos ou um pequeno telescópio são bons para observar o Wirtanen, então traga-os para sua noite de observação dos meteoros Geminídeos. Um cometa verde para complementar as bolas de fogo verdes!


Saiba mais sobre astronomia:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.