browser icon
Você está usando uma versão insegura do seu navegador web. Por favor atualize seu navegado!
Usando um navegador desatualizado torna seu computador inseguro. Para mais segurança, velocidade, uma experiência mais agradável, atualize o seu navegador hoje ou tente um novo navegador.

Cometa 46P/Wirtanen, um sinal cósmico de que novos tempos são chegados?

Posted by on 29/11/2018

O Cometa 46P / Wirtanen está previsto para chegar ao seu ponto mais brilhante, por volta de 4,7 mag. Ele estará a uma distância de 1,05  UA (unidades astronômicas) do Sol e a uma distância de 0,07  UA da Terra. De Brasília, será visível no céu noturno, tornando-se acessível por volta das 20:34  da noite do dia 16 de dezembro à medida que o céu ao entardecer se desvanece, 35° acima do seu horizonte nordeste. Ele atingirá seu ponto mais alto no céu às 23:15, com 53° acima do seu horizonte norte. Ele continuará sendo observável até por volta das 03:24 da madrugada, quando afundará a 20° acima do seu horizonte noroeste.

Tradução, edição e imagens:  Thoth3126@protonmail.ch

Um pequeno, mas Hiperativo cometa, o 46P / Wirtanen

Fontes: http://spaceweather.com/  https://in-the-sky.org/

O pequeno mas hiperativo Cometa 46P / Wirtanen está se aproximando da Terra e logo poderá se tornar visível a olho nu. No dia 16 de dezembro, a bola de gelo suja (de acordo com as “teorias dos cientistas”) de quilômetros de extensão estará a menos de 11,5 milhões de quilômetros de distância de nosso planeta – tornando-se um dos 10 cometas mais próximos a passar pela Terra desde o início da Era Espacial.

Ele já aparece magnífico através de telescópios de astrônomos amadores de fundo de quintal. Em 26 de novembro, Gerald Rhemann tirou esta foto usando um refletor de 12 polegadas desde Farm Tivoli, Namíbia, na África:

“Atualmente o Cometa 46P / Wirtanen está atualmente deslizando ao sul pela Constelação de Fornax, diz Rhemann. “Se você olhar atentamente para a imagem, você pode ver a galáxia NGC 922 perto da cabeça do cometa e outra galáxia ESO 479-2 à esquerda.”

Rhemann diz que a atmosfera verde quase esférica do cometa tem 50 minutos de arco de largura. Em outras palavras – quase o dobro da largura de uma lua cheia. O seu diâmetro aparente pode dobrar nas próximas semanas à medida que o cometa se aproxima do interior do sistema solar. 



Como o brilho do Wirtanen está espalhado por uma área tão ampla, ele é diluído logo abaixo do limite de visibilidade do olho nu, com uma magnitude corrente próxima de +6,0. Ainda não sabemos se o cometa se tornará visível a olho nu em sua máxima aproximação da Terra em 16 de dezembro – mas definitivamente será um alvo fácil para binóculos e telescópios nas duas primeiras semanas de  dezembro.

O núcleo do Cometa 46P / Wirtanen é pequeno (~ 1 km) comparado a cometas maiores, como o Cometa Hale-Bopp (+/~ 30 km) e o periódico Cometa Halley (+/~ 15 km). Mas ele compensa esse déficit pela sua incomum  hiperatividade. 

Medições recentes mostram que o núcleo do Cometa 46P / Wirtanen está girando uma vez a cada 8,9 horas e expelindo quase 10 28 moléculas de água a cada segundo. Isso excede em muito a produção esperada para um cometa aparentemente tão pequeno.

Fique atento às atualizações e dicas de observação enquanto o cometa se aproxima de sua menor distância da Terrra no noite do dia 16 de dezembro. Você é novo na fotografia de cometas? Tutoriais estão disponíveis no premiado astrofotógrafo Damian Peach.

Para mais informações sobre o caminho do Cometa 46P / Wirtanen através do céu, veja a página de efemérides do In-The-Sky.org para o cometa 46P / Wirtanen. Este evento foi gerado automaticamente com base nos elementos orbitais publicados pelo Minor Planet Center (MPC), e é atualizado diariamente (última atualização, 28 de novembro de 2018).

Yasushi Aoshima, de Ishikawa, no Japão, tirou a foto acima do Cometa 46P / Wirtanen usando um telescópio de 12 polegadas. Ele mostra a atmosfera verde do cometa, que é, impressionante, quase duas vezes maior que o planeta Júpiter. A cor verde vem do carbono diatômico (C2) – uma substância gasosa comum em atmosferas de cometas que brilha verde no quase vácuo do espaço.

Note que as posições futuras dos cometas são normalmente conhecidas com um alto grau de confiança, mas seus brilhos são frequentemente muito mais imprevisíveis, uma vez que é impossível prever com certeza como eles responderão à medida que se aproximarem do Sol. As estimativas de magnitude devem ser consideradas altamente provisórias com mais de algumas semanas de antecedência.


Saiba mais sobre astronomia:

Permitida a reprodução, desde que mantido no formato original e mencione as fontes.

www.thoth3126.com.br

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.